Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Liga Sagres: Acabou! Belenenses e Trofense despromovidos Maio 24, 2009

Filed under: Futebol,Liga Sagres — looking4good @ 8:25 pm

Resultados da 30ª. e última Jornada
24 Mai Benfica 3-1 Belenenses
24 Mai Rio Ave 2-1 Estrela da Amadora
24 Mai Paços de Ferreira 1-0 Trofense
24 Mai Vitória de Guimarãees 3-2 Académica
24 Mai Leixões 1-0 Marítimo
14 Mai Naval 1º. de Maio 2-2 Vitória de Setúbal
25 Mai Sporting 3-1 Nacional
25 Mai FC Porto 1-1 Braga
Comentários: A última jornada servia apenas para decidir as duas equipas que desciam de divisão sendo as mais prováveis o Belenenses e O Trofense. A verdade é que os trofenses sairam um tanto frustrados porque a sua equipa foi a Paços de Ferreira perder por 1-0, quando uma vitória garantiria (face aos restantes resultados verificados) a permanência. Já o Belenenses começou por ganhar na Luz mas o Benfica na despedida de Quique quiz terminar com uma viutória. Depois a expulsão de Saulo perto do intervalo com o resdultado em 1-1 foi meio caminho andado parera a confirmação da despromoção. Uma palavra para Mantorras que entrou nos últimos minutos e mais uma vez marcou. Com faro de golo é o melhor avançado …

O Vitória de Setúbal ainda envolvido na luta pela manutenção começou por tremer: a Naval marcvou e o Belenenses ganhava na Luz mas com o evoluir das coisas na Luz os sadinos descansaram e até viraram o resultado. Perto do fim sofreram o empate mas com as derrotas do Belenenses e do Trofense o empate nem era preciso…

O Rio Ave fez uma parte final do campeonato muito boa e acabou a época ao derrotar o Estrela da Amadora, que duramnte a semana se viu poenalizada com a retirada de três pontos por pagar uma multa com um dia de atraso… logo o Estrela que tem vários meses de atraso no pagamento dos salários (dizem oito!!!) e que se salvou da descida de divisão. Falta saber se se salva da bancarrota…

Em jornada favorável às equipas caseiras (apenas dois empates dos forasteiros) o Guimarães derrotou a Académica por 3-2 o que permitiu aos vimaranenses ultrapassarem o Marítimo derrotado em Matosinhos pelo Leixões que foi a equipa sensação da primeira volta e que terminou a classificação logo após os lugares europeus.

Hoje domingo completou-se a jornada com os dois primeiros Porto e Sporting a receberem os europeus Nacional e Braga, respectivamente. O Sporting com dois golos de Derlei aos 7′ já ganhava por 2-0. O Nacional reduziu por Néné que confirmava assim o título de melhor marcador da época. Perto do final de penalty Romagnoli fez o resultado final que não evitou o excelente quarto lugar para os madeirenses isto porque o Braga não embandeirando na festa do Dragão não conseguiria, porém, melhor que um empate a um golo. Foram os portistas a inaugurar o marcador numa falha defensiva que Farías aproveitou num ressalto, mas os bracarenses viriam a empatar por Edimar na segunda parte.

Realce para a Liga de Arbitragem que nomeou Pedro Proença para participar na festa da comemoração do título no Estádio do Dragão e este que tanto contribuiu para ele (lembram-se do penalty salvador do Porto frente ao Benfica neste mesmo estádio?) fez por merecer a sua presença!

Para o ano há mais… Entretanto sobem dois históricos: o Olhanense e a União de Leiria, que bateu ao sprint o Santa Clara, para baixar um outro histórico o Belelnenses e um neófito da I liga que por cá fez uma passagem efémera o Trofense.

Para a época terminar temos a meio da semana a final da Champions League entre Manchestrer United e Barcelona e no próximo fim de semana a final da Taça de Portugal onde a dobradinha do Porto é expectávelfrente ao paços de Ferreira.

Classificação
Lugar Clube Pontos Golos
1. FC Porto 70 61-18
2. Sporting 66 45-20
3. Benfica 59 54-32
4. Nacional 52 47-32
5. Braga 50 38-21
6. Leixões 45 30-31
7. Académica 39 28-32
8. Vitória de Guimarães 38 32-36
9. Marítimo 37 35-36
10. Paços de Ferreira 34 37-42
11. Estrela da Amadora 34 26-38
12. Rio Ave 30 20-35
13. Naval 1º. de Maio 29 25-39
14. Vitória de Setúbal 26 21-46
15. Belenenses 24 28-52
16. Trofense 23 25-42

 

Liga Sagres: Benfica foi testemunha da descida de divisão do Belenenses Maio 23, 2009

Filed under: Belenenses,Benfica,Futebol,Liga Sagres — looking4good @ 9:05 pm

Benfica logoBelenenses logo

Benfica

3-1

Belenenses

Jogo de despedidas…

O Benfica que empatara na primeira volta a zero no Restelo recebia os homens do Belenenses com a corda na garganta porque o Belenenses só se salvaria ganhando na Luz e se o Setúbal não ganhasse na Figueira da Foz.

O jogou começou com o recrudescimento das (ténues) esperanças belenenses porque logo aos 3′ Silas inaugurou o marcador após jogada de contra-ataque rápido e bom entendimento com Wender, disparando de fora da área num excelente pontapé.

O Benfica, porém, demonstrou que não estava para ser acusado de fazer o “frete” e aos 21′ chegou ao empate por Cardozo que concluíu de cabeça um bom cruzamento de Maxi Pereira que esteve sempre muito activo na direita.

