Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Goleada que já não se usa nos festejos do «tri» Abril 5, 2008

Filed under: Estrela da Amadora,FC Porto,football,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 10:14 pm
Estrela da Amadora logoFC Porto logoFC Porto

6-0

Estrela da Amadora

Maior goleada do campeonato vingou derrota de ano passado

O Porto estava sedento de cedo gozar o segundo «tri-campeonato» do seu historial e cedo arrumou a questão ao marcar dois golos aos 8′ e 11′ com jogadas construidas prelo lado esquerdo e finalizações de Lucho e Sektoui. Pouco tempo depois Sektoui faria o terceiro não estivesse em posição irregular. O Estrela da Amadora não podia replicar face à velocidade dos portistas mas ao intervalo o resultava mantinha a mesma expressão.

Na segunda parte o terceiro golo só surgiu aos 65′ por Quaresma, mas a partir daqui a oposição (pequena) do Estrela esfumou-se cada vez mais e o Porto não desligava face ao ambiente entusiamante das bancadas. O resultado atingiu expressão nunca vista neste campeonato (o Benfica vencera o Boavista por 6-1). Auto-golo de Maurício, Bruno Alves e Lisandro foram os marcadores dos reatantes golos.

Jogo sem história face ao desnível verificado mas demonstrativo da boa forma portista que assim goza já o seu 23º título (ficando à distância de oito do Benfica que lidera em termos de ceptros nacionais).

Porto: a (Bolatti, 72m), Pedro Emanuel, Bruno Alves e Fucile; Lucho, Paulo Assunção (Farias, 81m) e Raul Meireles; Sektioui (Mariano, 65m), Lisandro e Quaresma

E. Amadora: Nélson; Moreno (Wagnão, 14m), Maurício, Hugo Carreira e Hélder Cabral; Marcelo Goianira, Tiago Gomes e Celestino (Nuno Viveiros, 56m); Mateus (Marco Paulo, 73m), Anselmo e Mendonça

Golos: 1-0, Lucho (8m); 2-0, Sektioui (11m); 3-0, Quaresma (65m); 4-0, Maurício (71m, a.g.); 5-0, Bruno Alves (78m); 6-0, Lisandro (87m)

Disciplina: Cartão amarelo para Maurício (57m), Hugo Carreira (76m), Pedro Emanuel (83m) e Raul Meireles (83m)

 

Goleada que já não se usa nos festejos do «tri»

Filed under: Estrela da Amadora,FC Porto,football,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 10:14 pm
Estrela da Amadora logoFC Porto logoFC Porto

6-0

Estrela da Amadora

Maior goleada do campeonato vingou derrota de ano passado

O Porto estava sedento de cedo gozar o segundo «tri-campeonato» do seu historial e cedo arrumou a questão ao marcar dois golos aos 8′ e 11′ com jogadas construidas prelo lado esquerdo e finalizações de Lucho e Sektoui. Pouco tempo depois Sektoui faria o terceiro não estivesse em posição irregular. O Estrela da Amadora não podia replicar face à velocidade dos portistas mas ao intervalo o resultava mantinha a mesma expressão.

Na segunda parte o terceiro golo só surgiu aos 65′ por Quaresma, mas a partir daqui a oposição (pequena) do Estrela esfumou-se cada vez mais e o Porto não desligava face ao ambiente entusiamante das bancadas. O resultado atingiu expressão nunca vista neste campeonato (o Benfica vencera o Boavista por 6-1). Auto-golo de Maurício, Bruno Alves e Lisandro foram os marcadores dos reatantes golos.

Jogo sem história face ao desnível verificado mas demonstrativo da boa forma portista que assim goza já o seu 23º título (ficando à distância de oito do Benfica que lidera em termos de ceptros nacionais).

Porto: a (Bolatti, 72m), Pedro Emanuel, Bruno Alves e Fucile; Lucho, Paulo Assunção (Farias, 81m) e Raul Meireles; Sektioui (Mariano, 65m), Lisandro e Quaresma

E. Amadora: Nélson; Moreno (Wagnão, 14m), Maurício, Hugo Carreira e Hélder Cabral; Marcelo Goianira, Tiago Gomes e Celestino (Nuno Viveiros, 56m); Mateus (Marco Paulo, 73m), Anselmo e Mendonça

Golos: 1-0, Lucho (8m); 2-0, Sektioui (11m); 3-0, Quaresma (65m); 4-0, Maurício (71m, a.g.); 5-0, Bruno Alves (78m); 6-0, Lisandro (87m)

Disciplina: Cartão amarelo para Maurício (57m), Hugo Carreira (76m), Pedro Emanuel (83m) e Raul Meireles (83m)

