Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Liverpool completes 116 years old Março 15, 2008

Filed under: efemerides,Liverpool,This Day in History — looking4good @ 7:59 pm

Liverpool F.C. was formed on the 15th of March 1892. It was at John Houlding’s house in Anfield Road that he and his closest friends left from Everton FC, formed a new club. William.E.Barclay, a great football enthusiast, strongly suggested that they should go on with a new name: Liverpool. Read here LFC Story
Anúncios
 

Liverpool completes 116 years old

Filed under: efemerides,Liverpool,This Day in History — looking4good @ 7:59 pm

Liverpool F.C. was formed on the 15th of March 1892. It was at John Houlding’s house in Anfield Road that he and his closest friends left from Everton FC, formed a new club. William.E.Barclay, a great football enthusiast, strongly suggested that they should go on with a new name: Liverpool. Read here LFC Story
 

Liverpool completes 116 years old

Filed under: efemerides,Liverpool,This Day in History — looking4good @ 7:59 pm

Liverpool F.C. was formed on the 15th of March 1892. It was at John Houlding’s house in Anfield Road that he and his closest friends left from Everton FC, formed a new club. William.E.Barclay, a great football enthusiast, strongly suggested that they should go on with a new name: Liverpool. Read here LFC Story
 

Porto empatou com o Liverpool … que jogou mais de meia hora com dez Setembro 18, 2007

Filed under: FC Porto,Liverpool,Uefa Champions League 2007/2008 — looking4good @ 10:07 pm

FC Porto

1-1

Liverpool

Porto começou bem mas acabou assim-assim

O Porto entrou muito bem no jogo criou uma oportunidade por Lisandro e aos 7′ Sektioui soube infiltrar-se na área e ganhar um penalty ao guarda-redes espanhol Reina. Lujo converteu e pôs o Porto a ganhar ainda um minuto antes de o Milan inaugurar o marcador frente ao Benfica.

Os ingleses perturbaram-se mas o Porto a ganhar tirou o pé do acelerador e um balde de água fria atingiu as hostes portistas quando aos 17′ os ingleses e,pataram o jogo: cobrança de um livre sobre a esquerda, bola a sobrevoar para o lado oposto, onde Kuyt, bem perto do guardião Nuno, elevou-se e de cabeça fez a bola entrar na baliza dos portistas.

Os ingleses estavam satisfeitos com o empate e o ritmo de jogo dos portistas ~mão mais atingiu a vibração do promeiro quarto de hora.

Na segunda parte, o FC Porto manteve o domínio aumentado quando o Libverpool ficou reduzido a 10 jogadores quando Lubos Michel mostrou o segundo amarelo a Pennant ainda faltava mais de meia hora.

As entradas de Farias e Mariano Gonzalez para os lugares de Raul Meireles e Sektioui não resultaram bem. Os ingleses concentravam-se no meio campo defensivo e o Porto não conseguiu um resultado condizemnte com a superioridade territorial (dez a um em pontapés de canto dá uma ideia do domínio dos «dragões». Só uma vez os inglese criaram perigo mas aó Quaresma em tarefas defensivas fez o corte fundamental.

É um empate que mantém a tradição do Porto em não perder em casa com equipas inglesas e ao mesmo tempo mantém a tradição (quinto ano consecutivo que não ganha na estreia) de não ganhar no primeiro jogo da Liga dos Campeões.

Estádio do Dragão, no Porto

Árbitro: Lubos Michel (Eslováquia)

FC PORTO – Nuno; Bosingwa, Bruno Alves, João Paulo e Fucile; Lucho Gonzalez, Paulo Assunção e Raul Meireles (Mariano Gonzalez, 64); Tarik Sektioui (Farias, 64), Lisandro e Quaresma.

LIVERPOOL – Reina; Finnan, Carragher, Hyypia e Arbeloa; Pennant, Gerrard, Mascherano e Babel (Fábio Aurélio, 85); Kuyt e Fernando Torres (Voronin, 76).

Suplentes: Itandje, Agger, Voronin, Lucas Leiva, Fábio Aurélio, Benayoun e Crouch.

Marcador: 1-0, Lucho Gonzalez (8 m, gp); 1-1 por Kuyt (17 m).

