Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

sangre y arena Outubro 2, 2007

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 11:27 pm


Ayer ha muerto un niño acuchillado por otro.
Fue antes de hacer la tarea y después de haber comido el bizcochuelo.
Papá y mamá no estaban en la casa..y la película de su cabecita le gritó que era justo y que como mil veces lo había visto en la tele,si lo enterraba en el patio trasero de la casa no pasaba nada y chau tu plata.
Nadie se enteraría.
Sólo él sabría que había hecho justicia por su mano…hacía meses que el Gordo lo molestaba en la escuela.
Sacaba mejores notas y se hacía el piola.
Por eso guardó el cuchillito y lo afiló,paciente ,hasta la tarde indicada. Y lo invitó a tomar la leche.
Voló el puntazo y en los ojos incrédulos del Gordo con la yugular volada vio por fin el reflejo del asombro.
No era miedo,siquiera.
Un inconmensurable asombro mientras se levantaba de la silla bruscamente apretándose el cuello con los dedos ( gordos) por los que se le escurría la vida.
Es simple ,pensó,y fue hasta el patio.Papá tiene una pala.
Es fácil cavar como en la tele,pensaba mientras tanto el Gordo se caía en el umbral de la casa,y por la yugular cortada la vida se le fué en una hora ,una hora eterna en la que él ya lo tenía muerto en la cabeza y con sus manos de niño intentaba cavar la tierra imposible.
La tierra no cedía,las manos ampolladas,y el Gordo que sangró como un chancho en la vereda.
Y entonces vió que no era como en la tele ni en el video juego ( donde matar te da puntos ,matar te hace ganar,y es fácil,no tan largo como la muerte del Gordo).
Y cruzó la calle corriendo hasta lo del abuelo y su mente de niño asesino le dio lo que seguía del libreto,ese que en su cabeza ya tenía escrito,Quentin Tarantino del Sub desarrollo.
Entro-un-enmascarado-a-robar-y-mató-al-Gordo ( que me molestaba en la escuela me tenía podrido por fin lo maté ahora no jode más; gritaba en silencio la voz en su cerebro)
Después vino el mareo.
La poli y los psicólogos,la cara de papá,el llanto de mamá,y su alarido.
Se llevaron al Gordo,muerto,exanguinado.
Ahora ya no sabe ,en el cuarto que le dieron en el Instituto los psiquiatras, cuando el juego se transformó en película y cuando el joy stick en el Tramontina que le voló la yugular al Gordo.
Ojalá que mamá y papá no vendan la tele y no borren el juego de la compu,así,cuando salga….

 

Petition for Burma

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 10:12 pm

Hi, have you heard about the crisis in Burma?

Burma is ruled by one of the worst military dictatorships in the world. This week Buddhist monks and nuns began marching and chanting prayers to call for democracy. The protests spread and hundreds of thousands of Burmese people joined in — they’ve been brutally attacked by the military regime, but still the protests are spreading.

I just signed a petition calling on Burma’s powerful ally China and the UN security council to step in and pressure Burma’s rulers to stop the killing. The petition has exploded to over 200,000 signatures in a few days and is being advertised in newspapers around the world, delivered to the UN secretary general, and broadcast to the Burmese people by radio. We’re trying to get to 1 million signatures this week, please sign below and tell everyone!

THE PETITON FOR BURMA

Thank you for your help!

Good wishes to all Greenearth in Australia

 

Sporting ganha em Kyiv e mantém-se na corrida

Filed under: football,Futebol,soccer,Sporting,Uefa Champions League 2007/2008 — looking4good @ 9:36 pm


Dínamo Kyiv

1-2
Sporting
Polga (!!) marcou o golo decisivo
Na primeira parte foi um jogo impossível para uma Liga dos Campeões. As equipas chegavam à zona de finalização com a maior das facilidades, as defesas pareciam de manteiga e apenas as «facas» (entenda-se avançados) não estavam quentes, pois caso contrário teríamos um resultado volumoso.

O Sporting inaugurou o marcador cedo (14′) após canto apontado por Ronny da direita do ataque, Djaló recebe e cruza/remata para a baliza o guarda-redes intervém mal e a bola ressalta em Tonel, que entra com o pé alto, mas abre o activo com a cara. A verdade é que o Sporting nem teve tempo de saborear o golo. Os ucranianos chegavam à area do Sporting com vários homens e com facilidade num jogo em que até parecia que não existia (de ambos os lados) meio-campo. As oportunidades sucediam-se e os falhanços dos defesas – que o diga Tonel – e o empate surgiu com naturalidade, depois de um calcanhar que abriu toda a defesa Vashuk enviou a bola para a baliza, passando ainda pelo meio das pernas de Polga colocado perto da linha de baliza.