Já depois de Carlos Martins ser substituído por Fellipe Bastos (26′) o Belenenses esteve perto de voltar a ganhar vantagem num passe de Wender para Silas. O Belenenses viria até a fazer chegar a bola ao fundo da baliza dee Moreira mas o golo foi anulado por irregularidade pois Wender concluiu com a mão o que lhe valeu o cartão amarelo.

Perto do final da primeira parte (e com a Naval a marcar frente ao Setúbal) o Belenenses praticamente “suicidou-se” quando num desentendimento entre Di Maria e Saulo o jogador azul atingiu o argentino no chão e foi expulso.

Na segunda parte o jogo desiquilibrou-se o Belenenses não teve praticamente chances de ataque enquanto o Benfica sem jogar bem is perdendo oportunidades. Aos 50′ Di Maria isolado perante a saída de Júlio César desperdiçou ao rematar por cima da barra. Pouco depois foi Aimar a fazer o mesmo depois de assistência de Cardozo com o peito. De qualquer modo tornava-se previsível a vantagem do Benfica que veio a ocorrer num remnate surpreendente do meio da rua de Fellipe Bastos – candidadato a um dos melhores golos da época – aos 63′.

A partir daqui era inevitável a quebra psicológica do Belenenses até porque as notícias vindas de Figueira da Foz acresciiam à incapacidade azul. O Setúbal acabou por virar o resultado e na Luz o Benfica só não marcava mais por demérito próprio. A entrada de Mantorras nos últimos minutos funcionou mais uma vez como talismã e o angolano já em período de descontos coincluiu com mérito mais uma jogada pela direita, desta vez por Balboa que em velocidade bateu a defesa azul.

Foi um jogo de despedidas: de Quique (que no fim praticamente abraçou cada um dos jogadores do Belenenses!, do Belenenses que já ameaçara a época passada e que desta vez vê inexoravelmente a descida de divisão a consumar-se (com a companhia do Trofense derrotado em Paços de Ferreira) e certamente de alguns jogadores encarnados…

Estádio da Luz, em Lisboa
Hora: 19:45; 30. 972 espectadores, num fim de dia chuvoso.
Árbitro: Cosme Machado ( Braga )

BENFICA: Moreira; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e Jorge Ribeiro; Katsouranis, Carlos Martins(Fellipe Bastos 25′), Urreta e Aimar (Balboa 83′); Dí Maria (Mantorras 76′) e Cardozo.

BELENENSES: Júlio César; Mano (Porta 75′), Ávalos, Diakité, André Pires; Gomez, Pele (Fredy 56′), José Pedro, Silas, Saulo e Wender (Vinícius 61′)

Golos: 0-1 Silas (3); 1-1 Cardozo (20), 2-1 Fellipe Bastos (63), 3-1 Mantorras 90+1′;

Disciplina: Cartão amarelo Wender (32), Pelé (38), Aimar (46) e Katsouranis (62);
Cartão vermelho a Saulo (41)

 

Liga Sagres: Quase tudo decidido Maio 17, 2009

Filed under: Futebol,Liga Sagres — looking4good @ 8:48 pm

Resultados da 29ª. Jornada (penúltima)
16 Mai 19:45 Belenenses 1-0 Rio Ave
16 Mai 19:45 Académica 3-1 Naval 1º. de Maio
16 Mai 19:45 Trofense 1-4 FC Porto
16 Mai 19:45 Estrela da Amadora 1-0 Vitória de Guimarães
16 Mai 19:45 Marítimo 1-2 Sporting
16Mai 19:45 Vitória de Setúbal 0-1 Leixões
17 Mai 19:00 Braga 1-3 Benfica
17 Mai19:00 Nacional 1-0 Paços de Ferreira

Comentários: Os três grandes ganharam todos jogando fora e demonstram porque se chamam os três grandes e se distinguem em termos de capacidade ainda das demais equipas. De pouco serviu o empate do Trofense na Luz na passada semana porque, não obstante até ter conseguido a primeira oportunidade de golo, acabou baqueando claramente pela maior eficácia da equipa titular do tetra-campeonato. Dois golos de Lisandro e outros tantos de Farias deram expressão ao triunfo portista tendo Hugo Leal reduzido.

O Sporting também foi ganhar ao Marítimo com Liedson em destaque. Com a equipa dos leões reduzida a dez e o Marítimo em busca do empate o avançado leoinino maius uma vez resolveu até porque já tinha dsido ele que inaugurara o marcador. Olderban reduziu perto do final.

Em Braga mais do que o 3º. lugar (o Benfica mesmo que perdesse tinha-o à sua disposição na última jornada) estava em destaque o confronto Jorge de Jesus-Quique. Pois o treinador espanhol acabou vitorioso. A escolha de Moreira para a baliza e as opção de Jorge de Jesus de deixar Luís Carlos fora do onze titular deu melhores resultados para os encarnados de Lisboa. As falhas da defesa bracarense e a eficácia do Benfica deu uma vitória com uma facilidade que não estaria nos planos da maior parte dos adeptos do futebol. Note-se que o golo do Braga surgiu ao minuto 90 e aos 47′ o resultado já era de 0-3.

Para além destes triunfos fora dos três grandes houve uma quarta equipa a ganhar fora: o Leixões foi vencer a Setúbal e deixar os sadinos em muito maus lençóis. Têm apenas um ponto de avanço sobre o Belenenses que na estreia de Rui Jorge e perto da condenação sobreviveu à custa de um golo marcado por Wender a dois minutos do fim derrotando o Rio Ave.

