Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Liga Bwin – 3ª. Jornada – Resultados, classificação e comentários Setembro 2, 2007

Filed under: Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 10:48 pm
Resultados da 3ª. Jornada
31 Ago 21:30 Leixões 2-2 Vitória de Guimarães
01 Set 18:45 Braga

2-1 Estrela da Amadora
01 Set 20:45 Paços de Ferreira 1-1 Boavista
02 Set 16:00 Marítimo 2-0 Académica
02 Ago 16:00 Naval 1º. de Maio 0-0 Vitória de Setúbal
26 Ago 19:15 Sporting 1-0 Belenenses
26 Ago 20:30 União de Leiria 0-3 Porto
02 Set 21:15 Nacional 0-3 Benfica

Comentários da Jornada: Os três grandes a ganharem com o Benfica a fazê-lo pela primeira vez (dois golos de Cardozo e um de Rui Costa) e o Sporting a ser dos três a equipa que teve mais dificuldades apesar de jogar a segunda parte contra dez e ter desperdiçado o penalty por João Moutinho. Só aos 80′ Liedson resolveu. O Porto venceu com facilidade desde que conseguiu ganhar vantagem por Sektoui, em jogo também com erros claros da arbitragem. Primeiro um golo invalidado ao Porto, logo aos 2′, por fora de jogo inexistente depois já na segunda parte agora uma bola cruzada para além da linha do fundo deu o segundo golo aos portistas.

Mas falando em árbitros é absolutamente inexplicável como pode ter sido sancionado o golo do Boavista que deu o empate em Paços de Ferreira. Aquele juiz auxiliar tem de ir imediatamente para a jarra. Dois jogadores especados atrás da linha defensiva do Paços de Ferreira, a bola chegou a um deles e este atirou para a baliza num lance claro de fora de jogo que só alguém «cego» ou «a dormir» não pode ver. Continuam, assim, ambas as equipas sem ganhar.

Esta jornada teve mais três empates resultado que está a ter uma frequência inusitada. Leixões, V. Guimarães e Vitória de Setúbal (este empatando na Figueira da Foz sem golos) só têm empates. A jornada, aliás, começou com o Leixões a jogar com o Guimarães. Os homens da casa estiveram duas vezes em vantagem com golos de livres, dos jopgadores emprestados pelo Porto (Paulo Machado e Vieirinha) mas Fajardo com dois golos repôs o empate em jogo que terminou com ambas as equipas a jogarem com dez.

O Marítimo em casa, mesmo a jogar com dez, confirmou a vantagem que adquirira antes (golo de Makukula que viria mais tarde a ser expulso) frente à Académica ao marcar o segundo golo num livre de Bruno ( já depois da redução no número de jogadores) e comanda a classificação a par do Porto, sendo que estas equipas defrontam-se na jornada seguinte no estádio do dragão.

O Braga no sábado esteve a perder com o Estrela da Amadora mas deu a volta na segunda parte com declarações do treinador Jorge Costa a dar polémica no interior do clube.

Agora temos uma interrupção no campeonato para jogos importantíssimos da selecção contra a Polónia e contra a Sérvia, na qualificação para o Europeu para depois termos a 4ª. Jornada onde para além do Porto-Marítimo, temos um aliciante derby nortenho Boavista-Leixões. O Benfica recebe a Naval e o Sporting vai à Amadora. Há também um jogo entre «europeus» Belenenses-União de Leiria.

CLASSIFICAÇÃO

Lugar Clube Pontos Golos
1. Marítimo 9 7-1
1. Porto 9 6-1
3. Sporting 6 5-2
3. Braga

6

5-3
5. Benfica 5 4-1
6. Estrela da Amadora 4 4-3
7. Leixões 3 4-4
7. V. Guimarães 3 3-3
7. V. Setúbal 3 2-2
10. Paços de Ferreira 2 3-5
10. Naval 1º. de Maio 2 2-4
10. Boavista 2 1-3
10. União de Leiria 2 1-4
10. Nacional 2 1-4
15. Belenenses 1 1-4
15. Académica 1 2-5

