Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Liga Sagres: Ainda se mantêm os três candidatos… Março 1, 2009

Filed under: Futebol,Liga Sagres — looking4good @ 10:40 pm

Resultados da 20ª. Jornada
27 Fev. 21:00 Benfica 2-1 Leixões
28 Fev. 16:00 Paços de Ferreira 2-0 Rio Ave
28 Fev. 17:30 Nacional 3-1 Académica
28 Fev. 20:30 FC Porto 0-0 Sporting
01 Mar. 16:00 Trofense 1-1 Estrela da Amadora
01 Mar. 16:00 Belenenses 1-2 Naval 1º. de Maio
01 Mar. 20:00 Marítimo 5-1 Vitória de Setúbal
02 Mar. 19:45 Braga Guimarães

Comentários: Numa jornada importante face aos confrontos directos entre equipas candidatas ao título e equipas aflitas merece destaque na jornada 20 do Campeonato o único triunfo forasteiro conseguido pela Naval 1º. de Maio no Restelo e que dá algum conforto à equipa da Figueira da Foz antes de jogar com o Benfica e o Porto. Já a equipa do Belenenses é uma das três últimas (com Vitória de Setúbal e Rio Ave) na classificação com apenas 16 pontos.

A jornada começou na sexta-feira na Luz e estava em discussão de imedito o segundo lugar. A equipa encarnada começou bem, beneficiou de um auto-golo mas depois revelou as dificuldades habituais. Quando chegou ao 2-0 na segunda parte por Nuno Gomes e se esperava algum descanso o Benfica ficou reduzido a dez, por já ter feito todas as substituições, por lesão de Carlos Martins. Logo a seguir o Leixões reduziu e até ao fim do jogo o espectro do empate pairou com a equipa matosinhense a vender cara a derrota.

No clássico entre Porto e Sporting houve alguma desilusão quanto à categoria do jogo produzido. Foi um jogo com muitas paragens, pouco tempo útil de jogo e muitas picardias (especialmente na primeira parte). O Sporting teve até as melhores oportunidades na primeira parte. Na segunda parte o Porto pareceu querer mais a vitória mas com as equipas a demonstrarem visível cansaço da jornada europeia do meio da semana, o empate foi resultado justo, nada decidindo quanto às aspirações de ambas as equipas.

O Paços de Ferreira conseguiu triunfo importante frente ao Rio Ave por 2-0 enquanto o Nacional confirmou o favoritismo vencendo em casa a Académica ainda que para isso tivesse que inverter o resultado desfavorável da primeira parte (de 0-1 para 3-1).

A outra equipa da Madeira que teve uma chicotada psicológica a meio da semana, fez o primeiro jogo da era Carvalhal e venceu e convenceu, goleando o Setúbal por 5-1.

O Estrela da Amadora continua a boa senda e conseguiu mais um pontinho na Trofa mantendo uma posição no meio da tabela livre das aflições em que a equipa da Trofa continua envolvida.

Amanhã completa-se a jornada com o derby minhoto e em que o Braga euroopeu (e vencedor da Taça Intertoto, por ser a única equipa que provvinda dessa prova e mantém na Taça Uefa) em caso de vitória sea ao 4º lugar em igualdade com Leixões e Nacional.

Na próxima jornada o Porto joga em Matosinhos com o Leixões, o Benfica vai à Figueira da Foz e o Sporting recebe o Paços de Ferreira.

Classificação
Lugar Clube Pontos Golos
1. FC Porto 42 35-14
2. Benfica 40 34-19
3. Sporting 38 26-14
4. Nacional 35 33-21
4. Leixões 35 21-14
6. Braga (*) 32 21-12
6. Marítimo 32 26-20
8. Estrela da Amadora 25 16-22
9. Vit. Guimarães (*) 24 19-22
10. Naval 1º. de Maio 23 19-25
11. Académica 21 17-23
12. Paços de Ferreira 19 25-34
13. Trofense 18 17-26
14. Vitória de Setúbal 16 12-29
14. Belenenses 16 18-32
14. Rio Ave 16 13-25

(*) Braga e Guimarães têm um jogo a menos defrontando-se amanhã em casa dos «arsenalistas»