Disciplina: cartão amarelo a Bosingwa (9), Pennant (25 e 58), Fernando Torres (73), Kuyt (75) e Mascherano (90+2); Cartão vermelho por acumulação a Pennant (58).

 

Porto empatou com o Liverpool … que jogou mais de meia hora com dez

Filed under: FC Porto,Liverpool,Uefa Champions League 2007/2008 — looking4good @ 10:07 pm

FC Porto

1-1

Liverpool

Porto começou bem mas acabou assim-assim

O Porto entrou muito bem no jogo criou uma oportunidade por Lisandro e aos 7′ Sektioui soube infiltrar-se na área e ganhar um penalty ao guarda-redes espanhol Reina. Lujo converteu e pôs o Porto a ganhar ainda um minuto antes de o Milan inaugurar o marcador frente ao Benfica.

Os ingleses perturbaram-se mas o Porto a ganhar tirou o pé do acelerador e um balde de água fria atingiu as hostes portistas quando aos 17′ os ingleses e,pataram o jogo: cobrança de um livre sobre a esquerda, bola a sobrevoar para o lado oposto, onde Kuyt, bem perto do guardião Nuno, elevou-se e de cabeça fez a bola entrar na baliza dos portistas.

Os ingleses estavam satisfeitos com o empate e o ritmo de jogo dos portistas ~mão mais atingiu a vibração do promeiro quarto de hora.

Na segunda parte, o FC Porto manteve o domínio aumentado quando o Libverpool ficou reduzido a 10 jogadores quando Lubos Michel mostrou o segundo amarelo a Pennant ainda faltava mais de meia hora.

As entradas de Farias e Mariano Gonzalez para os lugares de Raul Meireles e Sektioui não resultaram bem. Os ingleses concentravam-se no meio campo defensivo e o Porto não conseguiu um resultado condizemnte com a superioridade territorial (dez a um em pontapés de canto dá uma ideia do domínio dos «dragões». Só uma vez os inglese criaram perigo mas aó Quaresma em tarefas defensivas fez o corte fundamental.

É um empate que mantém a tradição do Porto em não perder em casa com equipas inglesas e ao mesmo tempo mantém a tradição (quinto ano consecutivo que não ganha na estreia) de não ganhar no primeiro jogo da Liga dos Campeões.

Estádio do Dragão, no Porto

Árbitro: Lubos Michel (Eslováquia)

FC PORTO – Nuno; Bosingwa, Bruno Alves, João Paulo e Fucile; Lucho Gonzalez, Paulo Assunção e Raul Meireles (Mariano Gonzalez, 64); Tarik Sektioui (Farias, 64), Lisandro e Quaresma.

LIVERPOOL – Reina; Finnan, Carragher, Hyypia e Arbeloa; Pennant, Gerrard, Mascherano e Babel (Fábio Aurélio, 85); Kuyt e Fernando Torres (Voronin, 76).

Suplentes: Itandje, Agger, Voronin, Lucas Leiva, Fábio Aurélio, Benayoun e Crouch.

Marcador: 1-0, Lucho Gonzalez (8 m, gp); 1-1 por Kuyt (17 m).

Disciplina: cartão amarelo a Bosingwa (9), Pennant (25 e 58), Fernando Torres (73), Kuyt (75) e Mascherano (90+2); Cartão vermelho por acumulação a Pennant (58).

 

Porto empatou com o Liverpool … que jogou mais de meia hora com dez

Filed under: FC Porto,Liverpool,Uefa Champions League 2007/2008 — looking4good @ 10:07 pm

FC Porto

1-1

Liverpool

Porto começou bem mas acabou assim-assim

O Porto entrou muito bem no jogo criou uma oportunidade por Lisandro e aos 7′ Sektioui soube infiltrar-se na área e ganhar um penalty ao guarda-redes espanhol Reina. Lujo converteu e pôs o Porto a ganhar ainda um minuto antes de o Milan inaugurar o marcador frente ao Benfica.

Os ingleses perturbaram-se mas o Porto a ganhar tirou o pé do acelerador e um balde de água fria atingiu as hostes portistas quando aos 17′ os ingleses e,pataram o jogo: cobrança de um livre sobre a esquerda, bola a sobrevoar para o lado oposto, onde Kuyt, bem perto do guardião Nuno, elevou-se e de cabeça fez a bola entrar na baliza dos portistas.

