Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Sporting goleia Nacional Março 17, 2008

Filed under: football,Futebol,Liga Bwin,Nacional,Sporting — looking4good @ 11:18 pm

Sporting

4-1

Nacional
Quem viu a primeira parte não imaginaria este resultado…

O Sporting tinha um desafio importante depois dos resultados dos seus rivais e só a vitória interessava na luta pelo segundo lugar. Na primeira parte o Nacional com bom toque de bola não deu descanso aos leões que fizeram descansar Vukcevic no banco e não tinham Miguel Veloso.

Pode-se dizer até que o Nacional conseguiu criar mais vezes perigo do que a equipa da casa, emboora a maior oportunidade fsse do Sportng na sequência de um canto da direita, Gladstone rematou de cabeça para uma defesa com os pés do guarda-redes do Nacional e Liedson recarregou à boca da baliza mas um defesa deu o corpo à bola evitando o golo.

Seja como for era de apreensão o estado de espírito dos adeptos do Sporting ao intervalo face à inficácia de Tiauí e ao bom jogo do adversário. Paulo Bento fez entrar Vukcevic e no início da segunda parte a pressão da equipa da casa era maior com o Nacional a não sair para a ofensiva com a facilidade que o fizera na primeira parte. Uma jogada iniciada por Vukcevic com um toque precioso de Pereirinha desmarcou Liedson que isolou-se e facturou.

Os ecos deste golo ainda não se tinham esgotado e Moutinho num remate em jeito fazia o 2-0 no minuto seguinte. É claro que o jogo ficava resolvido, mas o Sporting aproveitava a onda e com João Moutinho e Liedson em destaque desfazia a classificação do Nacional em termos de segunda melhor defesa (isto em termos de golos sofridos). Num espaço de quatro minutos o Sporting marcava três golos com Liedson a apontar o terceiro. Pouco depois penalty sobre João Moutinho e Romagnoli (mais outro jogador a tentar a marcação de penalties) a falhar como ultimamente acontece invariavelmente ao Sporting. De imediato substituído por Yanick Djaló não demorou muito para este fazer o 4-0, perante um Nacional completamente esfrangalhado.

No campeonato passado o Sporting ganhara por 5-1 com quatro golos de Bueno e ameaçou fazer uma goleada surpreendente; no entanto, com o resultado feito era tempo de Paulo Bento gerir o plantel fazendo descansar João Moutinho para entrar Farnerud. Quando se ganha ou se está a ganhar parece que tudo corre melhor e desta vez até o sueco foi apoiado pelos adeptos realizando com boas aberturas. O resultado ficou esbatido um pouco já perto do fim quando Lipatín desviou a bola após um pontapé de canto, reduzindo a diferença final.

O Sporting igualou o Setúbal no quarto-lugar e este duo está a 4 pontos de Benfica e Guimarães, mas os leões beneficiam de um calendário teoricamente mais favorável com 4 jogos em casa e 3 foras sendo estes comequipas que estão nos ultimos lugares da classificação: Naval, Leiria e Paços de Ferreira, enquanto o Benfica tem de ir ao Bessa e ao Dragão e recebe ainda Belenenses e Setúbal.

Estádio: Estádio José Alvalade
Árbitros: Cosme Machado, Aux – Alfredo Braga, Tomás Santos

Sporting – Rui Patrício; Abel, Gladstone, Polga e Ronny; Pereirinha, Adrien, João Moutinho (Farnerud, 76 m) e Romagnoli (Yanick Djaló aos 64′) ; Liedson e Tiuí (Vukcevic, 46 m).

Suplentes não utilizados: Stojkovic, Pedro Silva, Izmailov, Celsinho e Yannick.

Nacional – Bracalli; Patacas, Cardozo, Ricardo Fernandes e Alonso; Edson, Cléber e Juliano; Fellype Gabriel (Juninho, 68 m), Lipatin e Fábio Coentrão (Rodrigo, 66 m).

Marcador: 1-0 por Liedson (55 m), 2-0 por João Moutinho (57 m); 3-0 por Liedson (59 m); 4-0 por Yannnick (65 m); 4-1 por Lipatin (89 m).

Disciplina: cartão amarelo a Cléber (28 m), Polga (35 m), Ricardo Fernandes (52 m), Patacas (78 m) e Cardozo (90+3 m).