Próxima Jornada -4ª.
Boavista Leixões
Académica

Paços de Ferreira
Porto Marítimo
Belenenses União de Leiria
Estrela da Amadora Sporting
Vitória de Setúbal Braga
Benfica Naval 1º. de Maio
Vitória de Guimarães Nacional
 

Benfica ganha pela primeira vez e … promete mais

Filed under: Benfica,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 10:15 pm

Nacional

0-3

Benfica

Reforços começam a jogar e …o Benfica a ganhar


O Benfica começou o jogo com a mesma dupla de centrais do jogo de Copenhaga e face a mais um lesionado (Nélson) jogou Luís Filipe a defesa direito e um dos novos argentinos (Maxi Rodriguez ) a médio direito. Di Maria na esquerda, Nuno Gomes recuado no apoio a Cardozo.

Aos 2′ um espectacular slalom de Di Maria oferece o golo a Cardozo mas este desperdiça – Diego defendeu. O Benfica começa bem o jogo. Aos 15′ um livre lateral de Di Maria obriga Diego a defender para canto e aos 17′ um erro do guarda-redes do Nacional na reposição de bola: num pontapé de baliza pôs a bola contra o o corpo de Cardozo na zona de meio campo, o avançado paraguaio isolou-se e desta vez não falhou marcando o seu primeiro golo ao serviço do Benfica.

Com a vantagem adquirida o Benfica deixou de comandar o jogo que decorreu de modo pouco interessante até ao intervalo com o Nacional a reagir e a ter muitas bolas paradas, cantos e livres, mas invariavelmente sem conseguir uma grande oportunidade de golo.

Na segunda parte Nuno Gomes a falhar a finalização de cabeça e a seguir Maxi Pereira (defesa de Diego) tiveram possibilidades de «acabar com o jogo» mas isso só viria a suceder após a substituição de Nuno Gomes por Cristian Rodriguez. Aos 69′ Rui Costa assina uma jogada de grande categoria a tirar dois adversários da frente e a rematar à entrada da área cruzado junto ao poste direito de Diego que nada podia fazer.

A equipa do Nacional estava vencida e convencida, os encarnados passavam a jogar agora com mais tranquilidade e com os novos jogadores a quererem mostrar serviço. Maxi Pereira mais metido no meio tem uma iniciativa individual entra na área e é derrubado pelo guarda-redes suiço ao serviço da equipa da Madeira. Cardozo com um remate forte, na conversão do penalty, fez o seu segundo golo.

Até ao final o Benfica podia ter marcado mais – remate de Di Maria defesa de Diego, recarga de pé direito de Cardozo desperdiçada e o Nacional procurou com o chuveirinho – aí Quim teve bastante trabalho em defesas a punhos – marcar o golo de honra que não viria a acontecer.

O Benfica só pode melhorar com a paragem no campeonato, para recuperar jogadores lesionados e entrosar as novas aquisições. Cardozo vai marcar muitos golos, Di Maria é um talento.

O árbitro não teve um trabalho dificil mas apitou demais e o último cartão amarelo mostrado a Rui Ribeiro foi muito exagerado.
Estádio: Estádio Eng.º Rui Alves
Árbitro: Bruno Paixão

BENFICA – Quim; Luís Filipe, Miguel Vítor, Katsouranis e Léo; Maxi Pereira, Petit, Rui Costa e Di Maria (Romeu Ribeiro 82′); Nuno Gomes (Cristian Rodriguez 64′) e Cardozo.

NACIONAL – Diego; Patacas, Ávalos, Ricardo Fernandes e Alonso; Cléber, Bruno Amaro (José Vitor 46′), Fellype Gabriel e Juliano; Edu Sales (Cássio 46′) e Lipatin.

Golos: Cardozo (2) aos 17′ e aos 77′ (pen); Rui Costa aos 69′

25′ Cartão amarelo para Cléber (Nacional).
58′ Cartão amarelo para Miguel Vítor (Benfica).
62′ Cartão amarelo para Katsouranis (Benfica).
76′ Cartão amarelo para Diego Benaglio (Nacional).
90′ Cartão amarelo para Romeu Ribeiro (Benfica).

