Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Charlize Theron is the sexiest woman in the world Novembro 3, 2007

Filed under: celebrities,Charlize Theron,wallpapers — looking4good @ 10:58 pm

The beautiful, South African, Charlize Theron, 32 years old, is the sexiest woman in the world, alive, elected The Magazine «Esquire». I agree undoubtfully. The previous called sexiest woman alive by Esquire had been Scarlett Johansson.
Lets see some nice wallpapers:
Free Image Hosting at www.ImageShack.usFree Image Hosting at www.ImageShack.us
Charlize Théron wallpaperFree Image Hosting at www.ImageShack.us
Free Image Hosting at www.ImageShack.usCharlize Théron wallpaper
click on pictures to get high resolution
 

Charlize Theron is the sexiest woman in the world

Filed under: celebrities,Charlize Theron,wallpapers — looking4good @ 10:58 pm

The beautiful, South African, Charlize Theron, 32 years old, is the sexiest woman in the world, alive, elected The Magazine «Esquire». I agree undoubtfully. The previous called sexiest woman alive by Esquire had been Scarlett Johansson.
Lets see some nice wallpapers:
Free Image Hosting at www.ImageShack.usFree Image Hosting at www.ImageShack.us
Charlize Théron wallpaperFree Image Hosting at www.ImageShack.us
Free Image Hosting at www.ImageShack.usCharlize Théron wallpaper
click on pictures to get high resolution
 

Charlize Theron is the sexiest woman in the world

Filed under: celebrities,Charlize Theron,wallpapers — looking4good @ 10:58 pm

The beautiful, South African, Charlize Theron, 32 years old, is the sexiest woman in the world, alive, elected The Magazine «Esquire». I agree undoubtfully. The previous called sexiest woman alive by Esquire had been Scarlett Johansson.
Lets see some nice wallpapers:
Free Image Hosting at www.ImageShack.usFree Image Hosting at www.ImageShack.us
Charlize Théron wallpaperFree Image Hosting at www.ImageShack.us
Free Image Hosting at www.ImageShack.usCharlize Théron wallpaper
click on pictures to get high resolution
 

Charlize Theron is the sexiest woman in the world

Filed under: celebrities,Charlize Theron,wallpapers — looking4good @ 10:58 pm

The beautiful, South African, Charlize Theron, 32 years old, is the sexiest woman in the world, alive, elected The Magazine «Esquire». I agree undoubtfully. The previous called sexiest woman alive by Esquire had been Scarlett Johansson.
Lets see some nice wallpapers:
Free Image Hosting at www.ImageShack.usFree Image Hosting at www.ImageShack.us
Charlize Théron wallpaperFree Image Hosting at www.ImageShack.us
Free Image Hosting at www.ImageShack.usCharlize Théron wallpaper
click on pictures to get high resolution
 

Minuto 86 outra vez precioso para o Benfica

Filed under: Benfica,Futebol,Liga Bwin,Paços de Ferreira — looking4good @ 10:04 pm
Benfica logoPaços de Ferreira logo P. de Ferreira

1-2
Benfica

Golos de «bola parada» e pacenses infelizes

O Benfica tinha de ganhar este jogo para a proveitar os primeiros pontos perdodos pelo Porto na véspera, e entrou com essa disposição no jogo dominando claramente o primeiro quarto de hora. Porém, o Paços de Ferreira foi acertando nas marcações e equilibrou o jogo.

Aos 21′ um livre da esquerda de Rui Costa com cruzamento para área deu o primeiro golo doi Benfica com Christian Rodriguez a rematar de cabeça com a bola ainda a bater noo poste antes de ir beijar as redes da baliza de Peçanha. Os benfiquistas podiam pensar que iriam ter a vida facilitada mas foi um engano. Depois de um primeiro pontapé de canto desfeito, dois jogadores encarnados contra um pacense junto da linha de fundo de Quim não evitaram (infantilmente) um segundo canto consecutivo. Este foi marcado curto para Cristiano que ghanhou a linha de fundo passando por Nuno Assis e cruzou tenso pra na pequena área Tiago Valente fazer o desvio para a baliza, estabelecendo o empate. O Benfica tinha estado a vencer durante oito minutos!

Com o empate estebelecido o jogo continuou a decorrer com muita briga por parte dos pacenses, sempre a disputar todas as bolas, com muita pressão e com os encarnados a cometerem muitos erros nos passes, ainda que com ligeira supremacia na posse de bola.

