Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Soneto Romantico – Luis Guimarães Filho Outubro 30, 2007

Filed under: Luís Guimarães Filho,poesia — looking4good @ 1:49 am


Pousa os olhos nos meus… deixa voar
Os nossos sonhos que outro sonho enlaça…
Eu quero ler a imaculada graça
Dos juramentos que tu tens no olhar!

Escuta as dores do profundo mar!
Vê como sofre o vento quando passa!
E como é triste a cândida desgraça
Que existe na eloqüência do luar!

E enquanto os outros vivem padecendo,
No mundo vil, – no mundo atroz e horrendo –
Nós dois, como os amantes da balada,

Vamos sofrer de novo as amarguras
E repetir as imortais loucuras
Do nosso amor, ó companheira amada.

Luís Guimarães Filho (n. no Rio de Janeiro a 30 de Out. de 1878; m. em Petrópolis, a 19 de Abril de 1940)

 

Soneto Romantico – Luis Guimarães Filho

Filed under: Luís Guimarães Filho,poesia — looking4good @ 1:49 am


Pousa os olhos nos meus… deixa voar
Os nossos sonhos que outro sonho enlaça…
Eu quero ler a imaculada graça
Dos juramentos que tu tens no olhar!

Escuta as dores do profundo mar!
Vê como sofre o vento quando passa!
E como é triste a cândida desgraça
Que existe na eloqüência do luar!

E enquanto os outros vivem padecendo,
No mundo vil, – no mundo atroz e horrendo –
Nós dois, como os amantes da balada,

Vamos sofrer de novo as amarguras
E repetir as imortais loucuras
Do nosso amor, ó companheira amada.

Luís Guimarães Filho (n. no Rio de Janeiro a 30 de Out. de 1878; m. em Petrópolis, a 19 de Abril de 1940)

 

On this day in History – Oct. 30

Filed under: efemerides,This Day in History — looking4good @ 12:41 am