Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Rui Alves sobre Martins dos Santos Março 31, 2008

Filed under: arbitragem,Futebol,Nacional — looking4good @ 11:27 pm
Rui Alves em entrevista à Antena 1 fez declarações muito polémicas sobre o Apito Dourado e com referência ao ex-árbitro Martins dos Santos disse «Penso que ele deve ser até religioso, este tipo de pessoas são religiosas…» … deve dar graças a Deus por ter só este processo … é um milagre «o que sei é a pouca vergonha que ele fazia nos estádios de futebol, se ele só vai por este, devia ir a Fátima».

O árbitro está indiciado no âmbito do caso do apito dourado por um jogo entre o Nacional e o Marítimo.

No próximo fim de semana o Nacional defronta precisamente o Marítimo…

Confira aqui as declarações do presidente do Nacional

Anúncios
 

Porto celeste – Afonso Celso

Filed under: Afonso Celso,poesia — looking4good @ 12:52 am

Andei em longas excursões distantes:
Vi palácios, sacrários, monumentos,
Fócos da indústria, artísticos portentos…
Praças soberbas, capitais gigantes.

Mas lia, em toda a parte, nos semblantes,
Dores… lutas… idênticos tormentos…
— Onde a pátria dos risos?!… Desalentos
Colhi apenas, mais cruéis que dantes.

Achei, enfim, num pequenino porto,
Crenças, consolações, calma, conforto,
Tudo que anima, enleva e maravilha:

Ninho de encantos que a inocência habita
Promontório do céu, plaga bendita.
É junto ao berço teu, ó minha filha.

Afonso Celso de Assis Figueiredo Jr. (n. em Ouro Preto, Minas Gerais, a 31 Mar 1860, m. Rio de Janeiro a 11 Jul 1938)

 

On this day in History – Mar. 31

Filed under: efemerides,This Day in History — looking4good @ 12:07 am
 

On this day in History – Mar. 31

Filed under: efemerides,This Day in History — looking4good @ 12:07 am
 

Liga Bwin – 24ª Jornada: resultados, classificação e comentários Março 30, 2008

Filed under: football,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 10:13 pm
Resultados da 24ª. Jornada
28 Mar. 20:30 Vitória de Guimarães 1-0 Marítimo
29 Mar. 19:15 Estrela da Amadora 3-1 Académica
30 Mar. 16:00 Nacional

2-0 União de Leiria
30 Mar. 17:00 Braga 0-0 Leixões
30 Mar. 19:00 Belenenses 1-2 FC Porto
30 Mar. 19:15 Naval 1º. de Maio 1-4 Sporting
30 Mar. 21:15 Benfica 4-1 Paços de Ferreira
31 Mar. 19:45 Vitória de Setúbal Boavista


Classificação

Lugar Clube Pontos Golos
1. Porto 60 43-9
2. Benfica 44 40-16
2. Vitória de Guimarães 44 27-23
4. Sporting 40 32-21
5. Vitória de Setúbal (*) 37 31-22
6. Braga 34 27-25
7. Belenenses 33 25-26
8. Nacional 32 18-19
9. Marítimo 31 27-25
9. Boavista (*) 31 29-34
11. Estrela da Amadora 28 29-29
12. Naval 1º. de Maio 23 18-39
12. Académica 23 23-35
14. Leixões 21 23-29
15. Paços de Ferreira 19 23-40
16. União de Leiria 9 18-44
(*) Equipas que têm menos um jogo defrontam-se amanhã em Setúbal para completar a Jornada 24

Comentários: Os quatro primeiros ganharam e dos cinco últimos só o Leixões não perdeu, empatando, pelo que com referência às grandes decisões está tudo na mesma.

O Porto até esteve a perder no Restelo com o Belenenses a fazer uma boa primeira parte e a marcar por Weldon, mas os portistas viraram o resultado na segunda parte, empatando por Lisandro e ganhando quando a quinze segundos do fim do tempo de desconto um penalty assinalado por Lucílio Baptista deu a Lucho o golo da vitória. Na próxima jornada vencendo o Estrela da Amadora já pode comemorar o tri-campeonato.

No primeiro jogo da jornada na sexta-feira o Guimarães reforçou a candidatura à Liga dos Campeões ao derrotar o Marítimo com um golo também quase no final pelo substituto Roberto (a três minutos do fim).

O Sporting tal como o Porto começou por estar a perder (golo de Marcelinho aos 11′) mas a equipa da Naval com uma defesa muito permeável, ao intervalo já perdia por 3-1. Miguel Veloso (de livre directo), Liedson (2) e Yanick Djaló fizeram os golos leoninos.

