Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Fica na história 12-1 !!! na Champions ? Março 10, 2009

Filed under: Bayern,Champions League,football,Futebol,Sporting — looking4good @ 9:56 pm

Bayern München logoSporting logo

Bayern

7-1

Sporting

Humilhante… Panzers trucidam «gatinhos»

Não dá para acreditar! Depois dos 5 em Alvalade, mais 7!!! Nem as ausências de Luca Toni, o guarda-redes titular, Ribery e mais alguns deu para nivelar, porque a diferença é abismal: tactica, física, de velocidade e de objectividade. Durou 7 minutos a resistência do Sporting… Um grande golo de Podolski em remate de fora da área (re)iniciou o naugrágio que já vinha de Lisboa.

O segundo golo foi uma anedota. Bola colocada em jogo pelo guarda-redes Butt (lembram-se? já foi do Benfica) e Polga e Patrício não se entendem e já está. Pelo meio ficou bola no poste, bola por cima da barra e falhançoi incrível ao segundo poste – foi o período da excepção três oportunidades perdidas pelos alemães. Depois do 2-0 foi o desastre. Moutinho num grande golo ainda fez por um minuto disfarçar a vergonha, mas logo a seguir o 4-1.

Comentar um jogo destes nem vale a pena. A diferença foi um abismo, os erros dos sportinguistas a sucederem-se – aquele penalty de Pedro Silva, para quê? – e os alemães que vão em segundo no campeonato na parte final do jogo a alargar o abismo. Em Alvalade 5, em Munique 7. O Sporting que tem 14 golos sofridos no campeonato, só em 2 jogos sofreu 12!!! E pior do que isso, não pareceu coincidência a diferença atlética, de competitividade foi dramática. Não fossem derrotas do mesmo lado dirse-ia que os 7-1 de Celtade Vigo estavam vingados…

Esperemos que o Porto amanhã disfarce a crise do futebol português (também em risco de ficar em casa em vez de estar na Africa do Sul no Campeonato do Mundo). Mas não vão ser favas contadas.

Estádio Allianz Arena, em Munique

Árbitro: Martin Hansson (Suécia)

Bayern: Butt; Lell, Van Buyten, Lúcio (Breno, 46) e Lahm; Schweinsteiger (Muller, 72), Ottl, Van Bommel e Zé Roberto (Sosa, 46) ; Klose e Podolski

Suplentes: Rensing, Demichelis, Oddo e Deniz Ylmaz

Sporting: Rui Patrício; Pedro Silva, Tonel, Polga e Miguel Veloso (Abel, 46); Pereirinha (Izmailov, 46), Adrien Silva (Caneira, 74), Vukcevic e João Moutinho; Yannick e Derlei

Suplentes: Tiago, Daniel Carriço, Ronny e Tiuí

Marcadores: 1-0, Podolski (7); 2-0, Podolski (34); 3-0, Polga (39 p.b.); 3-1, João Moutinho (42); 4-1, Schweinsteiger (43); 5-1, Van Bommel (73); 6-1, Klose (82 g.p.); 7-1, Muller (90)

Disciplina: Cartão amarelo para João Moutinho (18) e Pedro Silva (77)

Anúncios
 

Fica na história 12-1 !!! na Champions ?

Filed under: Bayern,Champions League,football,Futebol,Sporting — looking4good @ 9:56 pm

Bayern München logoSporting logo

Bayern

7-1

Sporting

Humilhante… Panzers trucidam «gatinhos»

Não dá para acreditar! Depois dos 5 em Alvalade, mais 7!!! Nem as ausências de Luca Toni, o guarda-redes titular, Ribery e mais alguns deu para nivelar, porque a diferença é abismal: tactica, física, de velocidade e de objectividade. Durou 7 minutos a resistência do Sporting… Um grande golo de Podolski em remate de fora da área (re)iniciou o naugrágio que já vinha de Lisboa.

