Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Árvore / A tree – Kóstas Karyotákis Julho 20, 2007

Filed under: Kóstas Karyotákis,poesia — looking4good @ 12:52 pm
Árvore sob céu azul

Com rosto indiferente e ar de pouco caso,
saúdo as madrugas, os ocasos

Árvore, hei-de olhar, com mirada isenta
o céu azul ou a fúria da tormenta.

A vida, digo, é féretro no qual
dor, alegria do homem têm o seu final.

Trad. José Paulo Pais

English Version

A Tree

With calm, indifferent brow
I’ll greet the afternoons, the dawns.

A tree, I’ll stand and gaze at both
the tempest and the azure sky.

I’ll say that life’s the coffin
in which people’s joy and sorrow die.

Kóstas Karyotákis (n. Tripoli, Grécia, 1896, m. em Préveza, a 20 Jul 1928).

Anúncios
 

Árvore / A tree – Kóstas Karyotákis

Filed under: Kóstas Karyotákis,poesia — looking4good @ 12:52 pm
Árvore sob céu azul

Com rosto indiferente e ar de pouco caso,
saúdo as madrugas, os ocasos

Árvore, hei-de olhar, com mirada isenta
o céu azul ou a fúria da tormenta.

A vida, digo, é féretro no qual
dor, alegria do homem têm o seu final.

Trad. José Paulo Pais

English Version

A Tree

With calm, indifferent brow
I’ll greet the afternoons, the dawns.

A tree, I’ll stand and gaze at both
the tempest and the azure sky.

I’ll say that life’s the coffin
in which people’s joy and sorrow die.

Kóstas Karyotákis (n. Tripoli, Grécia, 1896, m. em Préveza, a 20 Jul 1928).

 

Árvore / A tree – Kóstas Karyotákis

Filed under: Kóstas Karyotákis,poesia — looking4good @ 12:52 pm
Árvore sob céu azul

Com rosto indiferente e ar de pouco caso,
saúdo as madrugas, os ocasos

Árvore, hei-de olhar, com mirada isenta
o céu azul ou a fúria da tormenta.

A vida, digo, é féretro no qual
dor, alegria do homem têm o seu final.

Trad. José Paulo Pais

English Version

A Tree

With calm, indifferent brow
I’ll greet the afternoons, the dawns.

A tree, I’ll stand and gaze at both
the tempest and the azure sky.

I’ll say that life’s the coffin
in which people’s joy and sorrow die.

Kóstas Karyotákis (n. Tripoli, Grécia, 1896, m. em Préveza, a 20 Jul 1928).

 

Árvore / A tree – Kóstas Karyotákis

Filed under: Kóstas Karyotákis,poesia — looking4good @ 12:52 pm
Árvore sob céu azul

Com rosto indiferente e ar de pouco caso,
saúdo as madrugas, os ocasos

Árvore, hei-de olhar, com mirada isenta
o céu azul ou a fúria da tormenta.

A vida, digo, é féretro no qual
dor, alegria do homem têm o seu final.

Trad. José Paulo Pais

English Version

A Tree

With calm, indifferent brow
I’ll greet the afternoons, the dawns.

A tree, I’ll stand and gaze at both
the tempest and the azure sky.

I’ll say that life’s the coffin
in which people’s joy and sorrow die.

Kóstas Karyotákis (n. Tripoli, Grécia, 1896, m. em Préveza, a 20 Jul 1928).