A Naval começou por estar a ganhar em Coimbra mas acabou derrotada por 3-1, todavia, satisfeita com os desfechos da Trofa e de Setúbal que lhe garantiram a permanência. Os conimbricenses subiram aopsétimo lugar e fizeram um excelente campeoinato sob o comando de Domingos que está de saída em busca de um projecto mais ambicioso – qual?

O Estrela da Amadora venceu um desolador Vitória de Guimarães. A equipa vimaranense que começara mal o campeonato encetou uma recuperação mas na parte final do campeonato voltou a cair constituindo uma das maiores desilusões da época situando-se em 9º. lugar na tabela classificativa. Já os homens da Amadora que passaram uma época cheia de problemas e sobressaltos em por falta de pagamento dos vencimentos, passaram sempre por uma posdição na tabela com alguma folga sobre os últimos lugares.

Já hoje o Nacional pode ter praticamente garantido o 4º. lugar porque não é crível que o Porto perca em casa no jogo de mais um festejo do título frente ao Braga.

Para a última jornada fica ainda a decisão das equipas que descem. O Trofense só se salva se for ganhar a Paços de Ferreira, e Belenenses e Setúbal não ganhem. Um empate para o Setúbal na Figueiora da Foz não chega para se salvar se o Trofense for ganhar a Paços de Ferreira porque a
equipa da Trofa ten vantagem se acabar empatada com os sadinos. O Belenenses ainda respira mas tem de ganhar na Luz. Um empate não chega mesmo que o Setúbal perca, porque neste caso são os sadinos que têm vantagem perante o Belenenses em igualdade de pontos.

O Rio Ave teoricamente ainda pode ser incomodado mas para isso era necessário uma conjugação de resultados muito pouco provável (Belenenses e Setúbal ambos ganharem e Rio Ave perder).


Classificação

Lugar Clube Pontos Golos
1. FC Porto 66 56-16
2. Sporting 60 40-18
3. Benfica 53 48-30
4. Nacional 49 45-29
5. Braga (*) 46 31-17
6. Leixões 39 28-31
7. Marítimo 37 34-33
8. Académica 36 23-28
9. Vitória de Guimarães 35 29-33
10. Paços de Ferreira 31 36-41
11. Estrela da Amadora 31 24-36
12. Naval 1º. de Maio 28 22-34
13. Rio Ave 27 18-33
14. Vitória de Setúbal 25 19-43
15. Trofense 23 24-37
16. Belenenses 21 26-44

(*) Belenenses e Braga têm menos um jogo defrontando-se amanhã no Restelo para completar a 28ª. Jornada

Próxima Jornada – 30ª (última)
Benfica Belenenses
FC Porto Braga
Paços de Ferreira Trofense
Sporting Nacional
Leixões Marítimo
Naval 1º. de Maio Vitória de Setúbal
Vitória de Guimarães Académica
Rio Ave Estrela da Amadora

 

Benfica vence em Braga e garante o 3′. lugar

Filed under: Benfica,Braga,Futebol,Liga Sagres — looking4good @ 8:30 pm
Braga logoBenfica logoBraga

1-3

Benfica

Quique melhor do que Jesus …

Em jogo que servia para muito pouco as equipas exibiram-se com muito empenho e mostraram um futebol interessante, vivo e disputado na primeira parte.

Porém o Benfica cedo ganhou vantagem com Cardozo a chegar primeiro a uma solicitação de Karagounis do que o guarda-redes do Braga e a marcar de cabeça aos 7′. Passado cinco minutos uma lesão de David Luís obrigou-o a sair do jogo tendo entrado Urreta. Uma falha clamorosa de Eduardo ao atirar a bola contra o avançado argentino do Benfica, Di Maria, deu a este a oportunidade de fazer o segundo golo e este não se fez rogado. Parece sina que os guarda-redes portugueses quando sao chamados à selecçao nacional passam a dar frangos e isto tem acontecido invariavelmente.

Com 2-0 o Benfica jogava tranquilo e respondia com conta-ataques ao jogo de mais posse de bola bracarense.

Na segunda parte Jorge de Jesus fez alterações na equipa mas logo aos 2′ uma perda de bola na defensiva bracarense foi excelentemente aproveitada pelo uruguaio Urreta que fez um excelente golo ao passar por João Pereira e a concluir cruzado ao segundo poste- o primeiro na Liga ao serviço do Benfica – resolvendo definitivamente o jogo ainde cedo.

Aos 54′ uma sensacional jogada de Paulo César, que roubou a bola a Ruben Amorim e fez todo o meio-campo adversário, passando por toda a gente, foi mal concluída com remate ao lado, quando o golo parecia inevitável.

Depois foi surgindo Arur Soares da Silva como protagonista. Diferença de criterios em prejuizo do Benfica deixando passar uma falta grave de Luis Carlos sobre Katsouranis sem sanção disciplinar para passados minutos (e a pedido) mostrar o segundo amarelo a Yebda, que entrara para substiuir o grego, numa falta banal.

Perto do fim assinalou penalty de Miguel Víitor sobre Alan que Luís Carlos concretizou, estabelecendo o resultadoi final mas ainda teve tempo para deixar passar falta sobre Reyes também agarrado o que fez com que Quique não se contivesse, protestando com o 4º árbitro , e acabando expulso.

Vitória tranquila dos encarnados que mesmo nos jogos sem interesse e que ganham sem díuvidas são (claramente) prejudicados pelos árbitros.

Este resultado é que complica a vida a Luís Filipe Vieira porque se o objectivo era contratar Jorge de Jesus como é que ele justifica isso depois de Quique ter ganho claramente?

O Nacional venceu o Paços de Ferreira por 1-0 e tem o 4º. lugar à sua diusposição enquanto o Benfica garantiu o terceiro posto final.

