Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Amarga prenda de Natal para os benfiquistas Dezembro 15, 2007

Filed under: Belenenses,Benfica,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 9:38 pm

Benfica logo

Belenenses logo Belenenses

1-0

Benfica

Grande golo de Weldon dá vitória justa

Custa a acreditar no que se vê quanto ao que este Benfica joga: muito pouco.

Sabendo da importância deste jogo o Benfica voltou, tal como no jogo com o Porto, a abordar o jogo da pior maneira possível. A iniciativa é do adversário, a equipa não tem circulação e controlo de bola e pouco pressiona. Sendo assim o resultado de 0-0 ao intervalo não podia ser melhor para os encarnados. O Benfica pareceu sempre expectante por um erro do adversário que até ocorreu quando Maxi Pereira ganhou um ressalto e podia-se isolar mas a recepção de bola foi um desastre.

Na segunda parte a equipa do Benfica melhorou um pouco. Com as substituições forçadas na equipa do Belenenses (os dois laterais) a equipa paraceu mais adiantada, com mais bola, a querer demonstrar mais alguma coisa quanto a ambições. Mas as substituições nos encarnados com entradas de Nuno Gomes e Di Maria, demonstrativas de ausencia de um sistema tactico definido na equipa, acabaram por abrir mais espaços no meio-campo à equipa do Belenenses forte no contra-ataque.

Um lançamento para a esquerda para Waldon deu uma jogada de um contra um com Luisão, este deu espaço aquele fugiu para o centro da área e rematou cruzado sem hipóteses para Quim adiantando o Belenenses no marcador.

Ainda havia muito tempo mas a reacção encarnada durou pouco. Di Maria na esquerda cruzou para um golo inevitável do Benfica não fosse Cardozo a concluir pessimamente com a baliza toda aberta – deu um toque na bola em frente para o guarda-redes defender com um pé. O sentimento que os adeptos ficam com um jogador como Cardozo é completamente contraditório. Como Shaktar foi o autor dos dois golos, neste jogo com o Belenenses a sua produção foi nula (para não dizer abaixo de zero, porque se ele não jogasse jogaria outro). Não se percebe o valor do investimento feito, quando ainda se discute quanto custaria Miccoli.

Um Benfica completamente arrumado da decisão do título ainda antes do Natal, para além dos pontos (que podem ser dez se o Porto ganhar ao Guimarães) demonstra uma total incapacidade de sistema e de organização de jogo. A equipa não joga, não controla, não se impõe e claro… assim às vezes perde …o que até é normal. Só Rodriguez e de vez em quando Rui Costa a pegar no jogo não dá. Neste jogo até foi David Luis várias vezes a trazer a bola da defesa para o ataque.

A arbitragem esteve bem. Certas as decisões de não marcar penalty num lance na primeira parte em que David Luis deu um ligeiro toque com um braço num jogador belenense ainda fora da área e este atirou-se para o chão dentro e no fora de jogo de Cardozo quando este (agora que não valia) enfiou a bola na baliza adversária.

Segunda derrota consecutiva do Benfica enquanto este Belenenses, que até joga «benzinho» mas que não consegue grandes resultados, com os grandes está apostado em desmentir tal afirmação: já empatou no Dragão e agora derrota o Benfica

Estádio do Restelo, Lisboa

Árbitro: Paulo Batista (AF Portalegre)

Belenenses: Marco Gonçalves, Devic, Rolando, Ruben Amorim (Amaral, 49 min.), Rodrigo Alvim (Areias, 58 min.), Gómez, Hugo Leal, José Pedro, Silas, Roncatto (João Paulo Oliveira, 89 min.) e Weldon.

Benfica: Quim, Luisão, David Luiz, Nélson, Léo, Katsouranis (Dí Maria, 64 min.), Petit, Maxi Pereira (Nuno Gomes, 64 min.), Cristian Rodriguez (Adu, 79 min.), Riu Costa e Cardozo.

Golos: Weldon (70 min.).

Disciplina: Devic (43 min.); Nélson (45+1 min.); Rui Costa (80 min.).