 

Sporting goleia Nacional

Filed under: football,Futebol,Liga Bwin,Nacional,Sporting — looking4good @ 11:18 pm

Sporting

4-1

Nacional
Quem viu a primeira parte não imaginaria este resultado…

O Sporting tinha um desafio importante depois dos resultados dos seus rivais e só a vitória interessava na luta pelo segundo lugar. Na primeira parte o Nacional com bom toque de bola não deu descanso aos leões que fizeram descansar Vukcevic no banco e não tinham Miguel Veloso.

Pode-se dizer até que o Nacional conseguiu criar mais vezes perigo do que a equipa da casa, emboora a maior oportunidade fsse do Sportng na sequência de um canto da direita, Gladstone rematou de cabeça para uma defesa com os pés do guarda-redes do Nacional e Liedson recarregou à boca da baliza mas um defesa deu o corpo à bola evitando o golo.

Seja como for era de apreensão o estado de espírito dos adeptos do Sporting ao intervalo face à inficácia de Tiauí e ao bom jogo do adversário. Paulo Bento fez entrar Vukcevic e no início da segunda parte a pressão da equipa da casa era maior com o Nacional a não sair para a ofensiva com a facilidade que o fizera na primeira parte. Uma jogada iniciada por Vukcevic com um toque precioso de Pereirinha desmarcou Liedson que isolou-se e facturou.

Os ecos deste golo ainda não se tinham esgotado e Moutinho num remate em jeito fazia o 2-0 no minuto seguinte. É claro que o jogo ficava resolvido, mas o Sporting aproveitava a onda e com João Moutinho e Liedson em destaque desfazia a classificação do Nacional em termos de segunda melhor defesa (isto em termos de golos sofridos). Num espaço de quatro minutos o Sporting marcava três golos com Liedson a apontar o terceiro. Pouco depois penalty sobre João Moutinho e Romagnoli (mais outro jogador a tentar a marcação de penalties) a falhar como ultimamente acontece invariavelmente ao Sporting. De imediato substituído por Yanick Djaló não demorou muito para este fazer o 4-0, perante um Nacional completamente esfrangalhado.

No campeonato passado o Sporting ganhara por 5-1 com quatro golos de Bueno e ameaçou fazer uma goleada surpreendente; no entanto, com o resultado feito era tempo de Paulo Bento gerir o plantel fazendo descansar João Moutinho para entrar Farnerud. Quando se ganha ou se está a ganhar parece que tudo corre melhor e desta vez até o sueco foi apoiado pelos adeptos realizando com boas aberturas. O resultado ficou esbatido um pouco já perto do fim quando Lipatín desviou a bola após um pontapé de canto, reduzindo a diferença final.

O Sporting igualou o Setúbal no quarto-lugar e este duo está a 4 pontos de Benfica e Guimarães, mas os leões beneficiam de um calendário teoricamente mais favorável com 4 jogos em casa e 3 foras sendo estes comequipas que estão nos ultimos lugares da classificação: Naval, Leiria e Paços de Ferreira, enquanto o Benfica tem de ir ao Bessa e ao Dragão e recebe ainda Belenenses e Setúbal.

Estádio: Estádio José Alvalade
Árbitros: Cosme Machado, Aux – Alfredo Braga, Tomás Santos

Sporting – Rui Patrício; Abel, Gladstone, Polga e Ronny; Pereirinha, Adrien, João Moutinho (Farnerud, 76 m) e Romagnoli (Yanick Djaló aos 64′) ; Liedson e Tiuí (Vukcevic, 46 m).

Suplentes não utilizados: Stojkovic, Pedro Silva, Izmailov, Celsinho e Yannick.

Nacional – Bracalli; Patacas, Cardozo, Ricardo Fernandes e Alonso; Edson, Cléber e Juliano; Fellype Gabriel (Juninho, 68 m), Lipatin e Fábio Coentrão (Rodrigo, 66 m).

Marcador: 1-0 por Liedson (55 m), 2-0 por João Moutinho (57 m); 3-0 por Liedson (59 m); 4-0 por Yannnick (65 m); 4-1 por Lipatin (89 m).

Disciplina: cartão amarelo a Cléber (28 m), Polga (35 m), Ricardo Fernandes (52 m), Patacas (78 m) e Cardozo (90+3 m).

 

Sporting goleia Nacional

Filed under: football,Futebol,Liga Bwin,Nacional,Sporting — looking4good @ 11:18 pm

Sporting

4-1

Nacional
Quem viu a primeira parte não imaginaria este resultado…

O Sporting tinha um desafio importante depois dos resultados dos seus rivais e só a vitória interessava na luta pelo segundo lugar. Na primeira parte o Nacional com bom toque de bola não deu descanso aos leões que fizeram descansar Vukcevic no banco e não tinham Miguel Veloso.