Braga: Eduardo; João Pereira, Frechaut, André Leone e Evaldo; Mossoró (Luís Aguiar, 46), Alan, César Peixoto (Matheus, 60) e Filipe Oliveira (Rodriguez, 46); Paulo César, e Renteria

Suplentes Mário Felgueiras, Rodriguez, Dani, José Manuel, Luís Aguiar Edimar e Matheus

Benfica: Moreira; Maxi Pereira, Miguel, Sidnei e David Luiz (Urreta, 11) , Katsouranis (Yebda, 55) e Ruben Amorim; Jorge Ribeiro, Di Maria (Carlos Martins, 69) e Reyes; Cardozo

Suplentes: Quim, Carlos Martins, Urreta Balboa, Yebda e Mantorras

Golos: 0-1, Cardozo (7); 0-2 Di Maria (12); 0-3 Urreta (46); 1-3 Luís Aguiar (89, gp)

Disciplina: cartão amarelo, Reyes, Mossoró, João Pereira, Filipe Oliveira, Ruben Amorim, Yebda e vermelho por acumulação de amarelos a Yebda

 

Liga Sagres: Porto já festeja o tetra-campeonato Maio 10, 2009

Filed under: Futebol,Liga Sagres — looking4good @ 9:12 pm
Foto: Miguel Riopa/AFP

Resultados da 28ª Jornada
08 Mai. 20:30 Vitória de Guimarães 0-1 Rio Ave
09 Mai. 19:00 Benfica 2-2 Trofense
09 Mai. 21:00 Sporting 2-1 Vitória de Setúbal
10 Mai. 16:00 Paços de Ferreira 2-1 Marítimo
10 Mai. 16:00 Naval 1º. de Maio 0-0 Estrela da Amadora
10 Mai. 18:00 Leixões 0-1 Académica
10 Mai. 20:15 FC Porto 1-0 Nacional
11 Mai. 19:45 Belenenses Braga

Comentários: O Porto acaba de derrotar o Nacional por 1-0 (golo de Bruno Alves na sequência de um pontapé de canto) e festeja, desde já, a conquista do título de campeão, o 4º. consecutivo, 3º. de Jesualdo Ferreira. O jogo foi equilibrado, com predomínio ofensivo do Porto na primeira parte mas após o golo logo no início do 2º. período de jogo decaíu de qualidade, com a equipa do Nacional postada em conseguir o empate mas sem ter criado ocasiões de golo.

No sábado já os grandes de Lisboa tinham jogado com desfechos diferentes. Primeiro o Benfica decepcionou mais uma vez os seus adeptos com mais uma pobre exibição. Na primeira parte nem foi má a exibição encarnada. Apesar de ter sofrido o primeiro golo os encarnados conseguiram virar o resultado com um bis de Cardozo. O pior foi na segunda parte. Quando Quique faz substituições invariavelmente a equipa piora e o Trofense que ainda não descaiu os braços na luta pela permanência (pouco provável, aliás) chegou ao empate ainda com meia hora para jogar. Depois foi a demionstraçlão da incapacidade deste Benfica cujo final de campeonato tem sido um suplício. Depois foi o Sporting que só no último minuto conseguiu o triunfo frente ao Vitória de Setúbal. E quem havia de ser o salvador? Liedson pois claro. Na primeira parte o Sporting havia inaugurado o marcador mas Bruno Gama empatara o marcador. A equipa do Sporting com este resultado tem certo o segundo lugar na classificação final e, portanto, o acesso às pré-eliminatórias (entra na segunda) da Champions League da próxima época.

A jornada, porém, iniciou-se na sexta-feira em Guimarães onde o Rio Ave foi pregar uma surpresa derrotando os vimaranenses no que foi a segunda vitória fora consecurtiva dos vilacondenses o que veio baralhar as contas de Trofense, Belenenses e Vitória de Setúbal. Achamos que deste trio sairão as duas equipas que descerão de divisão mas na próxima jornada o Belenenses-Rio Ave pode ser decisivo. A equipa de Belém aliás tem amanhã um importante jogo ao receber o Braga e só a vitória pode tirar a equipa do último lugar da classificação. Depois recebe o Rio Ave e na última jornada joga na Luz. O Rio Ave vai ao Restelo e na última jornbada recebe o Estrela da Amadora. Já o Trofense recebe o Porto e vai ao Paços de Ferreira.

O outro triunfo fora da jornada aconteceu no Estádio do Mar onde o Leixões em queda acentuada perdeu com Académica. A equipa de Coimbra subiu ao oitavo lugar ultrapassando o Guimarães.

Finalmente uma referência para o empate entre Naval e Estrela da Amadora que não assegurando, desde já, a permanência à equipa da Figueira da Foz concede margem para crer que não vai sofrer muitas aflições.


Classificação
Lugar Clube Pontos Golos
1. FC Porto 66 56-16
2. Sporting 60 40-18
3. Benfica 53 48-30
4. Nacional 49 45-29
5. Braga (*) 46 31-17
6. Leixões 39 28-31
7. Marítimo 37 34-33
8. Académica 36 23-28
9. Vitória de Guimarães 35 29-33
10. Paços de Ferreira 31 36-41
11. Estrela da Amadora 31 24-36
12. Naval 1º. de Maio 28 22-34
13. Rio Ave 27 18-33
14. Vitória de Setúbal 25 19-43
15. Trofense 23 24-37
16. Belenenses 21 26-44

(*) Belenenses e Braga têm menos um jogo defrontando-se amanhã no Restelo para completar a 28ª. Jornada

Próxima Jornada – 29ª (penúltima)
Belenenses Rio Ave
Braga Benfica
Trofense FC Porto
Nacional Paços de Ferreira
Marítimo Sporting
Vitória de Setúbal Leixões
Académica Naval 1º. de Maio
Estrela da Amadora Vitória de Guimarães

 

Liga Sagres: Trofense empata na Luz Maio 9, 2009

Filed under: Benfica,Liga Sagres,Trofense — looking4good @ 7:57 pm
Benfica logoTrofense logoBenfica

2-2

Trofense

Quando acaba este suplício?

