Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

O que é Nacional é bom … e Porto sofreu a primeira derrota Dezembro 21, 2007

Filed under: FC Porto,Futebol,Liga Bwin,Nacional — looking4good @ 11:51 pm
Nacional

1-0

Porto

Cumpriu-se a tradição de Porto não ganhar na Choupana

O Porto sofreu a primeira derrota no campeonato e já não há equipas invictas.

Os comandantes do campeonato até disfrutaram de supremacia no jogo mas as falhas na concretização de alguns lances ofensivos ditaram o resultado final.

Ao intervalo o resultado ainda era um empate a zero o que se pode considerar justificado. Na segunda parte Lizandro aos 53′ esteve perto de marcar mas Diego, com excelente defesa, não o permitiu. Pois passados quatroom minutos foi o Nacional que abriu o activo com um lançamento de Cléber para Lipatin de fora da área fazer um remate indefensável para Hélton.

Mariano Gonzalez pouco depois falhou o empate e Jesualdo Ferreira mexeu na equipa fazendo entrar Adriano e um pouco mais tarde Leandro Lima mas os homens da casa foram-se defendendo com êxito.

Nos últimos minutos e aproveitando o facto de o Nacional ter ficado com menos um jogador (expulsão por duplo amarelo a Felipe Lopes, defesa central que fez a sua estreia) e já com Kazmierczack (no lugar de Mariano) o Porto pressionou na busca do empate mas tal não ocorreu fazendo lembrar (e muito) a ausencia de Quaresma no jogo (castigado por ter atingido uma série de cinco amarelos).

O Porto agora dispõe dos mesmos sete pontos de avanço com que acabou o jogo frente ao Benfica na Luz, desperdiçando com esta derrota o avanço adicional que a derrota do Benfica no Restelo lhe havia trazido.

No final do jogo Jesualdo Ferreira lamentou a falta de finalização e também a actuação do árbitro Pedro Henriques segundo o qual teria sido responsável pela não marcação de um penalty favorável aos portistas ainda com o resultado em 0-0.

Já Jokanovis, treinador do Nacional declarou que «este foi o melhor presente de Natal que podíamos oferecer aos adeptos do Nacional. Os nossos jogadores foram brilhantes. Sentimos a falta de alguns jogadores, mas temos 26 elementos no plantel e todos têm qualidade para jogar. Tirando os primeiros 15 minutos, eles mostraram isso mesmo».

Ficha do jogo:

Estádio da Madeira, na Choupana (Funchal)
Árbitro: Pedro Henriques (AF Lisboa)

NACIONAL – Diego; Patacas, Cardozo, Felipe Lopes e Alonso; Ávalos, Cléber e Juliano; Lipatin (João Coimbra, 84 m), Juninho (José Vítor, 66 m) e Adriano (João Moreira, 55 m).

FC PORTO – Helton; Bosingwa, Pedro Emanuel, Bruno Alves e Fucile; Lucho Gonzalez, Paulo Assunção, Raul Meireles (Leandro Lima, 66 m) e Mariano Gonzalez (Kazmierczak, 78 m); Hélder Postiga (Adriano, 60 m) e Lisandro Lopez.

Golo: Lipatin (57 m)

Disciplina: Cartão amarelo a Felipe Lopes, Cléber e Paulo Assunção.
Cartão vermelho (segundo amarelo) a Felipe Lopes (87 m).

Anúncios
 

O que é Nacional é bom … e Porto sofreu a primeira derrota

Filed under: FC Porto,Futebol,Liga Bwin,Nacional — looking4good @ 11:51 pm
Nacional

1-0

Porto

Cumpriu-se a tradição de Porto não ganhar na Choupana

O Porto sofreu a primeira derrota no campeonato e já não há equipas invictas.

Os comandantes do campeonato até disfrutaram de supremacia no jogo mas as falhas na concretização de alguns lances ofensivos ditaram o resultado final.

