Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Um Homem Não Chora – José Craveirinha Maio 27, 2009

Filed under: José Craveirinha,poesia — looking4good @ 11:42 pm

Acreditava naquela historia
do homem que nunca chora.

Eu julgava-me um homem.

Na adolescência
meus filmes de aventuras
punham-me muito longe de ser cobarde
na arrogante criancice do herói de ferro.

Agora tremo.
E agora choro.

Como um homem treme.
Como chora um homem!

José João Craveirinha (n. em Lourenço Marques, actual Maputo a 28 de Maio de 1922; m. em Maputo a 6 de Fevereiro de 2003)

Ler do mesmo autor Eu Quero Ser Tambor

 

On this day in History – May 28

Filed under: efemerides,This Day in History — looking4good @ 11:35 pm
 

Barcelona melhor do que Manchester

Filed under: Champions League,football,Futebol — looking4good @ 8:46 pm
Barcelona logoBarcelona

2-0

Man. United

E Messi até marcou de cabeça…

Começou melhor o Manchester com um livre de Crisdtiano Ronaldo logo no primeiro minuto . Os espanhóis começaram retraídos e os ingleses com iniciativa. Cinco remates (três de Ronaldoi) contra zero aos 9′ até que se deu golo do Barcelona. O futebol tem destas coisas, na primeira iniciativa de ataque Etoo pela direita mudou de velocidade e já apertado decidiu rematar ao primeiro poste surpreendendo Van der Saar.

Havia muito tempo mas a verdade é que este golo condicionou decisivamente o desenrolar do jogo. O Barcelona passou a estar nas suas quintas – uma equipa que previlegia a posse de bola e que não tinha agora que a libertar com risco em iniciativas atacantes – enquanto o Manchester com dificuldades de condução ofensiva lançava a bola longa em tentativas de entrada pelos flancos especialmente o esquerdo.

O 4-4-2 do sistema tactico inglês falecia perante o duo Carrick, Andersson recuado com muito espaço entre as linhas do meio campo e o duo atacante onde Cristiano Ronaldo jogava no centro e tinha que recuar para tentar pegar no jogo.

Na segunda parte o treinador Ferguson tentou alterar as coisas fazendo entrar Tevez para o lugar de Andersson mas a substituição viria a tornar-se desastrosa. O Barcelona ganhou decisivamente o meio-campo, atirou uma bola ao poste e aos 70′ Messi (de cabeça!) fazia o 2-0 após cruzamento da esquerda de Xabi. Nesta altura era un^sanime a ideia de que o Barcelona jamais perderia. E assim aconteceu. O Manchester teve dois minutos após o 2-0 a sua melhor oportunidade com o remate de Cristiano Ronaldo na finalização a ter a oposição do corpo de Váldez que saiu ao encontro da bola e foi o toque de finados para os ingleses.

Uma vitória justa nesta final da equipa espanhola. Muito discutível sim a vitória final porque o Barcelona não devia ter passado das meias finais o que reeditaria a final da época passada Manchester – Chelsea. Nessa altura escrevemos aqui: E o íncrível aconteceu na maior injustiça do Mundo. Hoje nada a dizer quanto à arbitragem de boa qualidade do suiço Busacca.

Ficha do jogo:
Estádio Olímpico de Roma
Árbitro: Massimo Busacca (Suíça)

BARCELONA – Váldes; Puyol, Touré, Pique e Sylvinho; Busquets, Xavi e Iniesta (Pedro Rodríguez, 91m), Messi, Henry (Keita, 72m) e Etoo.

MANCHESTER UNITED – Van der Sar; O´Shea, Ferdinand, Vidic e Evra; Giggs (Scholes, 75m), Carrick e Anderson (Tevez, 46m); Park (Berbatov, 65m), Cristiano Ronaldo, Rooney.

Marcadores: 1-0, Etoo (9m); 2-0, Messi (70m)

Acção disciplinar: Cartão amarelo a Piqué, Cristiano Ronaldo, Scholes, Vidic

 

On this day in History – May 27

Filed under: efemerides,This Day in History — looking4good @ 12:10 am