Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Uefa Cup: Braga avança na Europa do futebol Fevereiro 18, 2009

Filed under: Braga,Futebol,Taça Uefa,Uefa Cup — looking4good @ 10:43 pm

Standard Liege logoSp. Braga logoBraga

3-0

Standard Liege

Braga forte demais para o Campeão belga

No dia em que passa o 50º. aniversário sobre a morte de Gago Coutinho um pioneiro da aviação, o Sporting de Braga voou alto na Europa do futebol e ganhou um avanço que consideramos decisivo para atingir os oitavos de final da Taça Uefa onde encontrará o vencedor da eliminatória entre o PSG e o Wolfsburg.

A equipa do Braga que podia ter inaugurado o marcador logo aos 3′ marcou por duas vezes no segundo quarto de hora da primeira parte com Renteria a ter papel decisivo em ambos os golos. No primeiro a ser o autor do remate cruzado de fora da área em vólei ao minuto 16′, o segundo na sequência de um livre estudado com o avançado bracarense a assistir André Lone em posição frontal para fuzilar Espinoza. É certo que o Standard perdeu logo aos 10′ o seu capitão de equipa, Steven Defour, que saiu lesionado, mas a superioridade bracarense na primeira parte foi por mais ebidente com trocas de bola bem a propósito. Os belgas num passe em desmarcação para o rápido Mbokani também poderia ter dado um golo para os belgas mas aí com o lance dividido com Eduardo o avançado da equipa visitante preferiu simular o penalty e levou o cartão amarelo.

Na segunda parte o jogo perdeu qualidade. O Braga indeciso primeiro e decidido depois em segurar o 2-0 em vez de tentar aumentar o score e poder correr o risco de sofrer o 2-1 perdeu fluência de jogo, ouvindo-se a meio da segunda parte o treinador a gritar para o campo «a equipa não joga»! Verdade se diga que os belgas também pouco faziam para inverter o rumo das coisas, provavelmente com a convicção de que o 2-0 poderia ser resultado invertível na segunda mão.

Porém aos 84′ o Estádio Axa explodiu de alegria após uma excelente jogada do Braga que ganhou a bola na intermediária ofensiva e conduziu o lance com várias alternativas de finalização perante a equipa belga apanhada em contrra-pé. Alan com um colega à direirta preferiu dar para o meio directo em direcção da baliza para a dresmarcação de Luís Carlos que finalizou face ao desamparado guarda-redes Espinoza. A partir daí os ulritmos minutos de jogo voltaram a ser do Braga perante a queda psicológica dos adversários e o 4-0 esteve mais perto então do que o 3-1.

O Braga, tudo o indica, manter-se-á em prova enquanto a equipa treinada por Bolloni, onde apenas se destacou positivamente Dalmat, tem 90 minutos pela frente antes de se dedicar exclusivamente às lides internas onde disputa com o Anderlecht a discussão do título.

A arbitragem do árbitro cipriota Kapitanis, que nos primeiros minutos inspirou alguma desconfiança, acabou por se situar em bom plano num jogo em que não existiram casos e em que o árbitro não os inventou.

Estádio AXA em Braga; Início às 20:45
Árbitro: Costas Kapitanis (Chipre)

Sp. Braga – Eduardo; João Pereira, Frechaut, André Leone e Evaldo; Vandinho; Alan (Stélvio, 88m), Luís Aguiar e César Peixoto (Orlando Sá, 80m); Meyong (Matheus, 68m) e Renteria.

Standard – Espinoza; Marcos Camozzato, Oniewu, Mikulic e Mangala (Mulemo, 64m); Wilfried Dalmat, Steven Defour (Ni Caise, 10m), Alex Witsel e Jovanovic (Benteke, 88m); Mbokani e De Camargo.