 

Goleada que já não se usa nos festejos do «tri»

Filed under: Estrela da Amadora,FC Porto,football,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 10:14 pm
Estrela da Amadora logoFC Porto logoFC Porto

6-0

Estrela da Amadora

Maior goleada do campeonato vingou derrota de ano passado

O Porto estava sedento de cedo gozar o segundo «tri-campeonato» do seu historial e cedo arrumou a questão ao marcar dois golos aos 8′ e 11′ com jogadas construidas prelo lado esquerdo e finalizações de Lucho e Sektoui. Pouco tempo depois Sektoui faria o terceiro não estivesse em posição irregular. O Estrela da Amadora não podia replicar face à velocidade dos portistas mas ao intervalo o resultava mantinha a mesma expressão.

Na segunda parte o terceiro golo só surgiu aos 65′ por Quaresma, mas a partir daqui a oposição (pequena) do Estrela esfumou-se cada vez mais e o Porto não desligava face ao ambiente entusiamante das bancadas. O resultado atingiu expressão nunca vista neste campeonato (o Benfica vencera o Boavista por 6-1). Auto-golo de Maurício, Bruno Alves e Lisandro foram os marcadores dos reatantes golos.

Jogo sem história face ao desnível verificado mas demonstrativo da boa forma portista que assim goza já o seu 23º título (ficando à distância de oito do Benfica que lidera em termos de ceptros nacionais).

Porto: a (Bolatti, 72m), Pedro Emanuel, Bruno Alves e Fucile; Lucho, Paulo Assunção (Farias, 81m) e Raul Meireles; Sektioui (Mariano, 65m), Lisandro e Quaresma

E. Amadora: Nélson; Moreno (Wagnão, 14m), Maurício, Hugo Carreira e Hélder Cabral; Marcelo Goianira, Tiago Gomes e Celestino (Nuno Viveiros, 56m); Mateus (Marco Paulo, 73m), Anselmo e Mendonça

Golos: 1-0, Lucho (8m); 2-0, Sektioui (11m); 3-0, Quaresma (65m); 4-0, Maurício (71m, a.g.); 5-0, Bruno Alves (78m); 6-0, Lisandro (87m)

Disciplina: Cartão amarelo para Maurício (57m), Hugo Carreira (76m), Pedro Emanuel (83m) e Raul Meireles (83m)

 

Benfica ganha ao Estrela da Amadora no arranque da Jornada 14 Dezembro 20, 2007

Filed under: Benfica,Estrela da Amadora,football,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 11:55 pm

Benfica

3-0

Estrela da Amadora

Lançamento lateral de Binya abriu caminho da vitória

O Benfica vinha de duas derrotas consecutivas para o Campeonato que o arrumaram definitivamente do caminho do título e por isso o ambiente na Luz não era muito agradável. Acontece ainda que a primeira parte foi de uma tremenda sonolencia. O Benfica em casa perante uma equipa essencialmente defensiva apareceu a jogar só com Cardozo na frente e com dois médios defensivos. Uma exibição na esteira das últimas a merecerem os assobios do público.

Camacho viu que tinha de fazer alguma coisa e na segunda parte fez entrar Nuno Gomes para fazer companhia a Cardozo (saindo Nelson) e talvez já a preparar a próxima época (quem sabe?) deixou Rui Costa no banco e entrou Di Maria.

Logo no recomeço (47′) Binya esteve perto de marcar ao rematar de fora da área à barra e o mesmo Binya teve papel decisivo no primeiro golo ao fazer o lançamento de linha lateral longo para a área onde Christian Rodriguez à vontade (falha clamorosa da defensiva da Amadora) de cabeça inaugurou o marcador.

O Benfica na segunda parte esteve muito melhor, o segundo golo de penalty de Cardozo, por falta sobre ele mesmo cometida por Maurício, deu a expressão correcta ao resultado, porque antes já o Benfica por algumas vezes estivera perto de ampliar.

Perto do final Nuno Gomes fez o terceiro golo depois de excelente trabalho de Di Maria.

É caso para dizer que bastou ao Benfica jogar metade do jogo para ganhar com relativa facilidade, mas a uma equipa que pretende ser candidata ao título não se pode tolerar hiatos tão grandes «sem jogar à bola».

Estádio da Luz, em Lisboa

Árbitro: Hugo Miguel (AF Lisboa)

BENFICA – Quim; Nélson (Nuno Gomes, 46 m), Luisão, David Luiz e Léo; Katsouranis e Binya; Maxi Pereira, Rui Costa (Di Maria, 46 m) e Cristian Rodriguez (Freddy Adu, 82 m); Cardozo.

