Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Copa América (XIV): Brazil é o campeão Julho 16, 2007

Filed under: Copa América,Futebol — looking4good @ 1:41 am

Brasil 3 – 0 Argentina
[1-0 Júlio Batista 4′, 2-0 Ayala (pb) 39′, 3-0 Daniel Alves 68′ ]

O Brasil venceu a Copa América ao bater categoricamente a Argentina por 3-0. O triunfo começou cedo a desenhar-se quando um lançamento comprido de Elano foi captado por Júlio Batista que, com Ayala a dar muito espaço, flectiu para o centro e fez um remate espectacular deixando Abbondanzieri sem qualquer reacção.

O primeiro quarto de hora do jogo foi extraordinário com os argentinos a reagirem e a verem o remate de Riquelme bater no poste da baliza de Dono, após excelente jogada colectiva. Logo a seguir o Brasil após jogada pela direita de Maicón voltou a criar muito perigo.

Em jogada semelhante Daniel Alves (que substituira Elano lesionado) fugiu pela direita e o cruzamento para a zoma nevrálgica da área argentina foi desviado por Ayala que fez auto-golo.

O meio campo argentino era bloqueado pela pressão dos jogadores brasileiros e esperava-se que ao intervalo alguma coisa fosse rectificada. Porém o treinador só mexeria na equipa aos 58′ com a entrada de Pablo Aimar para o lugar de Cambiasso. O jogo na segunda parte decaiu de espectacularidade, com os argentinos a desiludirem e o 3-0 aos 68′ por Daniel Alves após jogada de contra-ataque confirmou um triunfo claro do Brasil que curiosamente se estreara nesta Copa América com uma derrota (frente ao México por 2-0).

Robinho foi considerado o melhor jogador da prova.

Ficha do jogo:

Árbitro: Amarilla (México)

BRASIL – Doni; Maicon, Alex, Juan e Gilberto; Mineiro, Josué, Júlio Baptista e Elano (Daniel Alves, 33 m); Robinho (Diego, 90 m) e Vágner Love (Fernando, 88 m).

ARGENTINA – Abbondanzieri; Zanetti, Ayala, Gabriel Milito e Heize; Verón (Lucho, 66 m), Mascherano, Cambiasso (Aimar, 58 m) e Riquelme; Messi e Tevez.

Disciplina: cartão amarelo a Alex, Mascherano, Doni, Gilberto, Júlio Baptista, Tevez e Josué.

Marcador: 1-0 por Júlio Baptista; 2-0 por Ayala (39 m, n.p.b.); 3-0 por Daniel Alves (68 m).

Na véspera os mexicanos asseguraram o terceiro lugar ao vencer o Uruguay por 3-1 beneficiando da expulsão de Diego Lugano aos 38′ para empatar o jogo de penalty e partir para um triunfo justo.

Anúncios
 

Copa América (XIV): Brazil é o campeão

Filed under: Copa América,Futebol — looking4good @ 1:41 am

Brasil 3 – 0 Argentina
[1-0 Júlio Batista 4′, 2-0 Ayala (pb) 39′, 3-0 Daniel Alves 68′ ]

O Brasil venceu a Copa América ao bater categoricamente a Argentina por 3-0. O triunfo começou cedo a desenhar-se quando um lançamento comprido de Elano foi captado por Júlio Batista que, com Ayala a dar muito espaço, flectiu para o centro e fez um remate espectacular deixando Abbondanzieri sem qualquer reacção.

O primeiro quarto de hora do jogo foi extraordinário com os argentinos a reagirem e a verem o remate de Riquelme bater no poste da baliza de Dono, após excelente jogada colectiva. Logo a seguir o Brasil após jogada pela direita de Maicón voltou a criar muito perigo.

Em jogada semelhante Daniel Alves (que substituira Elano lesionado) fugiu pela direita e o cruzamento para a zoma nevrálgica da área argentina foi desviado por Ayala que fez auto-golo.

