Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

O meu aniversário… Outubro 12, 2008

Filed under: looking4good,poesia — looking4good @ 1:23 pm

Faço anos. Cinquenta e um!
Melhor seria se não fora nenhum.
Já tudo me aborrece e incomoda
é o pc que não arranca,
mais os impostos, o IVA,
a selecção que mal joga…
Mas hoje que tudo isso importa
se alguém diz que me «amodora»
e tenho bombons Godiva?
No Brasil é Dia da Criança
é dia natal do Nobel Montale
eu tenho Fado, Pessoa e Benfica
e nesta vida segue a dança.
Amália canta «um beijo de esperança
e dois braços à minha espera»
e eu como um bombom
bebo um cálice de tinto do Dão
e logo … vou encher a pança…

looking4good

 

Repenso o teu sorriso… – Eugénio Montale

Filed under: Eugenio Montale,poesia — looking4good @ 5:03 am


Repenso o teu sorriso e é para mim como uma água límpida
retida por acaso entre as pedras de um rio,
exíguo espelho onde contemplas uma hera e seus corimbos;
e tudo sob o abraço de um branco céu tranqüilo.

Esta é a minha lembrança; não sei dizer, faz tanto tempo,
se de teu rosto surge livre uma alma ingênua,
ou se em verdade és dos errantes que o mal do mundo exaure
e o sofrimento carregam como um talismã.

Mas posso dizer-te isto, que teu rosto recordado
afoga a mágoa inconstante numa onda de calma,
e que tua figura se insinua em minha memória nevoenta
imaculada como a copa de uma jovem palmeira…

(tradução: Geraldo H. Cavalcanti)

Eugenio Montale (n. em Génova,Itália a 12 Outubro 1896; m. 12 Set. 1981 em Milão)

 

Repenso o teu sorriso… – Eugénio Montale

Filed under: Eugenio Montale,poesia — looking4good @ 5:03 am


Repenso o teu sorriso e é para mim como uma água límpida
retida por acaso entre as pedras de um rio,
exíguo espelho onde contemplas uma hera e seus corimbos;
e tudo sob o abraço de um branco céu tranqüilo.

Esta é a minha lembrança; não sei dizer, faz tanto tempo,
se de teu rosto surge livre uma alma ingênua,
ou se em verdade és dos errantes que o mal do mundo exaure
e o sofrimento carregam como um talismã.

Mas posso dizer-te isto, que teu rosto recordado
afoga a mágoa inconstante numa onda de calma,
e que tua figura se insinua em minha memória nevoenta
imaculada como a copa de uma jovem palmeira…

(tradução: Geraldo H. Cavalcanti)

Eugenio Montale (n. em Génova,Itália a 12 Outubro 1896; m. 12 Set. 1981 em Milão)

 

Este azul que me convida – João Rui de Sousa

Filed under: João Rui de Sousa,poesia — looking4good @ 12:41 am

Sou este azul que me convida.

E transcrevo a paz, o sol dos dias.

E també, parto. E também ardo.

Depois disso desse suposto eu abreviado,
tão transparente e nítido, mas
tão transitivo
apenas gestos rasos que são cardos,
apenas pedras fundas que sao sombras,
pequenos meteoritos que são conchas
de deuses antiquissimos e cansados.

in Antologia da Poesia Portuguesa Contemporânea, Um panorama, Organização de Alberto da Costa e Silva e Alexei Bueno, Lacerda Editores

João Rui de Sousa (n. em Lisboa a 12 de Outubro de 1928

 

Este azul que me convida – João Rui de Sousa

Filed under: João Rui de Sousa,poesia — looking4good @ 12:41 am

Sou este azul que me convida.

E transcrevo a paz, o sol dos dias.

E també, parto. E também ardo.

Depois disso desse suposto eu abreviado,
tão transparente e nítido, mas
tão transitivo
apenas gestos rasos que são cardos,
apenas pedras fundas que sao sombras,
pequenos meteoritos que são conchas
de deuses antiquissimos e cansados.

in Antologia da Poesia Portuguesa Contemporânea, Um panorama, Organização de Alberto da Costa e Silva e Alexei Bueno, Lacerda Editores

João Rui de Sousa (n. em Lisboa a 12 de Outubro de 1928

 

On this day in History – Oct. 12

Filed under: efemerides,This Day in History — looking4good @ 12:05 am

 

On this day in History – Oct. 12

Filed under: efemerides,This Day in History — looking4good @ 12:05 am