Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

From now on Julho 26, 2007

Filed under: Inspirational — looking4good @ 11:18 pm


Some days ago I received an email that I wolud like to share with you:

Today we have buildings higher and wider freeways, but shorter temperaments and closer points of view.
We spend more money, but we enjoy less.
We have greater houses, but smaller families.
We have more commitments, but less time.
We have more knowledge, but fewer criterions.
We have more medicines,but less health.
We have multiplied our possessions, but we have reduced our values.
We speak much, we love little and we hate too much.
We have arrived at the Moon and we returned, but we have problems to cross the street and to know our neighbor.
We have conquered the deep space but not the interior.
We have greater income, but less moral.
These are times with more freedom, but less joy.
We have more food, but less nutrition.
These are days when two salaries arrive at house, but the divorces have increased.
There are prettier houses, but more broken homes.
By all this, I propose that from now on.
You do not keep anything “for a special occasion”, because every day that you are alive is a special occasion.
Search for God, learn to know him, read more, sit down in the terrace and admire the view without see the bad grass.
Spend more time with your family and with your friends, eat your preferred food, visit the sites that you love.
The life is a succession of moments to enjoy, is not only for surviving.
Use your crystal glasses, you do not keep your better perfume, use it whenever you feel desire to do it.
Remove of your vocabulary phrases as “one of these days”, “someday”.
Lets write that letter that we thought to write “one of these days”.
Let’s say to our relatives and friends how much we love them.
For that reason, you do not slow down anything that would add laughter and joy to your life.
Every day, hour, and minute are special, and you do not know if it could be the last one.
Photo: ? – HASAN HIZLI
 

El tren sin regreso… ¿Una historia …de dos?

Filed under: Life,poetry — looking4good @ 9:59 pm

Es en el que subí…el día que te fuiste,

luego de cinco años juntos… un día dijiste:

“enseguida vengo” y no fue así.

Asustada por tu ausencia que no comprendía,

te llamé, te busqué y te volví a llamar,

y ante mi insistencia me dijiste: “No vuelvo, lo siento”.

Sin más explicación que ésa.

Y… en este tren que tu conduces,

y en el cual me encuentro contra mi voluntad,

veo pasar a la velocidad de la luz las imágenes vividas,

y me pregunto: ¿Qué pasó?

Veo por las ventanas del tren…los sueños de los dos,

los planes, el compromiso y.. mi pregunta es…

¿Qué te pasó? Al no tener la respuesta,

sigo en él viendo pasar las imágenes…

de tu cara, de tu sonrisa..cómplice una veces y pícara otras.

Y sin entenderlo aún me vuelvo a preguntar:

¿Qué nos pasó? Y descubro con tristeza,

que…hasta que no lo sepa,

no podré bajar de este tren sin regreso…
 

السلام عليكم ورحمه الله وبركاته

Filed under: Greetings — looking4good @ 9:24 pm

السلام عليكم ورحمه الله وبركاته احب اعرفكم بنفسى انا العائشه فى الاحلام (رفقه عمر) انضممت اليكم حديثا اشكر دكتور شرم انه اتاح ليا الفرصه دى جزاه الله خيرا ارجو من هذه المدونه ان تحقق الهدف المرجو منها اللهم امين يارب العالمين ارجو التوفيق للجميع

ان شاء الله التقى بكم قريبا
 

Triangular do Centenário do Atalanta: Porto venceu o Troféu

Filed under: FC Porto,Futebol — looking4good @ 8:03 pm

Daihatsu Troféu – Centenário do Atalanta

Este torneio triangular que comemorou o centenário da equipa italiana da cidade de Bérgamo, patrocinada pela Daihatsu, foi caracterizado por jogos de 45 minutos.

Depois de ter triunfado por 1-0 frente ao Estrela Vermelha o Porto defrontou os anfitriões, que antes do jogo decisivo frente ao Porto, também fizeram igual resultado frente aos sérvios. Com uma equipa bastante modificada face ao jogo anterior mas mantendo pedras chaves entre as quais Nuno na baliza (excelente jogo), Bruno Alves, Quaresma e Lizandro Lopéz, o Porto cedo chegou à vantagem no marcador após jogada de insistencia pela direita do ataque com Quaresma a centrar para o «amortie» de cabeça de Edgar a dar para o segundo poste onde Lizandro apareceu a finalizar.

A equipa do Atalanta de Bérgamo treinada por Luigi Del Neri (ex-treinador portista por alguns dias) procurou reagir, teve mais iniciativa atacante mas não pode alterar a marcha do marcador que se manteve até aos 45 minutos, proporcionando o triunfo no Torneio à equipa azul e branca.

O Porto alinhou:
Nuno; Fucile, Bruno Alves, João Paulo e Marek Cech; Bolatti, Kazmierczak e Jorginho; Lisandro Lopez, Edgar e Ricardo Quaresma

No jogo frente ao Estrela Vermelha Adriano com um golo espectacular de pontapé de bicicleta pôs o Porto a ganhar e Nuno encarregou-se de assegurar o triunfo ao defender uma grande penalidade cometida por Bosingwa ao cortar um cruzamento não especialmente perigoso com os braços.

Neste jogo o Porto apresentou
Nuno, Bosingwa, Bruno Alves, Pedro Emanuel e Lino; Paulo Assunção, Raul Meireles e Luís Aguiar; Ricardo Quaresma, Adriano e Lisandro Lopez.

 

Triangular do Centenário do Atalanta: Porto venceu o Troféu

Filed under: FC Porto,Futebol — looking4good @ 8:03 pm

Daihatsu Troféu – Centenário do Atalanta

Este torneio triangular que comemorou o centenário da equipa italiana da cidade de Bérgamo, patrocinada pela Daihatsu, foi caracterizado por jogos de 45 minutos.

