Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Rugby: South Africa rule the world! Outubro 20, 2007

Filed under: rugby — looking4good @ 10:52 pm
Percy Montgomery © Getty Images

England 6 – 15 South Africa

Springboks are the World Rugby champions, after have beaten England 15-6 in a tense final in Paris.

There were no tries. After six minutes South Africa by Percy Montgomery made 3-0 with a kick of penalty. Jonny Wilkinson with a penalty established a draw 3-3. With 15 minutes Montgomery made 6-3 after Lewis Moody has beens penalised for a surreptitious trip.

Wilkinson missed a dropp for goal from a favourable position and the match at the end of first-half scored 6-3. Montgomery goaled a penalty and made 9-3 the score at the end of the first-half.

Wilkinson made the score 9-6 (penalty) but English team wouldn’t go to score again. In the next 38 minutes England did not score again. Montgomery with a straightforward kick at goal made 12-6 after 50 minutes and Steyn drove over a penalty goal of great length and accuracy and put the score 12-6. The last 18 minutes the score didn’t change.

Referee: Alain Rolland (Ireland)
Touch judges: Joël Jutge (France), Paul Honiss (New Zealand)
Television match official: Stuart Dickinson (Australia)
Assessor: Michel Lamoulie (France)

South Africa: 15 Percy Montgomery, 14 JP Pietersen, 13 Jaque Fourie, 12 Francois Steyn, 11 Bryan Habana, 10 Butch James, 9 Fourie du Preez, 8 Danie Rossouw, 7 Juan Smith, 6 Schalk Burger, 5 Victor Matfield, 4 Bakkies Botha, 3 CJ van der Linde, 2 John Smit (c), 1 Os du Randt.

Replacements: 16 Bismarck du Plessis, 17 Jannie du Plessis, 18 Johannes Muller, 19 Wikus van Heerden, 20 Ruan Pienaar, 21 André Pretorius, 22 Wynand Olivier.

England: 15 Jason Robinson, 14 Paul Sackey, 13 Mathew Tait, 12 Mike Catt, 11 Mark Cueto , 10 Jonny Wilkinson, 9 Andy Gomarsall, 8 Nick Easter, 7 Lewis Moody, 6 Martin Corry, 5 Ben Kay, 4 Simon Shaw, 3 Phil Vickery (c), 2 Mark Regan, 1 Andrew Sheridan.

Replacements: 16 George Chuter, 17 Matt Stevens, 18 Lawrence Dallaglio, 19 Joe Worsley, 20 Peter Richards, 21 Toby Flood, 22 Dan Hipkiss.

The scorers:

For South Africa:
Pens: Montgomery 4, Steyn

For England:
Pen: Wilkinson 2

Argentina got the third place winning the Bronze Medal match against France 34-10

 

Rugby: South Africa rule the world!

Filed under: rugby — looking4good @ 10:52 pm
Percy Montgomery © Getty Images

England 6 – 15 South Africa

Springboks are the World Rugby champions, after have beaten England 15-6 in a tense final in Paris.

There were no tries. After six minutes South Africa by Percy Montgomery made 3-0 with a kick of penalty. Jonny Wilkinson with a penalty established a draw 3-3. With 15 minutes Montgomery made 6-3 after Lewis Moody has beens penalised for a surreptitious trip.

Wilkinson missed a dropp for goal from a favourable position and the match at the end of first-half scored 6-3. Montgomery goaled a penalty and made 9-3 the score at the end of the first-half.

Wilkinson made the score 9-6 (penalty) but English team wouldn’t go to score again. In the next 38 minutes England did not score again. Montgomery with a straightforward kick at goal made 12-6 after 50 minutes and Steyn drove over a penalty goal of great length and accuracy and put the score 12-6. The last 18 minutes the score didn’t change.

Referee: Alain Rolland (Ireland)
Touch judges: Joël Jutge (France), Paul Honiss (New Zealand)
Television match official: Stuart Dickinson (Australia)
Assessor: Michel Lamoulie (France)

South Africa: 15 Percy Montgomery, 14 JP Pietersen, 13 Jaque Fourie, 12 Francois Steyn, 11 Bryan Habana, 10 Butch James, 9 Fourie du Preez, 8 Danie Rossouw, 7 Juan Smith, 6 Schalk Burger, 5 Victor Matfield, 4 Bakkies Botha, 3 CJ van der Linde, 2 John Smit (c), 1 Os du Randt.

Replacements: 16 Bismarck du Plessis, 17 Jannie du Plessis, 18 Johannes Muller, 19 Wikus van Heerden, 20 Ruan Pienaar, 21 André Pretorius, 22 Wynand Olivier.