Pode-se dizer até que o Nacional conseguiu criar mais vezes perigo do que a equipa da casa, emboora a maior oportunidade fsse do Sportng na sequência de um canto da direita, Gladstone rematou de cabeça para uma defesa com os pés do guarda-redes do Nacional e Liedson recarregou à boca da baliza mas um defesa deu o corpo à bola evitando o golo.

Seja como for era de apreensão o estado de espírito dos adeptos do Sporting ao intervalo face à inficácia de Tiauí e ao bom jogo do adversário. Paulo Bento fez entrar Vukcevic e no início da segunda parte a pressão da equipa da casa era maior com o Nacional a não sair para a ofensiva com a facilidade que o fizera na primeira parte. Uma jogada iniciada por Vukcevic com um toque precioso de Pereirinha desmarcou Liedson que isolou-se e facturou.

Os ecos deste golo ainda não se tinham esgotado e Moutinho num remate em jeito fazia o 2-0 no minuto seguinte. É claro que o jogo ficava resolvido, mas o Sporting aproveitava a onda e com João Moutinho e Liedson em destaque desfazia a classificação do Nacional em termos de segunda melhor defesa (isto em termos de golos sofridos). Num espaço de quatro minutos o Sporting marcava três golos com Liedson a apontar o terceiro. Pouco depois penalty sobre João Moutinho e Romagnoli (mais outro jogador a tentar a marcação de penalties) a falhar como ultimamente acontece invariavelmente ao Sporting. De imediato substituído por Yanick Djaló não demorou muito para este fazer o 4-0, perante um Nacional completamente esfrangalhado.

No campeonato passado o Sporting ganhara por 5-1 com quatro golos de Bueno e ameaçou fazer uma goleada surpreendente; no entanto, com o resultado feito era tempo de Paulo Bento gerir o plantel fazendo descansar João Moutinho para entrar Farnerud. Quando se ganha ou se está a ganhar parece que tudo corre melhor e desta vez até o sueco foi apoiado pelos adeptos realizando com boas aberturas. O resultado ficou esbatido um pouco já perto do fim quando Lipatín desviou a bola após um pontapé de canto, reduzindo a diferença final.

O Sporting igualou o Setúbal no quarto-lugar e este duo está a 4 pontos de Benfica e Guimarães, mas os leões beneficiam de um calendário teoricamente mais favorável com 4 jogos em casa e 3 foras sendo estes comequipas que estão nos ultimos lugares da classificação: Naval, Leiria e Paços de Ferreira, enquanto o Benfica tem de ir ao Bessa e ao Dragão e recebe ainda Belenenses e Setúbal.

Estádio: Estádio José Alvalade
Árbitros: Cosme Machado, Aux – Alfredo Braga, Tomás Santos

Sporting – Rui Patrício; Abel, Gladstone, Polga e Ronny; Pereirinha, Adrien, João Moutinho (Farnerud, 76 m) e Romagnoli (Yanick Djaló aos 64′) ; Liedson e Tiuí (Vukcevic, 46 m).

Suplentes não utilizados: Stojkovic, Pedro Silva, Izmailov, Celsinho e Yannick.

Nacional – Bracalli; Patacas, Cardozo, Ricardo Fernandes e Alonso; Edson, Cléber e Juliano; Fellype Gabriel (Juninho, 68 m), Lipatin e Fábio Coentrão (Rodrigo, 66 m).

Marcador: 1-0 por Liedson (55 m), 2-0 por João Moutinho (57 m); 3-0 por Liedson (59 m); 4-0 por Yannnick (65 m); 4-1 por Lipatin (89 m).

Disciplina: cartão amarelo a Cléber (28 m), Polga (35 m), Ricardo Fernandes (52 m), Patacas (78 m) e Cardozo (90+3 m).

 

Sporting goleia Nacional

Filed under: football,Futebol,Liga Bwin,Nacional,Sporting — looking4good @ 11:18 pm

Sporting

4-1

Nacional
Quem viu a primeira parte não imaginaria este resultado…

O Sporting tinha um desafio importante depois dos resultados dos seus rivais e só a vitória interessava na luta pelo segundo lugar. Na primeira parte o Nacional com bom toque de bola não deu descanso aos leões que fizeram descansar Vukcevic no banco e não tinham Miguel Veloso.

Pode-se dizer até que o Nacional conseguiu criar mais vezes perigo do que a equipa da casa, emboora a maior oportunidade fsse do Sportng na sequência de um canto da direita, Gladstone rematou de cabeça para uma defesa com os pés do guarda-redes do Nacional e Liedson recarregou à boca da baliza mas um defesa deu o corpo à bola evitando o golo.

