Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Benfica vence o Torneio do Guadiana ao derrotar o Sporting por 1-0 Agosto 5, 2007

Filed under: Benfica,Futebol,Sporting — looking4good @ 10:42 pm
Um golo de David Luís de cabeça aos 79′ deu o triunfo aos encarnados no único jogo dos três que compôs o Torneio que não acabou empatado e assim conquistou o Troféu que nas duas últimas épocas foi arrebatado pelo Sporting

A primeira parte do jogo foi interessante com alguma movimentação e muito equilibrio, com o Benfica a entrar bem no jogo e o Sporting depois a equilibrar e mesmo a demonstrar maior coesão na zona do meio campo.

A grande oportunidade do jogo foi, porém, dos encarnados quando após centro rasteiro de Nuno Assis, Bergessio rematou de primeira enrolado mas colocado para Stoykovic fazer uma excelente defesa.

Boa defesa defesa fez também Quim a remate de Izmailov mas o lance foi neutralizado por fora de jogo de Derlei que ainda tentou desviar o remate.

Na segunda parte o jogo foi perdendo fluidez, muitas quesílias entre os jogadores que o estilo de arbitrar de Pedro Henriques não evita, com o Sporting a jogar mais tempo no meio campo encarnado mas outra vez com a maior oportunidade a pertencer ao Benfica após cruzamento do meio campo alongado para a área e Bergessio a rematar para uma defesa soberba do guarda redes do Sporting só com um braço a evitar o golo. Golo que apareceu num livre junto à lateral direita do ataque encarnado, apontado por Manuel Fernandes para uma excelente elevação de David Luiz a ganhar a Polga e a marcar o golo do triunfo numa altura em que o Benfica já jogava com Karagounis a central, saindo Luisão por precaução após algumas queixas físicas e entrando Rui Costa.

Nos minutos finais o Sporting não teve ensejo de alterar o resultado (apesar da entrada imediata de Yannick) e apenas ficam para registo as quesílias a que fizemos referência. Ainda antes do golo Romagnoli e Manuel Fernandes viram um amarelo cada um mas o que houve foi uma ameaça de agressão de Romagnoli mesmo à beira do árbitro auxiliar. Polga rasteirou Fábio Coentrão para amarelo claro que o árbitro não deu. Liedson andou desde o princípio do jogo sempre envolvido a fazer faltas e não viu amarelo. Protestos veementes de Manuel Fernandes com uma decisão do árbitro não foram punidos. Petit, David Luis e Tonel (este perto do fim) também tiveram entradas que num jogo e com um árbitro normal seriam punidas disciplinarmente. Enfim…

Estádio Municipal de Vila Real de Santo António

Árbitro: Pedro Henriques

BENFICA – Quim; Luís Filipe, Luisão (Rui Costa, 59 m), David Luiz e Léo; Petit; Katsouranis, Nuno Assis (Miguelito, 83 m) e Manuel Fernandes; Mantorras (Fábio Coentrão, 72 m) e Bergessio.

SPORTING – Stojkovic; Pedro Silva (Abel, 71 m), Tonel, Polga e Ronny; Miguel Veloso; João Moutinho, Romagnoli (Yannick, 80 m) e Izmailov (Vukcevic, 73 m); Liedson e Derlei.

Golos: David Luiz (79 m)

Acção Disciplinar: Cartão amarelo a Romagnoli, Manuel Fernandes e Bergessio.

 

Benfica vence o Torneio do Guadiana ao derrotar o Sporting por 1-0

Filed under: Benfica,Futebol,Sporting — looking4good @ 10:42 pm
Um golo de David Luís de cabeça aos 79′ deu o triunfo aos encarnados no único jogo dos três que compôs o Torneio que não acabou empatado e assim conquistou o Troféu que nas duas últimas épocas foi arrebatado pelo Sporting

A primeira parte do jogo foi interessante com alguma movimentação e muito equilibrio, com o Benfica a entrar bem no jogo e o Sporting depois a equilibrar e mesmo a demonstrar maior coesão na zona do meio campo.

A grande oportunidade do jogo foi, porém, dos encarnados quando após centro rasteiro de Nuno Assis, Bergessio rematou de primeira enrolado mas colocado para Stoykovic fazer uma excelente defesa.