O segundo golo foi uma anedota. Bola colocada em jogo pelo guarda-redes Butt (lembram-se? já foi do Benfica) e Polga e Patrício não se entendem e já está. Pelo meio ficou bola no poste, bola por cima da barra e falhançoi incrível ao segundo poste – foi o período da excepção três oportunidades perdidas pelos alemães. Depois do 2-0 foi o desastre. Moutinho num grande golo ainda fez por um minuto disfarçar a vergonha, mas logo a seguir o 4-1.

Comentar um jogo destes nem vale a pena. A diferença foi um abismo, os erros dos sportinguistas a sucederem-se – aquele penalty de Pedro Silva, para quê? – e os alemães que vão em segundo no campeonato na parte final do jogo a alargar o abismo. Em Alvalade 5, em Munique 7. O Sporting que tem 14 golos sofridos no campeonato, só em 2 jogos sofreu 12!!! E pior do que isso, não pareceu coincidência a diferença atlética, de competitividade foi dramática. Não fossem derrotas do mesmo lado dirse-ia que os 7-1 de Celtade Vigo estavam vingados…

Esperemos que o Porto amanhã disfarce a crise do futebol português (também em risco de ficar em casa em vez de estar na Africa do Sul no Campeonato do Mundo). Mas não vão ser favas contadas.

Estádio Allianz Arena, em Munique

Árbitro: Martin Hansson (Suécia)

Bayern: Butt; Lell, Van Buyten, Lúcio (Breno, 46) e Lahm; Schweinsteiger (Muller, 72), Ottl, Van Bommel e Zé Roberto (Sosa, 46) ; Klose e Podolski

Suplentes: Rensing, Demichelis, Oddo e Deniz Ylmaz

Sporting: Rui Patrício; Pedro Silva, Tonel, Polga e Miguel Veloso (Abel, 46); Pereirinha (Izmailov, 46), Adrien Silva (Caneira, 74), Vukcevic e João Moutinho; Yannick e Derlei

Suplentes: Tiago, Daniel Carriço, Ronny e Tiuí

Marcadores: 1-0, Podolski (7); 2-0, Podolski (34); 3-0, Polga (39 p.b.); 3-1, João Moutinho (42); 4-1, Schweinsteiger (43); 5-1, Van Bommel (73); 6-1, Klose (82 g.p.); 7-1, Muller (90)

Disciplina: Cartão amarelo para João Moutinho (18) e Pedro Silva (77)

 

Panzer alemães frente a Mini portugueses Fevereiro 25, 2009

Filed under: Bayern,Champions League,football,Futebol,Sporting — looking4good @ 10:12 pm

Bayern München logoSporting logo

Sporting

0-5

Bayern München

Goleada… permitida por «gatinhos»

Já sabíamos do poderio físico de Lúcio, Luca Toni, Schweinsteiger, etc… e da incomensurabilidade face a João Moutinho, Romagnoli, Pereirinha, etc.. Esperávamos é que a concentração fosse maior nos leões, que Liedson não jogasse especialmente contra o Benfica, que a vontade não se esvaisse ao primeiro golo sofrido…

O Sporting durou (quase) toda a primeira parte, equilibrou o jogo teve até as jogadas de maior perigo e dispôs de um quase golo, salvo em cima da linha por um defesa germânico, mas Derlei aos 41′ fez um passe atrasado sem olhar, que foi parar aos pés de Ribery e este passou pelos centrais e marcou perante um desamparado Tiago.

No início da segunda parte o Sporting ainda esboçou alguma reacção mas o segundo golo por Klose (em fora de jogo) depois de um primeiro remate de cabeça de Toni, fez desmoronar completamente a equipa sportinguista.

A partir daí desinibidos, sem pressão, os alemães trocaram a bola a seu bel-prazer marcaram mais três golos enquanto o Sporting dizimado só por uma vez num cabeceamento de Liedson (por cima da barra – o avançado fez 5 remates todos para fora!) criou perigo.

Já sabíamos que não é por acaso que o Sporting nunca derrotou uma equipa alemã (alias as equipas portuguesas têm um histórico muito mau)., mas não esperávamos este desastre.