Próxima Jornada – 21ª.
06 Mar. 20:30 Rio Ave Marítimo
07 Mar. 19:00 Sporting Paços de Ferreira
07 Mar. 21:00 Leixões FC Porto
08 Mar. 16:00 Gumarães Belenenses
08 Mar. 16:00 Académica Trofense
08 Mar. 18:00 Estrela da Amadora Braga
08 Mar. 19:45 Naval 1º. de Maio Benfica
09 Mar. 19:45 Vitória de Setúbal Nacional

 

Liga Sagres: Ainda se mantêm os três candidatos…

Filed under: Futebol,Liga Sagres — looking4good @ 10:40 pm

Resultados da 20ª. Jornada
27 Fev. 21:00 Benfica 2-1 Leixões
28 Fev. 16:00 Paços de Ferreira 2-0 Rio Ave
28 Fev. 17:30 Nacional 3-1 Académica
28 Fev. 20:30 FC Porto 0-0 Sporting
01 Mar. 16:00 Trofense 1-1 Estrela da Amadora
01 Mar. 16:00 Belenenses 1-2 Naval 1º. de Maio
01 Mar. 20:00 Marítimo 5-1 Vitória de Setúbal
02 Mar. 19:45 Braga Guimarães

Comentários: Numa jornada importante face aos confrontos directos entre equipas candidatas ao título e equipas aflitas merece destaque na jornada 20 do Campeonato o único triunfo forasteiro conseguido pela Naval 1º. de Maio no Restelo e que dá algum conforto à equipa da Figueira da Foz antes de jogar com o Benfica e o Porto. Já a equipa do Belenenses é uma das três últimas (com Vitória de Setúbal e Rio Ave) na classificação com apenas 16 pontos.

A jornada começou na sexta-feira na Luz e estava em discussão de imedito o segundo lugar. A equipa encarnada começou bem, beneficiou de um auto-golo mas depois revelou as dificuldades habituais. Quando chegou ao 2-0 na segunda parte por Nuno Gomes e se esperava algum descanso o Benfica ficou reduzido a dez, por já ter feito todas as substituições, por lesão de Carlos Martins. Logo a seguir o Leixões reduziu e até ao fim do jogo o espectro do empate pairou com a equipa matosinhense a vender cara a derrota.

No clássico entre Porto e Sporting houve alguma desilusão quanto à categoria do jogo produzido. Foi um jogo com muitas paragens, pouco tempo útil de jogo e muitas picardias (especialmente na primeira parte). O Sporting teve até as melhores oportunidades na primeira parte. Na segunda parte o Porto pareceu querer mais a vitória mas com as equipas a demonstrarem visível cansaço da jornada europeia do meio da semana, o empate foi resultado justo, nada decidindo quanto às aspirações de ambas as equipas.

O Paços de Ferreira conseguiu triunfo importante frente ao Rio Ave por 2-0 enquanto o Nacional confirmou o favoritismo vencendo em casa a Académica ainda que para isso tivesse que inverter o resultado desfavorável da primeira parte (de 0-1 para 3-1).

A outra equipa da Madeira que teve uma chicotada psicológica a meio da semana, fez o primeiro jogo da era Carvalhal e venceu e convenceu, goleando o Setúbal por 5-1.

O Estrela da Amadora continua a boa senda e conseguiu mais um pontinho na Trofa mantendo uma posição no meio da tabela livre das aflições em que a equipa da Trofa continua envolvida.

Amanhã completa-se a jornada com o derby minhoto e em que o Braga euroopeu (e vencedor da Taça Intertoto, por ser a única equipa que provvinda dessa prova e mantém na Taça Uefa) em caso de vitória sea ao 4º lugar em igualdade com Leixões e Nacional.

Na próxima jornada o Porto joga em Matosinhos com o Leixões, o Benfica vai à Figueira da Foz e o Sporting recebe o Paços de Ferreira.

