Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Liga Sagres: Mantorras salva Benfica Janeiro 31, 2009

Filed under: Benfica,Liga Sagres,Rio Ave — looking4good @ 9:48 pm

Benfica logoRio Ave logo

Benfica

1-0

Rio Ave

No lago do Estádio da Luz, Mantorras foi o cisne

Mais de 20.000 espectadores estiverm no Estádio da Luz (ainda assim a pior assistência da época) para ver um jogo que pouco teve a ver com futebol. À chuva e ao péssimo estado do terreno foi a equipa do Rio Ave que se adaptou melhor na primeira parte.

A equipa vilacondense teve mais cantos (em todo o jogo do que o Benfica) e teve também a primeira oportunidade de golo por Yazalde qyue ganhopu a Luizão em velocidade para rematar cruzado mas por cima da barra. Só nos últimos cinco minutos da primeira parte o Benfica teve hipóteses de criar perigo por duas vezes. Na primeira Cardozo ganhou uma bola perdida na área e à meia volta de pé esquerdo atirou ao poste para Di Maria desperdiçar a recarga. O segundo lance foi um livre cruzado de Carlos Martins que o guarda redes vilacondense respondeu com excelente defesa.

Na segunda parte a equipa do Rio Ave colcocou-se mais recuada ou terá sido o Benfica a avançar mais. Quique fez entrar Reyes para o lugar de Di Maria (60′) e passados cinco minutos Mantorras para o lugar de Nuno Gomes. Cardozo, entretanto, de cabeça a cruzamento da direita fizera a bola bater de novo no poste. E aos 70′ os adeptos da Luz vibraram pela segunda vez (a primeira foi com a entrada do jogador angolano). A bola é de novo metida na área Cardozo cabeceia e Mantorras defende bem a posiçao e ganha a Niquinha para rematar à boca da baliza vitoriosamente.

Os minutos que se seguiram foram de sufoco. Então era ao Rio Ave que interessava avançar no terreno. Duas subsituições ofensivas e Pedro Moutinho teve o empate nos pés mas o desvio foi ligeiramente ao lado. Perto do fim umcruzamento rasteiro da direita, Moreira a dar uma palmada na bola para a frente e remate dum jogador do Rio Ave saiu mal.

Mais um mau jogo do Benfica, desta vez Quique tem as desculpas do mau tempo e do péssimo estado do relvado. Mas enfim…

O árbitro foi-se salvando marcando umas faltas e deixando passar outras mas num jogo dificil por causa do terreno, porém facilitado pelos jogadores.

Estádio da Luz
Árbitro Rui Costa (Porto)

Equipas:
BENFICA – Moreira; Maxi, Luisão, Sidnei e David Luiz; Ruben Amorim, Yebda, Carlos Martins (Binya, 79m) e Di Maria (Reyes, 60m); Nuno Gomes (Mantorras, 65m) e Cardozo.

RIO AVE – Paiva; Miguel Lopes, Gaspar, Bruno Mendes e Rogério Matias (Pedro Moutinho, 79m); Delson, Niquinha e Tarantini; Yazalde, Evandro e Fábio Coentrão (Chidi, 79m).

Golos: 1-0 Mantorras 70′
Acção disciplinar: Cartão amarelo a Miguel Lopes

Antes deste jogo o Sporting empatou na Trofa a zero golos, apesar da insistência no ataque em praticamente toda a segunda parte.

Anúncios
 

Sporting ganha em Vila do Conde Novembro 1, 2008

Filed under: Futebol,Liga Sagres,Rio Ave,Sporting — looking4good @ 11:06 pm

Rio Ave logo

Rio Ave FC

0-1

Sporting

Oferta de Bruno Mendes e Liedson resolveu…

O Sporting aproveitou da melhor maneira a derrota do FC Porto frente à Naval ao derrotar o Rio Ave em Vila do Conde; Relembre-se que o Rio Ave neste campeonato já empatara frente ao Benfica e ao Porto.