A segunda parte não foi muito diferente, um jogo muito aguerrido mas sem ser bem jogado, com os encarnados com mais pendor ofensivo mas com grande incapacidade de pôr à prova Peçanha, enquanto o Paços de Ferreira nunca desistia de fazer perigar a baliza de Quim perante uma defesa encarnada muito incerta e com Luís Filipe mais uma vez a não justificar a presença na equipa.

Com efeito aos 50′ o Paços de Ferreira esteve perto do golo! Cristiano fugiu pela esquerda e o cruzamento foi finalizado por Ricardinho ligeiramente ao lado da baliza de Quim.

O Benfica controlava o jogo, com Christian Rodriguez a ser o mais inconformado no meio-campo encarnado, mas tinha muitas carencias para fazer criar perigo para Peçanha.

Camacho fez entrar Nuno Gomes (59m), Di María (72m) e Freddy Adu (83m) este último para substituir Cardozo (em má condição física) e foi perto do final que de novo livre de Rui Costa, da esquerda, levantado para a área com um cabeceamento (de novo) de Rodriguez que Peçanha defendeu instintivamente para a frente, que surgiria o segundo golo encarnado, na recarga de Katsouranis.

Com poucos minutos para a jogar não se pense que o Paços e Fereira desistiu. De um alívio desastrado de Luisão para canto surgou mais um calafrio para os benfiquistas com o canto a ser finalizado de cabeça por Furtado à barra.

Um trinfo importante e feliz do Benfica que, contudo, continua a revelar muitas inconsistencias…

A arbitragem cometeu alguns erros e mostrou muitos amarelos (quatro dos quais aos pares em lances prévios de marcação de cantos na área pacense).

Ficha de jogo

Estádio da Mata Real, em Paços de Ferreira

Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal); Aux – António Godinho,Paulo Ramos ,

Paços de Ferreira: Peçanha; Mangualde (Ferreira, 65m), Tiago Valente, Rovérsio e Chico Silva; Dedé, Pedrinha e Filipe Anunciação (Wesley, 88m); Ricardinho, Renato Queirós (Furtado, 73m) e Cristiano

Benfica: Quim; Luís Filipe, Luisão, Katsouranis e Léo; Maxi Pereira (Nuno Gomes, 59m) e Bynia; Nuno Assis (Di María, 72m), Rui Costa e Rodriguez; Cardozo (Freddy Adu, 83m), Bynia (84m)

Golos: 0-1, Rodriguez (21m); 1-1, Tiago Valente (29m); 1-2, Katsouranis (86m)

Disciplina:
27′ Cartão amarelo para Renato Queirós por agarrar Quim quando este procrava reatar o jogo.
31′ Cartão Amarelo para Cardozo e Rovérsio por se agarrarem mutuamente antes de um lance de bola parada
33′ Cartão Amarelo para Maxi Pereira.
81′ Cartão Amarelo para Nuno Gomes e Filipe Anunciaçao por agarrões na área.
82′ Cartão Amarelo para Dedé.
84′ Cartão Amarelo para Bynia por falta à entrada da área
90′ Segundo Cartão Amarelo e Vermelho para Roversio por agarrar Nuno Gomes evitando um contra-ataque.

 

Minuto 86 outra vez precioso para o Benfica

Filed under: Benfica,Futebol,Liga Bwin,Paços de Ferreira — looking4good @ 10:04 pm
Benfica logoPaços de Ferreira logo P. de Ferreira

1-2
Benfica

Golos de «bola parada» e pacenses infelizes

O Benfica tinha de ganhar este jogo para a proveitar os primeiros pontos perdodos pelo Porto na véspera, e entrou com essa disposição no jogo dominando claramente o primeiro quarto de hora. Porém, o Paços de Ferreira foi acertando nas marcações e equilibrou o jogo.

Aos 21′ um livre da esquerda de Rui Costa com cruzamento para área deu o primeiro golo doi Benfica com Christian Rodriguez a rematar de cabeça com a bola ainda a bater noo poste antes de ir beijar as redes da baliza de Peçanha. Os benfiquistas podiam pensar que iriam ter a vida facilitada mas foi um engano. Depois de um primeiro pontapé de canto desfeito, dois jogadores encarnados contra um pacense junto da linha de fundo de Quim não evitaram (infantilmente) um segundo canto consecutivo. Este foi marcado curto para Cristiano que ghanhou a linha de fundo passando por Nuno Assis e cruzou tenso pra na pequena área Tiago Valente fazer o desvio para a baliza, estabelecendo o empate. O Benfica tinha estado a vencer durante oito minutos!