O meio campo argentino era bloqueado pela pressão dos jogadores brasileiros e esperava-se que ao intervalo alguma coisa fosse rectificada. Porém o treinador só mexeria na equipa aos 58′ com a entrada de Pablo Aimar para o lugar de Cambiasso. O jogo na segunda parte decaiu de espectacularidade, com os argentinos a desiludirem e o 3-0 aos 68′ por Daniel Alves após jogada de contra-ataque confirmou um triunfo claro do Brasil que curiosamente se estreara nesta Copa América com uma derrota (frente ao México por 2-0).

Robinho foi considerado o melhor jogador da prova.

Ficha do jogo:

Árbitro: Amarilla (México)

BRASIL – Doni; Maicon, Alex, Juan e Gilberto; Mineiro, Josué, Júlio Baptista e Elano (Daniel Alves, 33 m); Robinho (Diego, 90 m) e Vágner Love (Fernando, 88 m).

ARGENTINA – Abbondanzieri; Zanetti, Ayala, Gabriel Milito e Heize; Verón (Lucho, 66 m), Mascherano, Cambiasso (Aimar, 58 m) e Riquelme; Messi e Tevez.

Disciplina: cartão amarelo a Alex, Mascherano, Doni, Gilberto, Júlio Baptista, Tevez e Josué.

Marcador: 1-0 por Júlio Baptista; 2-0 por Ayala (39 m, n.p.b.); 3-0 por Daniel Alves (68 m).

Na véspera os mexicanos asseguraram o terceiro lugar ao vencer o Uruguay por 3-1 beneficiando da expulsão de Diego Lugano aos 38′ para empatar o jogo de penalty e partir para um triunfo justo.

 

Copa América (XIV): Brazil é o campeão

Filed under: Copa América,Futebol — looking4good @ 1:41 am

Brasil 3 – 0 Argentina
[1-0 Júlio Batista 4′, 2-0 Ayala (pb) 39′, 3-0 Daniel Alves 68′ ]

O Brasil venceu a Copa América ao bater categoricamente a Argentina por 3-0. O triunfo começou cedo a desenhar-se quando um lançamento comprido de Elano foi captado por Júlio Batista que, com Ayala a dar muito espaço, flectiu para o centro e fez um remate espectacular deixando Abbondanzieri sem qualquer reacção.

O primeiro quarto de hora do jogo foi extraordinário com os argentinos a reagirem e a verem o remate de Riquelme bater no poste da baliza de Dono, após excelente jogada colectiva. Logo a seguir o Brasil após jogada pela direita de Maicón voltou a criar muito perigo.

Em jogada semelhante Daniel Alves (que substituira Elano lesionado) fugiu pela direita e o cruzamento para a zoma nevrálgica da área argentina foi desviado por Ayala que fez auto-golo.

O meio campo argentino era bloqueado pela pressão dos jogadores brasileiros e esperava-se que ao intervalo alguma coisa fosse rectificada. Porém o treinador só mexeria na equipa aos 58′ com a entrada de Pablo Aimar para o lugar de Cambiasso. O jogo na segunda parte decaiu de espectacularidade, com os argentinos a desiludirem e o 3-0 aos 68′ por Daniel Alves após jogada de contra-ataque confirmou um triunfo claro do Brasil que curiosamente se estreara nesta Copa América com uma derrota (frente ao México por 2-0).

Robinho foi considerado o melhor jogador da prova.

Ficha do jogo:

Árbitro: Amarilla (México)

BRASIL – Doni; Maicon, Alex, Juan e Gilberto; Mineiro, Josué, Júlio Baptista e Elano (Daniel Alves, 33 m); Robinho (Diego, 90 m) e Vágner Love (Fernando, 88 m).

ARGENTINA – Abbondanzieri; Zanetti, Ayala, Gabriel Milito e Heize; Verón (Lucho, 66 m), Mascherano, Cambiasso (Aimar, 58 m) e Riquelme; Messi e Tevez.

Disciplina: cartão amarelo a Alex, Mascherano, Doni, Gilberto, Júlio Baptista, Tevez e Josué.

Marcador: 1-0 por Júlio Baptista; 2-0 por Ayala (39 m, n.p.b.); 3-0 por Daniel Alves (68 m).

Na véspera os mexicanos asseguraram o terceiro lugar ao vencer o Uruguay por 3-1 beneficiando da expulsão de Diego Lugano aos 38′ para empatar o jogo de penalty e partir para um triunfo justo.