 

Benfica ganha pela primeira vez e … promete mais

Filed under: Benfica,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 10:15 pm

Nacional

0-3

Benfica

Reforços começam a jogar e …o Benfica a ganhar


O Benfica começou o jogo com a mesma dupla de centrais do jogo de Copenhaga e face a mais um lesionado (Nélson) jogou Luís Filipe a defesa direito e um dos novos argentinos (Maxi Rodriguez ) a médio direito. Di Maria na esquerda, Nuno Gomes recuado no apoio a Cardozo.

Aos 2′ um espectacular slalom de Di Maria oferece o golo a Cardozo mas este desperdiça – Diego defendeu. O Benfica começa bem o jogo. Aos 15′ um livre lateral de Di Maria obriga Diego a defender para canto e aos 17′ um erro do guarda-redes do Nacional na reposição de bola: num pontapé de baliza pôs a bola contra o o corpo de Cardozo na zona de meio campo, o avançado paraguaio isolou-se e desta vez não falhou marcando o seu primeiro golo ao serviço do Benfica.

Com a vantagem adquirida o Benfica deixou de comandar o jogo que decorreu de modo pouco interessante até ao intervalo com o Nacional a reagir e a ter muitas bolas paradas, cantos e livres, mas invariavelmente sem conseguir uma grande oportunidade de golo.

Na segunda parte Nuno Gomes a falhar a finalização de cabeça e a seguir Maxi Pereira (defesa de Diego) tiveram possibilidades de «acabar com o jogo» mas isso só viria a suceder após a substituição de Nuno Gomes por Cristian Rodriguez. Aos 69′ Rui Costa assina uma jogada de grande categoria a tirar dois adversários da frente e a rematar à entrada da área cruzado junto ao poste direito de Diego que nada podia fazer.

A equipa do Nacional estava vencida e convencida, os encarnados passavam a jogar agora com mais tranquilidade e com os novos jogadores a quererem mostrar serviço. Maxi Pereira mais metido no meio tem uma iniciativa individual entra na área e é derrubado pelo guarda-redes suiço ao serviço da equipa da Madeira. Cardozo com um remate forte, na conversão do penalty, fez o seu segundo golo.

Até ao final o Benfica podia ter marcado mais – remate de Di Maria defesa de Diego, recarga de pé direito de Cardozo desperdiçada e o Nacional procurou com o chuveirinho – aí Quim teve bastante trabalho em defesas a punhos – marcar o golo de honra que não viria a acontecer.

O Benfica só pode melhorar com a paragem no campeonato, para recuperar jogadores lesionados e entrosar as novas aquisições. Cardozo vai marcar muitos golos, Di Maria é um talento.

O árbitro não teve um trabalho dificil mas apitou demais e o último cartão amarelo mostrado a Rui Ribeiro foi muito exagerado.
Estádio: Estádio Eng.º Rui Alves
Árbitro: Bruno Paixão

BENFICA – Quim; Luís Filipe, Miguel Vítor, Katsouranis e Léo; Maxi Pereira, Petit, Rui Costa e Di Maria (Romeu Ribeiro 82′); Nuno Gomes (Cristian Rodriguez 64′) e Cardozo.

NACIONAL – Diego; Patacas, Ávalos, Ricardo Fernandes e Alonso; Cléber, Bruno Amaro (José Vitor 46′), Fellype Gabriel e Juliano; Edu Sales (Cássio 46′) e Lipatin.

Golos: Cardozo (2) aos 17′ e aos 77′ (pen); Rui Costa aos 69′

25′ Cartão amarelo para Cléber (Nacional).
58′ Cartão amarelo para Miguel Vítor (Benfica).
62′ Cartão amarelo para Katsouranis (Benfica).
76′ Cartão amarelo para Diego Benaglio (Nacional).
90′ Cartão amarelo para Romeu Ribeiro (Benfica).