A verdade é que a segurança defensiva dos ucranianos também era perto de zero (incluindo guarda-redes) e o Sporting também dispôs de oportunidades para ampliar. De novo Ronny a fazer um cruzamento/remate o guarda-redes a defender para a frente e Polga à entrada da área enviou a bola para o fundo da baliza.

Houve ainda oportunidades na primeira parte para o 2-2 e até 1-3.

A segunda parte foi mais controlada mas o Sporting não teria sofrido tanto se tivesse aproveitado um falhanço clamoroso do central que pôs a bola à disposição de Djaló que não aproveitou. Uma oferta de Miguel Veloso para o empate de Kléber (um brasileiro ao serviço da equipa ucraniana) não deu o 2-2 devido a uma enorme defesa de Stoykovic. Na parte final os locais carregaram e os sportinguistas sofreram mas Stoykovic fez uma excelente exibição e segurou o triunfo tangencial.

No outro jogo do grupo o Man. United venceu a Roma por 1-0 em jogo em que os romanos se podem queixar de um penalty a favor não assinalado e de falhanços na concretização, mas que é um resultado compatível com os interesses do Sporting.

A 23 de Outubro o Sporting desloca-se a Roma enquanto o Dínamo de Kyiv recebe o Man. United.

Tudo indica que teremos o Man. United apurado e o Sporting a discutir com a Roma o segundo lugar.

Estádio: Estádio Olímpico de Kiev
Árbitros: Bertrand Layec, Aux – Christian Thoison,Eric Dansault , 4º Damien Ledentu

DÍNAMO KIEV – Shovkovskyi; Vaschuk; Ghione, Mikhalik, Gavrancic e El Kaddouri; Yussuf, Rincón e Correa; Mievskiy (Kleber, 57min) e Shatskikh;

SPORTING – Stojkovic; Abel, Tonel, Polga e Ronny; Miguel Veloso; João Moutinho, Romagnoli (Paredes, 76 m) e Vukcevic (Izmailov, 67min); Djaló (Gladstone, 90+1) e Liedson;

Disciplina: cartão amarelo Polga (20min), Corrêa (54min), Mikhalik (61m), Vukcevic (63min)

 

Sporting ganha em Kyiv e mantém-se na corrida

Filed under: football,Futebol,soccer,Sporting,Uefa Champions League 2007/2008 — looking4good @ 9:36 pm


Dínamo Kyiv

1-2
Sporting
Polga (!!) marcou o golo decisivo
Na primeira parte foi um jogo impossível para uma Liga dos Campeões. As equipas chegavam à zona de finalização com a maior das facilidades, as defesas pareciam de manteiga e apenas as «facas» (entenda-se avançados) não estavam quentes, pois caso contrário teríamos um resultado volumoso.

O Sporting inaugurou o marcador cedo (14′) após canto apontado por Ronny da direita do ataque, Djaló recebe e cruza/remata para a baliza o guarda-redes intervém mal e a bola ressalta em Tonel, que entra com o pé alto, mas abre o activo com a cara. A verdade é que o Sporting nem teve tempo de saborear o golo. Os ucranianos chegavam à area do Sporting com vários homens e com facilidade num jogo em que até parecia que não existia (de ambos os lados) meio-campo. As oportunidades sucediam-se e os falhanços dos defesas – que o diga Tonel – e o empate surgiu com naturalidade, depois de um calcanhar que abriu toda a defesa Vashuk enviou a bola para a baliza, passando ainda pelo meio das pernas de Polga colocado perto da linha de baliza.

A verdade é que a segurança defensiva dos ucranianos também era perto de zero (incluindo guarda-redes) e o Sporting também dispôs de oportunidades para ampliar. De novo Ronny a fazer um cruzamento/remate o guarda-redes a defender para a frente e Polga à entrada da área enviou a bola para o fundo da baliza.

Houve ainda oportunidades na primeira parte para o 2-2 e até 1-3.

A segunda parte foi mais controlada mas o Sporting não teria sofrido tanto se tivesse aproveitado um falhanço clamoroso do central que pôs a bola à disposição de Djaló que não aproveitou. Uma oferta de Miguel Veloso para o empate de Kléber (um brasileiro ao serviço da equipa ucraniana) não deu o 2-2 devido a uma enorme defesa de Stoykovic. Na parte final os locais carregaram e os sportinguistas sofreram mas Stoykovic fez uma excelente exibição e segurou o triunfo tangencial.