 

Copa America (XIII) – Argentina é o adversário do Brasil na final Julho 12, 2007

Filed under: Copa América,Futebol — looking4good @ 6:23 am
Meias – Finais

México 0 – 3 Argentina
[0-1 Gabriel Heinze 45′, 0-2 Messi 61′; 0-3 Riquelme 66′ ]

Perante cerca de 42.000 espectadores a Argentina derrotou o México em Puerto Ordaz, por 3-0 e confirmou a presença na final com o Brasil a disputar-se no dia 15 de Julho em Maracaíbo às 21:05 GMT.

O resultado parece revelar demasiadas facilidades que no entanto, principalmente na primeira parte não aconteceram. O México durante o prinmeiro tempo foi superior e colocou Abbondanzieri em dificuldades. Ao cair o pano sobre o primeiro acto (leia-se perto do final da primeira parte) na marcação de um livre, toque de Riquelme e remate de Heinze, os argentinos chegaram à vantagem.

No recomeço, então sim, a Argentina explanou a sua superioridade e confirmou o triunfo concretizando mais dois golos. Um excelente golo de Lionel Messi aos 61′ fazendo a bola passar por cima do adiantado guarda-redes mexicano Sanchéz, tradutor de todo o génio que se reconhece ao avançado argentino, um dos melhores jogadores do mundo da actualidade. Um terceiro golo, passados cinco minutos, por Riquelme, de penalty, retirou qualquer veleidade à equipa mexicana.

MÉXICO – O. Sanchez; I. Castro, Rafael Marquez (cap), Magallón e Oliva; Arce Ruiz, G. Torrado (Medina 46), J. Correa (G. Pineda 83) e A. Guardado; Cacho (Bravo 46) e Nery Castillo.

Treinador: Hugo Sanchez

ARGENTINA – Abbondanzieri; J. Zanetti, Ayala (cap), G. Milito, e Heinze; Veron (Gago 78), Mascherano e Cambiasso; Riquelme (Aimar 86), Tevez (Palacio 78) e Messi.

Treinador: Alfio Basile

Riquelme faz parte do temivel tridente ofensivo com Messi e Tevez
foto: AFP
 

Copa America (XIII) – Argentina é o adversário do Brasil na final

Filed under: Copa América,Futebol — looking4good @ 6:23 am
Meias – Finais

México 0 – 3 Argentina
[0-1 Gabriel Heinze 45′, 0-2 Messi 61′; 0-3 Riquelme 66′ ]

Perante cerca de 42.000 espectadores a Argentina derrotou o México em Puerto Ordaz, por 3-0 e confirmou a presença na final com o Brasil a disputar-se no dia 15 de Julho em Maracaíbo às 21:05 GMT.

O resultado parece revelar demasiadas facilidades que no entanto, principalmente na primeira parte não aconteceram. O México durante o prinmeiro tempo foi superior e colocou Abbondanzieri em dificuldades. Ao cair o pano sobre o primeiro acto (leia-se perto do final da primeira parte) na marcação de um livre, toque de Riquelme e remate de Heinze, os argentinos chegaram à vantagem.

No recomeço, então sim, a Argentina explanou a sua superioridade e confirmou o triunfo concretizando mais dois golos. Um excelente golo de Lionel Messi aos 61′ fazendo a bola passar por cima do adiantado guarda-redes mexicano Sanchéz, tradutor de todo o génio que se reconhece ao avançado argentino, um dos melhores jogadores do mundo da actualidade. Um terceiro golo, passados cinco minutos, por Riquelme, de penalty, retirou qualquer veleidade à equipa mexicana.

MÉXICO – O. Sanchez; I. Castro, Rafael Marquez (cap), Magallón e Oliva; Arce Ruiz, G. Torrado (Medina 46), J. Correa (G. Pineda 83) e A. Guardado; Cacho (Bravo 46) e Nery Castillo.

Treinador: Hugo Sanchez

ARGENTINA – Abbondanzieri; J. Zanetti, Ayala (cap), G. Milito, e Heinze; Veron (Gago 78), Mascherano e Cambiasso; Riquelme (Aimar 86), Tevez (Palacio 78) e Messi.