 

GOFIOS

Filed under: Food,peace — looking4good @ 9:28 pm

En ocasión de la fiestas marianas; es decir, la celebración de la fiestas de la purísima Concepción de María en los primeros días de diciembre culminando el 8; la gente devota de Nicaragua, principalmente del centro y el pacífico; de origen mestizo; acostumbran preparar y regalar dulces caseros a toda la gente que le canta a la Vírgen Maria en su “purísima” bajo el grito universal ¿Quien causa tanta alegría? La Concepción de María.

El dulce que presento llamado “Gofio” es de origen mesoamericano nicaragüense;mestizo. Y se prepara en los hogares nicaragüenses; es una tradición que se ha transmitido de generación en generación; al menos en los últimos doscientos años.

La presente receta se la dedico a mi amigo Capricornio de Costa Rica; a quien le doy las gracias por las buenas atenciones que me procuró antes y durante mi estadía en ese país hermano. Gracias amigo.

Estoy de regreso en el oficio después de estar varios días fuera de casa. Gracias a todos por visitar este humilde blog de su amigo y servidor.

Aquí la receta:

INGREDIENTES:

2 atados de dulce de rapadura (elaborado del jugo de la caña de azucar) equivalente a unos dos kilos aproximadamente.

60 gramos de anis

100 gramos de jengibre rayado

3 kilos de maiz para hacer pinol sancochado.(ver procedimiento punto I)

PROCEDIMIENTO:

PUNTO I COMO HACER EL PINOL

1. Dejar en remojo el maiz de un día para otro (unas 12 horas)

2. Escurrir, tender y ponerlo al sol en un manto que filtre bien el agua hasta que seque por completo (unas 8 horas)

3. El maiz seco y soplado ponerlo a tostar en un comal de barro o sartén a fuego con carbón o leña; fuego lento y sin quemarlo, moviéndolo constantemente.

4 Moler el maiz no tan fino; puede quedar con brumas no muy grandes.

Listo ya tenemos el pinol sancochado.

PUNTO II PREPARANDO LOS GOFIOS.

5. En una olla poner a derretir el dulce de rapadura agregándole el anís y el jengibre hasta que espese; a fuego lento. (unos 30 minutos)

6. Se extiende el pinol sancochado en una mesa y se le va agregando la miel hirviendo poco a poco y amasando con las manos (no se quejen de que está caliente, entrenen sus manos de cocineros) hasta formar una tortilla como la que aparece en la foto

GOFIO 1

7. Se le va espolvoreando pinol para que amarre mientras se enfría

8. Se corta la tortilla en trozos en forma de rombos y se continúa espolvorendo pinol como se aprecia en la siguiente foto.

GOFIO 2

9. Se deja reposar a temperatura ambiente; por lo menos un día.

GOFIO 3

Y luego se guardan en un recipiente cerrado y lo esconden para comérselos en su cuarto y no darle a nadie (broma). Digo para administrarlos correctamente ya que peligran desaparecer en la primera repartida que hagan de los mismos.

Listo.

Tienen la receta de un dulce navideño nicaragüense.

Homero.

GOFIO 4

 

Nothingandall : sexto melhor blog generalista nacional

Filed under: blogs — looking4good @ 7:26 pm

Pois já é conhecida a classificação dos melhores blogs nacionais 2007.

Na categoria de blogs generalistas Nothingandall ficou em sexto lugar. É uma classificação que nos incentiva para que no próximo ano possamos fazer ainda melhor trabalho.

Os três primeiros foram:

1º. Bitaites
2º. Reflexões de Um Cão Com Pulgas
3º. Corta-Fitas

Parabéns aos vencedores, também a todos os nomeados seleccionados (treze) e enfim a todos os outros e também, naturalmente, aos organizadores da iniciativa.

Pode conferir os resultados finais seguindo o link do título deste post.