Veremos que Sporting temos no Dragão na próxima jornada do campeonato. A equipa dinâmica e confiante do jogo frente ao Benfica osu este Sporting apatico e vencido ao primeiro round? Acreditamos mais num Sporting intermédio… mas esse também não chegará para vencer o Porto de Madrid.

O árbitro francês também não precisava de ser tão reverente frente aos alemães. Por duas vezes deixou o jogo correr (numa delas com um sportinguista lesionado – Moutinho) noutra com dois alemães no chão, até que uma jogada de ataque se desenrolasse, para interromper o jogo quando já interessava aos alemães. No segundo golo Klose estava em fora de jogo no momento do cabeceamento de Toni mas aí a culpa foi do assistente. De qualquer modo com tanta diferença … como atribuir culpas ao árbitro?

Estádio José Alvalade, em Lisboa

Árbitro: Bertrand Layec (França)

SPORTING – Tiago; Abel (Pereirinha, 60m), Tonel, Polga e Caneira; Rochemback; Izmailov (Vukcevic, 59m), Romagnoli e João Moutinho; Liedson e Derlei (Yannick Djaló, 71m).

BAYERN – Rensing; Oddo (Lell, 65m), Lúcio (Van Buyten, 77m), Demichelis e Lahm; Schweinsteiger (Altintop, 70m), Van Bommel, Zé Roberto e Ribéry; Klose e Luca Toni.

Marcadores: 0-1, Ribéry (42m); 0-2, Klose (56m); 0-3, Ribéry (g.p. 63m); 0-4, Luca Toni (84m); Luca Toni (90m)

Acção disciplinar: Cartão amarelo a Van Bommel, Tonel, Pereirinha

 

Braga pôs em respeito o Bayern e obteve o segundo empate Novembro 29, 2007

Filed under: Bayern,Braga,Taça Uefa,Uefa Cup — looking4good @ 9:56 pm
Bayern München logologo Sp. Braga
Sp. Braga

1-1

Bayern München

E para ficar histórico faltou pouco…

O Sp. Braga coleccionou o segundo empate e mantém intactas as hipóteses de qualificação para a Taça Uefa embora Bayern e Aris já tenham avanço sobre os bracarenses. O Braga que se desloca à Grécia na próxima semana (onde um empate seria bem-vindo) terá de se superiorizar aos ingleses do Bolton (onde já empataram – o Bolton concedeu um empate caseiro hoje frente ao Aris) e depois vencerem no último jogo em casa o Estrela Vermelha. Nesta hipótese fariam seis pontos e o terceiro lugar no grupo ficaria, certamente assegurado.

Mas vamos a este jogo. Os alemães (tal como ontem os italianos no jogo com o Benfica) entraram melhor e dispuseram de oportunidades para inaugurar o marcador. Todavia uma grande jogada de João Pereira (que fez uma excelente exibição) deu por volta dos 30 minutos uma grande oportunidade com um avançado bracarense a falhar o desvio à boca da baliza após o centro da direita. Este lance empolgou os bracarenses (que até já haviam enfiado a bola dentro da baliza de Kahn mas com o árbitro a assinalar uma falta ofensiva) e estiveram prestes a inaugurar o marcador por Jorginho mas uma defesa só com uma mão de Kahn para canto evitou o golo.

As equipas foram para o intervalo deixando a sensação no público de equilíbrio e no recomeço (talvez até por isso) uma desconcentração defensiva bracarense deu um golo muito fácil ao Bayern, concretizado por Klose. A verdade é que os bracarenses não se deram por vencidos. O treinador mexeu na equipa fazendo entrar João Pinto (no lugar de Vandinho) e um pouco mais tarde Jailson para o lugar do amarelado Stélvio Cruz e a equipa da casa estabeleceu o empate num belo trabalho de Linz aos 66′.

