Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

A lição de estética – Sandro Penna Junho 12, 2008

Filed under: poesia,Sandro Penna — looking4good @ 1:44 am

«Mas que beleza há na poesia?»
Escuta, quando vês um grande amigo
rodeado de mulheres, quando estás
fascinado com a orquestra, e sob o reflector
resplandecem as cores de uma deusa
que desce seminua à plateia,
onde tu estremeces, escondido
em toda aquela multidão!, quando em noite
escura e serena amigos dançam sem mulheres
numa praça ao som de um
acordeão e tu ficas à parte; pois bem, isso
não é belo para ti? Também é belo
para um velho que se chama
crítico e acha beleza em muitas coisas
e que até se aventurou a descobrir no mundo
e talvez fora do mundo, coisas cada vez
mais belas, mas que diz, com amor: «que belo
é este poema!» E tu,
tu olhas-me sem sequer me dares um beijo?

Sandro Penna (n. 12 Jun 1906 em Perugia; n. 21 Jan. 1977)

Anúncios
 

Torna un pensier d’amore / Torna um pensar de amor – Sandro Penna Junho 12, 2007

Filed under: poesia,Sandro Penna — looking4good @ 12:55 pm

Torna un pensier d’amore
nel cuore stanco, come
nel tramonto invernale
ritorna contro il sole
il fanciullo alla casa.

Em português

Torna um pensar de amor
ao seio exausto, como
no entardecer de inverno
regressa contra o sol
o jovem a casa

Trad. Jorge de Sena

Sandro Penna (n. em Perugia a 12 Jun 1906; m. 21 Jan 1977)

in Rosa do Mundo 2001 Poemas para o Futuro, Assírio Alvim

 

Torna un pensier d’amore / Torna um pensar de amor – Sandro Penna

Filed under: poesia,Sandro Penna — looking4good @ 12:55 pm

Torna un pensier d’amore
nel cuore stanco, come
nel tramonto invernale
ritorna contro il sole
il fanciullo alla casa.

Em português

Torna um pensar de amor
ao seio exausto, como
no entardecer de inverno
regressa contra o sol
o jovem a casa

Trad. Jorge de Sena

Sandro Penna (n. em Perugia a 12 Jun 1906; m. 21 Jan 1977)

in Rosa do Mundo 2001 Poemas para o Futuro, Assírio Alvim

 

Torna un pensier d’amore / Torna um pensar de amor – Sandro Penna

Filed under: poesia,Sandro Penna — looking4good @ 12:55 pm

Torna un pensier d’amore
nel cuore stanco, come
nel tramonto invernale
ritorna contro il sole
il fanciullo alla casa.

Em português

Torna um pensar de amor
ao seio exausto, como
no entardecer de inverno
regressa contra o sol
o jovem a casa

Trad. Jorge de Sena

Sandro Penna (n. em Perugia a 12 Jun 1906; m. 21 Jan 1977)

in Rosa do Mundo 2001 Poemas para o Futuro, Assírio Alvim

 

Torna un pensier d’amore / Torna um pensar de amor – Sandro Penna

Filed under: poesia,Sandro Penna — looking4good @ 12:55 pm

Torna un pensier d’amore
nel cuore stanco, come
nel tramonto invernale
ritorna contro il sole
il fanciullo alla casa.

Em português

Torna um pensar de amor
ao seio exausto, como
no entardecer de inverno
regressa contra o sol
o jovem a casa

Trad. Jorge de Sena

Sandro Penna (n. em Perugia a 12 Jun 1906; m. 21 Jan 1977)

in Rosa do Mundo 2001 Poemas para o Futuro, Assírio Alvim

 

Torna un pensier d’amore / Torna um pensar de amor – Sandro Penna

Filed under: poesia,Sandro Penna — looking4good @ 12:55 pm

Torna un pensier d’amore
nel cuore stanco, come
nel tramonto invernale
ritorna contro il sole
il fanciullo alla casa.

Em português

Torna um pensar de amor
ao seio exausto, como
no entardecer de inverno
regressa contra o sol
o jovem a casa

Trad. Jorge de Sena

Sandro Penna (n. em Perugia a 12 Jun 1906; m. 21 Jan 1977)

in Rosa do Mundo 2001 Poemas para o Futuro, Assírio Alvim