Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Benfica ganha em Coimbra e repõe a distância da liderança para um ponto Novembro 23, 2008

Filed under: Académica,Benfica,Futebol,Liga Sagres — looking4good @ 10:17 pm
Académica

0-2
Benfica

Vitória tranquila de equipa com muitas opções

O Benfica ganhou em Coimbra no dia 24 de Novembro de 2007 e desde então a Académica não perdia em casa. Surpreendeu a entrada de David Luís na esquerda da defesa encarnada e Binya em vez de Katsouranis. Na frente a opção foi por Cardozo ficando Suazo no banco. Os encarnados de Lisboa entraram forte no jogo e colocaram a Académica a jogar no meio campo defensivo e em contra-ataque.

Apesar disso os locais beneficiaram de dois livres perto da lateral esquerda da área do Benfica (direita do ataque coimbrão) e num deles a bola despachada da defesa proporcionou um remate de Songou que levou a bola a bater na quina da baliza de Quim. Aos trinta minutos o Benfica inaugurou o marcador por Ruben Amorim após um passe de ruptura de Nuno Gomes com o médio encarnado a marcar o seu primeiro golo no Benfica. A equipa da Académica demorou a reagir ao golo apesar de Lito ter tido a hipótese de empatar não houvesse falhado o remate aos 38′. Tal reacção só viria a suceder já na segunda parte depois de estar a perder por 0-2, isto porque logo no recomeço Reyes (que fez um excelente jogo e sobre o qul foram cometidas muitas faltas) tirou um penalty que Cardozo converteu aos 47′.

Por volta da uma hora de jogo Domigos fex duas substituições na sua equipa e então sim a Académica dispõs de mais poder ofensivo. Os locais chegaram a meter a bola dentro da baliza mas por um jogador em posição de fora de jogo devidamente sancionada. Pertenceria ao Benfic,a ainda, a maior oportunidade de golo. Yebda lançou do meio campo para a meia esquerda Suazo (recém-entrado) bateu em velocidade o defesa directo e chegou primeiro que o guarda-redes finalizando com um chapéu de pé direito que fez a bola a bater no poste.

O Benfica com dois golos de avanço agora já sem o controlo de jogo que tivera antes limitou-se a ver o tempo passar e confirmar a quarta vitória seguida na Liga Sagres.

A arbitragem não teve muitos problemas mas ficaram dúvidas no penalty apontado por (pretensa?) falta de Pavlovic sobre Reyes.

Árbitro: Pedro Proença (AF Lisboa)

Académica – Peskovic; Pedrinho, Orlando, Luiz Nunes e Edson; Miguel Pedro, Pavlovic (Carlos Aguiar, 60 m) e Nuno Piloto; Lito (Éder, 60 m), Garcés e Sougou (Madej, 75 m).

Suplentes não utilizados: Pedro Roma, Cléber, Cris e Tiero.

Benfica – Quim; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e David Luiz; Ruben Amorim (Jorge Ribeiro, 80 m), Binya, Yebda e Reyes (Balboa, 86 m); Nuno Gomes e Cardozo (Suazo, 61 m).

Suplentes não utilizados: Moreira, Miguel Vítor, Carlos Martins, e Aimar.

Disciplina: cartão amarelo a Pavlovic (46 m), Luiz Nunes (53 m), David Luiz (59 m), Nuno Piloto (64 m), Binya (67 m), Maxi (89 m).

Marcador: 0-1 por Ruben Amorim (30 m); Cardozo (47 m de pen.).
46′ – Cartão amarelo para Pavlovic no lance de penalty assinalado sobre Reyes.
54′ – Cartão amarelo a Luíz Nunes por falta sobre Reyes.
60′ – Cartão amarelo a David Luiz, por falta sobre Sougou.
65′ – Cartão amarelo a Nuno Piloto por jogar a bola com o braço.
68′ – Cartão amarelo a Binya por falta no meio campo junto à lateral numa jogada confusa.
90′ – Cartão amarelo a Maxi Pereira por agarrar Miguel Pedro.

Anúncios
 

Benfica ganha em Coimbra e repõe a distância da liderança para um ponto

Filed under: Académica,Benfica,Futebol,Liga Sagres — looking4good @ 10:17 pm
Académica

0-2
Benfica

Vitória tranquila de equipa com muitas opções

O Benfica ganhou em Coimbra no dia 24 de Novembro de 2007 e desde então a Académica não perdia em casa. Surpreendeu a entrada de David Luís na esquerda da defesa encarnada e Binya em vez de Katsouranis. Na frente a opção foi por Cardozo ficando Suazo no banco. Os encarnados de Lisboa entraram forte no jogo e colocaram a Académica a jogar no meio campo defensivo e em contra-ataque.