Com o empate estebelecido o jogo continuou a decorrer com muita briga por parte dos pacenses, sempre a disputar todas as bolas, com muita pressão e com os encarnados a cometerem muitos erros nos passes, ainda que com ligeira supremacia na posse de bola.

A segunda parte não foi muito diferente, um jogo muito aguerrido mas sem ser bem jogado, com os encarnados com mais pendor ofensivo mas com grande incapacidade de pôr à prova Peçanha, enquanto o Paços de Ferreira nunca desistia de fazer perigar a baliza de Quim perante uma defesa encarnada muito incerta e com Luís Filipe mais uma vez a não justificar a presença na equipa.

Com efeito aos 50′ o Paços de Ferreira esteve perto do golo! Cristiano fugiu pela esquerda e o cruzamento foi finalizado por Ricardinho ligeiramente ao lado da baliza de Quim.

O Benfica controlava o jogo, com Christian Rodriguez a ser o mais inconformado no meio-campo encarnado, mas tinha muitas carencias para fazer criar perigo para Peçanha.

Camacho fez entrar Nuno Gomes (59m), Di María (72m) e Freddy Adu (83m) este último para substituir Cardozo (em má condição física) e foi perto do final que de novo livre de Rui Costa, da esquerda, levantado para a área com um cabeceamento (de novo) de Rodriguez que Peçanha defendeu instintivamente para a frente, que surgiria o segundo golo encarnado, na recarga de Katsouranis.

Com poucos minutos para a jogar não se pense que o Paços e Fereira desistiu. De um alívio desastrado de Luisão para canto surgou mais um calafrio para os benfiquistas com o canto a ser finalizado de cabeça por Furtado à barra.

Um trinfo importante e feliz do Benfica que, contudo, continua a revelar muitas inconsistencias…

A arbitragem cometeu alguns erros e mostrou muitos amarelos (quatro dos quais aos pares em lances prévios de marcação de cantos na área pacense).

Ficha de jogo

Estádio da Mata Real, em Paços de Ferreira

Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal); Aux – António Godinho,Paulo Ramos ,

Paços de Ferreira: Peçanha; Mangualde (Ferreira, 65m), Tiago Valente, Rovérsio e Chico Silva; Dedé, Pedrinha e Filipe Anunciação (Wesley, 88m); Ricardinho, Renato Queirós (Furtado, 73m) e Cristiano

Benfica: Quim; Luís Filipe, Luisão, Katsouranis e Léo; Maxi Pereira (Nuno Gomes, 59m) e Bynia; Nuno Assis (Di María, 72m), Rui Costa e Rodriguez; Cardozo (Freddy Adu, 83m), Bynia (84m)

Golos: 0-1, Rodriguez (21m); 1-1, Tiago Valente (29m); 1-2, Katsouranis (86m)

Disciplina:
27′ Cartão amarelo para Renato Queirós por agarrar Quim quando este procrava reatar o jogo.
31′ Cartão Amarelo para Cardozo e Rovérsio por se agarrarem mutuamente antes de um lance de bola parada
33′ Cartão Amarelo para Maxi Pereira.
81′ Cartão Amarelo para Nuno Gomes e Filipe Anunciaçao por agarrões na área.
82′ Cartão Amarelo para Dedé.
84′ Cartão Amarelo para Bynia por falta à entrada da área
90′ Segundo Cartão Amarelo e Vermelho para Roversio por agarrar Nuno Gomes evitando um contra-ataque.

 

Minuto 86 outra vez precioso para o Benfica

Filed under: Benfica,Futebol,Liga Bwin,Paços de Ferreira — looking4good @ 10:04 pm
Benfica logoPaços de Ferreira logo P. de Ferreira

1-2
Benfica

Golos de «bola parada» e pacenses infelizes

O Benfica tinha de ganhar este jogo para a proveitar os primeiros pontos perdodos pelo Porto na véspera, e entrou com essa disposição no jogo dominando claramente o primeiro quarto de hora. Porém, o Paços de Ferreira foi acertando nas marcações e equilibrou o jogo.