Golos: 1-0, Renteria (17m); Leone (26m); Luís Aguiar (84m)
Acção disciplinar: Cartão amarelo a Mbokani, Vandinho, César Peixoto, Ni Caise

 

Sorteio para as fases eliminatórias das Taças europeias de clubes Dezembro 20, 2008

Filed under: Champions League,football,Futebol,Taça Uefa,Uefa Cup — looking4good @ 1:49 pm
Triplo confronto Italo-Britânico

O sorteio disputado ontem ditou que o FC Porto vai jogar com o Atlético de Madrid para os 16 avos da Champions League (primeiro fora no dia 24 de Fevereiro de 2009 e depois no Estádio do Dragão a 11 de Março) enquanto o Sporting defronta os alemães do Bayern de Munique (jogando em Alvalade a 25 de Fevereiro e jogando na Alemanha a 10 de Março).
Destaque para os sensacionais Inter-Manchester United e Chelsea-Juventus mas vai ainda haver uma terceiro confromto entre ingleses e italianos já que o Arsenal defronta a Roma. Há ainda um confronto forte entre dois dos clubes de maior palmarés na Europa. Real Madrid-Liverpool.

Para a Taça Uefa o nosso sobrevivente Sporting de Braga defronta os belgas do Standard de Liége, equipa treinado pelo romeno bem nosso conhecido Lazlo Boloni e as aspirações de prosseguirem na prova até aos quartos de final é bem legítima – no caso de derrotar os belgas os bracarenses defrontarão o vencedor do duelo PSG-Wolfsburgo.

Sorteio completo:

Champions League
Atlético Madrid FC Porto
Lyon Barcelona
Arsenal Roma
Inter de Milan Manchester United
Chelsea Juventus
Villarreal Panathinaikos
Sporting Bayern Munique
Real Madrid Liverpool
Jogos a 24 e 25 de Fevereiro (1ª. mão) e 10 e 11 de Março, a segunda.

Uefa Cup
PSG Wolfsburg Braga Standard Liége
FC Copenhaga Man. City Aalborg Corunha
NEC Hamburgo Bordéus Galatasaray
Dinamo Kiev Valencia Sampdoria Metalist
Lech Poznan Udinese Zenit Estugarda
Marselha Twente Fiorentina Ajax
Werder Bremen Milan Olympiacos Saint Étienne
Aston Villa CSKA Moscovo Shakhtar Tottenham

Na Taça Uefa disputou-se de seguida o sorteio para os oitavos de final. O Quadro acima está ordenado de modo a pôr em linha as equipas que se defrontam na eliminatória seguinte, como segue Exemplo : o vencedor do PSG-Wolfsburgo defronta o vencedor do Braga-Standard Liege, o vencedor do Copenhaga-Man. City defronta o vencedor do Aalborg – Corunha e assim sucessivamente.

Os jogos estão aprazados para 18 e 19 de Fevereiro (a primeira mão dos 16 avos de final) e 26 de Fevereiro a segunda mão, enquanto os jogos dos oitavos de final são a 12 de Março (primeira mão) e a 18 / 19 de Março (os da segunda mão).

 

De derrota em derrota lá vamos cantando e rindo… Dezembro 18, 2008

Filed under: Benfica,Taça Uefa,Uefa Cup — looking4good @ 9:56 pm
Metalist logoBenfica logo
Benfica

0 – 1

Metalist

Cinco grandes oportunidades desperdiçadas e … derrota!

Comportamento miserável do Benfica na Taça Uefa e último lugar do grupo com um empate na Alemanha e três derrotas (duas em casa). Se nem oito golos bastavam (o Olympiacos deu 4 ao Hertha de Berlim), era obrigação dos encarnados ganhar.

Estádio vazio de público, com responsabilidades para Quique que cedo dissuadiu os adeptos ao anunciar que ia apresentar jogadores menos rodados e ao não convocar outros importantes (Reyes e Ruben Amorim).

Aos sete minutos Urretaviscaya desperdiçou um golo, noutra jogada rematou ao poste, Maxi isolado atirou ao «boneco» (entenda-se guarda-redes) e ao intervalo o resultado era de zero a zero e com uma produção de jogo fraca. Na segunda parte voltaram as ocasiões e o desperdício: Nuno Gomes (70′)completamente isolado por um falhanço clamoroso do central contrário, adiantou a bola, permitindo a defesa do guarda-redes, Cardozo atira forte ao poste… Aos 84 minutos oportunidade para o Metalist e golo … por Rykun que entrara vinte minutos antes.