O Nacional venceu hoje à tarde a União de Leiria por 2-0 e beneficiando da derrota do Marítimo e do facto de o Boavista só jogar amanhã, subiu ao 8º. lugar. O Estrela da Amadora derrotou em casa a Académica por 3-1 e tem a permanência praticamente assegurada, isto porque dos cinco últimos só o Leixões capitalizou um pontinho em Braga, sendo o maior coleccionador de empates do campeonato – 13 em 22 jogos!

Há poucos minutos terminou o Benfica-Paços de Ferreira com o Benfica a reapoderar-se do segundo lugar depois de um triunfo mais difícil do que os números espelham (4-1), apesar da equipa ter jogado melhor do que ultimamente vem fazendo. Ao intervalo o resultado era de 1-1 com boa oposição pacense e de mais alguém (vidé crónica do jogo em separado).

Na próxima jornada o Porto como se disse pode-se sagrar campeão e na luta pelo segundo lugar o Benfica vai ao Bessa e o Guimarães vai a Paços de Ferreira num jogo electrizante e de grande importancia para ambos. O Sporting recebe o Braga depois de a meio da semana (4ª. feira) ter de jogar a primeira-mão dos Quartos de Final da Taça Uefa contra o Rangers.

Há ainda o derby regional madeirense.

Próxima Jornada 25ª.
4 Abr . 20:30 Paços de Ferreira Vitória de Guimarães
5 Abr. 18:45 Académica Vitória de Setúbal
5 Abr. 20:45 FC Porto

Estrela da Amadora
6 Abr. 16:00 Marítimo Nacional
6 Abr. 16:00 União de Leiria Naval 1º. de Maio
6 Abr. 18:30 Sporting Sp. de Braga
6 Abr. 20:45 Boavista Benfica
7 Abr. 19:45 Leixões Belenenses

 

Benfica regressou às vitórias mas para além do Paços houve complicações adicionais…

Filed under: Benfica,football,Futebol,Liga Bwin,Paços de Ferreira — looking4good @ 10:11 pm
Benfica logoPaços de Ferreira logo Benfica

4-1

Paços de Ferreira

Trocas de penalties… complicaram a vida do Benfica

O Benfia regressou ao segundo lugar em igualdade de pontos com o Vitória de Guimarães mas teve de sofrer o que o resultado final não demonstra.

O Benfica até jogou bem na primeira parte e chegou à vantagem com um soberbo golo de Cristian Rodriguez,que tendo ganho a bola à saída do meio campo encarnado, saiu em velocidade e ainda na intermediária de pé esquerdo aí vai bomba com a bola a só parar no fundo da baliza. Estava-se a meio do primeiro tempo e pensava-se que a equipa tranquilizaria. A verdade é que já perto dfo itervalo o jogo sofre um «golpe de teatro». Primeiro há um cruzamento da esquerda de Léo com um jogador pacense (Mangualde) a desviar a bola com o braço e Elmano Santos a não marcar o penalty e no minuto seguinte num ataque do Paços de Ferreira a bola vai a sair da área encarnada com Cristiano a correr à frente de Nélson e o avançado pacense a cair com o árbitro a marcar penalty. A verdade é que a queda é promovida pelo jogador visitante e a confusão foi grande com os protestos encarnados a serem premiados com dois amarelos. Wesley fez o empate e as equipas foram empatadas para o intervalo.

Na segunda parte o Benfica apareceu menos tranquilo e o Paços de Ferreira num contra-ataque até ameaçou o 1-2. Os pacenses, porém, cediam cantos e mais cantos e foram-se aglomerando na defesa e foi até foi o excesso de jogadores na área que deu o 2-1 ao Benfica. Pois é verdade, Léo (que fez um grande jogo) pela esquerda fez o passe para Cardozo e o remate deste foi desviado no corpo de Mangualde e traíu Peçanha.

A partir do 2-1 o Paços de Ferreira já não demonstrou capacidade de reacção tanto mais que o 3-1 só demorou seis minutos a aparecer num livre directo de Rui Costa que na véspera fez 36 anos. Marcou ainda de novo Rui Costa de cabeça, num golo com culpas para Peçanha, após cruzamento da esquerda de Cristian Rodrigues.

Foi um jogo em que três jogadores estiveram em evidencia: Léo ( o melhor em campo), Cristian Rodriguez (um golo e uma assistencia) e Rui Costa (dois golos). Na próxima época podem estar fora da equipa: o último por abandonar o futebol como jogador, os dois primeiros porque tarda a renovação.

Da arbitragem bastariam os dois lances já referidos para dar nota negativa, mas outros erros mais foram cometidos.

Estádio da Luz, em Lisboa
Árbitro: Elmano Santos ((AF Madeira)

BENFICA – Quim; Nélson, Edcarlos, Katsouranis e Léo; Petit; Maxi Pereira (Di Maria, 59 m), Rui Costa e Cristian Rodriguez; Nuno Gomes (Mantorras, 79 m) e Cardozo (Binya, 86 m).