O Bayern pareceu querer reagir ao golo nos minutos imediatos mas com o passar do tempo foi-se conformando com o empate e foi até o Braga que, noa últimos minutos, chegou a dar a sensação de que podia ganhar o jogo.

Quanto à arbitragem é de criticar uma maior condescendencia disciplinar com os alemães, mas tecnicamente fez um bom trabalho.

Melhor jogador em campo: João Pereira

Estádio: Estádio Municipal de Braga
Árbitros: Jonas Eriksson

Sp. Braga – Paulo Santos; João Pereira, Paulo Jorge, Rodriguez e Frechaut; Stélvio Cruz (Jailson 57′)e Roberto Brum; Jorginho, Vandinho (João Pinto 51′) e Wender (Andrés Madrid 69′);

Bayern – Khan; Lell, Lúcio, Demichelis, Lahm; Altintop (Sosa 80′), Van Bommel, Zé Roberto e Ribery (Sagnol 89′); Luca Toni e Klose.

Golos: 0-1 Klose 47′; 1-1 Linz 66′

Acção Disciplinar:
9′ Cartão amarelo para Roberto Brum
45′ Cartão amarelo para Linz e Khan por desentendimento mútuo.
54′ Cartão amarelo para Stélvio Cruz
71′ Cartão amarelo para Andrés Madrid
74′ Cartão amarelo para Lell
86′ Cartão amarelo para Luca Toni por falta sobre João Pereira.

 

Braga pôs em respeito o Bayern e obteve o segundo empate

Filed under: Bayern,Braga,Taça Uefa,Uefa Cup — looking4good @ 9:56 pm
Bayern München logologo Sp. Braga
Sp. Braga

1-1

Bayern München

E para ficar histórico faltou pouco…

O Sp. Braga coleccionou o segundo empate e mantém intactas as hipóteses de qualificação para a Taça Uefa embora Bayern e Aris já tenham avanço sobre os bracarenses. O Braga que se desloca à Grécia na próxima semana (onde um empate seria bem-vindo) terá de se superiorizar aos ingleses do Bolton (onde já empataram – o Bolton concedeu um empate caseiro hoje frente ao Aris) e depois vencerem no último jogo em casa o Estrela Vermelha. Nesta hipótese fariam seis pontos e o terceiro lugar no grupo ficaria, certamente assegurado.

Mas vamos a este jogo. Os alemães (tal como ontem os italianos no jogo com o Benfica) entraram melhor e dispuseram de oportunidades para inaugurar o marcador. Todavia uma grande jogada de João Pereira (que fez uma excelente exibição) deu por volta dos 30 minutos uma grande oportunidade com um avançado bracarense a falhar o desvio à boca da baliza após o centro da direita. Este lance empolgou os bracarenses (que até já haviam enfiado a bola dentro da baliza de Kahn mas com o árbitro a assinalar uma falta ofensiva) e estiveram prestes a inaugurar o marcador por Jorginho mas uma defesa só com uma mão de Kahn para canto evitou o golo.

As equipas foram para o intervalo deixando a sensação no público de equilíbrio e no recomeço (talvez até por isso) uma desconcentração defensiva bracarense deu um golo muito fácil ao Bayern, concretizado por Klose. A verdade é que os bracarenses não se deram por vencidos. O treinador mexeu na equipa fazendo entrar João Pinto (no lugar de Vandinho) e um pouco mais tarde Jailson para o lugar do amarelado Stélvio Cruz e a equipa da casa estabeleceu o empate num belo trabalho de Linz aos 66′.

O Bayern pareceu querer reagir ao golo nos minutos imediatos mas com o passar do tempo foi-se conformando com o empate e foi até o Braga que, noa últimos minutos, chegou a dar a sensação de que podia ganhar o jogo.

Quanto à arbitragem é de criticar uma maior condescendencia disciplinar com os alemães, mas tecnicamente fez um bom trabalho.