Terceiro contra o último em casa. Contas a ajustar da primeira volta. Era de esperar vontade em resolver o jogo cedo, mas a primeira oportunidade surgiu já com mais de vinte minutos jogados quando de um pontapé de canto Luisão rematou de cabeça ao poste. Já antes o Trofense ameaçara e de livre marcado por Hugo Leal com um cruzamento para a área Valdomiro de cabeça deu avanço ao Trofense.

O Benfica reagiu aumentou de velocidade, os buracos na defesa trofense aumentavam e em cinco minutos o Benfica deu a volta com dois golos de Cardozo, em jogadas iniciadas pelo lado direito do ataque encarnado. Antes o mesmo Cardozo já havia desperdiçado uma oportunidadee quando quiz concluir em soupless e um defesa cortou a bola que se encaminhava para a baliza.

Podia-se pensar que o Trofense desanimaria e que o Benfica tinha tudo para ganhar avolumando o resultado. Normalmente assim seria, mas com este Benfica não é assim. Na segunda parte os encarnados não criaram grandes ocasiões de perigo e o Trofense nas bolas paradas mesmo na zona intermediária do campo era pôr Hugo Leal a cruzar para o interior da área. E assim surgiu o segundo golo visitante a empatar o encontro ainda com mais de meia hora por jogar.

A verdade é que o Benfica sentiu o golo, o público já assobiava e as substituições de Quique só desorganizaram. Sem Carlos Martins em campo e Aimar em campo mas sem se ver, a não ser em protestos contra o árbitro que lhe valeram o cartão amarelo e o afastamento do jogo de Braga, só numa conclusão de Mantorras com defesa de Marco o Benfica chegou à baliza com perigo. Depois a desorganização é tanta que já em descontos num pontapé de canto favorável se vê Cardozo a ir marcar o canto em vez de se postar no interior da área adversária.

Mau de mais este Benfica «espanhol» que pode terminar a época ainda em quinto lugar!

Arbitragem fraca de João Ferreira com equívocos a mais mas em lances que não influenciaram o resultado.

Ficha do jogo:
Estádio do Sport Lisboa e Benfica, em Lisboa
Árbitro: João Ferreira (AF Setúbal)

Benfica – Quim; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e David Luiz; Carlos Martins (Yebda, 74 m) e Ruben Amorim; Urreta (Balboa, 65 m), Aimar e Di Maria (Mantorras, 79 m); Cardozo.

Suplentes: Moreira, Jorge Ribeiro, Balboa, Katsouranis, Binya, Yebda e Mantorras.

Trofense – Marco; Varela, Miguel Ângelo, Valdomiro e Zamorano; Paulo Roberto (Moustapha, 81 m), Milton do Ó, Hugo Leal e Pinheiro (Delfim, 67 m); Charles Chad (Edu Souza, 65 m) e Hélder Barbosa.

Suplentes: Paulo Lopes, Edu, Delfim, Lipatin, Moustapha, Dagil e Edu Souza.

Marcador: 0-1 por Valdomiro (30 m); 1-1 por Cardozo (35 m); 2-1 por Cardozo (38 m); 2-2 por Paulo Roberto (58 m).

Disciplina: cartão amarelo a Luisão (70 m) e Aimar (74 m).

 

Liga Sagres: Porto ganha, Sporting empata e Benfica perde… Maio 3, 2009

Filed under: Futebol,Liga Sagres — looking4good @ 9:15 pm

Resultados da 27ª. Jornada
01 Mai. 20:30 Rio Ave 0-0 Braga
02 Mai. 18:45 Académica 0-0 Sporting
02 Mai. 21:00 Nacional 3-1 Benfica
03 Mai. 16:00 Estrela da Amadora 2-1 Leixões
03 Mai. 18:00 Vitória de Setúbal 2-1 Paços de Ferreira
03 Mai. 18:00 Vitória de Guimarães 1-0 Naval 1º. de Maio
03 Mai. 20:15 Marítimo 0-3 FC Porto
04 Mai. 19:45 Trofense Belenenses


Comentários: Porto ganha, Sporting empata e Benfica perde e estes resultados são sintomáticos da classificação actual. O Porto está a uma vitória de se sagrar campeão o que pode já acontecer no próximo jogo se bater o Nacional em casa. Foi aos Barreiros vencer por 3-0, com um golo logo marcado no início do jogo (Raúl Meireles) e depois de ter passado por alguns problemas na segunda parte o segundo golo por Rolando após livre de Cristian Rodriguez, matou o jogo. Tomás Costa ainda desnivelou mais o marcador. O Sporting cedeu um empate a zero em Coimbra num jogo equilibrado e de poucas oportunidades mas os encarnados em vez de tirarem partido desse resultado para pressionar os rivais na luta pelo segundo lugar, desperdiçaram completamente a oportunidade ao perder perante o Nacional. Depois de uma primeira parte em que as equipas demonstraram um medo maior de perder do que vontade de ganhar, quem conseguiu marcar em primeiro lugar virou o jogo a seu favor. Foi o Nacional que o fez chegando até a 2-0 e perante o desespero dos visitantes em chegar ao empate depois da redução por Reyes foram os madeirenses que no minuto 90′ deram o xeque-mate.