ESTRELA DA AMADORA – Nélson; Rui Duarte, Wagnão, Maurício e Hélder Cabral; Fernando e Tiago Gomes; Yoni (Pedro Pereira, 72 m) Mateus e Ndiaye (Anselmo, 69 m); Luís Aguiar (Fábio, 74 m).

Golos: 1-0 Cristian Rodriguez (51 m); 2-0 Cardozo (70 m, de grande penalidade); 3- Nuno Gomes (89 m).

Disciplina:
Cartão amarelo a Binya, Wagnão, Maxi Pereira, Katsouranis, Anselmo e Freddy Adu.

 

Benfica ganha ao Estrela da Amadora no arranque da Jornada 14

Filed under: Benfica,Estrela da Amadora,football,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 11:55 pm

Benfica

3-0

Estrela da Amadora

Lançamento lateral de Binya abriu caminho da vitória

O Benfica vinha de duas derrotas consecutivas para o Campeonato que o arrumaram definitivamente do caminho do título e por isso o ambiente na Luz não era muito agradável. Acontece ainda que a primeira parte foi de uma tremenda sonolencia. O Benfica em casa perante uma equipa essencialmente defensiva apareceu a jogar só com Cardozo na frente e com dois médios defensivos. Uma exibição na esteira das últimas a merecerem os assobios do público.

Camacho viu que tinha de fazer alguma coisa e na segunda parte fez entrar Nuno Gomes para fazer companhia a Cardozo (saindo Nelson) e talvez já a preparar a próxima época (quem sabe?) deixou Rui Costa no banco e entrou Di Maria.

Logo no recomeço (47′) Binya esteve perto de marcar ao rematar de fora da área à barra e o mesmo Binya teve papel decisivo no primeiro golo ao fazer o lançamento de linha lateral longo para a área onde Christian Rodriguez à vontade (falha clamorosa da defensiva da Amadora) de cabeça inaugurou o marcador.

O Benfica na segunda parte esteve muito melhor, o segundo golo de penalty de Cardozo, por falta sobre ele mesmo cometida por Maurício, deu a expressão correcta ao resultado, porque antes já o Benfica por algumas vezes estivera perto de ampliar.

Perto do final Nuno Gomes fez o terceiro golo depois de excelente trabalho de Di Maria.

É caso para dizer que bastou ao Benfica jogar metade do jogo para ganhar com relativa facilidade, mas a uma equipa que pretende ser candidata ao título não se pode tolerar hiatos tão grandes «sem jogar à bola».

Estádio da Luz, em Lisboa

Árbitro: Hugo Miguel (AF Lisboa)

BENFICA – Quim; Nélson (Nuno Gomes, 46 m), Luisão, David Luiz e Léo; Katsouranis e Binya; Maxi Pereira, Rui Costa (Di Maria, 46 m) e Cristian Rodriguez (Freddy Adu, 82 m); Cardozo.

ESTRELA DA AMADORA – Nélson; Rui Duarte, Wagnão, Maurício e Hélder Cabral; Fernando e Tiago Gomes; Yoni (Pedro Pereira, 72 m) Mateus e Ndiaye (Anselmo, 69 m); Luís Aguiar (Fábio, 74 m).

Golos: 1-0 Cristian Rodriguez (51 m); 2-0 Cardozo (70 m, de grande penalidade); 3- Nuno Gomes (89 m).

Disciplina:
Cartão amarelo a Binya, Wagnão, Maxi Pereira, Katsouranis, Anselmo e Freddy Adu.

 

Benfica ganha ao Estrela da Amadora no arranque da Jornada 14

Filed under: Benfica,Estrela da Amadora,football,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 11:55 pm

Benfica

3-0

Estrela da Amadora

Lançamento lateral de Binya abriu caminho da vitória

O Benfica vinha de duas derrotas consecutivas para o Campeonato que o arrumaram definitivamente do caminho do título e por isso o ambiente na Luz não era muito agradável. Acontece ainda que a primeira parte foi de uma tremenda sonolencia. O Benfica em casa perante uma equipa essencialmente defensiva apareceu a jogar só com Cardozo na frente e com dois médios defensivos. Uma exibição na esteira das últimas a merecerem os assobios do público.

Camacho viu que tinha de fazer alguma coisa e na segunda parte fez entrar Nuno Gomes para fazer companhia a Cardozo (saindo Nelson) e talvez já a preparar a próxima época (quem sabe?) deixou Rui Costa no banco e entrou Di Maria.