Os visitantes tiveram mais iniciativa na primeira e ameaçaram o golo que surgiu, porém, apenas num clamoroso erro de Bruno Mendes que pressionado perdeu a bola para Liedson que caminhou isolado para a baliza e não perdoou. O avançado brasileiro fez o 150º. jogo para o campeonato.

O Rio Ave no início da segunda parte apareceu mais ofensivo mas à medida que o jogo decorria o Sporting controlava. Liedson de cabeça numa recarga a defesa incompleta de Paiva fez chegar a bola de novo ao fundo das malhas da baliza da equipa vilacondense mas o assistente assinalou posição irregular. Na realidade, Derlei estava adiantado mas não interferiu e Liedson que rematou à baliza estava em posição legal. Sucederam-se, aliás, os lances de foras de jogo ao Sporting, com alguns erros do assistente.

O treinador do Rio Ave foi apostando em substituições ofensivas para tentar o empate e a verdade é que o jogo atingiu um ponto de dúvida quanto ao resultado final nos últimos dez minutos a partir da expulsão de Derlei (duplo cartão amarelo em dois lances praticamente sucessivos). A equipa da casa pressionou no ataque com o lateral direito a fazer incursões e cruzamentos perigosos, mas o Sporting conseguiu segurar o resultado aguardando agora um deslize do Benfica amanhã em Guimarães.

Ficha de jogo:

Estádio do Rio Ave FC, em Vila do Conde

Árbitro: Jorge Sousa (AF Porto)

Rio Ave: Paiva; Miguel Lopes, Gaspar, Bruno Mendes e Sílvio; Vilas Boas (Tarantini, 68 m), Livramento, Niquinha (Mateus, 74 m) e Evandro; Semedo (Ronaldo, 72 m) e Chidi.

Suplentes: César, Vitor Gomes, Jorge Humberto e Henrique.

Treinador: João Eusébio.

Sporting: Rui Patrício; Pedro Silva, Polga, Caneira e Grimi; Rochemback, João Moutinho, Izmailov (Pereirinha, 90+2 m) e Romagnoli (Miguel Veloso, 60 m); Liedson e Derlei.

Suplentes: Ricardo Batista, Abel, Carriço, Hélder Postiga e Yannick.

Treinador: Paulo Bento.

Golos: Liedson (41 m).

Disciplina: Cartões amarelos para Livramento (35 m), Pedro Silva (58), Derlei (77) e João Moutinho (90). Segundo amarelo e Cartão vermelho para Derlei (78 m)

 

Sporting ganha em Vila do Conde

Filed under: Futebol,Liga Sagres,Rio Ave,Sporting — looking4good @ 11:06 pm

Rio Ave logo

Rio Ave FC

0-1

Sporting

Oferta de Bruno Mendes e Liedson resolveu…

O Sporting aproveitou da melhor maneira a derrota do FC Porto frente à Naval ao derrotar o Rio Ave em Vila do Conde; Relembre-se que o Rio Ave neste campeonato já empatara frente ao Benfica e ao Porto.

Os visitantes tiveram mais iniciativa na primeira e ameaçaram o golo que surgiu, porém, apenas num clamoroso erro de Bruno Mendes que pressionado perdeu a bola para Liedson que caminhou isolado para a baliza e não perdoou. O avançado brasileiro fez o 150º. jogo para o campeonato.

O Rio Ave no início da segunda parte apareceu mais ofensivo mas à medida que o jogo decorria o Sporting controlava. Liedson de cabeça numa recarga a defesa incompleta de Paiva fez chegar a bola de novo ao fundo das malhas da baliza da equipa vilacondense mas o assistente assinalou posição irregular. Na realidade, Derlei estava adiantado mas não interferiu e Liedson que rematou à baliza estava em posição legal. Sucederam-se, aliás, os lances de foras de jogo ao Sporting, com alguns erros do assistente.

O treinador do Rio Ave foi apostando em substituições ofensivas para tentar o empate e a verdade é que o jogo atingiu um ponto de dúvida quanto ao resultado final nos últimos dez minutos a partir da expulsão de Derlei (duplo cartão amarelo em dois lances praticamente sucessivos). A equipa da casa pressionou no ataque com o lateral direito a fazer incursões e cruzamentos perigosos, mas o Sporting conseguiu segurar o resultado aguardando agora um deslize do Benfica amanhã em Guimarães.

