Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Poema de Canção Sobre a Esperança – Álvaro de Campos Novembro 30, 2006

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 10:46 am


I
Dá-me lírios, lírios,
E rosas também.
Mas se não tens lírios
Nem rosas a dar-me,
Tem vontade ao menos
De me dar os lírios
E também as rosas.
Basta-me a vontade,
Que tens, se a tiveres,
De me dar os lírios
E as rosas também,
E terei os lírios –
Os melhores lírios –
E as melhores rosas
Sem receber nada,
a não ser a prenda
Da tua vontade
De me dares lírios
E rosas também.

II

Usas um vestido
Que é uma lembrança
Para o meu coração.
Usou-o outrora
Alguém que me ficou
Lembrada sem vista.
Tudo na vida
Se faz por recordações.
Ama-se por memória.
Certa mulher fez-nos ternura
Por um gesto que lembra a nossa mãe.
Certa rapariga fez-nos alegria
Por falar como a nossa irmã.
Certa criança arranca-nos da desatenção
Porque amámos uma mulher parecida com ela
Quando éramos jovens e não lhe falávamos.
Tudo é assim, mais ou menos,
O coração anda aos trambolhões.
Viver é desencontrar-se consigo mesmo.
No fim de tudo, se tiver sono, dormirei.
Mas gostava de te encontrar e que falássemos.
Estou certo que simpatizaríamos um com o outro.
Mas se não nos encontrarmos, guardarei o momento
Em que pensei que nos poderíamos encontrar.
Guardo tudo,
Guardo as cartas que me escrevem,
Guardo até as cartas que não me escrevem –
Santo Deus, a gente guarda tudo mesmo que não queira,
E o teu vestido azulinho, meu Deus, se eu pudesse atrair
Através dele até mim!
Enfim, tudo pode ser…
És tão nova – tão jovem, como diria o Ricardo Reis –
E a minha visão de ti explode literariamente,
E deito-me para trás na praia e rio e como um elemental inferior,
Arre, sentir cansa e a vida é quente quando o sol está alto.
Boa noite na Áustrália

17/6/1929
in Álvaro de Campos Poesia -edição Teresa Rita Lopes, Assírio & Alvim

FernandoPessoa (n. Lisboa, 13 Jun 1888; m. Lisboa, 30 Nov 1935)

Anúncios
 

Poema de Canção Sobre a Esperança – Álvaro de Campos

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 10:46 am


I
Dá-me lírios, lírios,
E rosas também.
Mas se não tens lírios
Nem rosas a dar-me,
Tem vontade ao menos
De me dar os lírios
E também as rosas.
Basta-me a vontade,
Que tens, se a tiveres,
De me dar os lírios
E as rosas também,
E terei os lírios –
Os melhores lírios –
E as melhores rosas
Sem receber nada,
a não ser a prenda
Da tua vontade
De me dares lírios
E rosas também.

II

Usas um vestido
Que é uma lembrança
Para o meu coração.
Usou-o outrora
Alguém que me ficou
Lembrada sem vista.
Tudo na vida
Se faz por recordações.
Ama-se por memória.
Certa mulher fez-nos ternura
Por um gesto que lembra a nossa mãe.
Certa rapariga fez-nos alegria
Por falar como a nossa irmã.
Certa criança arranca-nos da desatenção
Porque amámos uma mulher parecida com ela
Quando éramos jovens e não lhe falávamos.
Tudo é assim, mais ou menos,
O coração anda aos trambolhões.
Viver é desencontrar-se consigo mesmo.
No fim de tudo, se tiver sono, dormirei.
Mas gostava de te encontrar e que falássemos.
Estou certo que simpatizaríamos um com o outro.
Mas se não nos encontrarmos, guardarei o momento
Em que pensei que nos poderíamos encontrar.
Guardo tudo,
Guardo as cartas que me escrevem,
Guardo até as cartas que não me escrevem –
Santo Deus, a gente guarda tudo mesmo que não queira,
E o teu vestido azulinho, meu Deus, se eu pudesse atrair
Através dele até mim!
Enfim, tudo pode ser…
És tão nova – tão jovem, como diria o Ricardo Reis –
E a minha visão de ti explode literariamente,
E deito-me para trás na praia e rio e como um elemental inferior,
Arre, sentir cansa e a vida é quente quando o sol está alto.
Boa noite na Áustrália