Seja como for era de apreensão o estado de espírito dos adeptos do Sporting ao intervalo face à inficácia de Tiauí e ao bom jogo do adversário. Paulo Bento fez entrar Vukcevic e no início da segunda parte a pressão da equipa da casa era maior com o Nacional a não sair para a ofensiva com a facilidade que o fizera na primeira parte. Uma jogada iniciada por Vukcevic com um toque precioso de Pereirinha desmarcou Liedson que isolou-se e facturou.

Os ecos deste golo ainda não se tinham esgotado e Moutinho num remate em jeito fazia o 2-0 no minuto seguinte. É claro que o jogo ficava resolvido, mas o Sporting aproveitava a onda e com João Moutinho e Liedson em destaque desfazia a classificação do Nacional em termos de segunda melhor defesa (isto em termos de golos sofridos). Num espaço de quatro minutos o Sporting marcava três golos com Liedson a apontar o terceiro. Pouco depois penalty sobre João Moutinho e Romagnoli (mais outro jogador a tentar a marcação de penalties) a falhar como ultimamente acontece invariavelmente ao Sporting. De imediato substituído por Yanick Djaló não demorou muito para este fazer o 4-0, perante um Nacional completamente esfrangalhado.

No campeonato passado o Sporting ganhara por 5-1 com quatro golos de Bueno e ameaçou fazer uma goleada surpreendente; no entanto, com o resultado feito era tempo de Paulo Bento gerir o plantel fazendo descansar João Moutinho para entrar Farnerud. Quando se ganha ou se está a ganhar parece que tudo corre melhor e desta vez até o sueco foi apoiado pelos adeptos realizando com boas aberturas. O resultado ficou esbatido um pouco já perto do fim quando Lipatín desviou a bola após um pontapé de canto, reduzindo a diferença final.

O Sporting igualou o Setúbal no quarto-lugar e este duo está a 4 pontos de Benfica e Guimarães, mas os leões beneficiam de um calendário teoricamente mais favorável com 4 jogos em casa e 3 foras sendo estes comequipas que estão nos ultimos lugares da classificação: Naval, Leiria e Paços de Ferreira, enquanto o Benfica tem de ir ao Bessa e ao Dragão e recebe ainda Belenenses e Setúbal.

Estádio: Estádio José Alvalade
Árbitros: Cosme Machado, Aux – Alfredo Braga, Tomás Santos

Sporting – Rui Patrício; Abel, Gladstone, Polga e Ronny; Pereirinha, Adrien, João Moutinho (Farnerud, 76 m) e Romagnoli (Yanick Djaló aos 64′) ; Liedson e Tiuí (Vukcevic, 46 m).

Suplentes não utilizados: Stojkovic, Pedro Silva, Izmailov, Celsinho e Yannick.

Nacional – Bracalli; Patacas, Cardozo, Ricardo Fernandes e Alonso; Edson, Cléber e Juliano; Fellype Gabriel (Juninho, 68 m), Lipatin e Fábio Coentrão (Rodrigo, 66 m).

Marcador: 1-0 por Liedson (55 m), 2-0 por João Moutinho (57 m); 3-0 por Liedson (59 m); 4-0 por Yannnick (65 m); 4-1 por Lipatin (89 m).

Disciplina: cartão amarelo a Cléber (28 m), Polga (35 m), Ricardo Fernandes (52 m), Patacas (78 m) e Cardozo (90+3 m).

 

O preço do petróleo está a subir?

Filed under: Actualidade,economia — looking4good @ 12:50 pm
Expliquem-me uma coisa: Se em 2002 um barril de petróleo custava 70 dólares, o que equivalia, grosso modo, a 77 Euros, e hoje ele custa 107 dólares – o que equivale, sensivelmente, a 69 Euros*, o petróleo para os europeus está mais caro ou mais barato?

* taxa de cambio 1€ =1,56 USD
 

Happy St. Patrick’s Day

Filed under: Greetings — looking4good @ 8:41 am

DRuCi
Dominican Republic
 

Musical suggestions of the day : Nat King Cole + Elis Regina

Filed under: Elis Regina,Music,Musica,Nat King Cole — looking4good @ 7:09 am

Nat King Cole [Nathaniel Adams Coles] born on 17 March, 1919 in Montgomery, Alabama, United States; d. 15 February, 1965 in Santa Monica, California, United States).

Elis Regina Carvalho Costa born on 17 Mar 1945 in Porto Alegre, Brazil (d. in São Paulo, 19 Jan. 1982)