Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Jogos de sombras – Hermes Fontes (na passagem do aniversário da morte do poeta) Dezembro 25, 2008

Filed under: Hermes Fontes,poesia — looking4good @ 4:18 pm

Sempre que me procuro e não me encontro em mim,
pois há pedaços do meu ser que andam dispersos
nas sombras do jardim,
nos silêncios da noite,
nas músicas do mar,
e sinto os olhos, sob as pálpebras, imersos
nesta serena unção crepuscular
que lhes prolonga o trágico tresnoite
da vigília sem fim,
abro meu coração, como um jardim,
e desfolho a corola dos meus versos,
faz-me lembrar a alma que esteve em mim,
e que, um dia, perdi e vivo a procurar
nos silêncios da noite,
nas sombras do jardim,
na música do mar…

Hermes Floro Bartolomeu Martins de Araújo Fontes (n. em Boquim, Sergipe, a 28 de Ago 1888; m. no Rio de Janeiro (suicidio) a 25 Dez 1930).

Ler do mesmo autor: Mãe; Solenemente; Diário de Um Sonho (IV)

 

Natal

Filed under: Jaime Cortesão,Natal,poesia — looking4good @ 12:59 am
A Virgem e o menino by Boticelli

Imagem daqui

ORAÇÃO DO DEUS-MENINO – Jaime Cortesão

Era noite; e por encanto
Eu nasci, raiou o Dia.
Sentiu meu pai que era Santo,
Minha mãe, Virgem-Maria

As palhinhas de Belém
Me serviram de mantéu;
Mas minha mãe, por ser Mãe,
É a Rainha do Céu.

Nem há graça embaladora,
Como a de mãe, quando cria;
É como Nossa Senhora,
Mãe de Deus, Ave-Maria!

Está no Céu o menino,
Quando sua mãe o embala.
Ouve-se o coro divino
Dos anjos, a acompanhá-la.

Como num altar de ermida,
Ando no teu coração;
Para ti sou mais que a vida
E trago o mundo na mão.

Não sei de pais, em verdade,
Mais pobrezinhos que os meus;
Mas o amor dá divindade,
E eu sou o filho de Deus!