No outro jogo do grupo o Man. United venceu a Roma por 1-0 em jogo em que os romanos se podem queixar de um penalty a favor não assinalado e de falhanços na concretização, mas que é um resultado compatível com os interesses do Sporting.

A 23 de Outubro o Sporting desloca-se a Roma enquanto o Dínamo de Kyiv recebe o Man. United.

Tudo indica que teremos o Man. United apurado e o Sporting a discutir com a Roma o segundo lugar.

Estádio: Estádio Olímpico de Kiev
Árbitros: Bertrand Layec, Aux – Christian Thoison,Eric Dansault , 4º Damien Ledentu

DÍNAMO KIEV – Shovkovskyi; Vaschuk; Ghione, Mikhalik, Gavrancic e El Kaddouri; Yussuf, Rincón e Correa; Mievskiy (Kleber, 57min) e Shatskikh;

SPORTING – Stojkovic; Abel, Tonel, Polga e Ronny; Miguel Veloso; João Moutinho, Romagnoli (Paredes, 76 m) e Vukcevic (Izmailov, 67min); Djaló (Gladstone, 90+1) e Liedson;

Disciplina: cartão amarelo Polga (20min), Corrêa (54min), Mikhalik (61m), Vukcevic (63min)

 

Sporting ganha em Kyiv e mantém-se na corrida

Filed under: football,Futebol,soccer,Sporting,Uefa Champions League 2007/2008 — looking4good @ 9:36 pm


Dínamo Kyiv

1-2
Sporting
Polga (!!) marcou o golo decisivo
Na primeira parte foi um jogo impossível para uma Liga dos Campeões. As equipas chegavam à zona de finalização com a maior das facilidades, as defesas pareciam de manteiga e apenas as «facas» (entenda-se avançados) não estavam quentes, pois caso contrário teríamos um resultado volumoso.

O Sporting inaugurou o marcador cedo (14′) após canto apontado por Ronny da direita do ataque, Djaló recebe e cruza/remata para a baliza o guarda-redes intervém mal e a bola ressalta em Tonel, que entra com o pé alto, mas abre o activo com a cara. A verdade é que o Sporting nem teve tempo de saborear o golo. Os ucranianos chegavam à area do Sporting com vários homens e com facilidade num jogo em que até parecia que não existia (de ambos os lados) meio-campo. As oportunidades sucediam-se e os falhanços dos defesas – que o diga Tonel – e o empate surgiu com naturalidade, depois de um calcanhar que abriu toda a defesa Vashuk enviou a bola para a baliza, passando ainda pelo meio das pernas de Polga colocado perto da linha de baliza.

A verdade é que a segurança defensiva dos ucranianos também era perto de zero (incluindo guarda-redes) e o Sporting também dispôs de oportunidades para ampliar. De novo Ronny a fazer um cruzamento/remate o guarda-redes a defender para a frente e Polga à entrada da área enviou a bola para o fundo da baliza.

Houve ainda oportunidades na primeira parte para o 2-2 e até 1-3.

A segunda parte foi mais controlada mas o Sporting não teria sofrido tanto se tivesse aproveitado um falhanço clamoroso do central que pôs a bola à disposição de Djaló que não aproveitou. Uma oferta de Miguel Veloso para o empate de Kléber (um brasileiro ao serviço da equipa ucraniana) não deu o 2-2 devido a uma enorme defesa de Stoykovic. Na parte final os locais carregaram e os sportinguistas sofreram mas Stoykovic fez uma excelente exibição e segurou o triunfo tangencial.

No outro jogo do grupo o Man. United venceu a Roma por 1-0 em jogo em que os romanos se podem queixar de um penalty a favor não assinalado e de falhanços na concretização, mas que é um resultado compatível com os interesses do Sporting.

A 23 de Outubro o Sporting desloca-se a Roma enquanto o Dínamo de Kyiv recebe o Man. United.

Tudo indica que teremos o Man. United apurado e o Sporting a discutir com a Roma o segundo lugar.

