Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Liga Sagres: Benfica foi testemunha da descida de divisão do Belenenses Maio 23, 2009

Filed under: Belenenses,Benfica,Futebol,Liga Sagres — looking4good @ 9:05 pm

Benfica logoBelenenses logo

Benfica

3-1

Belenenses

Jogo de despedidas…

O Benfica que empatara na primeira volta a zero no Restelo recebia os homens do Belenenses com a corda na garganta porque o Belenenses só se salvaria ganhando na Luz e se o Setúbal não ganhasse na Figueira da Foz.

O jogou começou com o recrudescimento das (ténues) esperanças belenenses porque logo aos 3′ Silas inaugurou o marcador após jogada de contra-ataque rápido e bom entendimento com Wender, disparando de fora da área num excelente pontapé.

O Benfica, porém, demonstrou que não estava para ser acusado de fazer o “frete” e aos 21′ chegou ao empate por Cardozo que concluíu de cabeça um bom cruzamento de Maxi Pereira que esteve sempre muito activo na direita.

Já depois de Carlos Martins ser substituído por Fellipe Bastos (26′) o Belenenses esteve perto de voltar a ganhar vantagem num passe de Wender para Silas. O Belenenses viria até a fazer chegar a bola ao fundo da baliza dee Moreira mas o golo foi anulado por irregularidade pois Wender concluiu com a mão o que lhe valeu o cartão amarelo.

Perto do final da primeira parte (e com a Naval a marcar frente ao Setúbal) o Belenenses praticamente “suicidou-se” quando num desentendimento entre Di Maria e Saulo o jogador azul atingiu o argentino no chão e foi expulso.

Na segunda parte o jogo desiquilibrou-se o Belenenses não teve praticamente chances de ataque enquanto o Benfica sem jogar bem is perdendo oportunidades. Aos 50′ Di Maria isolado perante a saída de Júlio César desperdiçou ao rematar por cima da barra. Pouco depois foi Aimar a fazer o mesmo depois de assistência de Cardozo com o peito. De qualquer modo tornava-se previsível a vantagem do Benfica que veio a ocorrer num remnate surpreendente do meio da rua de Fellipe Bastos – candidadato a um dos melhores golos da época – aos 63′.

A partir daqui era inevitável a quebra psicológica do Belenenses até porque as notícias vindas de Figueira da Foz acresciiam à incapacidade azul. O Setúbal acabou por virar o resultado e na Luz o Benfica só não marcava mais por demérito próprio. A entrada de Mantorras nos últimos minutos funcionou mais uma vez como talismã e o angolano já em período de descontos coincluiu com mérito mais uma jogada pela direita, desta vez por Balboa que em velocidade bateu a defesa azul.

Foi um jogo de despedidas: de Quique (que no fim praticamente abraçou cada um dos jogadores do Belenenses!, do Belenenses que já ameaçara a época passada e que desta vez vê inexoravelmente a descida de divisão a consumar-se (com a companhia do Trofense derrotado em Paços de Ferreira) e certamente de alguns jogadores encarnados…

Estádio da Luz, em Lisboa
Hora: 19:45; 30. 972 espectadores, num fim de dia chuvoso.
Árbitro: Cosme Machado ( Braga )

BENFICA: Moreira; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e Jorge Ribeiro; Katsouranis, Carlos Martins(Fellipe Bastos 25′), Urreta e Aimar (Balboa 83′); Dí Maria (Mantorras 76′) e Cardozo.

BELENENSES: Júlio César; Mano (Porta 75′), Ávalos, Diakité, André Pires; Gomez, Pele (Fredy 56′), José Pedro, Silas, Saulo e Wender (Vinícius 61′)

Golos: 0-1 Silas (3); 1-1 Cardozo (20), 2-1 Fellipe Bastos (63), 3-1 Mantorras 90+1′;

Disciplina: Cartão amarelo Wender (32), Pelé (38), Aimar (46) e Katsouranis (62);
Cartão vermelho a Saulo (41)

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s