 

Benfica ganha pela primeira vez e … promete mais

Filed under: Benfica,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 10:15 pm

Nacional

0-3

Benfica

Reforços começam a jogar e …o Benfica a ganhar


O Benfica começou o jogo com a mesma dupla de centrais do jogo de Copenhaga e face a mais um lesionado (Nélson) jogou Luís Filipe a defesa direito e um dos novos argentinos (Maxi Rodriguez ) a médio direito. Di Maria na esquerda, Nuno Gomes recuado no apoio a Cardozo.

Aos 2′ um espectacular slalom de Di Maria oferece o golo a Cardozo mas este desperdiça – Diego defendeu. O Benfica começa bem o jogo. Aos 15′ um livre lateral de Di Maria obriga Diego a defender para canto e aos 17′ um erro do guarda-redes do Nacional na reposição de bola: num pontapé de baliza pôs a bola contra o o corpo de Cardozo na zona de meio campo, o avançado paraguaio isolou-se e desta vez não falhou marcando o seu primeiro golo ao serviço do Benfica.

Com a vantagem adquirida o Benfica deixou de comandar o jogo que decorreu de modo pouco interessante até ao intervalo com o Nacional a reagir e a ter muitas bolas paradas, cantos e livres, mas invariavelmente sem conseguir uma grande oportunidade de golo.

Na segunda parte Nuno Gomes a falhar a finalização de cabeça e a seguir Maxi Pereira (defesa de Diego) tiveram possibilidades de «acabar com o jogo» mas isso só viria a suceder após a substituição de Nuno Gomes por Cristian Rodriguez. Aos 69′ Rui Costa assina uma jogada de grande categoria a tirar dois adversários da frente e a rematar à entrada da área cruzado junto ao poste direito de Diego que nada podia fazer.

A equipa do Nacional estava vencida e convencida, os encarnados passavam a jogar agora com mais tranquilidade e com os novos jogadores a quererem mostrar serviço. Maxi Pereira mais metido no meio tem uma iniciativa individual entra na área e é derrubado pelo guarda-redes suiço ao serviço da equipa da Madeira. Cardozo com um remate forte, na conversão do penalty, fez o seu segundo golo.

Até ao final o Benfica podia ter marcado mais – remate de Di Maria defesa de Diego, recarga de pé direito de Cardozo desperdiçada e o Nacional procurou com o chuveirinho – aí Quim teve bastante trabalho em defesas a punhos – marcar o golo de honra que não viria a acontecer.

O Benfica só pode melhorar com a paragem no campeonato, para recuperar jogadores lesionados e entrosar as novas aquisições. Cardozo vai marcar muitos golos, Di Maria é um talento.

O árbitro não teve um trabalho dificil mas apitou demais e o último cartão amarelo mostrado a Rui Ribeiro foi muito exagerado.
Estádio: Estádio Eng.º Rui Alves
Árbitro: Bruno Paixão

BENFICA – Quim; Luís Filipe, Miguel Vítor, Katsouranis e Léo; Maxi Pereira, Petit, Rui Costa e Di Maria (Romeu Ribeiro 82′); Nuno Gomes (Cristian Rodriguez 64′) e Cardozo.

NACIONAL – Diego; Patacas, Ávalos, Ricardo Fernandes e Alonso; Cléber, Bruno Amaro (José Vitor 46′), Fellype Gabriel e Juliano; Edu Sales (Cássio 46′) e Lipatin.

Golos: Cardozo (2) aos 17′ e aos 77′ (pen); Rui Costa aos 69′

25′ Cartão amarelo para Cléber (Nacional).
58′ Cartão amarelo para Miguel Vítor (Benfica).
62′ Cartão amarelo para Katsouranis (Benfica).
76′ Cartão amarelo para Diego Benaglio (Nacional).
90′ Cartão amarelo para Romeu Ribeiro (Benfica).

 

Benfica ganha pela primeira vez e … promete mais

Filed under: Benfica,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 10:15 pm

Nacional

0-3

Benfica

Reforços começam a jogar e …o Benfica a ganhar


O Benfica começou o jogo com a mesma dupla de centrais do jogo de Copenhaga e face a mais um lesionado (Nélson) jogou Luís Filipe a defesa direito e um dos novos argentinos (Maxi Rodriguez ) a médio direito. Di Maria na esquerda, Nuno Gomes recuado no apoio a Cardozo.