Ao intervalo o resultado ainda era um empate a zero o que se pode considerar justificado. Na segunda parte Lizandro aos 53′ esteve perto de marcar mas Diego, com excelente defesa, não o permitiu. Pois passados quatroom minutos foi o Nacional que abriu o activo com um lançamento de Cléber para Lipatin de fora da área fazer um remate indefensável para Hélton.

Mariano Gonzalez pouco depois falhou o empate e Jesualdo Ferreira mexeu na equipa fazendo entrar Adriano e um pouco mais tarde Leandro Lima mas os homens da casa foram-se defendendo com êxito.

Nos últimos minutos e aproveitando o facto de o Nacional ter ficado com menos um jogador (expulsão por duplo amarelo a Felipe Lopes, defesa central que fez a sua estreia) e já com Kazmierczack (no lugar de Mariano) o Porto pressionou na busca do empate mas tal não ocorreu fazendo lembrar (e muito) a ausencia de Quaresma no jogo (castigado por ter atingido uma série de cinco amarelos).

O Porto agora dispõe dos mesmos sete pontos de avanço com que acabou o jogo frente ao Benfica na Luz, desperdiçando com esta derrota o avanço adicional que a derrota do Benfica no Restelo lhe havia trazido.

No final do jogo Jesualdo Ferreira lamentou a falta de finalização e também a actuação do árbitro Pedro Henriques segundo o qual teria sido responsável pela não marcação de um penalty favorável aos portistas ainda com o resultado em 0-0.

Já Jokanovis, treinador do Nacional declarou que «este foi o melhor presente de Natal que podíamos oferecer aos adeptos do Nacional. Os nossos jogadores foram brilhantes. Sentimos a falta de alguns jogadores, mas temos 26 elementos no plantel e todos têm qualidade para jogar. Tirando os primeiros 15 minutos, eles mostraram isso mesmo».

Ficha do jogo:

Estádio da Madeira, na Choupana (Funchal)
Árbitro: Pedro Henriques (AF Lisboa)

NACIONAL – Diego; Patacas, Cardozo, Felipe Lopes e Alonso; Ávalos, Cléber e Juliano; Lipatin (João Coimbra, 84 m), Juninho (José Vítor, 66 m) e Adriano (João Moreira, 55 m).

FC PORTO – Helton; Bosingwa, Pedro Emanuel, Bruno Alves e Fucile; Lucho Gonzalez, Paulo Assunção, Raul Meireles (Leandro Lima, 66 m) e Mariano Gonzalez (Kazmierczak, 78 m); Hélder Postiga (Adriano, 60 m) e Lisandro Lopez.

Golo: Lipatin (57 m)

Disciplina: Cartão amarelo a Felipe Lopes, Cléber e Paulo Assunção.
Cartão vermelho (segundo amarelo) a Felipe Lopes (87 m).

 

O que é Nacional é bom … e Porto sofreu a primeira derrota

Filed under: FC Porto,Futebol,Liga Bwin,Nacional — looking4good @ 11:51 pm
Nacional

1-0

Porto

Cumpriu-se a tradição de Porto não ganhar na Choupana

O Porto sofreu a primeira derrota no campeonato e já não há equipas invictas.

Os comandantes do campeonato até disfrutaram de supremacia no jogo mas as falhas na concretização de alguns lances ofensivos ditaram o resultado final.

Ao intervalo o resultado ainda era um empate a zero o que se pode considerar justificado. Na segunda parte Lizandro aos 53′ esteve perto de marcar mas Diego, com excelente defesa, não o permitiu. Pois passados quatroom minutos foi o Nacional que abriu o activo com um lançamento de Cléber para Lipatin de fora da área fazer um remate indefensável para Hélton.

Mariano Gonzalez pouco depois falhou o empate e Jesualdo Ferreira mexeu na equipa fazendo entrar Adriano e um pouco mais tarde Leandro Lima mas os homens da casa foram-se defendendo com êxito.