Boa defesa defesa fez também Quim a remate de Izmailov mas o lance foi neutralizado por fora de jogo de Derlei que ainda tentou desviar o remate.

Na segunda parte o jogo foi perdendo fluidez, muitas quesílias entre os jogadores que o estilo de arbitrar de Pedro Henriques não evita, com o Sporting a jogar mais tempo no meio campo encarnado mas outra vez com a maior oportunidade a pertencer ao Benfica após cruzamento do meio campo alongado para a área e Bergessio a rematar para uma defesa soberba do guarda redes do Sporting só com um braço a evitar o golo. Golo que apareceu num livre junto à lateral direita do ataque encarnado, apontado por Manuel Fernandes para uma excelente elevação de David Luiz a ganhar a Polga e a marcar o golo do triunfo numa altura em que o Benfica já jogava com Karagounis a central, saindo Luisão por precaução após algumas queixas físicas e entrando Rui Costa.

Nos minutos finais o Sporting não teve ensejo de alterar o resultado (apesar da entrada imediata de Yannick) e apenas ficam para registo as quesílias a que fizemos referência. Ainda antes do golo Romagnoli e Manuel Fernandes viram um amarelo cada um mas o que houve foi uma ameaça de agressão de Romagnoli mesmo à beira do árbitro auxiliar. Polga rasteirou Fábio Coentrão para amarelo claro que o árbitro não deu. Liedson andou desde o princípio do jogo sempre envolvido a fazer faltas e não viu amarelo. Protestos veementes de Manuel Fernandes com uma decisão do árbitro não foram punidos. Petit, David Luis e Tonel (este perto do fim) também tiveram entradas que num jogo e com um árbitro normal seriam punidas disciplinarmente. Enfim…

Estádio Municipal de Vila Real de Santo António

Árbitro: Pedro Henriques

BENFICA – Quim; Luís Filipe, Luisão (Rui Costa, 59 m), David Luiz e Léo; Petit; Katsouranis, Nuno Assis (Miguelito, 83 m) e Manuel Fernandes; Mantorras (Fábio Coentrão, 72 m) e Bergessio.

SPORTING – Stojkovic; Pedro Silva (Abel, 71 m), Tonel, Polga e Ronny; Miguel Veloso; João Moutinho, Romagnoli (Yannick, 80 m) e Izmailov (Vukcevic, 73 m); Liedson e Derlei.

Golos: David Luiz (79 m)

Acção Disciplinar: Cartão amarelo a Romagnoli, Manuel Fernandes e Bergessio.

 

Benfica vence o Torneio do Guadiana ao derrotar o Sporting por 1-0

Filed under: Benfica,Futebol,Sporting — looking4good @ 10:42 pm
Um golo de David Luís de cabeça aos 79′ deu o triunfo aos encarnados no único jogo dos três que compôs o Torneio que não acabou empatado e assim conquistou o Troféu que nas duas últimas épocas foi arrebatado pelo Sporting

A primeira parte do jogo foi interessante com alguma movimentação e muito equilibrio, com o Benfica a entrar bem no jogo e o Sporting depois a equilibrar e mesmo a demonstrar maior coesão na zona do meio campo.

A grande oportunidade do jogo foi, porém, dos encarnados quando após centro rasteiro de Nuno Assis, Bergessio rematou de primeira enrolado mas colocado para Stoykovic fazer uma excelente defesa.

Boa defesa defesa fez também Quim a remate de Izmailov mas o lance foi neutralizado por fora de jogo de Derlei que ainda tentou desviar o remate.

Na segunda parte o jogo foi perdendo fluidez, muitas quesílias entre os jogadores que o estilo de arbitrar de Pedro Henriques não evita, com o Sporting a jogar mais tempo no meio campo encarnado mas outra vez com a maior oportunidade a pertencer ao Benfica após cruzamento do meio campo alongado para a área e Bergessio a rematar para uma defesa soberba do guarda redes do Sporting só com um braço a evitar o golo. Golo que apareceu num livre junto à lateral direita do ataque encarnado, apontado por Manuel Fernandes para uma excelente elevação de David Luiz a ganhar a Polga e a marcar o golo do triunfo numa altura em que o Benfica já jogava com Karagounis a central, saindo Luisão por precaução após algumas queixas físicas e entrando Rui Costa.

