Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Porto ganha em Alvalade não sentindo o vendaval de Londres Outubro 5, 2008

Filed under: FC Porto,Futebol,Liga Sagres,Sporting — looking4good @ 8:59 pm


SPORTING

1-2

FC PORTO

Vitória táctica de Jesualdo

Jesualdo soube colmatar as fragilidades demonstradas em Londres já apresentando Lucho em plano mais aceitável em termos físicos e com Fucile a defesa esquerdo (em vez de Mariano), aparecendo Nuno na baliza. Já Paulo Bento falhou na tactica porque na primeira parte o meio-campo leonino ficou a perder. Romagnoli o melhor do jogo da Champions foi preterido por um Yannick inexistente, mas a verdade é que o Sporting também não apresenta no seu sistema tactico o ataque pelos extremos como o que o Arsenal dispôs frente ao Porto.

Os portistas inauguraram o marcador numa falha de Grimi que teve todo o tempo para despachar a bola pela lateral, Tomás Costa ganhou a bola (houve falta ?) e a assistencia para o golo: o primeiro remate de Raul Meireles ainda foi desviado por um defesa mas Lisandro não podia falhar. O Porto a ganhar demonstra ser (ainda) a equipa portuguesa mais forte pela solidez que demonstra. Num «chega para lá» a João Moutinho, Lucílio Baptista marcou penalty (num lance forçado que geralmente não se marca) e o próprio Moutinho empatou o jogo.

Quando se esperava que as coisas voltavam à primeira forma o Porto, passados três minutos num livre directo de Bruno Alves, voltou a recolocar-se em vantagem.

Na segunda parte competia ao Sporting tentar inverter o rumo dos acontecimentos e com as substituições, especialmente a de Romagnoli, houve um período em que pareceu capaz de poder chegar ao empate. Antes á o Porto estivera perto de arrumar o jogo quando Bruno Alves esteve perto de bisar na marcação de um livre directo à barra (52′).

Durou pouco, no entanto, a equipa sportinguista ao não conseguir ganhar o que sói dizer-se por «segunda bola» não tinha a continuidade ofensiva que possibilitasse pôr problemas sérios à defesa portista. O FC Porto em contra-ataque (a entradas de Hulk abriu mais o ataque do Porto) pôs sempre em sentido a defesa sportinguista.

A arbitragem de Lucílio Baptista tem lances polémicos que cheguem: o primeiro golo do Porto, o penalty, uma sanção disciplinar (segundo amarelo) que ficou por mostrar a Tomás Costa (logo de imediato substituido), um fora de jogo mal assinalado a Postiga, enfim, equilibrou o mal pelas aldeias…

Ficaha do jogo:

LIGA SAGRES – 5.ª JORNADA
Estádio José Alvalade, em Lisboa
Hora: 19:45
Árbitro: Lucílio Baptista (Setúbal)

SPORTING – Rui Patrício; Abel (Romagnoli 66′), Tonel, Polga e Grimi; Rochemback, Miguel Veloso, Moutinho e Yannick; Derlei e Postiga (Liedson 66′).

FC PORTO – Nuno; Sapunaru, Rolando, Bruno Alves e Fucile; Raul Meireles, Fernando e Lucho (Guarín 84); Tomás Costa (Mariano 58′), Lisandro e Rodríguez (Hulk 73′).

Golos: 0-1 Lisandro Lopez 18′; 1-1 João Moutibho 28′ de penalty; 1-2 Bruno Alves de livre directo 31′

22′ – Cartão amarelo para Lucho por falta dura sobre Rochemback.
32′ – Cartão amarelo para Abel, por falta dura sobre Rodríguez.
51′ – Cartão amarelo para Pereirinha, por falta à entrada da área sobre Rodríguez.
59′ – Cartão amarelo para Derlei e Sapunaru que se pegaram após um lance mais duro do avançado do Sporting.
80′ – Cartão maraelo para Liedson por protestos.
89′ – Cartão amarelo para Lisandro por atrasar a reposição do jogo.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s