Mais uma derrota depois da eliminação da Taça de Portugal e no reino da Luz parece que tudo vai bem… o que é cada vez mais estranho. Insistir em jogadores como Balboa (que não dá uma para a caixa) e Miguel Vítor… o Benfica não vai lá. O melhor dos encarnados foi Bynia… quando é assim está tudo dito!

Agora é aguardar por segunda feira, para ver se o Natal dos benfiquistas fica (ainda mais) estragado…

Estádio da Luz, em Lisboa

Árbitro: Bernhard Brugger (Áustria)

BENFICA – Moreira; Maxi Pereira, Miguel Vítor, Sidnei e David Luiz; Binya, Yebda e Fellipe Bastos (Balboa, 55 m); Urreta, Nuno Gomes (Di Maria, 70 m) e Cardozo.

METALIST – Goryaivov; Maidana, Obradovic, Papa Gueye e Selin; Edmar, Bordyian, Slyusar e Trisovic (Rykun, 64 m); Jajá (Konyushenko, 79 m) e Fomin (Devic, 46 m).

Golo: Rykun (84 m)

Disciplina:
22′ – Cartão amarelo para David Luíz, por falta sobre Jajá.
27′ – Cartão amarelo para Maxi Pereira, por falta sobre Trivosic.
35′ – Cartão amarelo para Slyusar, por falta sobre Binya.
79′ – Cartão amarelo para Urreta
81′ – Cartão amarelo para Obradovic por atrasar o reinício do jogo.
88′ – Cartão amarelo para Binya por falta sobre Slyusar.

 

Uefa Cup – 5th Matchday : PSG, Olympiacos, Stuttgard, Sampdoria, Tottenham and NEC the latest to qualify

Filed under: football,Futebol,Taça Uefa,Uefa Cup — looking4good @ 7:35 pm

Uefa Cup logo


5th Matchday –
17 /18 December
Group A Group B
PSG 4-0 Twente Olympiacos 4-0 Hertha
Racing 3-1 Man. City Benfica 0-1 Metalist
Group C Group D
Sampdoria 1-0 Sevilla NEC 2-0 Udinese
Stuttgard 3-0 Standard Liege Tottenham 2-2 Spartak Moskva
Group E Group F
Portsmouth 3-0 Heerenveen Hamburg 3-1 Aston Villa
Milan 2-2 Wolfsburg Ajax 2-2 Slavia Praha
Group G Group H
Club Brugge 0-1 Kobenhavn Deportivo 1-0 Valencia
St. Etienne 2-2 Valencia Feyenoord 0-1 Lech Poznan
Standings
Group A Group B
Man. City 4 7 6-5 Metalist 4 10 3-0
Twente 4 6 5-8 Galatasaray 4 9 4-1
PSG 4 5 7-5 Olympiacos 4 6 9-3
Racing Santander 4 5 6-5 Hertha 4 2 1-6
Schalke 4 4 5-6 Benfica 4 1 2-9
Group C Group D
Standard 4 9 5-3 Udinese 3 9 6-2
Stuttgard 4 7 6-3 Tottenham 4 7 7-4
Sampdoria 4 7 4-5 NEC 4 6 6-5
Sevilla 4 6 5-2 Spartak 4 4 5-6
Partizan 4 0 1-8 Dinamo Zagreb 4 3 4-9
Group E Group F
Wolfsburg 4 10 13-7 Hamburg 4 9 7-3
Milan 4 8 8-5 Ajax 4 7 5-4
Braga 4 6 7-5 Aston Villa 4 6 3-2
Portsmouth 4 4 7-8 Zilina 4 4 3-4
Heerenveen 4 0 3-13 Slávia 4 2 2-5
Group G Group H
St. Etienne 4 8 9-4 CSKA Moskva 4 12 12-5
Valencia 4 6 8-4 Deportivo 4 7 5-4
Kobenhavn 4 5 4-5 Lech Poznan 4 5 5-5
Club Brugges 4 3 2-3 Nancy 4 4 8-7
Rosenborg 4 2 1-8 Feyenoord 4 0 1-10

xxx Clubs qualified

 

Equipa(?) envergonha antepassados Novembro 27, 2008

Filed under: Benfica,Futebol,Taça Uefa,Uefa Cup — looking4good @ 10:45 pm

Benfica logoOlympiakos logo

Olympiacos

5-1

Benfica

39 segundos foi o tempo de resistência!….

