Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Votamos Freeport ou BPN ? Março 9, 2009

Filed under: Actualidade,opinião,política — looking4good @ 9:42 pm
Mário Crespo, jornalista no seu artigo de opinião publicado hoje no JN diz, ou melhor escreve: «Em Portugal, para os que gostam de grandes superfícies, nos próximos processos eleitorais só há duas opções. Ou votam Freeport ou votam BPN. Qualquer das escolhas é arriscada. A mais incerta, nesta altura, ainda é o BPN. Sabe-se que começa algures entre perdões fiscais num governo de Cavaco Silva, mas depois o rasto vai-se perdendo entre offshores e quadros de Miró, numa teia de descrições absurdas. Mas na investigação parlamentar do BPN há um elemento comum que tem transitado de sessão para sessão: o quase mutismo dos partidos do bloco central de interesses».

Mais à frente: «Daqui a questão: vota-se Freeport ou BPN? O voto no BPN já se sabe quanto nos custou. Entre as clemências tributárias no governo de Cavaco Silva e as compras de empresas tecnológicas nesse conhecido centro de ciência avançada que é Puerto Rico, os portugueses já desembolsaram 1,8 mil milhões de euros para pagar as megalomanias de dois membros do núcleo duro político do actual presidente da República.

O voto no Freeport ainda não se sabe quanto vai custar. De facto, até há o aspecto estranhíssimo do Freeport ser um completo e assumido desastre comercial. Para quê, então, gastar tanto milhão a alterar uma reserva da natureza que era, por ordenamento, inalterável? Era bom fazer esta pergunta antes do Freeport implodir para tentar compreender o que é que virá depois da implosão. Pelo sim pelo não, enquanto não houver respostas, acho que é altura de fugir destas grandes superfícies, senão acabamos esmagados por elas». (daqui)

Este artigo faz-nos chamar à terra. Ao fim e ao cabo os dois únicos partidos que podem formar governo e que nos governam há anos e anos colocaram o país neste estado. Os cidadãos quase não podem ouvir falar de política. A crise económica (dos pobres, ou dos remediados, porque a dos ricos está sempre salvaguardada… ou pelos ganhos que tiveram acumuladamente ou porque as medidas tomadas pelo governo lhes são dirigidas, mais do que aos pobres…) afecta-os o suficiente para não terem tempo para se preocupar com a política. A crise económica internacional, porém, constitui um alibi perfeito para o Govermo se justificar. Sim, porque nos últimos três anos, com a economia mundial a crescer bem, já a economia portuguesa estava a atrasar-se (ainda) mais da média da área euro – e aí a desculpa era o déficit orçamental que precisava de diminuir.

O desemprego prolifera e quem está empregado trabalha ainda mais horas, mais se esforça e nenhuma compensação obtém senão vejam só, manter o emprego. Entretanto a EDP que é paga pela factura de electricidade de todos os portugueses vê os seus lucros aumentar na casa dos dois dígitos – isto em plena crise. Benvinda crise que tal permite.

Pior do que ser do Porto ou do Benfica e ficar triste com uma derrpta – afinal a maior parte das vezes ainda ganham (e ainda temos o Sporting, o Braga, o clube do bairro, etc.) – é sermos obrigados a votar no Freeport ou no BPN. E isso é deveras chocante. Eu não quero nem uma coisa nem outra… talvez porque não goste de grandes superfícies. Prefiro a «tasca» da viela!


imgem do Freeport daqui

imagem do BPN daqui

 

Votamos Freeport ou BPN ?

Filed under: Actualidade,opinião,política — looking4good @ 9:42 pm
Mário Crespo, jornalista no seu artigo de opinião publicado hoje no JN diz, ou melhor escreve: «Em Portugal, para os que gostam de grandes superfícies, nos próximos processos eleitorais só há duas opções. Ou votam Freeport ou votam BPN. Qualquer das escolhas é arriscada. A mais incerta, nesta altura, ainda é o BPN. Sabe-se que começa algures entre perdões fiscais num governo de Cavaco Silva, mas depois o rasto vai-se perdendo entre offshores e quadros de Miró, numa teia de descrições absurdas. Mas na investigação parlamentar do BPN há um elemento comum que tem transitado de sessão para sessão: o quase mutismo dos partidos do bloco central de interesses».

Mais à frente: «Daqui a questão: vota-se Freeport ou BPN? O voto no BPN já se sabe quanto nos custou. Entre as clemências tributárias no governo de Cavaco Silva e as compras de empresas tecnológicas nesse conhecido centro de ciência avançada que é Puerto Rico, os portugueses já desembolsaram 1,8 mil milhões de euros para pagar as megalomanias de dois membros do núcleo duro político do actual presidente da República.