Treinador: Alfio Basile

Riquelme faz parte do temivel tridente ofensivo com Messi e Tevez
foto: AFP
 

Copa America (XIII) – Argentina é o adversário do Brasil na final

Filed under: Copa América,Futebol — looking4good @ 6:23 am
Meias – Finais

México 0 – 3 Argentina
[0-1 Gabriel Heinze 45′, 0-2 Messi 61′; 0-3 Riquelme 66′ ]

Perante cerca de 42.000 espectadores a Argentina derrotou o México em Puerto Ordaz, por 3-0 e confirmou a presença na final com o Brasil a disputar-se no dia 15 de Julho em Maracaíbo às 21:05 GMT.

O resultado parece revelar demasiadas facilidades que no entanto, principalmente na primeira parte não aconteceram. O México durante o prinmeiro tempo foi superior e colocou Abbondanzieri em dificuldades. Ao cair o pano sobre o primeiro acto (leia-se perto do final da primeira parte) na marcação de um livre, toque de Riquelme e remate de Heinze, os argentinos chegaram à vantagem.

No recomeço, então sim, a Argentina explanou a sua superioridade e confirmou o triunfo concretizando mais dois golos. Um excelente golo de Lionel Messi aos 61′ fazendo a bola passar por cima do adiantado guarda-redes mexicano Sanchéz, tradutor de todo o génio que se reconhece ao avançado argentino, um dos melhores jogadores do mundo da actualidade. Um terceiro golo, passados cinco minutos, por Riquelme, de penalty, retirou qualquer veleidade à equipa mexicana.

MÉXICO – O. Sanchez; I. Castro, Rafael Marquez (cap), Magallón e Oliva; Arce Ruiz, G. Torrado (Medina 46), J. Correa (G. Pineda 83) e A. Guardado; Cacho (Bravo 46) e Nery Castillo.

Treinador: Hugo Sanchez

ARGENTINA – Abbondanzieri; J. Zanetti, Ayala (cap), G. Milito, e Heinze; Veron (Gago 78), Mascherano e Cambiasso; Riquelme (Aimar 86), Tevez (Palacio 78) e Messi.

Treinador: Alfio Basile

Riquelme faz parte do temivel tridente ofensivo com Messi e Tevez
foto: AFP
 

Copa América (XII) – Brasil espera adversário para a final Julho 11, 2007

Filed under: Copa América,Futebol — looking4good @ 3:02 am
Meias – Finais

Uruguai 2 – 2 (1-2) Brasil
(4-5 em penalties)

[0-1 Maicón 13′; 1-1 Forlán 36′; 1-2 Júlio Baptista 41′; 2-2 Abreu 69′]

Os resultados desnivelados obtidos nos quartos de final demonstram que efectivamente a prova tem interesse a partir das meis finais. Com Brasil, Mexico, Argentina (as três favoritas) a que se juntou o Uruguai as meias finais começaram já esta madrugada, com o embate entre uruguaios e brasileiros, na cidade do Maracaíbo. O Brasil teve muitas dificuldades para superar o seu adversário e só na decisão através da marcação de «penalties» conseguiu a passagem para a final.

No entanto, foi o Brasil que esteve por duas vezes à frente do marcador,vencendo por 2-1 ao intervalo, tendo os uruguaios recuperado e forçado a decisão através de penalties.

Gilberto converteu o último penalty brasileiro e assistiu à defesa de Doni no remate de Diego Lugano, o que colocou o Brasil na final da prova que se disputa também na cidade de Maracaíbo no próximo dia 15.

BRAZIL: Doni, Alex, Juan, Gilberto, Maicon, Gilberto Silva, Mineiro, Josue (Fernando, 73), Julio Baptista (Diego, 73), Robinho and Vagner Love (Afonso, 78).

URUGUAY: Fabian Carini, Diego Lugano, Andres Scotti, Dario Rodriguez (Ignacio Gonzalez, 46), Jorge Fucile, Pablo Garcia, Maximiliano Pereira, Diego Perez (Walter Gargano, 74), Cristian Rodriguez, Diego Forlan and Alvaro Recoba (Sebastian Abreu, 46).

Há grande expectativa para o embate de hoje Argentina-México, em Puerto Ordaz, duas selecções que se apresentam em grande forma nesta altura.