Apesar disso os locais beneficiaram de dois livres perto da lateral esquerda da área do Benfica (direita do ataque coimbrão) e num deles a bola despachada da defesa proporcionou um remate de Songou que levou a bola a bater na quina da baliza de Quim. Aos trinta minutos o Benfica inaugurou o marcador por Ruben Amorim após um passe de ruptura de Nuno Gomes com o médio encarnado a marcar o seu primeiro golo no Benfica. A equipa da Académica demorou a reagir ao golo apesar de Lito ter tido a hipótese de empatar não houvesse falhado o remate aos 38′. Tal reacção só viria a suceder já na segunda parte depois de estar a perder por 0-2, isto porque logo no recomeço Reyes (que fez um excelente jogo e sobre o qul foram cometidas muitas faltas) tirou um penalty que Cardozo converteu aos 47′.

Por volta da uma hora de jogo Domigos fex duas substituições na sua equipa e então sim a Académica dispõs de mais poder ofensivo. Os locais chegaram a meter a bola dentro da baliza mas por um jogador em posição de fora de jogo devidamente sancionada. Pertenceria ao Benfic,a ainda, a maior oportunidade de golo. Yebda lançou do meio campo para a meia esquerda Suazo (recém-entrado) bateu em velocidade o defesa directo e chegou primeiro que o guarda-redes finalizando com um chapéu de pé direito que fez a bola a bater no poste.

O Benfica com dois golos de avanço agora já sem o controlo de jogo que tivera antes limitou-se a ver o tempo passar e confirmar a quarta vitória seguida na Liga Sagres.

A arbitragem não teve muitos problemas mas ficaram dúvidas no penalty apontado por (pretensa?) falta de Pavlovic sobre Reyes.

Árbitro: Pedro Proença (AF Lisboa)

Académica – Peskovic; Pedrinho, Orlando, Luiz Nunes e Edson; Miguel Pedro, Pavlovic (Carlos Aguiar, 60 m) e Nuno Piloto; Lito (Éder, 60 m), Garcés e Sougou (Madej, 75 m).

Suplentes não utilizados: Pedro Roma, Cléber, Cris e Tiero.

Benfica – Quim; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e David Luiz; Ruben Amorim (Jorge Ribeiro, 80 m), Binya, Yebda e Reyes (Balboa, 86 m); Nuno Gomes e Cardozo (Suazo, 61 m).

Suplentes não utilizados: Moreira, Miguel Vítor, Carlos Martins, e Aimar.

Disciplina: cartão amarelo a Pavlovic (46 m), Luiz Nunes (53 m), David Luiz (59 m), Nuno Piloto (64 m), Binya (67 m), Maxi (89 m).

Marcador: 0-1 por Ruben Amorim (30 m); Cardozo (47 m de pen.).
46′ – Cartão amarelo para Pavlovic no lance de penalty assinalado sobre Reyes.
54′ – Cartão amarelo a Luíz Nunes por falta sobre Reyes.
60′ – Cartão amarelo a David Luiz, por falta sobre Sougou.
65′ – Cartão amarelo a Nuno Piloto por jogar a bola com o braço.
68′ – Cartão amarelo a Binya por falta no meio campo junto à lateral numa jogada confusa.
90′ – Cartão amarelo a Maxi Pereira por agarrar Miguel Pedro.

 

Noite negra na Luz com Benfica goleado Abril 11, 2008

Filed under: Académica,Benfica,football,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 10:46 pm
Benfica logoAcadémica logo
Benfica

0-3

Académica

Académica não ganhava na Luz há 54 anos !!!

O Benfica que vinha de um empate no Bessa mas com grande exibição e muitas queixas da arbitragem tinha uma grande oportunidade de consolidar o segundo lugar antes de uma semana decisiva (jogo em Alvalade para as meias-finais da Taça de Portugal e visita ao Estádio do Dragão).

Luisão regressou à equipa e não podia tê-lo feito de modo pior. Logo aos 3′ pretendeu atrasar a bola para Quim mas colocou-a nos pés de Miguel Pedro, que aproveitou para bem cedo pôr a Académica a ganhar. Dois minutos após, Cardozo (outra exibição inglória com seis remates e nenhum à baliza, para além de ter saido a poucos minutos do fim lesionado…) a desperdiçar o empate.

