Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

A decoberta do Brazil por Pedro Álvares Cabral foi há 507 anos! Abril 22, 2007

Filed under: Pedro Álvares Cabral — looking4good @ 3:56 pm
A descoberta do Brasil por Pedro Álvares Cabral, em 22 de Abril de 1500, foi o resultado de uma persistente e bem sucedida política de expansão marítima, colocada em prática ao longo de muitos anos pela monarquia portuguesa.

A expansão portuguesa iniciou-se com a conquista de Ceuta em 1415.

O Infante D. Henrique é a personificação da gesta portuguesa dos descobrimentos. D. Henrique era um amante das ciências e, sob sua iniciativa, foi fundada a Escola de Sagres, que reuniu diversos especialistas como cartógrafos, astrônomos e marinheiros que possuíam conhecimento do que de mais avançado se sabia na época sobre a arte de navegar

No reinado de D. Manuel I, parte do Restelo, a 8 de Junho de 1497, a armada chefiada por Vasco da Gama. Tratava-se de uma expedição comportando três embarcações. É a partir da viagem de Vasco da Gama que se introduzem as naus. A 20 de Maio de 1498 Vasco da Gama chega a Calecute. Estabelecia-se assim o caminho marítimo para a Índia.

Antes os portugueses conquistaram as ilhas atlânticas dos arquipélagos dos Açores, Madeira e Cabo Verde (1425-1427) e Bartolomeu Dias conseguiu transpor o Cabo da Boa Esperança, localizado no extremo sul da África.

D. Manuel I confiou a Pedro Álvares Cabral o comando da segunda expedição à Índia, 13 naves, 1500 homens. Terá que submeter o Samorim de Calecute, o qual tanto afrontara Vasco da Gama. Terá que lançar a primeira pedra do império lusitano do Oriente. Na armada, entre outros seguem Pero Vaz de Caminha, cronista d’El-rei. E ainda Bartolomeu Dias, o primeiro a dobrar o Cabo da Boa Esperança. Também o seu irmão Diogo Dias e Nicolau Coelho, que foi um dos comandantes da expedição de Vasco da Gama.

Nas águas de Cabo Verde desaparece uma das naus. Ninguém saberá mais dela. Das 13 ficam 12. Pedro Álvares Cabral, por alturas da Guiné, desvia-se da rota e em Abril de 1500 chega a uma terra primeiro denominada Ilha de Vera Cruz, mais tarde Terra de Santa Cruz e finalmente Brasil – face à abundante existência de madeira pau-brasil.

Estátua de Pedro Álvares Cabral em
Belmonte, sua terra natal

Links externos:
Pedro Álvares Cabral em Vidas Lusófonas
Pedro Álvares Cabral in Wikipedia
Cronologia dos Descobrimentos Portugueses

Anúncios
 

A decoberta do Brazil por Pedro Álvares Cabral foi há 507 anos!

Filed under: Pedro Álvares Cabral — looking4good @ 3:56 pm
A descoberta do Brasil por Pedro Álvares Cabral, em 22 de Abril de 1500, foi o resultado de uma persistente e bem sucedida política de expansão marítima, colocada em prática ao longo de muitos anos pela monarquia portuguesa.

A expansão portuguesa iniciou-se com a conquista de Ceuta em 1415.

O Infante D. Henrique é a personificação da gesta portuguesa dos descobrimentos. D. Henrique era um amante das ciências e, sob sua iniciativa, foi fundada a Escola de Sagres, que reuniu diversos especialistas como cartógrafos, astrônomos e marinheiros que possuíam conhecimento do que de mais avançado se sabia na época sobre a arte de navegar

No reinado de D. Manuel I, parte do Restelo, a 8 de Junho de 1497, a armada chefiada por Vasco da Gama. Tratava-se de uma expedição comportando três embarcações. É a partir da viagem de Vasco da Gama que se introduzem as naus. A 20 de Maio de 1498 Vasco da Gama chega a Calecute. Estabelecia-se assim o caminho marítimo para a Índia.