17/6/1929
in Álvaro de Campos Poesia -edição Teresa Rita Lopes, Assírio & Alvim

FernandoPessoa (n. Lisboa, 13 Jun 1888; m. Lisboa, 30 Nov 1935)

 

Aniversário da morte de Fernando Pessoa

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 9:21 am

Image Hosted by ImageShack.us

Faz hoje 71 anos que Fernando Pessoa faleceu em Lisboa. Um dos maiores poetas de todos os tempos, tão grande que não cabendo em si teve de criar vários, sob os seus heterónimos. Por este blog dispersam-se fragmentos da sua obra.

Assim podem ler:
Tabacaria
Liberdade
O guardador de rebanhos – X (Alberto Caeiro)
O guardador de rebanhos – XXI (Alberto Caeiro)
O guardador de rebanhos – XXVIII (ALlberto Caeiro)
O Tejo é mais belo …
Odes – Ricardo Reis
Cruz na porta da tabacaria
Fragmentos do Livro do desassossego – Bernardo Soares
Afinal a melhor maneira de viajar é sentir…
Todas as cartas de amor são…
Se te queres matar …
Dai-me rosas e lírios…
Sou vil, sou reles como toda a gente…
Não sei se é amor que tens
O que há em mim é sobretudo cansaço
Mar português
Ode marcial – h
Lycanthropy
Conselho
Para além da curva da estrada (Alberto Caeiro)
Sopra demais o vento
Poema da Canção sobre a Esperança

 

On this day in History – Nov. 30

Filed under: efemerides,This Day in History — looking4good @ 1:16 am
 

Uefa Cup – Matchday 4 Novembro 29, 2006

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 10:25 pm

Uefa Cup – Matchday 4 – November 29
Groups A – D

Auxerre and Sevilla starred
Only Tottenham and Parma have 100% points

Group A
Livorno 1-1 M. Haifa [1-0 Lucarelli 20′; 1-1 Colautti 90+3′]
Partizan 1-4 Auxerre [1-0 Neb. Marinković 5; / Cheyrou 18′, D. Niculae 24′, Akalé 36′, Pieroni 82′ ]

1. Rangers 7 P (3 G)
2. M. Haifa 7 (4)
3. Auxerre 4 (3)
4. Livorno 2 (4)
5. Partizan 1 (3)

Rangers and Macabi Haifa are already qualified. Auxerre-Livorno will decide the third team
Group B
Dinamo Bucuresti 2-1 Leverkusen
Beşiktaş 2-1 Club Brugge

1. Tottenham 9 P (3G)
2. D. Bucuresti 7 (3)
3. Besiktas 3 (3)
4. Brugges 2 (4)
5. Leverkusen 1 (3)

Tottenham and D. Bucuresti qualified; Leverkusen-Besiktas will decide the third team to qualify
Group C
Grasshoppers 0-4 Sevilla
AZ 2-2 Liberec

1. Sevilla 7 (3)
2. Az 7 (3)
3. Liberec 5 (4)
4. Braga 3 (3)
5. Grasshoppers 0 (3)

Sevilla and AZ already qualified. Braga-Grasshoppers will decide the third team to qualify. Braga needs to win, if not is Liberec the qualified
Group D
Lens 1-2 Parma
Osasuna 3-1 OB