A jornada iniciou-se com o Rio-Ave Braga em que o empate que parecia não ser nada mau para ambas as equipas se revelou mau resultado para ambos face aos desfechos dos competidores directos. O Rio Ave viu o Setúbal ganhar em casa por 2-1 frente ao Paços de Ferreira que até marcara em primeiro e o Braga viu o Nacional isolar-se no quarto lugar depois de ganhar ao Benfica.

O Estrela da Amadora venceu o Leixões em queda abrupta nesta fase do campeonato e perdendo o acesso às provas europeias. A equipa da Amadora, apesar dos ordenados em atraso, garantiu definitivamente a permanência com três jornadas aindsa por disputar.

Em jornada caseira (apenas o triunfo fora do Porto e empates do Braga e do Sporting) o Guimarães aproveitou para vencer a Naval 1º. de Maio com um golo solitário de Nuno Assis aos 50′ subindo ao 8º. lugar e ainda com o sexto posto – a quatro pontos – no horizonte.

Amanhã jogam os dois últimos com Rio Ave e Setúbal a desejarem um empate mas em que Trofense e Belenenses só desejam a vitória capaz de dar alento para a salvação.


Na jornada 28 o Porto pode até festejar o título na recepção ao Nacional enquanto o Sporting recebe em casa o Vitória de Setúbal e o Benfica recebe o Trofense. O Belenenses-Braga na sefgunda feira encerrará a jornada.

Classificação
Lugar Clube Pontos Golos
1. FC Porto 63 55-16
2. Sporting 57 38-17
3. Benfica 52 46-28
4. Nacional 49 45-28
5. Braga 46 31-17
6. Leixões 39 28-30
7. Marítimo 37 33-31
8. Vitória de Guimarães 35 29-32
9. Académica 33 22-28
10. Estrela da Amadora 30 24-36
11. Paços de Ferreira 28 33-38
12. Naval 1º. de Maio 27 22-34
13. Vitória de Setúbal 25 18-41
14. Rio Ave 24 17-33
15. Belenenses (*) 21 25-42
16. Trofense (*) 19 20-34

(*) Belenenses e Trofense têm um jogo a menos defrontando-se amanhã na Trofa


Próxima Jornada – 28ª (antepenúltima)
08 Mai. 20:30 Vitória de Guimarães Rio Ave
09 Mai. 19:00 Benfica Trofense
09 Mai. 21:00 Sporting Vitória de Setúbal
10 Mai. 16:00 Paços de Ferreira Marítimo
10 Mai. 16:00 Naval 1º. de Maio Estrela da Amadora
10 Mai. 18:00 Leixões Académica
10 Mai. 20:15 FC Porto Nacional
11 Mai. 19:45 Belenenses Braga

 

Benfica perde mais uma vez Maio 2, 2009

Filed under: Benfica,Liga Sagres,Nacional — looking4good @ 9:56 pm

Nacional logoBenfica logo

Nacional

3-1

Benfica


Arrumados de vez…

Já sabendo que o Sporting empatara em Coimbra o Benfica entrou em campo com uma surpresa no onze. Impossibilitado de contar com Aimar esperava-se que tivesse entrado Di Maria mas Quique preferiu tirar Ruben Amorim do meio deslocando-o para a direita e fazendo entrar Katsouranis numa constituição de equipa medrosa.

O jogo decorreu equilibrado com poucos lances de perigo. Uma perda de bola incrível da defesa encarnada proporcionou a Alonso a primeirta oportunidade, mas este rematou ao lado. O Benfica viria a ter dum lance individual de David Luís a situação de maior perigo com Bracalli a fazer uma excelente defesa. Houve ainda cabeceamentos defeituosos de Nenê pelo Nacional e Cardozo pelo Benfica em jogadas que poderiam (e deveriam) ter sido melhor concluidas pelos “goleadores”.

Na segunda parte o jogo parecia que ia pelo mesmo caminho com as equipas a demonstrarem mais medo de perder do que vontade de ganhar. Uma defesa (mais outra) de Bracalli a remate de Cardozo evitou o golo encarnado, enquanto Nené de longe também obrigara Quim a defesa com dificuldade.

Mal tinha Quique mexido na equipa, retirando Katsouranis para devolver Rúben Amorim ao meio e fazer entrar Di Maria, o Nacional adiantou-se no marcador: uma fugida pela esquerda sem oposição do meio campo encarnado e cruzamento de Alonso para Nenê no meio dos defesas (parados, sem hipótese de se fazerem ao lance) a cabecear demonstrando o motivo porque é o top goleador do campeonato.

O Benfica quiz acelerar o jogo e Nuno Gomes (58m) desperdiçou excelente ocasião para empatar. Quem não desperdiçou foi Rúben Micael que em remate de fora da área ampliou o marcador. A indefinição no resultado voltou passados quatro minutos numa assistência já em plena área de calcanhar de Carlos Martins para Reyes concluir. David Luís esteve perto de empatar ao rematar à barra (73′). Com o resultado indefinido e o Benfica a carregar passou Jorge Sousa a evidenciar o motivo porque o Benfica perde quase sempre quando ele apita. Aos jogadores do Nacional era permitido jogar andebol e fez vista grossa a Reyes carregado no limite da área.

Depois Quique fez o resto ao retirar Nuno Gomes – infeliz mas com presença na área- para entrar Urreta, em mais uma decisão incompreensível. Já em tempos de desconto o Nacional que jogava em contra-ataque marcaria o 3-1 por Miguel Fidalgo com Quim a ficar mal na fotografia ao não interceptar o cruzamento da direita…

Resta aos encarnados pensar na próxima época (e a ter de se empregarem para não perder o terceiro lugar, nesta época). Pela minha parte a primeira medida era dar um kick ao Quique, mas isso eu já teria dado logo no início da época… e se têm dúvidas basta lerem estas crónicas!