Depois o que aconteceu nem dá para acreditar contando. Só vendo e mesmo assim…

A equipa ficou nervosa o desacerto acentuou-se, os avançados caíam com frequência no fora de jogo bem montado pela defesa coimbrã e num livre, Berger, marcado por Nuno Gomes, desviou de cabeça fazendo o 0-2 aos 32′.

Quando perto do final da primeira parte Di Maria, rematou ao poste mal havia entrado para substituir Binya, percebeu-se que a derrota iria acontecer.

Na segunda parte o desacerto foi geral, o Benfica ainda criou algumas oportunidades, numa Cristian Rodriguez isolado perante Nóvoa não soube desfeitear o guarda-redes da Académica que mais tarde respondeu com grande defesa a remate de longe.

O incrível aconteceu quando Luís Aguiar faz o terceiro aproveitando um ressalto de bola num defesa encarnado. As substituições foram desordenadas e nada trouxeram de novo. A exibição «negra» do Benfica consumou-se batendo mais um record negativo. A Académica só ganhara uma vez na Luz e fora há 54 anos!!! E a Académica chegou a ter grandes equipas. Agora, a lutar pela manutenção esta Académica goleou o Benfica e por 3-0, coisa que não acontecia há vários anos e por lá jogaram Liverpool, Milan, Manchester United, Barcelona e afins…

Enfim, o Benfica tem o segundo lugar perdido e jogando em casa do Porto na próxima jornada tem mesmo grandes probabilidades de nem o terceiro lugar conseguir. Também dificilmente o Benfica recuperarará psicologicamente para o jogo decisivo da Taça na próxima 4ª. feira em Alvalade… É o que se vai ver…

A arbitragem tmbém começou por não agradar comu m fora de jogo que foi deixado passar a um avançado da Académica que quase dava o 2-0 na altura, mas desta vez nem penalties nem de erros graves o Benfica se pode queixar, a não ser dos seus próprios.

Estádio da Luz
Árbitro: Paulo Baptista (Portalegre)

BENFICA – Quim; Nélson, Luisão, Katsouranis e Léo (Makukula, 72m); Petit; Binya (Di Maria, 41m), Rodriguez e Rui Costa; Nuno Gomes (Mantorras, 63m) e Cardozo.

ACADÉMICA – Pedro Roma; Pedrinha, Berger, Orlando, Kaká e Pedro Costa; Nuno Piloto, Luis Aguiar (Ivanildo, 81m) e Cris; Miguel Pedro (Edgar, 74m) Lito (Tiero, 85m).

Golos: 0-1; Miguel Pedro (3); 0-2, Berger (32); 0-3, Luís Aguiar (65);

Acção disciplinar: cartão amarelo a Léo, Edgar, Petit

 

Noite negra na Luz com Benfica goleado

Filed under: Académica,Benfica,football,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 10:46 pm
Benfica logoAcadémica logo
Benfica

0-3

Académica

Académica não ganhava na Luz há 54 anos !!!

O Benfica que vinha de um empate no Bessa mas com grande exibição e muitas queixas da arbitragem tinha uma grande oportunidade de consolidar o segundo lugar antes de uma semana decisiva (jogo em Alvalade para as meias-finais da Taça de Portugal e visita ao Estádio do Dragão).

Luisão regressou à equipa e não podia tê-lo feito de modo pior. Logo aos 3′ pretendeu atrasar a bola para Quim mas colocou-a nos pés de Miguel Pedro, que aproveitou para bem cedo pôr a Académica a ganhar. Dois minutos após, Cardozo (outra exibição inglória com seis remates e nenhum à baliza, para além de ter saido a poucos minutos do fim lesionado…) a desperdiçar o empate.

Depois o que aconteceu nem dá para acreditar contando. Só vendo e mesmo assim…

A equipa ficou nervosa o desacerto acentuou-se, os avançados caíam com frequência no fora de jogo bem montado pela defesa coimbrã e num livre, Berger, marcado por Nuno Gomes, desviou de cabeça fazendo o 0-2 aos 32′.

Quando perto do final da primeira parte Di Maria, rematou ao poste mal havia entrado para substituir Binya, percebeu-se que a derrota iria acontecer.

Na segunda parte o desacerto foi geral, o Benfica ainda criou algumas oportunidades, numa Cristian Rodriguez isolado perante Nóvoa não soube desfeitear o guarda-redes da Académica que mais tarde respondeu com grande defesa a remate de longe.