Aos 2′ um espectacular slalom de Di Maria oferece o golo a Cardozo mas este desperdiça – Diego defendeu. O Benfica começa bem o jogo. Aos 15′ um livre lateral de Di Maria obriga Diego a defender para canto e aos 17′ um erro do guarda-redes do Nacional na reposição de bola: num pontapé de baliza pôs a bola contra o o corpo de Cardozo na zona de meio campo, o avançado paraguaio isolou-se e desta vez não falhou marcando o seu primeiro golo ao serviço do Benfica.

Com a vantagem adquirida o Benfica deixou de comandar o jogo que decorreu de modo pouco interessante até ao intervalo com o Nacional a reagir e a ter muitas bolas paradas, cantos e livres, mas invariavelmente sem conseguir uma grande oportunidade de golo.

Na segunda parte Nuno Gomes a falhar a finalização de cabeça e a seguir Maxi Pereira (defesa de Diego) tiveram possibilidades de «acabar com o jogo» mas isso só viria a suceder após a substituição de Nuno Gomes por Cristian Rodriguez. Aos 69′ Rui Costa assina uma jogada de grande categoria a tirar dois adversários da frente e a rematar à entrada da área cruzado junto ao poste direito de Diego que nada podia fazer.

A equipa do Nacional estava vencida e convencida, os encarnados passavam a jogar agora com mais tranquilidade e com os novos jogadores a quererem mostrar serviço. Maxi Pereira mais metido no meio tem uma iniciativa individual entra na área e é derrubado pelo guarda-redes suiço ao serviço da equipa da Madeira. Cardozo com um remate forte, na conversão do penalty, fez o seu segundo golo.

Até ao final o Benfica podia ter marcado mais – remate de Di Maria defesa de Diego, recarga de pé direito de Cardozo desperdiçada e o Nacional procurou com o chuveirinho – aí Quim teve bastante trabalho em defesas a punhos – marcar o golo de honra que não viria a acontecer.

O Benfica só pode melhorar com a paragem no campeonato, para recuperar jogadores lesionados e entrosar as novas aquisições. Cardozo vai marcar muitos golos, Di Maria é um talento.

O árbitro não teve um trabalho dificil mas apitou demais e o último cartão amarelo mostrado a Rui Ribeiro foi muito exagerado.
Estádio: Estádio Eng.º Rui Alves
Árbitro: Bruno Paixão

BENFICA – Quim; Luís Filipe, Miguel Vítor, Katsouranis e Léo; Maxi Pereira, Petit, Rui Costa e Di Maria (Romeu Ribeiro 82′); Nuno Gomes (Cristian Rodriguez 64′) e Cardozo.

NACIONAL – Diego; Patacas, Ávalos, Ricardo Fernandes e Alonso; Cléber, Bruno Amaro (José Vitor 46′), Fellype Gabriel e Juliano; Edu Sales (Cássio 46′) e Lipatin.

Golos: Cardozo (2) aos 17′ e aos 77′ (pen); Rui Costa aos 69′

25′ Cartão amarelo para Cléber (Nacional).
58′ Cartão amarelo para Miguel Vítor (Benfica).
62′ Cartão amarelo para Katsouranis (Benfica).
76′ Cartão amarelo para Diego Benaglio (Nacional).
90′ Cartão amarelo para Romeu Ribeiro (Benfica).

 

Red Bull Air race – Portuenses com os olhos no céu

Filed under: Actualidade,Porto — looking4good @ 4:26 pm

Grande espectáculo no Porto. Os portuenses – cerca de 500.000 – com os olhos no ar.

Pena que os portistas na classificação do futebol olhem para baixo.

 

Red Bull Air race – Portuenses com os olhos no céu

Filed under: Actualidade,Porto — looking4good @ 4:26 pm

Grande espectáculo no Porto. Os portuenses – cerca de 500.000 – com os olhos no ar.

Pena que os portistas na classificação do futebol olhem para baixo.