PAÇOS DE FERREIRA – Peçanha; Mangualde, Rovérsio, Kiko e Chico Silva; Filipe Anunciação, Paulo Sousa e Pedrinha; William (Renato Queirós, 81 m), Wesley (Ricardinho, 71 m) e Cristiano (Edson, 61 m).

Golos: 1-0 Cristian Rodriguez (23 m); 1-1 Wesley (42 m, de grande penalidade); 2-1 Cardozo (68 m); 3-1 Rui Costa (74 m); 4-1, Rui Costa (84 m).

Cartão amarelo a Edcarlos, William, Wesley, Rui Costa, Nuno Gomes, Filipe Anunciação e Mangualde.

 

Benfica regressou às vitórias mas para além do Paços houve complicações adicionais…

Filed under: Benfica,football,Futebol,Liga Bwin,Paços de Ferreira — looking4good @ 10:11 pm
Benfica logoPaços de Ferreira logo Benfica

4-1

Paços de Ferreira

Trocas de penalties… complicaram a vida do Benfica

O Benfia regressou ao segundo lugar em igualdade de pontos com o Vitória de Guimarães mas teve de sofrer o que o resultado final não demonstra.

O Benfica até jogou bem na primeira parte e chegou à vantagem com um soberbo golo de Cristian Rodriguez,que tendo ganho a bola à saída do meio campo encarnado, saiu em velocidade e ainda na intermediária de pé esquerdo aí vai bomba com a bola a só parar no fundo da baliza. Estava-se a meio do primeiro tempo e pensava-se que a equipa tranquilizaria. A verdade é que já perto dfo itervalo o jogo sofre um «golpe de teatro». Primeiro há um cruzamento da esquerda de Léo com um jogador pacense (Mangualde) a desviar a bola com o braço e Elmano Santos a não marcar o penalty e no minuto seguinte num ataque do Paços de Ferreira a bola vai a sair da área encarnada com Cristiano a correr à frente de Nélson e o avançado pacense a cair com o árbitro a marcar penalty. A verdade é que a queda é promovida pelo jogador visitante e a confusão foi grande com os protestos encarnados a serem premiados com dois amarelos. Wesley fez o empate e as equipas foram empatadas para o intervalo.

Na segunda parte o Benfica apareceu menos tranquilo e o Paços de Ferreira num contra-ataque até ameaçou o 1-2. Os pacenses, porém, cediam cantos e mais cantos e foram-se aglomerando na defesa e foi até foi o excesso de jogadores na área que deu o 2-1 ao Benfica. Pois é verdade, Léo (que fez um grande jogo) pela esquerda fez o passe para Cardozo e o remate deste foi desviado no corpo de Mangualde e traíu Peçanha.

A partir do 2-1 o Paços de Ferreira já não demonstrou capacidade de reacção tanto mais que o 3-1 só demorou seis minutos a aparecer num livre directo de Rui Costa que na véspera fez 36 anos. Marcou ainda de novo Rui Costa de cabeça, num golo com culpas para Peçanha, após cruzamento da esquerda de Cristian Rodrigues.

Foi um jogo em que três jogadores estiveram em evidencia: Léo ( o melhor em campo), Cristian Rodriguez (um golo e uma assistencia) e Rui Costa (dois golos). Na próxima época podem estar fora da equipa: o último por abandonar o futebol como jogador, os dois primeiros porque tarda a renovação.

Da arbitragem bastariam os dois lances já referidos para dar nota negativa, mas outros erros mais foram cometidos.

Estádio da Luz, em Lisboa
Árbitro: Elmano Santos ((AF Madeira)

BENFICA – Quim; Nélson, Edcarlos, Katsouranis e Léo; Petit; Maxi Pereira (Di Maria, 59 m), Rui Costa e Cristian Rodriguez; Nuno Gomes (Mantorras, 79 m) e Cardozo (Binya, 86 m).

PAÇOS DE FERREIRA – Peçanha; Mangualde, Rovérsio, Kiko e Chico Silva; Filipe Anunciação, Paulo Sousa e Pedrinha; William (Renato Queirós, 81 m), Wesley (Ricardinho, 71 m) e Cristiano (Edson, 61 m).

Golos: 1-0 Cristian Rodriguez (23 m); 1-1 Wesley (42 m, de grande penalidade); 2-1 Cardozo (68 m); 3-1 Rui Costa (74 m); 4-1, Rui Costa (84 m).

Cartão amarelo a Edcarlos, William, Wesley, Rui Costa, Nuno Gomes, Filipe Anunciação e Mangualde.