Nos minutos finais o Sporting não teve ensejo de alterar o resultado (apesar da entrada imediata de Yannick) e apenas ficam para registo as quesílias a que fizemos referência. Ainda antes do golo Romagnoli e Manuel Fernandes viram um amarelo cada um mas o que houve foi uma ameaça de agressão de Romagnoli mesmo à beira do árbitro auxiliar. Polga rasteirou Fábio Coentrão para amarelo claro que o árbitro não deu. Liedson andou desde o princípio do jogo sempre envolvido a fazer faltas e não viu amarelo. Protestos veementes de Manuel Fernandes com uma decisão do árbitro não foram punidos. Petit, David Luis e Tonel (este perto do fim) também tiveram entradas que num jogo e com um árbitro normal seriam punidas disciplinarmente. Enfim…

Estádio Municipal de Vila Real de Santo António

Árbitro: Pedro Henriques

BENFICA – Quim; Luís Filipe, Luisão (Rui Costa, 59 m), David Luiz e Léo; Petit; Katsouranis, Nuno Assis (Miguelito, 83 m) e Manuel Fernandes; Mantorras (Fábio Coentrão, 72 m) e Bergessio.

SPORTING – Stojkovic; Pedro Silva (Abel, 71 m), Tonel, Polga e Ronny; Miguel Veloso; João Moutinho, Romagnoli (Yannick, 80 m) e Izmailov (Vukcevic, 73 m); Liedson e Derlei.

Golos: David Luiz (79 m)

Acção Disciplinar: Cartão amarelo a Romagnoli, Manuel Fernandes e Bergessio.

 

Benfica vence o Torneio do Guadiana ao derrotar o Sporting por 1-0

Filed under: Benfica,Futebol,Sporting — looking4good @ 10:42 pm
Um golo de David Luís de cabeça aos 79′ deu o triunfo aos encarnados no único jogo dos três que compôs o Torneio que não acabou empatado e assim conquistou o Troféu que nas duas últimas épocas foi arrebatado pelo Sporting

A primeira parte do jogo foi interessante com alguma movimentação e muito equilibrio, com o Benfica a entrar bem no jogo e o Sporting depois a equilibrar e mesmo a demonstrar maior coesão na zona do meio campo.

A grande oportunidade do jogo foi, porém, dos encarnados quando após centro rasteiro de Nuno Assis, Bergessio rematou de primeira enrolado mas colocado para Stoykovic fazer uma excelente defesa.

Boa defesa defesa fez também Quim a remate de Izmailov mas o lance foi neutralizado por fora de jogo de Derlei que ainda tentou desviar o remate.

Na segunda parte o jogo foi perdendo fluidez, muitas quesílias entre os jogadores que o estilo de arbitrar de Pedro Henriques não evita, com o Sporting a jogar mais tempo no meio campo encarnado mas outra vez com a maior oportunidade a pertencer ao Benfica após cruzamento do meio campo alongado para a área e Bergessio a rematar para uma defesa soberba do guarda redes do Sporting só com um braço a evitar o golo. Golo que apareceu num livre junto à lateral direita do ataque encarnado, apontado por Manuel Fernandes para uma excelente elevação de David Luiz a ganhar a Polga e a marcar o golo do triunfo numa altura em que o Benfica já jogava com Karagounis a central, saindo Luisão por precaução após algumas queixas físicas e entrando Rui Costa.

Nos minutos finais o Sporting não teve ensejo de alterar o resultado (apesar da entrada imediata de Yannick) e apenas ficam para registo as quesílias a que fizemos referência. Ainda antes do golo Romagnoli e Manuel Fernandes viram um amarelo cada um mas o que houve foi uma ameaça de agressão de Romagnoli mesmo à beira do árbitro auxiliar. Polga rasteirou Fábio Coentrão para amarelo claro que o árbitro não deu. Liedson andou desde o princípio do jogo sempre envolvido a fazer faltas e não viu amarelo. Protestos veementes de Manuel Fernandes com uma decisão do árbitro não foram punidos. Petit, David Luis e Tonel (este perto do fim) também tiveram entradas que num jogo e com um árbitro normal seriam punidas disciplinarmente. Enfim…

Estádio Municipal de Vila Real de Santo António

Árbitro: Pedro Henriques

BENFICA – Quim; Luís Filipe, Luisão (Rui Costa, 59 m), David Luiz e Léo; Petit; Katsouranis, Nuno Assis (Miguelito, 83 m) e Manuel Fernandes; Mantorras (Fábio Coentrão, 72 m) e Bergessio.