O incrível aconteceu quando Luís Aguiar faz o terceiro aproveitando um ressalto de bola num defesa encarnado. As substituições foram desordenadas e nada trouxeram de novo. A exibição «negra» do Benfica consumou-se batendo mais um record negativo. A Académica só ganhara uma vez na Luz e fora há 54 anos!!! E a Académica chegou a ter grandes equipas. Agora, a lutar pela manutenção esta Académica goleou o Benfica e por 3-0, coisa que não acontecia há vários anos e por lá jogaram Liverpool, Milan, Manchester United, Barcelona e afins…

Enfim, o Benfica tem o segundo lugar perdido e jogando em casa do Porto na próxima jornada tem mesmo grandes probabilidades de nem o terceiro lugar conseguir. Também dificilmente o Benfica recuperarará psicologicamente para o jogo decisivo da Taça na próxima 4ª. feira em Alvalade… É o que se vai ver…

A arbitragem tmbém começou por não agradar comu m fora de jogo que foi deixado passar a um avançado da Académica que quase dava o 2-0 na altura, mas desta vez nem penalties nem de erros graves o Benfica se pode queixar, a não ser dos seus próprios.

Estádio da Luz
Árbitro: Paulo Baptista (Portalegre)

BENFICA – Quim; Nélson, Luisão, Katsouranis e Léo (Makukula, 72m); Petit; Binya (Di Maria, 41m), Rodriguez e Rui Costa; Nuno Gomes (Mantorras, 63m) e Cardozo.

ACADÉMICA – Pedro Roma; Pedrinha, Berger, Orlando, Kaká e Pedro Costa; Nuno Piloto, Luis Aguiar (Ivanildo, 81m) e Cris; Miguel Pedro (Edgar, 74m) Lito (Tiero, 85m).

Golos: 0-1; Miguel Pedro (3); 0-2, Berger (32); 0-3, Luís Aguiar (65);

Acção disciplinar: cartão amarelo a Léo, Edgar, Petit

 

Noite negra na Luz com Benfica goleado

Filed under: Académica,Benfica,football,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 10:46 pm
Benfica logoAcadémica logo
Benfica

0-3

Académica

Académica não ganhava na Luz há 54 anos !!!

O Benfica que vinha de um empate no Bessa mas com grande exibição e muitas queixas da arbitragem tinha uma grande oportunidade de consolidar o segundo lugar antes de uma semana decisiva (jogo em Alvalade para as meias-finais da Taça de Portugal e visita ao Estádio do Dragão).

Luisão regressou à equipa e não podia tê-lo feito de modo pior. Logo aos 3′ pretendeu atrasar a bola para Quim mas colocou-a nos pés de Miguel Pedro, que aproveitou para bem cedo pôr a Académica a ganhar. Dois minutos após, Cardozo (outra exibição inglória com seis remates e nenhum à baliza, para além de ter saido a poucos minutos do fim lesionado…) a desperdiçar o empate.

Depois o que aconteceu nem dá para acreditar contando. Só vendo e mesmo assim…

A equipa ficou nervosa o desacerto acentuou-se, os avançados caíam com frequência no fora de jogo bem montado pela defesa coimbrã e num livre, Berger, marcado por Nuno Gomes, desviou de cabeça fazendo o 0-2 aos 32′.

Quando perto do final da primeira parte Di Maria, rematou ao poste mal havia entrado para substituir Binya, percebeu-se que a derrota iria acontecer.

Na segunda parte o desacerto foi geral, o Benfica ainda criou algumas oportunidades, numa Cristian Rodriguez isolado perante Nóvoa não soube desfeitear o guarda-redes da Académica que mais tarde respondeu com grande defesa a remate de longe.

O incrível aconteceu quando Luís Aguiar faz o terceiro aproveitando um ressalto de bola num defesa encarnado. As substituições foram desordenadas e nada trouxeram de novo. A exibição «negra» do Benfica consumou-se batendo mais um record negativo. A Académica só ganhara uma vez na Luz e fora há 54 anos!!! E a Académica chegou a ter grandes equipas. Agora, a lutar pela manutenção esta Académica goleou o Benfica e por 3-0, coisa que não acontecia há vários anos e por lá jogaram Liverpool, Milan, Manchester United, Barcelona e afins…

Enfim, o Benfica tem o segundo lugar perdido e jogando em casa do Porto na próxima jornada tem mesmo grandes probabilidades de nem o terceiro lugar conseguir. Também dificilmente o Benfica recuperarará psicologicamente para o jogo decisivo da Taça na próxima 4ª. feira em Alvalade… É o que se vai ver…

A arbitragem tmbém começou por não agradar comu m fora de jogo que foi deixado passar a um avançado da Académica que quase dava o 2-0 na altura, mas desta vez nem penalties nem de erros graves o Benfica se pode queixar, a não ser dos seus próprios.