Estádio da Madeira, no Funchal
Árbitro Jorge Sousa (AF Porto)
Nacional: Bracalli; Patacas, Felipe Lopes, Maicon e Alonso; Cléber, Luís Alberto, Leandro Salino e Rúben Micael (João Aurélio, 77m); Mateus (Fabiano, 86m) e Nenê (Miguel Fidalgo, 89m).

Suplentes: Douglas, Halliche, Igor Pita e Bruno Amaro.

Treinador: Manuel Machado.

Benfica: Quim; Maxi Pereira, Miguel Vítor, Sidnei e David Luiz; Katsouranis (Di María, 55m), Rúben Amorim, Carlos Martins (Yebda, 79m) e Reyes; Nuno Gomes (Urreta, 82m) e Cardozo.

Suplentes: Moreira, Jorge Ribeiro, Binya e Balboa.
Treinador: Quique Flores.

Golos: Nenê (1-0, 57m); Rúben Micael (2-0, 64m); Reyes (2-1, 68m); Miguel Fidalgo (3-1, 90+3m).

Disciplina: Cartão amarelo para Leandro Salino (61m), Carlos Martins (70m), Miguel Vítor (86m).

 

Liga Sagres: Na frente todos ganham mas o Porto está perto do título Abril 5, 2009

Filed under: Futebol,Liga Sagres — looking4good @ 10:23 pm
Resultados da 23ª Jornada
3 Abr. 20:30 Académica 1-0 Belenenses
4 Abr. 19:00 V. Guimarães 1-3 FC Porto
5 Abr. 16:00 Marítimo 1-1 Trofense
5 Abr. 16:00 V. de Setúbal 0-3 Sp. Braga
5 Abr. 16:30 Naval 1º. de Maio 0-0 Paços de Ferreira
5 Abr. 18:00 Leixões 0-1 Sporting
5 Abr. 20:15 Estrela da Amadora 1-2 Benfica
6 Abr. 19:45 Rio Ave Nacional

Comentários: O jogo grande da Jornada era o de Guimarães, onde os vimaranenses tinham os adeptos do Benfica e do Sporting como aliados no confronto em que recebiam o comandante FC Porto. Os adeptos da «maioria» ainda viram a sua esperança reforçada com o golo de Roberto que punha a equipa da casa a ganhar, resultado que se verificava no final da primeira parte. Porém, no reinício do jogo não foi preciso muito tempo para Farias e Mariano virarem o resultado; de um canto Rolando já no final do jogo ainda reforçaria o triunfo. Mais do que a vitória o Porto, com uma equipa em que faltaram alguns titulares (gestão de Jesualdo face ao jogo da Champions, para além do castigo de Lisandro), demonstrou que está bem acima em termos competitivos e de força psicológica e física aos seus rivais Sporting e Benfica. Ficou, porém, um erro do árbitro ao não punir uma entrada de Rolando com o braço na cara de Roberto que daria um penalty perto do final do jogo quando o resultado era de 1-2.

O Sporting foi ao Estádio do Mar ganhar por 1-0 elevando para 4 as derrotas consecutivas dfa equipa de Matosinhos. O Leixões até começou bem nos dez minutos iniciais mas a partir do golo de Derlei o Sporting comandou a partida. O árbitro Pedro Proença é que esteve mal (mais uma vez) e tendo visto o penalty fantasma do Porto-Benfica, não viu Abel cortar claramente com a mão um cruzamento de Diogo Valente ainda na primeira parte (mas assinalou falta por pretensa mão num corte com a cara de um jogador do Leixões). Seja como for o Sporting foi muito superior no jogo e mereceu o triunfo.

O Benfica ganhou na Amadora em penalties por 2-1. Isto porque todos os golos foram marcados de penalidades máximas convertidas. Duas por Cardozo para o Benfica e de Varela para o Estrela, todas ainda na primeira parte. Foi um jogo de fraca qualidade e nem 2-0 com apenas 16′ jogados deu fluidez e tranquilidade ao jogo do Benfica que na parte final do jogo arriscou-se a sofrer o empate.

A jornada 23 começara na sexta-feira com a equipa da Académica a ganhar tangencialmente mas merecidamente o Berlenenses (tantas foram as oportunidades, com Julio Batista guarda-redes do Belenenses a ser o melhor), com o golo a ser obtido por Nuno Piloto. A equipa de Coimbra em véspera de jogar com Benfica e Porto descansa melhor com os três pontos granjeados enquanto o Belenenses vai de mal a pior e está no último lugar do campeonato com o Rio Ave que só amanhã joga (em casa frente ao Nacional).

Nesta jornada apenas se verificou um triunfo caseiro – o da Académica – enquanto para além dos três grandes também o Braga foi ganhar fora a Setúbal e de forma concludente por 3-0, parecendo ter ao seu alcance o 4º. lugar na classificação final, que aliás já ocupa.

O Trofense foi empatar ao Marítimo por 1-1 enquanto Naval e Paços de Ferreira empataram a zero. Vamos ver se foi mau ou bom em grande parte dependendo do resultado do jogo entre o Rio Ave e o Nacional que completa amanhã a jornada.

Na próxima semana o Porto recebe o Estrela da Amadora, o Sporting a Naval e o Benfica a Académica. A lógica diria que os grandes voltarão a vencer todos… mas nunca fiando! Disputa-se ainda o Braga-Marítimo para os lugares da Europa e um Belenenses-Setúbal de grande importância para a definição dos últimos lugares.