Classificação
Lugar Clube Pontos Golos
1. FC Porto 42 35-14
2. Benfica 40 34-19
3. Sporting 38 26-14
4. Nacional 35 33-21
4. Leixões 35 21-14
6. Braga (*) 32 21-12
6. Marítimo 32 26-20
8. Estrela da Amadora 25 16-22
9. Vit. Guimarães (*) 24 19-22
10. Naval 1º. de Maio 23 19-25
11. Académica 21 17-23
12. Paços de Ferreira 19 25-34
13. Trofense 18 17-26
14. Vitória de Setúbal 16 12-29
14. Belenenses 16 18-32
14. Rio Ave 16 13-25

(*) Braga e Guimarães têm um jogo a menos defrontando-se amanhã em casa dos «arsenalistas»

Próxima Jornada – 21ª.
06 Mar. 20:30 Rio Ave Marítimo
07 Mar. 19:00 Sporting Paços de Ferreira
07 Mar. 21:00 Leixões FC Porto
08 Mar. 16:00 Gumarães Belenenses
08 Mar. 16:00 Académica Trofense
08 Mar. 18:00 Estrela da Amadora Braga
08 Mar. 19:45 Naval 1º. de Maio Benfica
09 Mar. 19:45 Vitória de Setúbal Nacional

 

Interrogação – Camilo Pessanha (que faleceu faz hoje 83 anos)

Filed under: Camilo Pessanha,poesia — looking4good @ 2:06 am

imagem daqui

Não sei se isto é amor. Procuro o teu olhar,
Se alguma dor me fere, em busca de um abrigo;
E apesar disso, crê! nunca pensei num lar
Onde fosses feliz, e eu feliz contigo.

Por ti nunca chorei nenhum ideal desfeito.
E nunca te escrevi nenhuns versos românticos.
Nem depois de acordar te procurei no leito
Como a esposa sensual do Cântico dos Cânticos.

Se é amar-te não sei. Não sei se te idealizo
A tua cor sadia, o teu sorriso terno…
Mas sinto-me sorrir de ver esse sorriso
Que me penetra bem, como este sol de Inverno.

Passo contigo a tarde e sempre sem receio
Da luz crepuscular, que enerva, que provoca.
Eu não demoro o olhar na curva do teu seio
Nem me lembrei jamais de te beijar na boca.

Eu não sei se é amor. Será talvez começo…
Eu não sei que mudança a minha alma pressente…
Amor não sei se o é, mas sei que te estremeço,
Que adoecia talvez de te saber doente.

CAMILO de Almeida PESSANHA nasceu em Coimbra a 7 de Setembro de 1867 e morreu, tuberculoso, em Macau (China) a 1 de Março de 1926. Filho natural de um estudante de Direito e de uma tricana, andou na infância pelos Açores, Mogadouro e Lamego. Cursou Direito na universidade da sua terra natal (1883/91) e começou por exercer advocacia em Trás-os-Montes. Em seguida, abalou para Macau, onde acamaradou, durante três anos, com o escritor Wenceslau de Morais e teve, em 1896, um filho, João Manuel, duma companheira chinesa, falecido, poucos anos depois, do mesmo mal que havia de vitimar o pai. Foi professor de filosofia no liceu de Macau (1894), conservador do registo predial (1900) e juiz (1904). Entretanto, fazia várias visitas à metrópole: a primeira em 1896/97, a segunda em 1899/1900, a terceira de Agosto de 1905 a Janeiro de 1909 e a última de Setembro de 1915 a Março de 1916. Em 1911, foi exonerado do cargo de conservador e voltou a consagrar-se ao magistério liceal. Viciado em absinto e ópio, publicou os seus poemas com o título «Clepsydra» em 1920. A sua poesia é, ao mesmo tempo, plástica e musical, fazendo do seu autor o maior poeta simbolista português. Algumas características: abulia e ataraxia, cepticismo e pessimismo, inspiração lancinante e volúpia erótico-necrófila, nirvana e panteísmo difuso…

O soneto transcrevê-mo-lo de «Os Dias do Amor, Um poema para cada dia do ano», Recolha, selecção e organização de Inês Ramos, Prefácio de Henrique Manuel Bento Fialho, Ministério dos Livros. A nota biobliográfica foi extraída de «A Circulatura do Quadrado – Alguns dos Mais Belos Sonetos de Poetas cuja Mátria é a Língua Portuguesa. Introdução, coordenação e notas de António Ruivo Mouzinho. Edições Unicepe – Cooperativa Livreira de Estudantes do Porto 2004.