Logo no recomeço (47′) Binya esteve perto de marcar ao rematar de fora da área à barra e o mesmo Binya teve papel decisivo no primeiro golo ao fazer o lançamento de linha lateral longo para a área onde Christian Rodriguez à vontade (falha clamorosa da defensiva da Amadora) de cabeça inaugurou o marcador.

O Benfica na segunda parte esteve muito melhor, o segundo golo de penalty de Cardozo, por falta sobre ele mesmo cometida por Maurício, deu a expressão correcta ao resultado, porque antes já o Benfica por algumas vezes estivera perto de ampliar.

Perto do final Nuno Gomes fez o terceiro golo depois de excelente trabalho de Di Maria.

É caso para dizer que bastou ao Benfica jogar metade do jogo para ganhar com relativa facilidade, mas a uma equipa que pretende ser candidata ao título não se pode tolerar hiatos tão grandes «sem jogar à bola».

Estádio da Luz, em Lisboa

Árbitro: Hugo Miguel (AF Lisboa)

BENFICA – Quim; Nélson (Nuno Gomes, 46 m), Luisão, David Luiz e Léo; Katsouranis e Binya; Maxi Pereira, Rui Costa (Di Maria, 46 m) e Cristian Rodriguez (Freddy Adu, 82 m); Cardozo.

ESTRELA DA AMADORA – Nélson; Rui Duarte, Wagnão, Maurício e Hélder Cabral; Fernando e Tiago Gomes; Yoni (Pedro Pereira, 72 m) Mateus e Ndiaye (Anselmo, 69 m); Luís Aguiar (Fábio, 74 m).

Golos: 1-0 Cristian Rodriguez (51 m); 2-0 Cardozo (70 m, de grande penalidade); 3- Nuno Gomes (89 m).

Disciplina:
Cartão amarelo a Binya, Wagnão, Maxi Pereira, Katsouranis, Anselmo e Freddy Adu.

 

Benfica ganha ao Estrela da Amadora no arranque da Jornada 14

Filed under: Benfica,Estrela da Amadora,football,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 11:55 pm

Benfica

3-0

Estrela da Amadora

Lançamento lateral de Binya abriu caminho da vitória

O Benfica vinha de duas derrotas consecutivas para o Campeonato que o arrumaram definitivamente do caminho do título e por isso o ambiente na Luz não era muito agradável. Acontece ainda que a primeira parte foi de uma tremenda sonolencia. O Benfica em casa perante uma equipa essencialmente defensiva apareceu a jogar só com Cardozo na frente e com dois médios defensivos. Uma exibição na esteira das últimas a merecerem os assobios do público.

Camacho viu que tinha de fazer alguma coisa e na segunda parte fez entrar Nuno Gomes para fazer companhia a Cardozo (saindo Nelson) e talvez já a preparar a próxima época (quem sabe?) deixou Rui Costa no banco e entrou Di Maria.

Logo no recomeço (47′) Binya esteve perto de marcar ao rematar de fora da área à barra e o mesmo Binya teve papel decisivo no primeiro golo ao fazer o lançamento de linha lateral longo para a área onde Christian Rodriguez à vontade (falha clamorosa da defensiva da Amadora) de cabeça inaugurou o marcador.

O Benfica na segunda parte esteve muito melhor, o segundo golo de penalty de Cardozo, por falta sobre ele mesmo cometida por Maurício, deu a expressão correcta ao resultado, porque antes já o Benfica por algumas vezes estivera perto de ampliar.

Perto do final Nuno Gomes fez o terceiro golo depois de excelente trabalho de Di Maria.

É caso para dizer que bastou ao Benfica jogar metade do jogo para ganhar com relativa facilidade, mas a uma equipa que pretende ser candidata ao título não se pode tolerar hiatos tão grandes «sem jogar à bola».

Estádio da Luz, em Lisboa

Árbitro: Hugo Miguel (AF Lisboa)

BENFICA – Quim; Nélson (Nuno Gomes, 46 m), Luisão, David Luiz e Léo; Katsouranis e Binya; Maxi Pereira, Rui Costa (Di Maria, 46 m) e Cristian Rodriguez (Freddy Adu, 82 m); Cardozo.

ESTRELA DA AMADORA – Nélson; Rui Duarte, Wagnão, Maurício e Hélder Cabral; Fernando e Tiago Gomes; Yoni (Pedro Pereira, 72 m) Mateus e Ndiaye (Anselmo, 69 m); Luís Aguiar (Fábio, 74 m).

Golos: 1-0 Cristian Rodriguez (51 m); 2-0 Cardozo (70 m, de grande penalidade); 3- Nuno Gomes (89 m).

Disciplina:
Cartão amarelo a Binya, Wagnão, Maxi Pereira, Katsouranis, Anselmo e Freddy Adu.