Depois de ter triunfado por 1-0 frente ao Estrela Vermelha o Porto defrontou os anfitriões, que antes do jogo decisivo frente ao Porto, também fizeram igual resultado frente aos sérvios. Com uma equipa bastante modificada face ao jogo anterior mas mantendo pedras chaves entre as quais Nuno na baliza (excelente jogo), Bruno Alves, Quaresma e Lizandro Lopéz, o Porto cedo chegou à vantagem no marcador após jogada de insistencia pela direita do ataque com Quaresma a centrar para o «amortie» de cabeça de Edgar a dar para o segundo poste onde Lizandro apareceu a finalizar.

A equipa do Atalanta de Bérgamo treinada por Luigi Del Neri (ex-treinador portista por alguns dias) procurou reagir, teve mais iniciativa atacante mas não pode alterar a marcha do marcador que se manteve até aos 45 minutos, proporcionando o triunfo no Torneio à equipa azul e branca.

O Porto alinhou:
Nuno; Fucile, Bruno Alves, João Paulo e Marek Cech; Bolatti, Kazmierczak e Jorginho; Lisandro Lopez, Edgar e Ricardo Quaresma

No jogo frente ao Estrela Vermelha Adriano com um golo espectacular de pontapé de bicicleta pôs o Porto a ganhar e Nuno encarregou-se de assegurar o triunfo ao defender uma grande penalidade cometida por Bosingwa ao cortar um cruzamento não especialmente perigoso com os braços.

Neste jogo o Porto apresentou
Nuno, Bosingwa, Bruno Alves, Pedro Emanuel e Lino; Paulo Assunção, Raul Meireles e Luís Aguiar; Ricardo Quaresma, Adriano e Lisandro Lopez.

 

Triangular do Centenário do Atalanta: Porto venceu o Troféu

Filed under: FC Porto,Futebol — looking4good @ 8:03 pm

Daihatsu Troféu – Centenário do Atalanta

Este torneio triangular que comemorou o centenário da equipa italiana da cidade de Bérgamo, patrocinada pela Daihatsu, foi caracterizado por jogos de 45 minutos.

Depois de ter triunfado por 1-0 frente ao Estrela Vermelha o Porto defrontou os anfitriões, que antes do jogo decisivo frente ao Porto, também fizeram igual resultado frente aos sérvios. Com uma equipa bastante modificada face ao jogo anterior mas mantendo pedras chaves entre as quais Nuno na baliza (excelente jogo), Bruno Alves, Quaresma e Lizandro Lopéz, o Porto cedo chegou à vantagem no marcador após jogada de insistencia pela direita do ataque com Quaresma a centrar para o «amortie» de cabeça de Edgar a dar para o segundo poste onde Lizandro apareceu a finalizar.

A equipa do Atalanta de Bérgamo treinada por Luigi Del Neri (ex-treinador portista por alguns dias) procurou reagir, teve mais iniciativa atacante mas não pode alterar a marcha do marcador que se manteve até aos 45 minutos, proporcionando o triunfo no Torneio à equipa azul e branca.

O Porto alinhou:
Nuno; Fucile, Bruno Alves, João Paulo e Marek Cech; Bolatti, Kazmierczak e Jorginho; Lisandro Lopez, Edgar e Ricardo Quaresma

No jogo frente ao Estrela Vermelha Adriano com um golo espectacular de pontapé de bicicleta pôs o Porto a ganhar e Nuno encarregou-se de assegurar o triunfo ao defender uma grande penalidade cometida por Bosingwa ao cortar um cruzamento não especialmente perigoso com os braços.

Neste jogo o Porto apresentou
Nuno, Bosingwa, Bruno Alves, Pedro Emanuel e Lino; Paulo Assunção, Raul Meireles e Luís Aguiar; Ricardo Quaresma, Adriano e Lisandro Lopez.

 

Ciclismo profissional está moribundo

Filed under: Ciclismo,doping — looking4good @ 7:38 pm
É impressionante a catadupa de notícias relacionadas com o doping, casos confirmados, suspeitas, mentiras, etc…

O Tour de França de 2007 ainda a decorrer é a confirmação de o que o ciclismo profissional está moribundo.

Alexandre Vinokourov, ciclista do Cazaquistão, da equipa Astana foi afastado da prova (e toda a equipa abandonou a prova) por dar um teste positivo de sangue homólogo no controlo da etapa 13 (contra-relógio individual). Dois tipos diferentes de glóbulos vermelhos foram detectados indiciativos de transfusão de sangue por dador compatível ou seja «doping sanguíneo».

Ainda mal refeito desta bomba, o mundo do ciclismo ficou a conhecer o teste positivo de Cristian Moreni, da equipa Cofidis teste que reconheceu a existencia exógema de testosterona. A equipa Cofidis também abandonou a prova.

Entretanto, Michael Rasmussen já havia sido afastado da selecção dinamarquesa por não ter dado informações às autoridades anti-doping sobre o seu treino e locais de preparação. Agora provou-se que Rasmussen mentira ao dizer que se havia preparado no México quando afinal foi visto treinar em local bem, diferente. Um comentador da TV italiana Davide Cassani, reclama ter visto Rasmussen a treinar em 13 ou 14 de Junho nos Dolomitas enquanto Rasmussen fizera públicas declarações de que se treinara no México.

foto: Rasmussen na Volta à França

A equipa Rabobank demitiu o ciclista que já não alinhou na etapa de hoje.

Enfim… Volta a França, patrocinadores e também porque não dizer, espectadores e público em geral… nem quer ouvir falar em ciclismo profissional nos próximos tempos… Ciclismo profissional está moribundo … será que sobrevive?