Decepcionante Benfica. Esta equipa dá um passo à frente e logo outro atrás. Os adeptos iludem-se com o avanço perante Sporting e Porto na Liga interna (por demérito destes, em abono da verdade) e com a eliminação do Nápoles (o melhor jogo que o Benfica fez até agora na época). Mas como esquecer os jogos com o Penafiel em casa para a Taça de Portugal (só nos penalties a equipa do terceiro escalão foi eliminada) com o Fenerbahçe para esta mesma Taça Uefa, para não falar mesmo no triunfo tangencial frente ao Estrela da Amadora e empate fora em Vila do Conde?

O Benfica não tem fio de jogo algum. Vive de individualidades. Sem Aimar quem organiza o jogo ofensivo? Ainda sem Luizão no centro da defesa e sem Katsouranis (este por opção ininteligível – afinal era um grego a jogar num ambiente que bem conhece) o Benfica entrou a dormir e acabou vergado a uma derrota muito pesada.

Pelo meio uma ligeira reacção que podia ter valido o empate – o árbitro invalidou – num livre directo de Reyes e uma defesa de manteiga, guarda-redes incluído. Nos primeiros 4 remates dos gregos marcaram 4 golos!! A segunda parte ainda foi pior.

A seguir ao desastre ontem de Alvalade mais uma «tragédia». Sem dinâmica, sem força anímica, sem «patrão», sem reacção do banco! As primeiras substituições ocorreram com o resultado já em 5-1 e demonstrando uma grande conformação.

Para a história fica a ficha do jogo:

OLYMPIACOS-BENFICA
TAÇA UEFA, Grupo B, 3.ª jornada
Estádio Georgios Karaiskakis, em Atenas
Hora: 19:45
Árbitro: Stéphane Lannoy (França)

OLYMPIACOS: Nikopolidis, Pantos, Papadoupolos, Antzas, Domi, Patsatzoglou, Dudu Cearense, Galletti (leto 59′), Djordjevic, Belluschi (Gonzalez 76′) e Diogo (Kovacevoc 70′).

Suplentes: Kovac, Zewlakov, Leto, Gonzalez, Galitsios, Mandrinos e Kovacevic.

Treinador: Ernesto Valverde.

BENFICA: Quim, Maxi, David Luiz, Sidnei, Jorge Ribeiro, Ruben Amorim (Balboa 59′), Binya, Yebda (Carlos Martins 76′), Reyes, Nuno Gomes (Urreta 55′) e Suazo.

Suplentes: Moreira, Miguel Vítor, Balboa, Carlos Martins, Urreta, Katsouranis e Cardozo.

Treinador: Quique Flores.

Golos: Galletti 1′, Patsatzoglou 18′, Diogo (2) 24’e 53′, 3-1 David Luiz 33′; 4-1 Bellushi
Disciplina: 43′ – Cartão amarelo para Binya. O camaronês vê o primeiro cartão após entrada dura a meio-campo.
79′ – Cartão amarelo para Pantos após falta sobre Reyes.

 

Benfica derrotado sem desculpas Novembro 6, 2008

Filed under: Benfica,football,Futebol,Taça Uefa,Uefa Cup — looking4good @ 10:17 pm
Galatasaray logoBenfica logo Benfica

0-2

Galatasaray

Equipa partida por meio campo que não constrói

O Benfica comprometeu bastante as hipóteses de qualificação na Taça Uefa ao perder em casa frente aos turcos do Galatasaray que já coleccionam duas vitórias e têm o apuramento na mão.