Ficha de jogo:

Estádio do Rio Ave FC, em Vila do Conde

Árbitro: Jorge Sousa (AF Porto)

Rio Ave: Paiva; Miguel Lopes, Gaspar, Bruno Mendes e Sílvio; Vilas Boas (Tarantini, 68 m), Livramento, Niquinha (Mateus, 74 m) e Evandro; Semedo (Ronaldo, 72 m) e Chidi.

Suplentes: César, Vitor Gomes, Jorge Humberto e Henrique.

Treinador: João Eusébio.

Sporting: Rui Patrício; Pedro Silva, Polga, Caneira e Grimi; Rochemback, João Moutinho, Izmailov (Pereirinha, 90+2 m) e Romagnoli (Miguel Veloso, 60 m); Liedson e Derlei.

Suplentes: Ricardo Batista, Abel, Carriço, Hélder Postiga e Yannick.

Treinador: Paulo Bento.

Golos: Liedson (41 m).

Disciplina: Cartões amarelos para Livramento (35 m), Pedro Silva (58), Derlei (77) e João Moutinho (90). Segundo amarelo e Cartão vermelho para Derlei (78 m)

 

Empate em Vila do Conde deixa Porto a 4 pontos do Sporting Setembro 21, 2008

Filed under: FC Porto,Futebol,Liga Sagres,Rio Ave — looking4good @ 10:22 pm

Rio Ave logo

Rio Ave FC

0-0

FC Porto

Porto não meteu água mas também não bebeu vinho…

Esperavam-se dificuldades para os portistas nesta deslocação a Vila do Conde e elas viriam a confirmar-se plenamente.

Grande réplica dos locais na primeira parte onde chegaram a ser uma equipa atrevida e a disputar palmo a palmo a condução do jogo contra os campeões nacionais que praticamente não contabilizaram uma oportunidade clara de golo.

Na segunda parte as coisas foram diferentes. O Porto pôs mais vivacidade no jogo e por volta dos sessenta minutos empurraram os locais para a sua extrema zona defensiva, anunciando o golo. Aos 63′ Paiva fez uma excelente defesa para canto a remate de Lisandro; aos 76′ Sapunaru a concluir ao poste em remate do lado direito depois de Cristian Rodrigues ter feito um cruzamento-remate da esquerda. Num livre de Bruno Alves (80′), Paiva e o poste evitaram o golo com a bola ainda a ressaltar no braço de Gaspar vinda do poste em lance que os portistas reclamaram penalty.

As substituições deram mais alento ofensivo ao Porto, enquanto que a entrada de Semedo não resultou, não por demérito do avançado da casa, mas porque o meio-campo já se preocupava primacialmente em defender. Ainda assim o avançado teve uma escapada pela direita com Lucho a fazer o carrinho faltoso que o árbitro (e o assistente) deixaram passar.

De qualquer modo este Porto revela menor capacidade concretizadora do que no ano passado e o Rio Ave coleccionou o segundo empate contra os grandes (o primeiro foi na estreia frente ao Benfica).

A arbitragem de Paulo Proença esteve em plano aceitável mas tem de se assinalar os dois lances já falados em que decidiu a favor dos defesas, quando porventura se impunha outras decisões.

Estádio dos Arcos, em Vila do Conde
Hora: 20:15
Árbitro: Pedro Proença (Lisboa)

RIO AVE – Paiva; Miguel Lopes, Gaspar, Bruno Mendes e Sílvio; André Vilas Boas e Delson; Livramento (Tarantini 65′), Niquinha (André Carvalhas 90+2′) e Evandro; Chidi (Semedo 70′).

FC PORTO – Helton; Sapunaru, Rolando, Bruno Alves e Fucile (Lino 60′); Fernando, Raul Meireles (Candeias 78′) e Lucho González; Mariano (Hulk 60′), Lisandro e Rodríguez.