Estádio da Luz
Árbitro: Paulo Baptista (Portalegre)

BENFICA – Quim; Nélson, Luisão, Katsouranis e Léo (Makukula, 72m); Petit; Binya (Di Maria, 41m), Rodriguez e Rui Costa; Nuno Gomes (Mantorras, 63m) e Cardozo.

ACADÉMICA – Pedro Roma; Pedrinha, Berger, Orlando, Kaká e Pedro Costa; Nuno Piloto, Luis Aguiar (Ivanildo, 81m) e Cris; Miguel Pedro (Edgar, 74m) Lito (Tiero, 85m).

Golos: 0-1; Miguel Pedro (3); 0-2, Berger (32); 0-3, Luís Aguiar (65);

Acção disciplinar: cartão amarelo a Léo, Edgar, Petit

 

Noite negra na Luz com Benfica goleado

Filed under: Académica,Benfica,football,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 10:46 pm
Benfica logoAcadémica logo
Benfica

0-3

Académica

Académica não ganhava na Luz há 54 anos !!!

O Benfica que vinha de um empate no Bessa mas com grande exibição e muitas queixas da arbitragem tinha uma grande oportunidade de consolidar o segundo lugar antes de uma semana decisiva (jogo em Alvalade para as meias-finais da Taça de Portugal e visita ao Estádio do Dragão).

Luisão regressou à equipa e não podia tê-lo feito de modo pior. Logo aos 3′ pretendeu atrasar a bola para Quim mas colocou-a nos pés de Miguel Pedro, que aproveitou para bem cedo pôr a Académica a ganhar. Dois minutos após, Cardozo (outra exibição inglória com seis remates e nenhum à baliza, para além de ter saido a poucos minutos do fim lesionado…) a desperdiçar o empate.

Depois o que aconteceu nem dá para acreditar contando. Só vendo e mesmo assim…

A equipa ficou nervosa o desacerto acentuou-se, os avançados caíam com frequência no fora de jogo bem montado pela defesa coimbrã e num livre, Berger, marcado por Nuno Gomes, desviou de cabeça fazendo o 0-2 aos 32′.

Quando perto do final da primeira parte Di Maria, rematou ao poste mal havia entrado para substituir Binya, percebeu-se que a derrota iria acontecer.

Na segunda parte o desacerto foi geral, o Benfica ainda criou algumas oportunidades, numa Cristian Rodriguez isolado perante Nóvoa não soube desfeitear o guarda-redes da Académica que mais tarde respondeu com grande defesa a remate de longe.

O incrível aconteceu quando Luís Aguiar faz o terceiro aproveitando um ressalto de bola num defesa encarnado. As substituições foram desordenadas e nada trouxeram de novo. A exibição «negra» do Benfica consumou-se batendo mais um record negativo. A Académica só ganhara uma vez na Luz e fora há 54 anos!!! E a Académica chegou a ter grandes equipas. Agora, a lutar pela manutenção esta Académica goleou o Benfica e por 3-0, coisa que não acontecia há vários anos e por lá jogaram Liverpool, Milan, Manchester United, Barcelona e afins…

Enfim, o Benfica tem o segundo lugar perdido e jogando em casa do Porto na próxima jornada tem mesmo grandes probabilidades de nem o terceiro lugar conseguir. Também dificilmente o Benfica recuperarará psicologicamente para o jogo decisivo da Taça na próxima 4ª. feira em Alvalade… É o que se vai ver…

A arbitragem tmbém começou por não agradar comu m fora de jogo que foi deixado passar a um avançado da Académica que quase dava o 2-0 na altura, mas desta vez nem penalties nem de erros graves o Benfica se pode queixar, a não ser dos seus próprios.

Estádio da Luz
Árbitro: Paulo Baptista (Portalegre)

BENFICA – Quim; Nélson, Luisão, Katsouranis e Léo (Makukula, 72m); Petit; Binya (Di Maria, 41m), Rodriguez e Rui Costa; Nuno Gomes (Mantorras, 63m) e Cardozo.

ACADÉMICA – Pedro Roma; Pedrinha, Berger, Orlando, Kaká e Pedro Costa; Nuno Piloto, Luis Aguiar (Ivanildo, 81m) e Cris; Miguel Pedro (Edgar, 74m) Lito (Tiero, 85m).