Nos últimos minutos e aproveitando o facto de o Nacional ter ficado com menos um jogador (expulsão por duplo amarelo a Felipe Lopes, defesa central que fez a sua estreia) e já com Kazmierczack (no lugar de Mariano) o Porto pressionou na busca do empate mas tal não ocorreu fazendo lembrar (e muito) a ausencia de Quaresma no jogo (castigado por ter atingido uma série de cinco amarelos).

O Porto agora dispõe dos mesmos sete pontos de avanço com que acabou o jogo frente ao Benfica na Luz, desperdiçando com esta derrota o avanço adicional que a derrota do Benfica no Restelo lhe havia trazido.

No final do jogo Jesualdo Ferreira lamentou a falta de finalização e também a actuação do árbitro Pedro Henriques segundo o qual teria sido responsável pela não marcação de um penalty favorável aos portistas ainda com o resultado em 0-0.

Já Jokanovis, treinador do Nacional declarou que «este foi o melhor presente de Natal que podíamos oferecer aos adeptos do Nacional. Os nossos jogadores foram brilhantes. Sentimos a falta de alguns jogadores, mas temos 26 elementos no plantel e todos têm qualidade para jogar. Tirando os primeiros 15 minutos, eles mostraram isso mesmo».

Ficha do jogo:

Estádio da Madeira, na Choupana (Funchal)
Árbitro: Pedro Henriques (AF Lisboa)

NACIONAL – Diego; Patacas, Cardozo, Felipe Lopes e Alonso; Ávalos, Cléber e Juliano; Lipatin (João Coimbra, 84 m), Juninho (José Vítor, 66 m) e Adriano (João Moreira, 55 m).

FC PORTO – Helton; Bosingwa, Pedro Emanuel, Bruno Alves e Fucile; Lucho Gonzalez, Paulo Assunção, Raul Meireles (Leandro Lima, 66 m) e Mariano Gonzalez (Kazmierczak, 78 m); Hélder Postiga (Adriano, 60 m) e Lisandro Lopez.

Golo: Lipatin (57 m)

Disciplina: Cartão amarelo a Felipe Lopes, Cléber e Paulo Assunção.
Cartão vermelho (segundo amarelo) a Felipe Lopes (87 m).

 

O que é Nacional é bom … e Porto sofreu a primeira derrota

Filed under: FC Porto,Futebol,Liga Bwin,Nacional — looking4good @ 11:51 pm
Nacional

1-0

Porto

Cumpriu-se a tradição de Porto não ganhar na Choupana

O Porto sofreu a primeira derrota no campeonato e já não há equipas invictas.

Os comandantes do campeonato até disfrutaram de supremacia no jogo mas as falhas na concretização de alguns lances ofensivos ditaram o resultado final.

Ao intervalo o resultado ainda era um empate a zero o que se pode considerar justificado. Na segunda parte Lizandro aos 53′ esteve perto de marcar mas Diego, com excelente defesa, não o permitiu. Pois passados quatroom minutos foi o Nacional que abriu o activo com um lançamento de Cléber para Lipatin de fora da área fazer um remate indefensável para Hélton.

Mariano Gonzalez pouco depois falhou o empate e Jesualdo Ferreira mexeu na equipa fazendo entrar Adriano e um pouco mais tarde Leandro Lima mas os homens da casa foram-se defendendo com êxito.

Nos últimos minutos e aproveitando o facto de o Nacional ter ficado com menos um jogador (expulsão por duplo amarelo a Felipe Lopes, defesa central que fez a sua estreia) e já com Kazmierczack (no lugar de Mariano) o Porto pressionou na busca do empate mas tal não ocorreu fazendo lembrar (e muito) a ausencia de Quaresma no jogo (castigado por ter atingido uma série de cinco amarelos).

O Porto agora dispõe dos mesmos sete pontos de avanço com que acabou o jogo frente ao Benfica na Luz, desperdiçando com esta derrota o avanço adicional que a derrota do Benfica no Restelo lhe havia trazido.