Golos: Nada a registar

Disciplina: 21′ – Cartão amarelo para Rolando, devido a falta cometida sobre Chidi que, em velocidade, tentava lançar o contra-ataque pelo corredor esquerdo.
23′ – Cartão amarelo para Lisandro, por pontapear a bola depois do árbitro ter assinalado posição irregular.
29′ – Cartão amarelo para Livramento, por carga sobre Lucho González.
47′ – Cartão amarelo para Lucho, por rasteirar Gaspar que abandona o relvado em maca.
81′ – Cartão amarelo para Hulk por simular falta.
90′ – Cartão amarelo para Rodrigues por rasteirar um adversário.

 

Empate em Vila do Conde deixa Porto a 4 pontos do Sporting

Filed under: FC Porto,Futebol,Liga Sagres,Rio Ave — looking4good @ 10:22 pm

Rio Ave logo

Rio Ave FC

0-0

FC Porto

Porto não meteu água mas também não bebeu vinho…

Esperavam-se dificuldades para os portistas nesta deslocação a Vila do Conde e elas viriam a confirmar-se plenamente.

Grande réplica dos locais na primeira parte onde chegaram a ser uma equipa atrevida e a disputar palmo a palmo a condução do jogo contra os campeões nacionais que praticamente não contabilizaram uma oportunidade clara de golo.

Na segunda parte as coisas foram diferentes. O Porto pôs mais vivacidade no jogo e por volta dos sessenta minutos empurraram os locais para a sua extrema zona defensiva, anunciando o golo. Aos 63′ Paiva fez uma excelente defesa para canto a remate de Lisandro; aos 76′ Sapunaru a concluir ao poste em remate do lado direito depois de Cristian Rodrigues ter feito um cruzamento-remate da esquerda. Num livre de Bruno Alves (80′), Paiva e o poste evitaram o golo com a bola ainda a ressaltar no braço de Gaspar vinda do poste em lance que os portistas reclamaram penalty.

As substituições deram mais alento ofensivo ao Porto, enquanto que a entrada de Semedo não resultou, não por demérito do avançado da casa, mas porque o meio-campo já se preocupava primacialmente em defender. Ainda assim o avançado teve uma escapada pela direita com Lucho a fazer o carrinho faltoso que o árbitro (e o assistente) deixaram passar.

De qualquer modo este Porto revela menor capacidade concretizadora do que no ano passado e o Rio Ave coleccionou o segundo empate contra os grandes (o primeiro foi na estreia frente ao Benfica).

A arbitragem de Paulo Proença esteve em plano aceitável mas tem de se assinalar os dois lances já falados em que decidiu a favor dos defesas, quando porventura se impunha outras decisões.

Estádio dos Arcos, em Vila do Conde
Hora: 20:15
Árbitro: Pedro Proença (Lisboa)

RIO AVE – Paiva; Miguel Lopes, Gaspar, Bruno Mendes e Sílvio; André Vilas Boas e Delson; Livramento (Tarantini 65′), Niquinha (André Carvalhas 90+2′) e Evandro; Chidi (Semedo 70′).

FC PORTO – Helton; Sapunaru, Rolando, Bruno Alves e Fucile (Lino 60′); Fernando, Raul Meireles (Candeias 78′) e Lucho González; Mariano (Hulk 60′), Lisandro e Rodríguez.

Golos: Nada a registar

Disciplina: 21′ – Cartão amarelo para Rolando, devido a falta cometida sobre Chidi que, em velocidade, tentava lançar o contra-ataque pelo corredor esquerdo.
23′ – Cartão amarelo para Lisandro, por pontapear a bola depois do árbitro ter assinalado posição irregular.
29′ – Cartão amarelo para Livramento, por carga sobre Lucho González.
47′ – Cartão amarelo para Lucho, por rasteirar Gaspar que abandona o relvado em maca.
81′ – Cartão amarelo para Hulk por simular falta.
90′ – Cartão amarelo para Rodrigues por rasteirar um adversário.