SPORTING – Stojkovic; Pedro Silva (Abel, 71 m), Tonel, Polga e Ronny; Miguel Veloso; João Moutinho, Romagnoli (Yannick, 80 m) e Izmailov (Vukcevic, 73 m); Liedson e Derlei.

Golos: David Luiz (79 m)

Acção Disciplinar: Cartão amarelo a Romagnoli, Manuel Fernandes e Bergessio.

 

FC Porto vence o Torneio de Roterdão

Filed under: FC Porto,Futebol — looking4good @ 8:27 pm
Ao derrotar os chineses do Shenhua por 3-0 o Porto venceu o torneio de Roterdão já que no outro jogo Liverpool e Feyenoord empataram por 1-1. Uma vez que na primeirta jornada o Liverpool ganhara aos chineses por 2-0 e o Porto empatara com o Feyenoord a zero, Porto e Liverpool fizeram quatro pontos, mas com a equipa portuguesa a conseguir maior diferença de golos.

Logo aos cinco minutos o Porto inaugurou o marcador por Tarik mas aos 28′ teve a contrariedade de ver Farias (o novo avançado) ter de ser substituido por lesão pelo seu compatriota Lisandro Lopez.

O Porto superior ao seu adversário viu a sua vantagem materializar-se com a obtenção do segundo golo aos 38 minutos, com um golo marcado por Leandro Lima na recarda a uma defesa incompleta do guarda-redes a remate de Lisandro.

Ainda antes do intervalo Leandro Lima voltou a marcar revelando ser um jogador de grande categoria.

Na segunda parte o jogo decaiu de interesse mas foi ainda oPorto que esteve mais perto de mnarcar quando Quaresma rematou à barra.

A juntar à conquista do Torneio do Centenário do Atlanta o Porto vence agora oeste torneio, demonstrando ser um forte candidato à revalidação do título de campeão

O FC Porto alinhou:

Helton; João Paulo, Bruno Alves (Pedro Emanuel, 61m), Stepanov e Lino (Cech, 68); Bolatti, Raul Meireles (Fucile 46m) e Leandro Lima (Quaresma 46m); Tarik, Paulo Assunção, 74), Farias, Lisandro, 29m ) e Mariano Gonzalez.

Golos: Tarik Sektoui 5′; Leandro Lima (2) 38′ e 42′

Acção Disciplinar: Cartão amarelo a João Paulo aos 78 m.

 

Dear All

Filed under: Greetings — looking4good @ 7:48 pm

This is a very nice place to share life experience. I’ll be comming soon with an interesting subject.

All my love from Tunisia

 

What I Call Living – Edgar Guest

Filed under: Edgar Guest,poetry — looking4good @ 4:30 pm

The miser thinks he’s living when he’s hoarding up his gold;
The soldier calls it living when he’s doing something bold;
The sailor thinks it living to be tossed upon the sea,
And upon this vital subject no two of us agree.
But I hold to the opinion, as I walk my way along,
That living’s made of laughter and good-fellowship and song.

I wouldn’t call it living always to be seeking gold,
To bank all the present gladness for the days when I’ll be old.
I wouldn’t call it living to spend all my strength for fame,
And forego the many pleasures which to-day are mine to claim.
I wouldn’t for the splendor of the world set out to roam,
And forsake my laughing children and the peace I know at home.
Oh, the thing that I call living isn’t gold or fame at all!

It’s good-fellowship and sunshine, and it’s roses by the wall;
It’s evenings glad with music and a hearth fire that’s ablaze,
And the joys which come to mortals in a thousand different ways.
It is laughter and contentment and the struggle for a goal;
It is everything that’s needful in the shaping of a soul.

Edgar Albert Guest (b. August 20, 1881, Birmingham, England ; d. August 5, 1959, Detroit, Michigan)