Ler neste blog, do mesmo autor:
Desce em Folhedos Tenros a Colina
Estátua
Foi um dia de inúteis agonias
Quem poluiu quem rasgou os meus lençois de linho
Floriram por engano as rosas bravas
Caminho
Ao longe os barcos de flores
Queda

 

Interrogação – Camilo Pessanha (que faleceu faz hoje 83 anos)

Filed under: Camilo Pessanha,poesia — looking4good @ 2:06 am

imagem daqui

Não sei se isto é amor. Procuro o teu olhar,
Se alguma dor me fere, em busca de um abrigo;
E apesar disso, crê! nunca pensei num lar
Onde fosses feliz, e eu feliz contigo.

Por ti nunca chorei nenhum ideal desfeito.
E nunca te escrevi nenhuns versos românticos.
Nem depois de acordar te procurei no leito
Como a esposa sensual do Cântico dos Cânticos.

Se é amar-te não sei. Não sei se te idealizo
A tua cor sadia, o teu sorriso terno…
Mas sinto-me sorrir de ver esse sorriso
Que me penetra bem, como este sol de Inverno.

Passo contigo a tarde e sempre sem receio
Da luz crepuscular, que enerva, que provoca.
Eu não demoro o olhar na curva do teu seio
Nem me lembrei jamais de te beijar na boca.

Eu não sei se é amor. Será talvez começo…
Eu não sei que mudança a minha alma pressente…
Amor não sei se o é, mas sei que te estremeço,
Que adoecia talvez de te saber doente.

CAMILO de Almeida PESSANHA nasceu em Coimbra a 7 de Setembro de 1867 e morreu, tuberculoso, em Macau (China) a 1 de Março de 1926. Filho natural de um estudante de Direito e de uma tricana, andou na infância pelos Açores, Mogadouro e Lamego. Cursou Direito na universidade da sua terra natal (1883/91) e começou por exercer advocacia em Trás-os-Montes. Em seguida, abalou para Macau, onde acamaradou, durante três anos, com o escritor Wenceslau de Morais e teve, em 1896, um filho, João Manuel, duma companheira chinesa, falecido, poucos anos depois, do mesmo mal que havia de vitimar o pai. Foi professor de filosofia no liceu de Macau (1894), conservador do registo predial (1900) e juiz (1904). Entretanto, fazia várias visitas à metrópole: a primeira em 1896/97, a segunda em 1899/1900, a terceira de Agosto de 1905 a Janeiro de 1909 e a última de Setembro de 1915 a Março de 1916. Em 1911, foi exonerado do cargo de conservador e voltou a consagrar-se ao magistério liceal. Viciado em absinto e ópio, publicou os seus poemas com o título «Clepsydra» em 1920. A sua poesia é, ao mesmo tempo, plástica e musical, fazendo do seu autor o maior poeta simbolista português. Algumas características: abulia e ataraxia, cepticismo e pessimismo, inspiração lancinante e volúpia erótico-necrófila, nirvana e panteísmo difuso…

O soneto transcrevê-mo-lo de «Os Dias do Amor, Um poema para cada dia do ano», Recolha, selecção e organização de Inês Ramos, Prefácio de Henrique Manuel Bento Fialho, Ministério dos Livros. A nota biobliográfica foi extraída de «A Circulatura do Quadrado – Alguns dos Mais Belos Sonetos de Poetas cuja Mátria é a Língua Portuguesa. Introdução, coordenação e notas de António Ruivo Mouzinho. Edições Unicepe – Cooperativa Livreira de Estudantes do Porto 2004.

Ler neste blog, do mesmo autor:
Desce em Folhedos Tenros a Colina
Estátua
Foi um dia de inúteis agonias
Quem poluiu quem rasgou os meus lençois de linho
Floriram por engano as rosas bravas
Caminho
Ao longe os barcos de flores
Queda

 

Happy birthday – Ana Hickman

Filed under: Ana Hickman,celebrities,wallpapers — looking4good @ 1:57 am

Ana Hickman

 

Happy birthday – Ana Hickman

Filed under: Ana Hickman,celebrities,wallpapers — looking4good @ 1:57 am

Ana Hickman

 

On this day in History – Mar. 01

Filed under: efemerides,This Day in History — looking4good @ 1:07 am