 

Filed under: Life,Love — looking4good @ 12:36 pm

de algún modo yo creo que la amistad es mejor que el amor de padres a hijos y viceversa, en el amor de padres a hijos a menudo hay un componente de no respetar al hijo y de invadir su vida que en la amistad no se da, la amistad es ideal por el componente de respeto, fíjate, ¿recuerdas que te decía que hay partes del cristianismo que sí comparto?, ok, pues hay un par de frases muy significativas: lo de “no hay mayor amor que el que da la vida por sus amigos”, y luego también lo de la madre y los hermanos, cuando van a buscarle su madre y sus hermanos porque creen que está loco, y él dice: “¿quiénes son mi madre y mis hermanos?”, y lo son los que están con él escuchándole, es decir: sus amigos, la gente que le ha escuchado y le ha comprendido, los que no le tildan de loco, los que ha encontrado en su vida de después, no en la familia, “nadie es profeta en su tierra, nadie es profeta entre sus parientes y conocidos”, uno es profeta para la gente que le encuentra de nuevas y que en ese encuentro basa su amistad, si vas de ideas originales en la familia te tildan de loco, de llevarte al psiquiatra, la gente que te encuentra de nuevas te admira o similar

🙂

un beso, amor,

santi

(c) del texto: santiago tena, 2007

 

15 Dez 2007 – Centenário do arquitecto Niemeyer «o poeta das formas»

Filed under: Arquitectura,efemerides — looking4good @ 4:55 am

Óscar Niemeyer Soares Filho nasceu na cidade do Rio de Janeiro a 15 de Dezembro de 1907, ou seja completa hoje 100 anos. É considerado um dos maiores (o maior?) arquitectos do mundo contemporâneo. As suas obras mais conhecidas são na cidade de Brasília, como os Palácios do Congresso Nacional, do Planalto, da Alvorada (residencia do Presidente da Republica) e e do Itamaraty.

“Não é o ângulo recto que me atrai, nem a linha recta, dura e inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual, a curva que encontro nas montanhas do meu país, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein”.

No Funchal a obra do Pestana Central Park, é também um marco da sua autoria.

O curioso é que se Niemeyer nasceu em 15 de Dezembro (de 1907), em 15 de Dezembro nasceu (em 1832) Gustave Eiffel, outro célebre arquitecto. 15 de Dezembro estará assim, para sempre, indissociável da arquitectura e destes grandes artistas.

 

15 Dez 2007 – Centenário do arquitecto Niemeyer «o poeta das formas»

Filed under: Arquitectura,efemerides — looking4good @ 4:55 am

Óscar Niemeyer Soares Filho nasceu na cidade do Rio de Janeiro a 15 de Dezembro de 1907, ou seja completa hoje 100 anos. É considerado um dos maiores (o maior?) arquitectos do mundo contemporâneo. As suas obras mais conhecidas são na cidade de Brasília, como os Palácios do Congresso Nacional, do Planalto, da Alvorada (residencia do Presidente da Republica) e e do Itamaraty.

“Não é o ângulo recto que me atrai, nem a linha recta, dura e inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual, a curva que encontro nas montanhas do meu país, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein”.

No Funchal a obra do Pestana Central Park, é também um marco da sua autoria.

O curioso é que se Niemeyer nasceu em 15 de Dezembro (de 1907), em 15 de Dezembro nasceu (em 1832) Gustave Eiffel, outro célebre arquitecto. 15 de Dezembro estará assim, para sempre, indissociável da arquitectura e destes grandes artistas.

 

15 Dez 2007 – Centenário do arquitecto Niemeyer «o poeta das formas»

Filed under: Arquitectura,efemerides — looking4good @ 4:55 am

Óscar Niemeyer Soares Filho nasceu na cidade do Rio de Janeiro a 15 de Dezembro de 1907, ou seja completa hoje 100 anos. É considerado um dos maiores (o maior?) arquitectos do mundo contemporâneo. As suas obras mais conhecidas são na cidade de Brasília, como os Palácios do Congresso Nacional, do Planalto, da Alvorada (residencia do Presidente da Republica) e e do Itamaraty.

“Não é o ângulo recto que me atrai, nem a linha recta, dura e inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual, a curva que encontro nas montanhas do meu país, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein”.

No Funchal a obra do Pestana Central Park, é também um marco da sua autoria.

O curioso é que se Niemeyer nasceu em 15 de Dezembro (de 1907), em 15 de Dezembro nasceu (em 1832) Gustave Eiffel, outro célebre arquitecto. 15 de Dezembro estará assim, para sempre, indissociável da arquitectura e destes grandes artistas.