Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

PAUPÉRIA REVISITADA – Ricardo Aleixo Setembro 14, 2008

Filed under: poesia,Ricardo Aleixo — looking4good @ 1:56 am

Putas, como os deuses,
vendem quando dão.
Poetas, não.
Policiais e pistoleiros
vendem segurança
(isto é, vingança ou proteção).
Poetas se gabam do limbo, do veto
do censor, do exílio, da vaia
e do dinheiro não.
Poesia é pão (para
o espírito, se diz), mas atenção:
o padeiro da esquina balofa
vive do que faz; o mais
fino poeta, não.
Poetas dão de graça
o ar de sua graça
(e ainda troçam
— na companhia das traças —
de tal “nobre condição”).
Pastores e padres vendem
lotes no céu
à prestação.
Políticos compram &
(se) vendem
na primeira ocasião.
Poetas (posto que vivem
de brisa) fazem do No, thanks
seu refrão.

Ricardo José Aleixo de Brito (nasceu em Belo Horizonte, Mina Gerais a 14 Set. 1960 )

Anúncios