Antes os portugueses conquistaram as ilhas atlânticas dos arquipélagos dos Açores, Madeira e Cabo Verde (1425-1427) e Bartolomeu Dias conseguiu transpor o Cabo da Boa Esperança, localizado no extremo sul da África.

D. Manuel I confiou a Pedro Álvares Cabral o comando da segunda expedição à Índia, 13 naves, 1500 homens. Terá que submeter o Samorim de Calecute, o qual tanto afrontara Vasco da Gama. Terá que lançar a primeira pedra do império lusitano do Oriente. Na armada, entre outros seguem Pero Vaz de Caminha, cronista d’El-rei. E ainda Bartolomeu Dias, o primeiro a dobrar o Cabo da Boa Esperança. Também o seu irmão Diogo Dias e Nicolau Coelho, que foi um dos comandantes da expedição de Vasco da Gama.

Nas águas de Cabo Verde desaparece uma das naus. Ninguém saberá mais dela. Das 13 ficam 12. Pedro Álvares Cabral, por alturas da Guiné, desvia-se da rota e em Abril de 1500 chega a uma terra primeiro denominada Ilha de Vera Cruz, mais tarde Terra de Santa Cruz e finalmente Brasil – face à abundante existência de madeira pau-brasil.

Estátua de Pedro Álvares Cabral em
Belmonte, sua terra natal

Links externos:
Pedro Álvares Cabral em Vidas Lusófonas
Pedro Álvares Cabral in Wikipedia
Cronologia dos Descobrimentos Portugueses

 

A decoberta do Brazil por Pedro Álvares Cabral foi há 507 anos!

Filed under: Pedro Álvares Cabral — looking4good @ 3:56 pm
A descoberta do Brasil por Pedro Álvares Cabral, em 22 de Abril de 1500, foi o resultado de uma persistente e bem sucedida política de expansão marítima, colocada em prática ao longo de muitos anos pela monarquia portuguesa.

A expansão portuguesa iniciou-se com a conquista de Ceuta em 1415.

O Infante D. Henrique é a personificação da gesta portuguesa dos descobrimentos. D. Henrique era um amante das ciências e, sob sua iniciativa, foi fundada a Escola de Sagres, que reuniu diversos especialistas como cartógrafos, astrônomos e marinheiros que possuíam conhecimento do que de mais avançado se sabia na época sobre a arte de navegar

No reinado de D. Manuel I, parte do Restelo, a 8 de Junho de 1497, a armada chefiada por Vasco da Gama. Tratava-se de uma expedição comportando três embarcações. É a partir da viagem de Vasco da Gama que se introduzem as naus. A 20 de Maio de 1498 Vasco da Gama chega a Calecute. Estabelecia-se assim o caminho marítimo para a Índia.

Antes os portugueses conquistaram as ilhas atlânticas dos arquipélagos dos Açores, Madeira e Cabo Verde (1425-1427) e Bartolomeu Dias conseguiu transpor o Cabo da Boa Esperança, localizado no extremo sul da África.

D. Manuel I confiou a Pedro Álvares Cabral o comando da segunda expedição à Índia, 13 naves, 1500 homens. Terá que submeter o Samorim de Calecute, o qual tanto afrontara Vasco da Gama. Terá que lançar a primeira pedra do império lusitano do Oriente. Na armada, entre outros seguem Pero Vaz de Caminha, cronista d’El-rei. E ainda Bartolomeu Dias, o primeiro a dobrar o Cabo da Boa Esperança. Também o seu irmão Diogo Dias e Nicolau Coelho, que foi um dos comandantes da expedição de Vasco da Gama.

Nas águas de Cabo Verde desaparece uma das naus. Ninguém saberá mais dela. Das 13 ficam 12. Pedro Álvares Cabral, por alturas da Guiné, desvia-se da rota e em Abril de 1500 chega a uma terra primeiro denominada Ilha de Vera Cruz, mais tarde Terra de Santa Cruz e finalmente Brasil – face à abundante existência de madeira pau-brasil.

Estátua de Pedro Álvares Cabral em
Belmonte, sua terra natal

Links externos:
Pedro Álvares Cabral em Vidas Lusófonas
Pedro Álvares Cabral in Wikipedia
Cronologia dos Descobrimentos Portugueses