Classificação
Lugar Clube Pontos Golos
1. FC Porto 51 44-16
2. Sporting 47 31-14
3. Benfica 46 38-22
4. Braga 40 28-15
5. Nacional (*) 36 34-24
6. Marítimo 35 29-23
6. Leixões 35 24-25
8. Vitória de Guimarães 30 24-27
9. Académica 28 20-24
10. Estrela da Amadora 27 21-28
11. Naval 1º. de Maio 24 20-29
12. Paços de Ferreira 23 29-36
13. Vitória de Setúbal 22 15-32
14. Trofense 19 18-29
15. Belenenses 17 21-38
15. Rio Ave (*) 17 14-28

(*) Rio Ave e Nacional têm um jogo a menos defrontando-se amanhã em Vila do Conde

Próxima Jornada – 24ª.
10 Abr. 18:00 Braga Marítimo
10 Abr. 20:30 Paços de Ferreira Vit. de Guimarães
11 Abr. 16:00 Leixões Rio Ave
11 Abr. 18:00 Belenenses Vitória de Setúbal
11 Abr. 18:00 Sporting Naval 1º. de Maio
11 Abr. 19:00 Benfica Académica
11 Abr. 21:00 Porto Estrela da Amadora
13 Abr. 19:45 Trofense Nacional
 

Liga Sagres: 22ª. Jornada – O adeus ao título do Benfica Março 15, 2009

Filed under: Futebol,Liga Sagres — looking4good @ 9:00 pm

Resultados da 22ª. Jornada
13 Mar. 20:30 Paços de Ferreira 4-0 Leixões
14 Mar. 18:45 Benfica 0-1 Vitória de Guimarães
14 Mar. 21:00 Sporting 2-0 Rio Ave
15 Mar. 16:00 Trofense 0-1 Vitória de Setúbal
15 Mar. 16:00 Belenenses 2-2 Estrela da Amadora
15 Mar. 18:00 Braga 1-1 Académica
15 Mar. 20:15 Porto 2-0 Naval 1º. de Maio
16 Mar. 19:45 Nacional Marítimo

Comentários: Nesta jornada o destaque maior vai para o colapso do Benfica em casa frnete ao Vitória de Guimarães que empurrou os encarnados para o terceiro lugar já a cinco pontos do Porto e que corresponde ao adeus das pretensões dos adeptos do Benfica (sim porque ao que parece nunca foram pretensões de Quique) à conquista do título. Sporting e Porto pelo contrário fizeram a sua obrigação de ganhar em casa ao Rio Ave e à Naval, respectivamente e ambos por 2-0.

O Paços de Ferreira no aranque da jornada na sexta feira derrotou por margem inesperada o Leixões, que soma três derrotas consecutivas e já tem tantos golos sofridos quantos os marcados. Na próxima jornada os homens do Mar recebem o Sporting.

O outro destaque vai para o triunfo do Vitória de Setúbal na Trofa. Em jogo de aflitos o triunfo sadino deu um conforto de cinco pontos sonbrte a linha de água enquanto deixou os homens da Trofa no antepenúltimo lugar só com mais um ponto do que Belenenses (que empatou) e Rio Ave (que perdeu em Alvalade). O Belenenses só conseguiu empatar em casa frente ao Estrela da Amadora e para isso acontecer teve até de recuperar de 0-2. A equipa da Amadora sem sobressaltos vai fazendo um campeonato tranquilo onde ocupa o nono lugar, apesar do problema dos salários em atraso.

A Académica foi empatar a casa do Braga europeu e esteve mesmo na posição de vencedor. A equipa de Coimbra tem 8 pontos sobre a linha de água enquanto o Braga em 4º. lugar pode ser ultrapasasado amanhã pelo Nacional se este ganhar o derby madeirense ao vizinho Marítimo.

O Porto é a equipa com mais golos marcados 41 seguido do Benfica com 36. O Sportingé a equipa com menos goloos sofridos, 14 (só em dois jogos com o Bayern sofreu 12!). O Estrela da Amadora é agora a equipa com mais empates 9, mais um do que Leixões e Belenenses. Académica e Rio Ave são as únicas equipas que ainda não ganharam fora.

O campeonato é interrompido na próxima semana para retomar com o Porto (sem Lizandro -5º. amarelo) a jogar em Guimarães. O Sporting joga com o Leixões enquanto o Benfica vai à Amadora.

Classificação
Lugar Clube Pontos Golos
1. FC Porto 48 41-15
2. Sporting 44 30-14
3. Benfica 43 36-21
4. Braga 37 25-15
5. Nacional (*) 35 33-23
5. Leixões 35 24-24
7. Marítimo (*) 33 27-21
8. Vitória de Guimarães 30 23-24
9. Estrela da Amadora 27 20-26
10. Académica 25 19-24
11. Naval 1º. de Maio 23 20-28
12. Paços de Ferreira 22 29-36
13. Vitória de Setúbal 22 15-29
14. Trofense 18 17-28
15. Belenenses 17 21-37
15. Rio Ave 17 14-28

(*) Nacional e Marítimo têm um jogo a menos defrontando-se amanhã em casa dos «alvi-negros»

Próxima Jornada – 23ª.
13 Mar. 20:30 Marítimo Trofense
14 Mar. 18:45 V. Guimarães FC Porto
14 Mar. 21:00 V. Setúbal Braga
15 Mar. 16:00 Académica Belenenses
15 Mar. 16:00 Estrela da Amadora Benfica
15 Mar. 18:00 Rio Ave Nacional
15 Mar. 20:15 Naval Paços de Ferreira
16 Mar. 19:45 Leixões Sporting