Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Saudade da Prosa – Manuel António Pina Novembro 18, 2008

Filed under: Manuel António Pina,poesia — looking4good @ 2:15 am

Rosa, flor

Poesia, saudade da prosa;
escrevia «tu», escrevia «rosa»;
mas nada me pertencia,
nem o mundo lá fora
nem a memória,
o que ignorava ou o que sabia.

E se regressava
pelo mesmo caminho
não encontrava

senão palavras
e lugares vazios:
símbolos, metáforas,

o rio não era o rio
nem corria e a própria morte
era um problema de estilo.

Onde é que eu já lera
o que sentia, até a
minha alheia melancolia?

in Rosa do Mundo, 366 Poemas para o Futuro, Assírio & Alvim

Manuel António Pina (nasceu em 18 de Nov. 1943 no Sabugal)

Ler do mesmo autor, neste blog: Café do Molhe

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s