Melhor jogador em campo: João Pereira

Estádio: Estádio Municipal de Braga
Árbitros: Jonas Eriksson

Sp. Braga – Paulo Santos; João Pereira, Paulo Jorge, Rodriguez e Frechaut; Stélvio Cruz (Jailson 57′)e Roberto Brum; Jorginho, Vandinho (João Pinto 51′) e Wender (Andrés Madrid 69′);

Bayern – Khan; Lell, Lúcio, Demichelis, Lahm; Altintop (Sosa 80′), Van Bommel, Zé Roberto e Ribery (Sagnol 89′); Luca Toni e Klose.

Golos: 0-1 Klose 47′; 1-1 Linz 66′

Acção Disciplinar:
9′ Cartão amarelo para Roberto Brum
45′ Cartão amarelo para Linz e Khan por desentendimento mútuo.
54′ Cartão amarelo para Stélvio Cruz
71′ Cartão amarelo para Andrés Madrid
74′ Cartão amarelo para Lell
86′ Cartão amarelo para Luca Toni por falta sobre João Pereira.

 

Braga pôs em respeito o Bayern e obteve o segundo empate

Filed under: Bayern,Braga,Taça Uefa,Uefa Cup — looking4good @ 9:56 pm
Bayern München logologo Sp. Braga
Sp. Braga

1-1

Bayern München

E para ficar histórico faltou pouco…

O Sp. Braga coleccionou o segundo empate e mantém intactas as hipóteses de qualificação para a Taça Uefa embora Bayern e Aris já tenham avanço sobre os bracarenses. O Braga que se desloca à Grécia na próxima semana (onde um empate seria bem-vindo) terá de se superiorizar aos ingleses do Bolton (onde já empataram – o Bolton concedeu um empate caseiro hoje frente ao Aris) e depois vencerem no último jogo em casa o Estrela Vermelha. Nesta hipótese fariam seis pontos e o terceiro lugar no grupo ficaria, certamente assegurado.

Mas vamos a este jogo. Os alemães (tal como ontem os italianos no jogo com o Benfica) entraram melhor e dispuseram de oportunidades para inaugurar o marcador. Todavia uma grande jogada de João Pereira (que fez uma excelente exibição) deu por volta dos 30 minutos uma grande oportunidade com um avançado bracarense a falhar o desvio à boca da baliza após o centro da direita. Este lance empolgou os bracarenses (que até já haviam enfiado a bola dentro da baliza de Kahn mas com o árbitro a assinalar uma falta ofensiva) e estiveram prestes a inaugurar o marcador por Jorginho mas uma defesa só com uma mão de Kahn para canto evitou o golo.

As equipas foram para o intervalo deixando a sensação no público de equilíbrio e no recomeço (talvez até por isso) uma desconcentração defensiva bracarense deu um golo muito fácil ao Bayern, concretizado por Klose. A verdade é que os bracarenses não se deram por vencidos. O treinador mexeu na equipa fazendo entrar João Pinto (no lugar de Vandinho) e um pouco mais tarde Jailson para o lugar do amarelado Stélvio Cruz e a equipa da casa estabeleceu o empate num belo trabalho de Linz aos 66′.

O Bayern pareceu querer reagir ao golo nos minutos imediatos mas com o passar do tempo foi-se conformando com o empate e foi até o Braga que, noa últimos minutos, chegou a dar a sensação de que podia ganhar o jogo.

Quanto à arbitragem é de criticar uma maior condescendencia disciplinar com os alemães, mas tecnicamente fez um bom trabalho.

Melhor jogador em campo: João Pereira

Estádio: Estádio Municipal de Braga
Árbitros: Jonas Eriksson

Sp. Braga – Paulo Santos; João Pereira, Paulo Jorge, Rodriguez e Frechaut; Stélvio Cruz (Jailson 57′)e Roberto Brum; Jorginho, Vandinho (João Pinto 51′) e Wender (Andrés Madrid 69′);

Bayern – Khan; Lell, Lúcio, Demichelis, Lahm; Altintop (Sosa 80′), Van Bommel, Zé Roberto e Ribery (Sagnol 89′); Luca Toni e Klose.