Quique cometeu erros de casting na constituição do onze principalmente no meio campo que não dispôs de nenhum jogador capaz de organizar o jogo. Com Reyes e Di Maria nas pontas, Katsouranis e Yeba são médios defensivos, Nuno Gomes fez parelha com Suazo na frente. Assim na posse de bola os defesas o que faziam? Passavam para Quim, para o colega do lado e pontapeavam para a frente sem destino. O Benfica não teve quem transoportasse e organizasse o jogo no meio-campo.

Aliás o início do jogo logo fez anunciar o pior. Péssima entrada do Benfica com o Galartasaray a criar duas oportunidades de golo nos dois primeiros minutos de jogo… A partir dos dez o Benfica tranquilizou e teve aliás até aos vinte, vinte e cinco o melhor período do jogo. A decisão do jogo começou a formar-se quando De Sanctis fez uma defesa milagrosa a remate de Suazo – já a cair o guarda-redes italiano conseguiu por instinto com uma mão tocar a bola por cima da barra, ele que estava já praticamente em cima da linha de golo.

Até ao intervalo o jogo decorreu equilibrado mas a anunciar golos porque os turcos dispunham de produção ofensiva de qualidade, enquanto na defesa não pareciam tão fortes…

O início da segunda parte não foi melhor para o Benfica e já depois de ter ameaçado – Quim defendeu o remate de Baros completamente isolado – os cisitantes chegaram ao golo, na sequência do primeiro canto que dispuseram. Falhas no centro da defesa e os turcos aproveitaram. O Benfica não conseguiu a reacção devida, Quique começou as substituições, mas a saída de Yebda mais fragilizou o meio-campo. O Galatasaray chegou ao segundo golo com facilidades demasiadas enquanto o Benfica descrente e sem inspiração via o tempo correr… sem marcar.

Fraca exibição do Benfica mas que serve para demonstrar que o plantel encarnado tem bons jogadores mas que está longe – ainda muito longe na realidade – de ter uma boa equipa. Os jogos em casa com o Penafiel, a Naval e este assim bem o demonstra. O Benfica vive de fogachos e de jogadas individuais.

O árbitro inglês até os 14′ já tinha mostrado dois amarelos aos turcos, mas o intervalo parece que fez-lhe mal e cometeu alguns erros na segunda parte. No segundo golo turco o jogador que marcou chegou a estar em posição de fora de jogo, mas no momento do passe já estava em posição legal.

No outro jogo do grupo Metalist e Hertha empataram a zero.

O Sporting de Braga deslocou-se a Milan para jogar taco a taco com os milaneses (que fizeram descansar alguns jogadores chave) e perder – má sina a nossa- no último minuto por falha no alívio da defesa bracarensde que chegou a ter a bola à disposição. O remate de fora da área de Ronaldinho Gaúcho fez o resto.

Estádio da Luz, em Lisboa

Árbitro: Martin Atkinson (Inglaterra)

BENFICA: Quim; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e Jorge Ribeiro; Di María, Yebda (Carlos Martins, 65), Katsouranis e Reyes (Aimar, 57); Nuno Gomes (Óscar Cardozo, 61) e Suazo

Suplentes: Moreira, Urreta, Binya e Miguel Vítor

Galatasaray: De Sanctis; Samoglu, Servet Çetin, Emre Asik e Hakan Balta; Lincoln, Fernando Meira, Ayhan Akman e Arda Turan (Volkan Yaman, 90+3); Baros (Mehmet Guven, 81) e Umit Karan (Yildiz, 85)

Suplentes: Aykut Erçetin, Serkan Kurtulus, Aparslan e Akça

Golos: 0-1, Emre Asik (52); 0-2, Umit Karan (69)

Disciplina: Cartão amarelo para Çetin (11), Akman (14), Maxi Pereira (55), Suazo (72) e Luisão (90)

 

Benfica derrotado sem desculpas

Filed under: Benfica,football,Futebol,Taça Uefa,Uefa Cup — looking4good @ 10:17 pm
Galatasaray logoBenfica logo Benfica

0-2

Galatasaray

Equipa partida por meio campo que não constrói

O Benfica comprometeu bastante as hipóteses de qualificação na Taça Uefa ao perder em casa frente aos turcos do Galatasaray que já coleccionam duas vitórias e têm o apuramento na mão.

