Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Management Lesson (XI) – É tudo uma questão de circulação do dinheiro… Maio 25, 2009

Filed under: economia,Management — looking4good @ 7:36 pm
Nota de 100 eurosNuma pequena vila em que nada de especial acontece, sente-se a crise de forma profunda. Toda a gente deve a toda a gente.

Um turista, aparentemente rico, entra no pequeno hotel local. Pede um quarto e põe uma nota de 100 € no balcão.

Pede a chave do quarto e sobe ao 3º andar para verificar se o quarto lhe agrada.

O dono do hotel pega na nota de 100€ e paga ao fornecedor de carne a quem deve 100€.

O talhante pega no dinheiro e paga ao fornecedor de leitões os 100€ que devia há algum tempo.

Este, por sua vez, paga ao criador de gado que lhe vendera a carne. Por sua vez este, rapidamente, decide pagar os 100€ a uma prostituta que lhe avançara favores a crédito.

Esta recebe os 100€, dirige-se ao hotel onde devia 100€ pela utilização dos quartos onde recebia os clientes.

Neste momento o turista vai à recepção e informa o dono do hotel que o quarto proposto não lhe agrada e que pretende desistir.

Pede a devolução dos 100€. Recebe o dinheiro e sai.

Não houve neste movimento de dinheiro qualquer lucro ou valor acrescentado. Contudo, todos liquidaram as suas dívidas e a população desta vila passou a encarar o futuro com optimismo.

PS: O que falta é simplesmente que chegue o tal turista aparentemente rico e o dinheiro passe a circular!

Anúncios
 

Management lesson (XII) Maio 5, 2009

Filed under: Actualidade,Management,opinião — looking4good @ 11:58 pm
Quando se analisa mais de perto a realidade das grandes empresas, em especial no sector das obras públicas, verifica-se que uma vasta parcela do que é contratado é adjudicado, em subempreitada, a uma multiplicidade de empresas, a maioria delas PME. Mesmo que assim não fosse, as empresas que ganhassem os concursos empregariam milhares de trabalhadores, desde operários a pessoal muito qualificado, e usariam uma panóplia de materiais e equipamentos que teriam de lhes ser fornecidos. Muito provavelmente, por PME. Como as pessoas não vivem de ar e vento, uma parte do que ganham seria consumido. Aumentando a procura. Muito provavelmente, das PME. E tal tem um efeito multiplicador, como argumenta o Governo. Atacar esses projectos por apenas beneficiarem as grandes empresas, é dar o flanco e revela ignorância sobre a forma como funciona a economia hoje, o que é tanto mais grave quanto mais “pró mercado” são alguns dos arautos desta verdade. (Alberto de Castro in JN de 5 de Maio de 2009)
 

Management lesson (XI) Maio 4, 2009

Filed under: Management,Sporting — looking4good @ 9:52 pm

Na vida, temos de ter coragem para mudarmos aquilo que podemos mudar, ter tranquilidade para aceitar aquilo que não podemos mudar e ter a sabedoria para distinguirmos a diferença (Soares Franco, Presidente do Sporting Club de Portugal).

 

Management lesson (X): Humor – Eu quero a Natália! Fevereiro 4, 2009

Filed under: Humor,Management — looking4good @ 7:26 pm
A Madame abre a porta do bordel e encontra um velhinho vestido com roupa modesta.

– ‘Diga ?’ , pergunta ela.- ‘Eu quero a Natália’, respondeu o velhinho. – ‘Caro senhor, a Natália é uma das nossas ‘meninas’ mais caras. Talvez eu lhe possa apresentar alguma outra…’- ‘Não, eu quero a Natália!’, insiste o velhinho. Então a Natália aparece, um espectáculo…, em saltos altos, corpete, meias e cinto de ligas e diz ao velhinho que o preço é de 500 Euros por visita. O velhote nem pisca e, tirando o dinheiro da carteira, diz que tudo bem. Então ela leva-o para o quarto onde ele passa uma hora inesquecível, com sexo louco como nunca tinha tido.

Na noite seguinte, o velhinho aparece novamente e chama pela Natália. Ela estranha e diz que não fará qualquer desconto pela fidelização. O velhinho tira mais 5 notas de 100 euros e entrega à rapariga, que o leva para o quarto onde a sessão se repete, ainda melhor que no dia anterior.

Na noite seguinte, ninguém acredita: mais uma vez o velhote aparece, risonho e assanhado, entrega o dinheiro à moça e tornam a ir para o quarto. Depois da hora que passaram juntos, Natália não resiste e pergunta ao velhinho:- ‘Ninguém usou os meus serviços três noites seguidas porque sou a melhor desta casa e levo muito caro. De onde é o senhor? ‘- ‘Sou de Cuba, no Alentejo! ‘, responde o velhinho- ‘Sério? Eu tenho uma irmã que mora em Cuba!’- ‘Eu sei, foi ela que me pediu para lhe entregar os 1500 Euros.’

Moral da história: «Em momentos de crise, só a imaginação é mais importante do que o conhecimento». (Albert Einstein). Para a maioria trata-se de mais uma anedota de alentejanos. Para os mais atentos é uma lição de gestão…

 

Não existe crise Janeiro 20, 2009

Filed under: Actualidade,Humor,Management — looking4good @ 9:13 pm

 

Não existe crise

Filed under: Actualidade,Humor,Management — looking4good @ 9:13 pm

 

Mudança de gestão estratégica no FCP Janeiro 10, 2009

Filed under: FC Porto,Futebol,Humor,Management — looking4good @ 7:30 pm
Depois do trânsito em julgado das decisões de condenação do FCP e do seu presidente Pinto da Costa no processo do apito dourado, por tentativa de corrupção, parece que o FCP mudou de estratégia. Antes «quinhentinhos», viagens ao Brasil, «café com leite», recepções em casa do presidente…

Agora aparentemente o orçamento assim libertado passou a ser empregue no investimento em jogadores de formação para emprestar a outros clubes. Deste modo os jogadores emprestados sempre podem complicar a vida aos rivais (o Benfica que o diga frente ao Trofense com destaque para Hélder Barbosa) e ao mesmo tempo «distribuir dividendos» quando jogam contra o próprio clube.

Neste jogo da Taça da Liga, o guarda-redes do Setúbal (?) deu o 1-0 ao FCP e com o empate à vista a dez minutos do fim Leandro Lima aliviou a bola por cima da baliza na marcação de um penalty.

O árbitro Soares Silva marcou dois penalties no mesmo jogo contra o Porto (há quantos séculos isso não acontecia?), coisa que no Jogo da Liga Sagres o árbitro do Porto-Marítimo não quiz fazer… (nem um sequer), mas os jogadores emprestados… compensaram.

Coisa bem estruturada porque no jogo anterior foi um novo candidato a guarda-redes do Nacional, mas que é defesa central, a dar o triunfo ao Porto… mas este não consta ser (ainda) do FCP.

É caso para dizer que a mudança estratégica tem menos riscos e dá mais resultado…