1. Parma 9 P (3 G)
2. Lens 4 (3)
3. Osasuna 4 (3)
4. OB 4 (4)
5. Hereeveen 1 (3)

Parma is qualified; Parma-Osasuna and Hereeveen-Lens (last Matchday) will decide the next two teams to qualify
Tomorrow – 30 November
Group E
Nancy 19:45 Feyenoord
Wisła 19:45 Basel

Group F
Ajax 19:45 Espanyol
Austria 19:45 Sparta

Group G
Mladá Boleslav 19:45 PSG
Panathinaikos 20:45 Rapid Bucuresti

Group H
Celta 19:45 Fenerbahçe
Eintracht 19:45 Newcastle

 

Uefa Cup – Matchday 4

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 10:25 pm

Uefa Cup – Matchday 4 – November 29
Groups A – D

Auxerre and Sevilla starred
Only Tottenham and Parma have 100% points

Group A
Livorno 1-1 M. Haifa [1-0 Lucarelli 20′; 1-1 Colautti 90+3′]
Partizan 1-4 Auxerre [1-0 Neb. Marinković 5; / Cheyrou 18′, D. Niculae 24′, Akalé 36′, Pieroni 82′ ]

1. Rangers 7 P (3 G)
2. M. Haifa 7 (4)
3. Auxerre 4 (3)
4. Livorno 2 (4)
5. Partizan 1 (3)

Rangers and Macabi Haifa are already qualified. Auxerre-Livorno will decide the third team
Group B
Dinamo Bucuresti 2-1 Leverkusen
Beşiktaş 2-1 Club Brugge

1. Tottenham 9 P (3G)
2. D. Bucuresti 7 (3)
3. Besiktas 3 (3)
4. Brugges 2 (4)
5. Leverkusen 1 (3)

Tottenham and D. Bucuresti qualified; Leverkusen-Besiktas will decide the third team to qualify
Group C
Grasshoppers 0-4 Sevilla
AZ 2-2 Liberec

1. Sevilla 7 (3)
2. Az 7 (3)
3. Liberec 5 (4)
4. Braga 3 (3)
5. Grasshoppers 0 (3)

Sevilla and AZ already qualified. Braga-Grasshoppers will decide the third team to qualify. Braga needs to win, if not is Liberec the qualified
Group D
Lens 1-2 Parma
Osasuna 3-1 OB

1. Parma 9 P (3 G)
2. Lens 4 (3)
3. Osasuna 4 (3)
4. OB 4 (4)
5. Hereeveen 1 (3)

Parma is qualified; Parma-Osasuna and Hereeveen-Lens (last Matchday) will decide the next two teams to qualify
Tomorrow – 30 November
Group E
Nancy 19:45 Feyenoord
Wisła 19:45 Basel

Group F
Ajax 19:45 Espanyol
Austria 19:45 Sparta

Group G
Mladá Boleslav 19:45 PSG
Panathinaikos 20:45 Rapid Bucuresti

Group H
Celta 19:45 Fenerbahçe
Eintracht 19:45 Newcastle

 

O Milagre das Rosas – Campos de Figueiredo

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 10:50 am
Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Valerio Castello : The Miracle of the Roses
Oil on canvas, 47,5 x 37,5 cm; The Hermitage, St. Petersburg
click to enlarge
Trazia ouro aos Pobres… dava estrelas,
que no jardim azul do céu colhera,
mas, quando El-Rei Dinis desejou vê-las,
floriu, no seu regaço, a primavera.

– «Vêde», são rosas brancas, fui colhê-las
para os gafos, Senhor! Julgáveis que era
dinheiro em vez de flores? A Deus prouvera
que em oiro e pão pudesse convertê-las!»

Repete-se o milagre, eternamente:
caem do céu, às horas do poente,
rosas de oiro, vermelhas, a sangrar…

E à noite, é Ela sempre que, na treva,
sobre a linda Cidade medieva,
desfolha rosas brancas, ao luar!

José Campos de Figueiredo (n. Sernache, Coimbra, a 6 Mai 1899; m. em Coimbra a 29 Nov 1965)