Aos 21′ um livre da esquerda de Rui Costa com cruzamento para área deu o primeiro golo doi Benfica com Christian Rodriguez a rematar de cabeça com a bola ainda a bater noo poste antes de ir beijar as redes da baliza de Peçanha. Os benfiquistas podiam pensar que iriam ter a vida facilitada mas foi um engano. Depois de um primeiro pontapé de canto desfeito, dois jogadores encarnados contra um pacense junto da linha de fundo de Quim não evitaram (infantilmente) um segundo canto consecutivo. Este foi marcado curto para Cristiano que ghanhou a linha de fundo passando por Nuno Assis e cruzou tenso pra na pequena área Tiago Valente fazer o desvio para a baliza, estabelecendo o empate. O Benfica tinha estado a vencer durante oito minutos!

Com o empate estebelecido o jogo continuou a decorrer com muita briga por parte dos pacenses, sempre a disputar todas as bolas, com muita pressão e com os encarnados a cometerem muitos erros nos passes, ainda que com ligeira supremacia na posse de bola.

A segunda parte não foi muito diferente, um jogo muito aguerrido mas sem ser bem jogado, com os encarnados com mais pendor ofensivo mas com grande incapacidade de pôr à prova Peçanha, enquanto o Paços de Ferreira nunca desistia de fazer perigar a baliza de Quim perante uma defesa encarnada muito incerta e com Luís Filipe mais uma vez a não justificar a presença na equipa.

Com efeito aos 50′ o Paços de Ferreira esteve perto do golo! Cristiano fugiu pela esquerda e o cruzamento foi finalizado por Ricardinho ligeiramente ao lado da baliza de Quim.

O Benfica controlava o jogo, com Christian Rodriguez a ser o mais inconformado no meio-campo encarnado, mas tinha muitas carencias para fazer criar perigo para Peçanha.

Camacho fez entrar Nuno Gomes (59m), Di María (72m) e Freddy Adu (83m) este último para substituir Cardozo (em má condição física) e foi perto do final que de novo livre de Rui Costa, da esquerda, levantado para a área com um cabeceamento (de novo) de Rodriguez que Peçanha defendeu instintivamente para a frente, que surgiria o segundo golo encarnado, na recarga de Katsouranis.

Com poucos minutos para a jogar não se pense que o Paços e Fereira desistiu. De um alívio desastrado de Luisão para canto surgou mais um calafrio para os benfiquistas com o canto a ser finalizado de cabeça por Furtado à barra.

Um trinfo importante e feliz do Benfica que, contudo, continua a revelar muitas inconsistencias…

A arbitragem cometeu alguns erros e mostrou muitos amarelos (quatro dos quais aos pares em lances prévios de marcação de cantos na área pacense).

Ficha de jogo

Estádio da Mata Real, em Paços de Ferreira

Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal); Aux – António Godinho,Paulo Ramos ,

Paços de Ferreira: Peçanha; Mangualde (Ferreira, 65m), Tiago Valente, Rovérsio e Chico Silva; Dedé, Pedrinha e Filipe Anunciação (Wesley, 88m); Ricardinho, Renato Queirós (Furtado, 73m) e Cristiano

Benfica: Quim; Luís Filipe, Luisão, Katsouranis e Léo; Maxi Pereira (Nuno Gomes, 59m) e Bynia; Nuno Assis (Di María, 72m), Rui Costa e Rodriguez; Cardozo (Freddy Adu, 83m), Bynia (84m)

Golos: 0-1, Rodriguez (21m); 1-1, Tiago Valente (29m); 1-2, Katsouranis (86m)

Disciplina:
27′ Cartão amarelo para Renato Queirós por agarrar Quim quando este procrava reatar o jogo.
31′ Cartão Amarelo para Cardozo e Rovérsio por se agarrarem mutuamente antes de um lance de bola parada
33′ Cartão Amarelo para Maxi Pereira.
81′ Cartão Amarelo para Nuno Gomes e Filipe Anunciaçao por agarrões na área.
82′ Cartão Amarelo para Dedé.
84′ Cartão Amarelo para Bynia por falta à entrada da área
90′ Segundo Cartão Amarelo e Vermelho para Roversio por agarrar Nuno Gomes evitando um contra-ataque.