No final do jogo Jesualdo Ferreira lamentou a falta de finalização e também a actuação do árbitro Pedro Henriques segundo o qual teria sido responsável pela não marcação de um penalty favorável aos portistas ainda com o resultado em 0-0.

Já Jokanovis, treinador do Nacional declarou que «este foi o melhor presente de Natal que podíamos oferecer aos adeptos do Nacional. Os nossos jogadores foram brilhantes. Sentimos a falta de alguns jogadores, mas temos 26 elementos no plantel e todos têm qualidade para jogar. Tirando os primeiros 15 minutos, eles mostraram isso mesmo».

Ficha do jogo:

Estádio da Madeira, na Choupana (Funchal)
Árbitro: Pedro Henriques (AF Lisboa)

NACIONAL – Diego; Patacas, Cardozo, Felipe Lopes e Alonso; Ávalos, Cléber e Juliano; Lipatin (João Coimbra, 84 m), Juninho (José Vítor, 66 m) e Adriano (João Moreira, 55 m).

FC PORTO – Helton; Bosingwa, Pedro Emanuel, Bruno Alves e Fucile; Lucho Gonzalez, Paulo Assunção, Raul Meireles (Leandro Lima, 66 m) e Mariano Gonzalez (Kazmierczak, 78 m); Hélder Postiga (Adriano, 60 m) e Lisandro Lopez.

Golo: Lipatin (57 m)

Disciplina: Cartão amarelo a Felipe Lopes, Cléber e Paulo Assunção.
Cartão vermelho (segundo amarelo) a Felipe Lopes (87 m).

 

Sorteio para as Competições Europeias de Clubes

Cimeira Luso-Germânica com tríplice encontro

O Porto vai jogar com o Shalke 04 para os 16 avos da Champions League enquanto o Braga vai deslocar-se a Bremen paera jogar com o Werder Bremen a primeira mão dos 32 avos de final da Taça Uefa. Para esta última competição o Benfica defronta o Nurembega no que completa um trílice encontro entre equipas portuguesas e alemãs.

O Sporting joga primeiro em casa contra o Basileia numa antecipação do que será o confronto entre equipas nacionais para o Campeonato da Europa 2008.

Em resumo pode-se dizer que o sorteio não foi desfavorável e que Porto, Benfica e Sporting têm boas hipóteses de prosseguir em prova. Quanto ao Braga a situação é um pouco mais complicada porque tendo ficado em segundo caber-lhe-ia sempre uma das equipas que ficaram em terceiro lugar da Champions League tendo sido sorteados os alemães que vêm disputando a liderança do campeonato com o Bayern. Mas o Braga já empatou esta época com o Bayern. Por isso…

Sorteio completo:

Champions League
Celtic Barcelona
Lyon Man. United
Schalke Porto
Liverpool Internazionale
Roma

Real Madrid
Arsenal Milan
Olympiakos Chelsea
Fenerbahce Sevilla
Uefa Cup
Aberdeen Bayern Rangers Panathinaikos
AEK Getafe PSV Helsingborg
Bolton At. Madrid Slavia Tottenham
Zenit Villarreal Rosenborg Fiorentina
Galatasaray

Leverkusen Sporting Basel
Anderlecht Bordeaux W.Bremen Braga
Brann Everton Benfica Nürnberg
Zurich Hamburg Marseille Spartak Moskva

No caso das equipas portuguesas prosseguirem em prova cabe-lhes defrontar, na eliminatória seguinte da Taça Uefa:

O Benfica joga com o vencedor do jogo AEK-Getafe
O Sporting joga com o vencedor do Bolton- Atlético de Madrid
e o Braga com o vencedor do Rangers-Panathinaikos

Análise dos adversários das equipas portuguesas:

Shalke: Na fase de grupos da Champions League o Schalke ficou em segundo lugar no grupo B tendo saído vencedor do grupo o Chelsea. Teve dvitórias, dois empates e duas derrotas, marcando 5 golos e sofrendo quatro. As duas vitórias o0btidas forma ambas contra o Rosenborg fora por 2-0 e em casa por 2-1. Empatou em casa com o Chelsea 0-0 e fora com o Valência com o mesmo resultado. Na primeira jornada perdera em casa frente ao Valencia por 1-0 e perseu fora com o Chelsea por 2-0.