Golos: 0-1 Klose 47′; 1-1 Linz 66′

Acção Disciplinar:
9′ Cartão amarelo para Roberto Brum
45′ Cartão amarelo para Linz e Khan por desentendimento mútuo.
54′ Cartão amarelo para Stélvio Cruz
71′ Cartão amarelo para Andrés Madrid
74′ Cartão amarelo para Lell
86′ Cartão amarelo para Luca Toni por falta sobre João Pereira.

 

Braga pôs em respeito o Bayern e obteve o segundo empate

Filed under: Bayern,Braga,Taça Uefa,Uefa Cup — looking4good @ 9:56 pm
Bayern München logologo Sp. Braga
Sp. Braga

1-1

Bayern München

E para ficar histórico faltou pouco…

O Sp. Braga coleccionou o segundo empate e mantém intactas as hipóteses de qualificação para a Taça Uefa embora Bayern e Aris já tenham avanço sobre os bracarenses. O Braga que se desloca à Grécia na próxima semana (onde um empate seria bem-vindo) terá de se superiorizar aos ingleses do Bolton (onde já empataram – o Bolton concedeu um empate caseiro hoje frente ao Aris) e depois vencerem no último jogo em casa o Estrela Vermelha. Nesta hipótese fariam seis pontos e o terceiro lugar no grupo ficaria, certamente assegurado.

Mas vamos a este jogo. Os alemães (tal como ontem os italianos no jogo com o Benfica) entraram melhor e dispuseram de oportunidades para inaugurar o marcador. Todavia uma grande jogada de João Pereira (que fez uma excelente exibição) deu por volta dos 30 minutos uma grande oportunidade com um avançado bracarense a falhar o desvio à boca da baliza após o centro da direita. Este lance empolgou os bracarenses (que até já haviam enfiado a bola dentro da baliza de Kahn mas com o árbitro a assinalar uma falta ofensiva) e estiveram prestes a inaugurar o marcador por Jorginho mas uma defesa só com uma mão de Kahn para canto evitou o golo.

As equipas foram para o intervalo deixando a sensação no público de equilíbrio e no recomeço (talvez até por isso) uma desconcentração defensiva bracarense deu um golo muito fácil ao Bayern, concretizado por Klose. A verdade é que os bracarenses não se deram por vencidos. O treinador mexeu na equipa fazendo entrar João Pinto (no lugar de Vandinho) e um pouco mais tarde Jailson para o lugar do amarelado Stélvio Cruz e a equipa da casa estabeleceu o empate num belo trabalho de Linz aos 66′.

O Bayern pareceu querer reagir ao golo nos minutos imediatos mas com o passar do tempo foi-se conformando com o empate e foi até o Braga que, noa últimos minutos, chegou a dar a sensação de que podia ganhar o jogo.

Quanto à arbitragem é de criticar uma maior condescendencia disciplinar com os alemães, mas tecnicamente fez um bom trabalho.

Melhor jogador em campo: João Pereira

Estádio: Estádio Municipal de Braga
Árbitros: Jonas Eriksson

Sp. Braga – Paulo Santos; João Pereira, Paulo Jorge, Rodriguez e Frechaut; Stélvio Cruz (Jailson 57′)e Roberto Brum; Jorginho, Vandinho (João Pinto 51′) e Wender (Andrés Madrid 69′);

Bayern – Khan; Lell, Lúcio, Demichelis, Lahm; Altintop (Sosa 80′), Van Bommel, Zé Roberto e Ribery (Sagnol 89′); Luca Toni e Klose.

Golos: 0-1 Klose 47′; 1-1 Linz 66′

Acção Disciplinar:
9′ Cartão amarelo para Roberto Brum
45′ Cartão amarelo para Linz e Khan por desentendimento mútuo.
54′ Cartão amarelo para Stélvio Cruz
71′ Cartão amarelo para Andrés Madrid
74′ Cartão amarelo para Lell
86′ Cartão amarelo para Luca Toni por falta sobre João Pereira.