O voto no Freeport ainda não se sabe quanto vai custar. De facto, até há o aspecto estranhíssimo do Freeport ser um completo e assumido desastre comercial. Para quê, então, gastar tanto milhão a alterar uma reserva da natureza que era, por ordenamento, inalterável? Era bom fazer esta pergunta antes do Freeport implodir para tentar compreender o que é que virá depois da implosão. Pelo sim pelo não, enquanto não houver respostas, acho que é altura de fugir destas grandes superfícies, senão acabamos esmagados por elas». (daqui)

Este artigo faz-nos chamar à terra. Ao fim e ao cabo os dois únicos partidos que podem formar governo e que nos governam há anos e anos colocaram o país neste estado. Os cidadãos quase não podem ouvir falar de política. A crise económica (dos pobres, ou dos remediados, porque a dos ricos está sempre salvaguardada… ou pelos ganhos que tiveram acumuladamente ou porque as medidas tomadas pelo governo lhes são dirigidas, mais do que aos pobres…) afecta-os o suficiente para não terem tempo para se preocupar com a política. A crise económica internacional, porém, constitui um alibi perfeito para o Govermo se justificar. Sim, porque nos últimos três anos, com a economia mundial a crescer bem, já a economia portuguesa estava a atrasar-se (ainda) mais da média da área euro – e aí a desculpa era o déficit orçamental que precisava de diminuir.

O desemprego prolifera e quem está empregado trabalha ainda mais horas, mais se esforça e nenhuma compensação obtém senão vejam só, manter o emprego. Entretanto a EDP que é paga pela factura de electricidade de todos os portugueses vê os seus lucros aumentar na casa dos dois dígitos – isto em plena crise. Benvinda crise que tal permite.

Pior do que ser do Porto ou do Benfica e ficar triste com uma derrpta – afinal a maior parte das vezes ainda ganham (e ainda temos o Sporting, o Braga, o clube do bairro, etc.) – é sermos obrigados a votar no Freeport ou no BPN. E isso é deveras chocante. Eu não quero nem uma coisa nem outra… talvez porque não goste de grandes superfícies. Prefiro a «tasca» da viela!


imgem do Freeport daqui

imagem do BPN daqui

 

Carnaval – Paulo Colina (na passagem do 59º. aniversário)

Filed under: Paulo Colina,poesia — looking4good @ 1:20 am
imagem daqui

Nossas bocas costuradas,
ponto a ponto,
com o fio delgado e transparente
da baba do engodo.
Capuzes pálidos de um medo compreendido,
desfilam cantando que o samba não tem cor.
E louvamos a liberdade
em enredos,
enquanto ao nosso lado
as sombras tremeluzentes
de todos os nossos avós
lutam para avivar
em nossa memória distraída
a chaga da sempre diária Quarta-Feira
de Cinzas.
Precisamos,
sim,
pendurar atrás da porta
esta fantasia transada
de paciência
que escora com alegorias
os nossos abrigos febris
até fevereiro do próximo ano.

Paulo Eduardo de Oliveira (Paulo Colina) nasceu em Colina, interior paulista, no dia 9 de março de 1950. Faleceu em 9 de outubro de 1999

 

Carnaval – Paulo Colina (na passagem do 59º. aniversário)

Filed under: Paulo Colina,poesia — looking4good @ 1:20 am
imagem daqui

Nossas bocas costuradas,
ponto a ponto,
com o fio delgado e transparente
da baba do engodo.
Capuzes pálidos de um medo compreendido,
desfilam cantando que o samba não tem cor.
E louvamos a liberdade
em enredos,
enquanto ao nosso lado
as sombras tremeluzentes
de todos os nossos avós
lutam para avivar
em nossa memória distraída
a chaga da sempre diária Quarta-Feira
de Cinzas.
Precisamos,
sim,
pendurar atrás da porta
esta fantasia transada
de paciência
que escora com alegorias
os nossos abrigos febris
até fevereiro do próximo ano.

Paulo Eduardo de Oliveira (Paulo Colina) nasceu em Colina, interior paulista, no dia 9 de março de 1950. Faleceu em 9 de outubro de 1999

 

Happy birthday – Yamila Diaz

Filed under: celebrities,wallpapers,Yamila Diaz — looking4good @ 1:05 am
Yamila Diaz
 

Happy birthday – Yamila Diaz

Filed under: celebrities,wallpapers,Yamila Diaz — looking4good @ 1:05 am
Yamila Diaz
 

Internazionale – 101 anniversary

Filed under: football,Internazionale — looking4good @ 1:04 am

«At the beginning of the century, Milan derbies did not exist. At that time there was only “Milan Cricket and Football Club” (now AC Milan). But on 9 March 1908, a group of rebels form “Football Club Internazionale Milano”. The name of the club derives from the wish of its founding members to accept foreign players as well as Italians, hence the name Internazionale. Indeed, the first captain of the side is a Swiss player – Hernst Manktl. The club colours are gold, black and blue, a tradition which has been kept right up to the present day». (from here)