England: 15 Jason Robinson, 14 Paul Sackey, 13 Mathew Tait, 12 Mike Catt, 11 Mark Cueto , 10 Jonny Wilkinson, 9 Andy Gomarsall, 8 Nick Easter, 7 Lewis Moody, 6 Martin Corry, 5 Ben Kay, 4 Simon Shaw, 3 Phil Vickery (c), 2 Mark Regan, 1 Andrew Sheridan.

Replacements: 16 George Chuter, 17 Matt Stevens, 18 Lawrence Dallaglio, 19 Joe Worsley, 20 Peter Richards, 21 Toby Flood, 22 Dan Hipkiss.

The scorers:

For South Africa:
Pens: Montgomery 4, Steyn

For England:
Pen: Wilkinson 2

Argentina got the third place winning the Bronze Medal match against France 34-10

 

Rugby: South Africa rule the world!

Filed under: rugby — looking4good @ 10:52 pm
Percy Montgomery © Getty Images

England 6 – 15 South Africa

Springboks are the World Rugby champions, after have beaten England 15-6 in a tense final in Paris.

There were no tries. After six minutes South Africa by Percy Montgomery made 3-0 with a kick of penalty. Jonny Wilkinson with a penalty established a draw 3-3. With 15 minutes Montgomery made 6-3 after Lewis Moody has beens penalised for a surreptitious trip.

Wilkinson missed a dropp for goal from a favourable position and the match at the end of first-half scored 6-3. Montgomery goaled a penalty and made 9-3 the score at the end of the first-half.

Wilkinson made the score 9-6 (penalty) but English team wouldn’t go to score again. In the next 38 minutes England did not score again. Montgomery with a straightforward kick at goal made 12-6 after 50 minutes and Steyn drove over a penalty goal of great length and accuracy and put the score 12-6. The last 18 minutes the score didn’t change.

Referee: Alain Rolland (Ireland)
Touch judges: Joël Jutge (France), Paul Honiss (New Zealand)
Television match official: Stuart Dickinson (Australia)
Assessor: Michel Lamoulie (France)

South Africa: 15 Percy Montgomery, 14 JP Pietersen, 13 Jaque Fourie, 12 Francois Steyn, 11 Bryan Habana, 10 Butch James, 9 Fourie du Preez, 8 Danie Rossouw, 7 Juan Smith, 6 Schalk Burger, 5 Victor Matfield, 4 Bakkies Botha, 3 CJ van der Linde, 2 John Smit (c), 1 Os du Randt.

Replacements: 16 Bismarck du Plessis, 17 Jannie du Plessis, 18 Johannes Muller, 19 Wikus van Heerden, 20 Ruan Pienaar, 21 André Pretorius, 22 Wynand Olivier.

England: 15 Jason Robinson, 14 Paul Sackey, 13 Mathew Tait, 12 Mike Catt, 11 Mark Cueto , 10 Jonny Wilkinson, 9 Andy Gomarsall, 8 Nick Easter, 7 Lewis Moody, 6 Martin Corry, 5 Ben Kay, 4 Simon Shaw, 3 Phil Vickery (c), 2 Mark Regan, 1 Andrew Sheridan.

Replacements: 16 George Chuter, 17 Matt Stevens, 18 Lawrence Dallaglio, 19 Joe Worsley, 20 Peter Richards, 21 Toby Flood, 22 Dan Hipkiss.

The scorers:

For South Africa:
Pens: Montgomery 4, Steyn

For England:
Pen: Wilkinson 2

Argentina got the third place winning the Bronze Medal match against France 34-10

 

Freddy Adu evita a derrota do Benfica ao minuto 93

Filed under: Benfica,Futebol,Taça da Liga,Vitoria de Setubal — looking4good @ 9:57 pm

Benfica

1 – 1

V. de Setúbal

Golo em fora de jogo deu vantagem aos sadinos

Um Benfica de segunda categoria, apenas com quatro jogadores titulares no onze inicial, por lesões (designadamente Nuno Gomes e Petit) e porque Camacho quis fazer descansar outros (Rui Costa, Cardozo, Christian Rodriguez, Léo …) esteve a perder durante mais de 80 minutos à custa de um golo de Matheus em fora de jogo inequívoco.

O Setúbal entrou bem no jogo e não admirou a vantagem dos sadinos a não ser pelo nétodo já que o golo foi claramente irregular. Livre de Adalto com cruzamento para a área corte de Luisão de cabeça mas a bola sobrou para trás da defesa encarnada depois de bater num jogador da equipa da cidade do Sado, aproveitando Matheus em fora de jogo a fazer o chapéu a Quim.