Quique cometeu erros de casting na constituição do onze principalmente no meio campo que não dispôs de nenhum jogador capaz de organizar o jogo. Com Reyes e Di Maria nas pontas, Katsouranis e Yeba são médios defensivos, Nuno Gomes fez parelha com Suazo na frente. Assim na posse de bola os defesas o que faziam? Passavam para Quim, para o colega do lado e pontapeavam para a frente sem destino. O Benfica não teve quem transoportasse e organizasse o jogo no meio-campo.

Aliás o início do jogo logo fez anunciar o pior. Péssima entrada do Benfica com o Galartasaray a criar duas oportunidades de golo nos dois primeiros minutos de jogo… A partir dos dez o Benfica tranquilizou e teve aliás até aos vinte, vinte e cinco o melhor período do jogo. A decisão do jogo começou a formar-se quando De Sanctis fez uma defesa milagrosa a remate de Suazo – já a cair o guarda-redes italiano conseguiu por instinto com uma mão tocar a bola por cima da barra, ele que estava já praticamente em cima da linha de golo.

Até ao intervalo o jogo decorreu equilibrado mas a anunciar golos porque os turcos dispunham de produção ofensiva de qualidade, enquanto na defesa não pareciam tão fortes…

O início da segunda parte não foi melhor para o Benfica e já depois de ter ameaçado – Quim defendeu o remate de Baros completamente isolado – os cisitantes chegaram ao golo, na sequência do primeiro canto que dispuseram. Falhas no centro da defesa e os turcos aproveitaram. O Benfica não conseguiu a reacção devida, Quique começou as substituições, mas a saída de Yebda mais fragilizou o meio-campo. O Galatasaray chegou ao segundo golo com facilidades demasiadas enquanto o Benfica descrente e sem inspiração via o tempo correr… sem marcar.

Fraca exibição do Benfica mas que serve para demonstrar que o plantel encarnado tem bons jogadores mas que está longe – ainda muito longe na realidade – de ter uma boa equipa. Os jogos em casa com o Penafiel, a Naval e este assim bem o demonstra. O Benfica vive de fogachos e de jogadas individuais.

O árbitro inglês até os 14′ já tinha mostrado dois amarelos aos turcos, mas o intervalo parece que fez-lhe mal e cometeu alguns erros na segunda parte. No segundo golo turco o jogador que marcou chegou a estar em posição de fora de jogo, mas no momento do passe já estava em posição legal.

No outro jogo do grupo Metalist e Hertha empataram a zero.

O Sporting de Braga deslocou-se a Milan para jogar taco a taco com os milaneses (que fizeram descansar alguns jogadores chave) e perder – má sina a nossa- no último minuto por falha no alívio da defesa bracarensde que chegou a ter a bola à disposição. O remate de fora da área de Ronaldinho Gaúcho fez o resto.

Estádio da Luz, em Lisboa

Árbitro: Martin Atkinson (Inglaterra)

BENFICA: Quim; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e Jorge Ribeiro; Di María, Yebda (Carlos Martins, 65), Katsouranis e Reyes (Aimar, 57); Nuno Gomes (Óscar Cardozo, 61) e Suazo

Suplentes: Moreira, Urreta, Binya e Miguel Vítor

Galatasaray: De Sanctis; Samoglu, Servet Çetin, Emre Asik e Hakan Balta; Lincoln, Fernando Meira, Ayhan Akman e Arda Turan (Volkan Yaman, 90+3); Baros (Mehmet Guven, 81) e Umit Karan (Yildiz, 85)

Suplentes: Aykut Erçetin, Serkan Kurtulus, Aparslan e Akça

Golos: 0-1, Emre Asik (52); 0-2, Umit Karan (69)

Disciplina: Cartão amarelo para Çetin (11), Akman (14), Maxi Pereira (55), Suazo (72) e Luisão (90)