Golos: 0-1; Miguel Pedro (3); 0-2, Berger (32); 0-3, Luís Aguiar (65);

Acção disciplinar: cartão amarelo a Léo, Edgar, Petit

 

Taça de Portugal: Sem surpresa o Benfica (também) passa Dezembro 9, 2007

Filed under: Académica,Benfica,Taça de Portugal — looking4good @ 11:45 pm
Benfica logoAcadémica logo
Benfica

3-1

Académica

Cardozo com mais dois golos…

Camacho aproveitou este jogo para fazer descansar alguns jogadores e rodar outros. Buttt em vez de Quim na baliza, Edcarlos em vez de David Luís na parceria com Luisão. Katsouranis, Maxi Pereira e Rui Costa também descansaram jogando Bynia, Di Maria e Nuno Assis.

Perante um público em fraco número (o mais baixo desde a inauguração do novo estádio, em jogos oficiais) o Benfica dominou a primeira parte do jogo, perante uma Académica fraquinha que nunca incomodou a sério o reduto defensivo encarnado e com muitas dificuldades mesmo na defesa, principalmente no jogo aéreo.

Assim, o Benfica mesmo sem jogar bem criava algumas oportunidades (Edcarlos à barra aos 8′ na sequência de um canto e uma tabelinha Cardozo-Nuno Gomes-Cardozo com este a disparar por cima da barra) e por isso não estranhou o golo do Benfica aos 40′. Houve uma sequência de quatro pontapés de canto, três da direita do ataque e o quarto da esquerda. Este foi apontado por Nuno Assis e Luisão de cabeça inaugurou o marcador.

Passados poucos minutos numa jogada rápida Léo assistiu Cardozo que flectiu um pouco para a esquerda mas com tempo para rematar cruzado de pé esquerdo (pois claro) à saída de Pedro Roma, fazendo o segundo golo.

Com 2-0 ao intervalo e perante a fraca capacidade da equipa de Coimbra esperava-se uma segunda parte tranquila lá para os lados da Luz. A verdade é que Domingos Paciencia fez entrar Ivanildo ao intervalo mas mais do que isso conseguiu alterar a postura da equipa. Hélder Barbosa apareceu com algumas boas iniciativas de ataque e com o golo de N’Doye num remate de muito longe (com muitas culpas para Butt) aos 53′, a Académica passou a acreditar que o jogo ainda estava «vivo». Em contrapartida a equipa do Benfica, que já havia perdido Léo (lesionado no início da segunda parte foi substituído por Luís Filipe), perdeu o controlo do meio-campo e o 2-2 esteve para acontecer. Uma excelente jogada de Hélder Barbosa concluida com remate cruzado e a bola a bater no poste direito da baliza de Butt.

O resultado esteve em aberto até perto do final, até que outra vez na sequência de um canto da esquerda do ataque encarnado a bola foi para o outro lado recolhida por Nuno Assis que deu um toque para Nuno Gomes cruzar e pôr a bola na cabeça de Cardozo que, livre de maracação, fez de cabeça o 3-1 final.

Carlos Xistra marcou muitas faltinhas e mostrou porque nunca será um árbitro de grande categoria. Na primeira parte pareceu existir um penalty sobre Nuno Assis (empurrão de Pavlovic) e na segunda parte Cardozo ganhou a bola a um defesa, com o ataque do Benfica a ficar em situação de dois para um, mas o árbitro a considerar que tinha havido falta (inexistente) de Cardozo.

Estádio da Luz, em Lisboa

Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco)

BENFICA – Butt; Nélson, Luisão, Edcarlos e Léo (Luís Filipe, 48 m); Nuno Assis, Petit, Binya e Di Maria (Freddy Adu, 75 m); Nuno Gomes e Cardozo (Mantorras, 87 m).

ACADÉMICA – Pedro Roma; Pedro Costa, Litos, Kaká e Vítor Vinha; Pavlovic, Paulo Sérgio (Ivanildo, 46 m) e N´Doye (Miguel Pedro, 68 m); Lito, Joeano (Gyano, 66 m) e Hélder Barbosa.

Golos: 1-0, Luisão (40 m), 2-0, Cardozo (44 m); 2-1, N´Doye (53 m), 3-1, Cardozo (85 m).

Disciplina: Cartão amarelo a Kaká, Litos, Edcarlos, Pavlovic, Binya e Luís Filipe.