A seguir o jogo não teve grande história. O Setúbal baixou bastante para o meio campo defensivo e os encarnados demonstravam que têm jogadores a mais mas sem a qualidade necessária. Bergessio isolado por um passe de Di Maria desperdiçou atirando um charuto que parecia raguebi; noutra jogada Nuno Assis (um dos melhores) foi à linha de fundo deu o golo a Katsouranis mas este chutou para o meio da baliza e Eduardo evitou o golo.

Na segunda parte o Benfica ainda foi pior. Atacou muito mas sem qualidade. Camacho fez entrar Dabao para jogar ao lado de Bergessio mas foi caso para dizer que o Benfica não teve avançados em campo. O jogo serviu para demonstrar que o Benfica tem muitos jogadores mas fracos: Bergessio, Dabao, Miguelito não demonstram ter categoria para o Benfica. Fábio Coentrão também fez uma primeira parte fraca e foi substituido.

Já mais tarde entraram Mantorras e Freddy Adu e viria a ser este, quando já ninguem esperava, que fez o empate com um remate cruzado, castigando o Setúbal que praticamente só se interessou em defender e acabou por pagar a factura.

Arbitragem de Jorge de Sousa fraca muito por culpa do auxiliar que não assinalou o fora de jogo no golo do Vitória. O mesmo assistente deu um pontapé de baliza para o Setúbal corrigido pelo árbitro porque o remate de Dabao batera num defesa. Zorro levou amarelo num lance em que poderia ter visto vermelho dado que Bruno Gama estava em posição frontal. Também não se percebe como Adalto saiu sem ver nenhum cartão, tantas foram, as faltas que cometeu.

Estádio da Luz, em Lisboa

Árbitro: Jorge Sousa (Porto)

Benfica: Quim; Luís Filipe, Luisão, Zoro e Miguelito; Katsouranis e Binya; Nuno Assis, Di Maria (Adu, 71m) e Fábio Coentrão (Yu Dabao, ao int.); Bergessio (Mantorras, 71m)

Suplentes não utilizados: Bruno Costa, Miguel Vítor, Romeu Ribeiro e Andrés Diaz

V. Setúbal: Eduardo; Janício, Robson, Auri (Hugo, ao int.) e Adalto; Sandro, Elias e Ricardo Chaves; Leandro Branco, Paulo Roberto (Edinho, 72m) e Matheus (Bruno Gama, 57m)

Golos: 0-1, Matheus (11m); 1-1, Adu (93m)

Disciplina: Cartão amarelo Miguelito (41m), Janício (63m), Luís Filipe (66m), Elias (70m), Zoro (84m) e Katsouranis (90m)

 

Freddy Adu evita a derrota do Benfica ao minuto 93

Filed under: Benfica,Futebol,Taça da Liga,Vitoria de Setubal — looking4good @ 9:57 pm

Benfica

1 – 1

V. de Setúbal

Golo em fora de jogo deu vantagem aos sadinos

Um Benfica de segunda categoria, apenas com quatro jogadores titulares no onze inicial, por lesões (designadamente Nuno Gomes e Petit) e porque Camacho quis fazer descansar outros (Rui Costa, Cardozo, Christian Rodriguez, Léo …) esteve a perder durante mais de 80 minutos à custa de um golo de Matheus em fora de jogo inequívoco.

O Setúbal entrou bem no jogo e não admirou a vantagem dos sadinos a não ser pelo nétodo já que o golo foi claramente irregular. Livre de Adalto com cruzamento para a área corte de Luisão de cabeça mas a bola sobrou para trás da defesa encarnada depois de bater num jogador da equipa da cidade do Sado, aproveitando Matheus em fora de jogo a fazer o chapéu a Quim.

A seguir o jogo não teve grande história. O Setúbal baixou bastante para o meio campo defensivo e os encarnados demonstravam que têm jogadores a mais mas sem a qualidade necessária. Bergessio isolado por um passe de Di Maria desperdiçou atirando um charuto que parecia raguebi; noutra jogada Nuno Assis (um dos melhores) foi à linha de fundo deu o golo a Katsouranis mas este chutou para o meio da baliza e Eduardo evitou o golo.

Na segunda parte o Benfica ainda foi pior. Atacou muito mas sem qualidade. Camacho fez entrar Dabao para jogar ao lado de Bergessio mas foi caso para dizer que o Benfica não teve avançados em campo. O jogo serviu para demonstrar que o Benfica tem muitos jogadores mas fracos: Bergessio, Dabao, Miguelito não demonstram ter categoria para o Benfica. Fábio Coentrão também fez uma primeira parte fraca e foi substituido.