No campeonato alemão segue no final da priemira volta em quinto lugar com 7 vitórias, oito empates e duas derrotas, 26 golos marcados e dezassete sofridos. É uma equipa que perde, portanto, poucas vezes, mas que tem bastante propensão para empatar (quase metade dos jogos em que participa termina com empate).

Werder Bremen: O Werder Bremen veio da Champions League tendo ficado em terceiro lugar no Grupo C ganho pelo Real Madrid. Talvez tenha surpreendido a passagem do Olympiacos em detrimento dos alemães relegados para a Taça Uefa pela derrota por 3-0 naúltima jornada na Grécia quando precisavam de ganhar. Tiveram duas vitórias e quatro derrotas, tendo também perdido em casa com os gregos 3-1. As vitórias foram obtidas contra a Lazio em casa por 2-1 e frente ao Real Madrid por 3-2.

No campeonato alemão terminou a primeira volta igualado com o Bayern no comando do campeonato com 37 pontos em 17 jogos (11 vitórias- 3 empates e 3 derrotas), com 42 golos marcados e 24 sofridos. É portanto uma equipa em que nos seus jogos há muitos golos. De referir que tem mais onze golos marcados do que o Bayern mas também sofre muitos golos (mais 16 do que a equipa bávara). É, no entanto, o adversário mais difícil que calhou às equipas portuguesas neste sorteio. Uma referencia também para a presença de Hugo Almeida no plantel alemão.

Nürnberg: Terminou a fase de grupos da Taça Uefa em segundo lugar no grupo A. Perdeu em casa com o Everton (vencedor do grupo só com vitórias) por 2-0, empatou fora com o Zenit 2-2, ganhou em casa ao AZ por 2-1 e na última jornada foi vencer à Grécia o Larissa por 3-1 (que só coleccionou derrotas) selando a passagem a esta fase da competição.

No campeonato alemão está mal. Teve 3 vitórias 4 empates e dez derrotas nos dezassete jogos disputados da primeira volta terminando em antepenúltimo. O goal-average não é muito desiquilibrado 21-28. Portanto poucos mais golos tem sofridos do que o Werder Bremen. É, no entanto, aparentemente uma equipa acessível para o Benfica. Do plantel faz parte o avançado grego, campeão da Europa, Charisteas e jogadores de doze nacionalidades (com quatro ogadores australianos

Basel: Terminou em segundo no Grupo D da fase de Grupos da Taça Uefa, cujo vencedor foi o Hamburg. Teve duas vitórias (ambas em casa e ambas por 1-0 ao Rennes e ao Braan) e dois empates (ambos foras com o Dinamo de Zagreb 0-0 e na última jornada em Hamburg 1-1, um resultado meritório). No campeonato suiço lidera a classificação com 12 vitórias 3 empates e 3 derrotas, 38 golos marcados e 19 sofridos. Na equipa joga o português Carlitos ex-jogador do Benfica. Não é um adversário fácil para o Sporting, mas o clube português poderá contar com o apoio dos emigrantes para tornar a eliminatória numa coisa parecida com dois jogos em casa.

 

Musical suggestion of the day – Carlos do Carmo

Filed under: Carlos do Carmo,Fado,Music,Musica — looking4good @ 4:29 am

Carlos Alberto do Carmo Almeida (n. em Lisboa a 21 de Dezembro de 1939)
Por morrer uma andorinha

Canoas do Tejo

 

Musical suggestion of the day – Carlos do Carmo

Filed under: Carlos do Carmo,Fado,Music,Musica — looking4good @ 4:29 am

Carlos Alberto do Carmo Almeida (n. em Lisboa a 21 de Dezembro de 1939)
Por morrer uma andorinha

Canoas do Tejo