Estádio: Estádio Olímpico de Kiev
Árbitros: Bertrand Layec, Aux – Christian Thoison,Eric Dansault , 4º Damien Ledentu

DÍNAMO KIEV – Shovkovskyi; Vaschuk; Ghione, Mikhalik, Gavrancic e El Kaddouri; Yussuf, Rincón e Correa; Mievskiy (Kleber, 57min) e Shatskikh;

SPORTING – Stojkovic; Abel, Tonel, Polga e Ronny; Miguel Veloso; João Moutinho, Romagnoli (Paredes, 76 m) e Vukcevic (Izmailov, 67min); Djaló (Gladstone, 90+1) e Liedson;

Disciplina: cartão amarelo Polga (20min), Corrêa (54min), Mikhalik (61m), Vukcevic (63min)

 

Sporting ganha em Kyiv e mantém-se na corrida

Filed under: football,Futebol,soccer,Sporting,Uefa Champions League 2007/2008 — looking4good @ 9:36 pm


Dínamo Kyiv

1-2
Sporting
Polga (!!) marcou o golo decisivo
Na primeira parte foi um jogo impossível para uma Liga dos Campeões. As equipas chegavam à zona de finalização com a maior das facilidades, as defesas pareciam de manteiga e apenas as «facas» (entenda-se avançados) não estavam quentes, pois caso contrário teríamos um resultado volumoso.

O Sporting inaugurou o marcador cedo (14′) após canto apontado por Ronny da direita do ataque, Djaló recebe e cruza/remata para a baliza o guarda-redes intervém mal e a bola ressalta em Tonel, que entra com o pé alto, mas abre o activo com a cara. A verdade é que o Sporting nem teve tempo de saborear o golo. Os ucranianos chegavam à area do Sporting com vários homens e com facilidade num jogo em que até parecia que não existia (de ambos os lados) meio-campo. As oportunidades sucediam-se e os falhanços dos defesas – que o diga Tonel – e o empate surgiu com naturalidade, depois de um calcanhar que abriu toda a defesa Vashuk enviou a bola para a baliza, passando ainda pelo meio das pernas de Polga colocado perto da linha de baliza.

A verdade é que a segurança defensiva dos ucranianos também era perto de zero (incluindo guarda-redes) e o Sporting também dispôs de oportunidades para ampliar. De novo Ronny a fazer um cruzamento/remate o guarda-redes a defender para a frente e Polga à entrada da área enviou a bola para o fundo da baliza.

Houve ainda oportunidades na primeira parte para o 2-2 e até 1-3.

A segunda parte foi mais controlada mas o Sporting não teria sofrido tanto se tivesse aproveitado um falhanço clamoroso do central que pôs a bola à disposição de Djaló que não aproveitou. Uma oferta de Miguel Veloso para o empate de Kléber (um brasileiro ao serviço da equipa ucraniana) não deu o 2-2 devido a uma enorme defesa de Stoykovic. Na parte final os locais carregaram e os sportinguistas sofreram mas Stoykovic fez uma excelente exibição e segurou o triunfo tangencial.

No outro jogo do grupo o Man. United venceu a Roma por 1-0 em jogo em que os romanos se podem queixar de um penalty a favor não assinalado e de falhanços na concretização, mas que é um resultado compatível com os interesses do Sporting.

A 23 de Outubro o Sporting desloca-se a Roma enquanto o Dínamo de Kyiv recebe o Man. United.

Tudo indica que teremos o Man. United apurado e o Sporting a discutir com a Roma o segundo lugar.

Estádio: Estádio Olímpico de Kiev
Árbitros: Bertrand Layec, Aux – Christian Thoison,Eric Dansault , 4º Damien Ledentu

DÍNAMO KIEV – Shovkovskyi; Vaschuk; Ghione, Mikhalik, Gavrancic e El Kaddouri; Yussuf, Rincón e Correa; Mievskiy (Kleber, 57min) e Shatskikh;

SPORTING – Stojkovic; Abel, Tonel, Polga e Ronny; Miguel Veloso; João Moutinho, Romagnoli (Paredes, 76 m) e Vukcevic (Izmailov, 67min); Djaló (Gladstone, 90+1) e Liedson;

Disciplina: cartão amarelo Polga (20min), Corrêa (54min), Mikhalik (61m), Vukcevic (63min)

 

Uefa Champions League – Matchday 2 : Hosts only won three matches (in eight)

Filed under: football,Futebol,soccer,Uefa Champions League 2007/2008 — looking4good @ 9:01 pm


Today Oct 2

Group E
Lyon 0-3 Rangers
Stuttgart 0-2 Barcelona

Group F
Man. United 1-0 Roma
Dynamo Kyiv 1-2 Sporting

Group G
CSKA Moskva 2-2 Fenerbahçe
Internazionale 2-0 PSV

Group H
Steaua 0-1 Arsenal
Sevilla 4-2 Slavia

Tomorrow

Group A
Liverpool – Marseille
Beşiktaş – Porto

Group B
Valencia – Chelsea
Rosenborg – Schalke

Group C
Lazio – Real Madrid
Bremen – Olympiacos

Group D
Celtic – Milan
Benfica – Shakhtar