Os ingleses estavam satisfeitos com o empate e o ritmo de jogo dos portistas ~mão mais atingiu a vibração do promeiro quarto de hora.

Na segunda parte, o FC Porto manteve o domínio aumentado quando o Libverpool ficou reduzido a 10 jogadores quando Lubos Michel mostrou o segundo amarelo a Pennant ainda faltava mais de meia hora.

As entradas de Farias e Mariano Gonzalez para os lugares de Raul Meireles e Sektioui não resultaram bem. Os ingleses concentravam-se no meio campo defensivo e o Porto não conseguiu um resultado condizemnte com a superioridade territorial (dez a um em pontapés de canto dá uma ideia do domínio dos «dragões». Só uma vez os inglese criaram perigo mas aó Quaresma em tarefas defensivas fez o corte fundamental.

É um empate que mantém a tradição do Porto em não perder em casa com equipas inglesas e ao mesmo tempo mantém a tradição (quinto ano consecutivo que não ganha na estreia) de não ganhar no primeiro jogo da Liga dos Campeões.

Estádio do Dragão, no Porto

Árbitro: Lubos Michel (Eslováquia)

FC PORTO – Nuno; Bosingwa, Bruno Alves, João Paulo e Fucile; Lucho Gonzalez, Paulo Assunção e Raul Meireles (Mariano Gonzalez, 64); Tarik Sektioui (Farias, 64), Lisandro e Quaresma.

LIVERPOOL – Reina; Finnan, Carragher, Hyypia e Arbeloa; Pennant, Gerrard, Mascherano e Babel (Fábio Aurélio, 85); Kuyt e Fernando Torres (Voronin, 76).

Suplentes: Itandje, Agger, Voronin, Lucas Leiva, Fábio Aurélio, Benayoun e Crouch.

Marcador: 1-0, Lucho Gonzalez (8 m, gp); 1-1 por Kuyt (17 m).

Disciplina: cartão amarelo a Bosingwa (9), Pennant (25 e 58), Fernando Torres (73), Kuyt (75) e Mascherano (90+2); Cartão vermelho por acumulação a Pennant (58).

 

Champions League: Semi-final Abril 25, 2007

Filed under: Champions League,Chelsea,Liverpool — looking4good @ 6:02 pm


Chelsea
1-0

Liverpool

Chelsea without Essien saw Obi Mikel in great plan. Chelsea played better at the first time and Reina at 7′ with an excellent save avoided the goal by Lampard. However, Joe Cole scored after centre of Drogba on the right who overpassed Daniel Agger. The result was fair at the end of the first half.
The restart of the game showed a Liverpool more interested in attacking and it was the turn of Petr Čech (Chelsea) to make a great save after a kick by Gérrard. At 53′ Croush entered into the game (Bellamy out) in an attempt to put more problems in defensive Chelsea’s area

With Kalou in game (Chevchenko out 76′) Mascherano was cautioned by the referee at 77′ after a fault to avoid a dangerous attack

Last minutes Chelsea looked for a second goal and Drogba was close with a header after a corner, but the result is fair. So, Chelsea will take a slender 1-0 advantage with them when the two sides meet in the second leg at Anfield next Tuesday. Mourinho probably is satisfied with this advantage because they didn’t suffer any goal tonight and that can be a precious advantage.

The referree Markus Merk was well but Xabi Alonso at 24′ deserved to be caucioned with a yellow card.

Semi-finals – 25 April 2007 – Stamford Bridge – London
Referee: Markus Merk; Assistant referrees: Jan-Hendrik Salver and Carsten Kadack (Ger)

Chelsea: Cech, Paulo Ferreira, Terry, Ricardo Carvalho, Ashley Cole; Makelele, Obi Mikel, Lampard and Joe Cole (Wright-Philipps 85′) ; Shevchenko (Kalou 76′) and Drogba

Liverpool: Reina, John Arne, Riise Daniel, Agger Jamie, Carragher, Arbeloa, Boudewijn Zenden, Xabi Alonso (Pennant 82′) Javier Mascherano, Steven Gerrard; Craig Bellamy (Crouch 51′) Dirk Kuyt.

Goals: Joe Cole 29′