Já mais tarde entraram Mantorras e Freddy Adu e viria a ser este, quando já ninguem esperava, que fez o empate com um remate cruzado, castigando o Setúbal que praticamente só se interessou em defender e acabou por pagar a factura.

Arbitragem de Jorge de Sousa fraca muito por culpa do auxiliar que não assinalou o fora de jogo no golo do Vitória. O mesmo assistente deu um pontapé de baliza para o Setúbal corrigido pelo árbitro porque o remate de Dabao batera num defesa. Zorro levou amarelo num lance em que poderia ter visto vermelho dado que Bruno Gama estava em posição frontal. Também não se percebe como Adalto saiu sem ver nenhum cartão, tantas foram, as faltas que cometeu.

Estádio da Luz, em Lisboa

Árbitro: Jorge Sousa (Porto)

Benfica: Quim; Luís Filipe, Luisão, Zoro e Miguelito; Katsouranis e Binya; Nuno Assis, Di Maria (Adu, 71m) e Fábio Coentrão (Yu Dabao, ao int.); Bergessio (Mantorras, 71m)

Suplentes não utilizados: Bruno Costa, Miguel Vítor, Romeu Ribeiro e Andrés Diaz

V. Setúbal: Eduardo; Janício, Robson, Auri (Hugo, ao int.) e Adalto; Sandro, Elias e Ricardo Chaves; Leandro Branco, Paulo Roberto (Edinho, 72m) e Matheus (Bruno Gama, 57m)

Golos: 0-1, Matheus (11m); 1-1, Adu (93m)

Disciplina: Cartão amarelo Miguelito (41m), Janício (63m), Luís Filipe (66m), Elias (70m), Zoro (84m) e Katsouranis (90m)

 

Freddy Adu evita a derrota do Benfica ao minuto 93

Filed under: Benfica,Futebol,Taça da Liga,Vitoria de Setubal — looking4good @ 9:57 pm

Benfica

1 – 1

V. de Setúbal

Golo em fora de jogo deu vantagem aos sadinos

Um Benfica de segunda categoria, apenas com quatro jogadores titulares no onze inicial, por lesões (designadamente Nuno Gomes e Petit) e porque Camacho quis fazer descansar outros (Rui Costa, Cardozo, Christian Rodriguez, Léo …) esteve a perder durante mais de 80 minutos à custa de um golo de Matheus em fora de jogo inequívoco.

O Setúbal entrou bem no jogo e não admirou a vantagem dos sadinos a não ser pelo nétodo já que o golo foi claramente irregular. Livre de Adalto com cruzamento para a área corte de Luisão de cabeça mas a bola sobrou para trás da defesa encarnada depois de bater num jogador da equipa da cidade do Sado, aproveitando Matheus em fora de jogo a fazer o chapéu a Quim.

A seguir o jogo não teve grande história. O Setúbal baixou bastante para o meio campo defensivo e os encarnados demonstravam que têm jogadores a mais mas sem a qualidade necessária. Bergessio isolado por um passe de Di Maria desperdiçou atirando um charuto que parecia raguebi; noutra jogada Nuno Assis (um dos melhores) foi à linha de fundo deu o golo a Katsouranis mas este chutou para o meio da baliza e Eduardo evitou o golo.

Na segunda parte o Benfica ainda foi pior. Atacou muito mas sem qualidade. Camacho fez entrar Dabao para jogar ao lado de Bergessio mas foi caso para dizer que o Benfica não teve avançados em campo. O jogo serviu para demonstrar que o Benfica tem muitos jogadores mas fracos: Bergessio, Dabao, Miguelito não demonstram ter categoria para o Benfica. Fábio Coentrão também fez uma primeira parte fraca e foi substituido.

Já mais tarde entraram Mantorras e Freddy Adu e viria a ser este, quando já ninguem esperava, que fez o empate com um remate cruzado, castigando o Setúbal que praticamente só se interessou em defender e acabou por pagar a factura.

Arbitragem de Jorge de Sousa fraca muito por culpa do auxiliar que não assinalou o fora de jogo no golo do Vitória. O mesmo assistente deu um pontapé de baliza para o Setúbal corrigido pelo árbitro porque o remate de Dabao batera num defesa. Zorro levou amarelo num lance em que poderia ter visto vermelho dado que Bruno Gama estava em posição frontal. Também não se percebe como Adalto saiu sem ver nenhum cartão, tantas foram, as faltas que cometeu.

Estádio da Luz, em Lisboa

Árbitro: Jorge Sousa (Porto)

Benfica: Quim; Luís Filipe, Luisão, Zoro e Miguelito; Katsouranis e Binya; Nuno Assis, Di Maria (Adu, 71m) e Fábio Coentrão (Yu Dabao, ao int.); Bergessio (Mantorras, 71m)

Suplentes não utilizados: Bruno Costa, Miguel Vítor, Romeu Ribeiro e Andrés Diaz

V. Setúbal: Eduardo; Janício, Robson, Auri (Hugo, ao int.) e Adalto; Sandro, Elias e Ricardo Chaves; Leandro Branco, Paulo Roberto (Edinho, 72m) e Matheus (Bruno Gama, 57m)

Golos: 0-1, Matheus (11m); 1-1, Adu (93m)

Disciplina: Cartão amarelo Miguelito (41m), Janício (63m), Luís Filipe (66m), Elias (70m), Zoro (84m) e Katsouranis (90m)

 

Freddy Adu evita a derrota do Benfica ao minuto 93

Filed under: Benfica,Futebol,Taça da Liga,Vitoria de Setubal — looking4good @ 9:57 pm

Benfica

1 – 1

V. de Setúbal

Golo em fora de jogo deu vantagem aos sadinos

Um Benfica de segunda categoria, apenas com quatro jogadores titulares no onze inicial, por lesões (designadamente Nuno Gomes e Petit) e porque Camacho quis fazer descansar outros (Rui Costa, Cardozo, Christian Rodriguez, Léo …) esteve a perder durante mais de 80 minutos à custa de um golo de Matheus em fora de jogo inequívoco.

O Setúbal entrou bem no jogo e não admirou a vantagem dos sadinos a não ser pelo nétodo já que o golo foi claramente irregular. Livre de Adalto com cruzamento para a área corte de Luisão de cabeça mas a bola sobrou para trás da defesa encarnada depois de bater num jogador da equipa da cidade do Sado, aproveitando Matheus em fora de jogo a fazer o chapéu a Quim.

A seguir o jogo não teve grande história. O Setúbal baixou bastante para o meio campo defensivo e os encarnados demonstravam que têm jogadores a mais mas sem a qualidade necessária. Bergessio isolado por um passe de Di Maria desperdiçou atirando um charuto que parecia raguebi; noutra jogada Nuno Assis (um dos melhores) foi à linha de fundo deu o golo a Katsouranis mas este chutou para o meio da baliza e Eduardo evitou o golo.

Na segunda parte o Benfica ainda foi pior. Atacou muito mas sem qualidade. Camacho fez entrar Dabao para jogar ao lado de Bergessio mas foi caso para dizer que o Benfica não teve avançados em campo. O jogo serviu para demonstrar que o Benfica tem muitos jogadores mas fracos: Bergessio, Dabao, Miguelito não demonstram ter categoria para o Benfica. Fábio Coentrão também fez uma primeira parte fraca e foi substituido.

Já mais tarde entraram Mantorras e Freddy Adu e viria a ser este, quando já ninguem esperava, que fez o empate com um remate cruzado, castigando o Setúbal que praticamente só se interessou em defender e acabou por pagar a factura.

Arbitragem de Jorge de Sousa fraca muito por culpa do auxiliar que não assinalou o fora de jogo no golo do Vitória. O mesmo assistente deu um pontapé de baliza para o Setúbal corrigido pelo árbitro porque o remate de Dabao batera num defesa. Zorro levou amarelo num lance em que poderia ter visto vermelho dado que Bruno Gama estava em posição frontal. Também não se percebe como Adalto saiu sem ver nenhum cartão, tantas foram, as faltas que cometeu.

Estádio da Luz, em Lisboa

Árbitro: Jorge Sousa (Porto)

Benfica: Quim; Luís Filipe, Luisão, Zoro e Miguelito; Katsouranis e Binya; Nuno Assis, Di Maria (Adu, 71m) e Fábio Coentrão (Yu Dabao, ao int.); Bergessio (Mantorras, 71m)

Suplentes não utilizados: Bruno Costa, Miguel Vítor, Romeu Ribeiro e Andrés Diaz

V. Setúbal: Eduardo; Janício, Robson, Auri (Hugo, ao int.) e Adalto; Sandro, Elias e Ricardo Chaves; Leandro Branco, Paulo Roberto (Edinho, 72m) e Matheus (Bruno Gama, 57m)

Golos: 0-1, Matheus (11m); 1-1, Adu (93m)

Disciplina: Cartão amarelo Miguelito (41m), Janício (63m), Luís Filipe (66m), Elias (70m), Zoro (84m) e Katsouranis (90m)