Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Das Utopias – Mário Quintana Maio 5, 2007

Filed under: Mário Quintana,poesia — looking4good @ 9:08 pm
foto: Estrelas

Se as coisas são inatingíveis… ora!
não é motivo para não querê-las.
Que tristes os caminhos, se não fora
a mágica presença das estrelas!

Mário Quintana (n. in Alegrete, Rio Grande do Sul a 30 Jul 1906; m. em Porto Alegre Alegre, Rio Grande do Sul a 5 de Maio de 1994).

Ler do mesmo autor:
 

Das Utopias – Mário Quintana

Filed under: Mário Quintana,poesia — looking4good @ 9:08 pm
foto: Estrelas

Se as coisas são inatingíveis… ora!
não é motivo para não querê-las.
Que tristes os caminhos, se não fora
a mágica presença das estrelas!

Mário Quintana (n. in Alegrete, Rio Grande do Sul a 30 Jul 1906; m. em Porto Alegre Alegre, Rio Grande do Sul a 5 de Maio de 1994).

Ler do mesmo autor:
 

Das Utopias – Mário Quintana

Filed under: Mário Quintana,poesia — looking4good @ 9:08 pm
foto: Estrelas

Se as coisas são inatingíveis… ora!
não é motivo para não querê-las.
Que tristes os caminhos, se não fora
a mágica presença das estrelas!

Mário Quintana (n. in Alegrete, Rio Grande do Sul a 30 Jul 1906; m. em Porto Alegre Alegre, Rio Grande do Sul a 5 de Maio de 1994).

Ler do mesmo autor:
 

Porto na rota do título vence o Nacional

Filed under: FC Porto,Futebol,Liga Bwin,Nacional — looking4good @ 9:00 pm

Porto

2-0

Nacional

Anderson decisivo no triunfo dos «Dragões»

O Porto tinha um jogo de grande importância em que o Nacional (que já venceu o Porto neste Estádio por 4-0) tinmha alguma esperança de pôr problemas faxe às ausencias de jogadores nucleares na equipa do Porto, Quaresma incluido.

O Porto teve uma boa prestação ainda que se notasse a ausencia de flanqueadores, sendo o jogo muito conduzido pelo meio do terreno. Aos 15′ Lizandro López fez entar a bola na baliza de Diego, mas não valeu (por errado assinalar de fora de jogo do assistente). O Nacional defendia-se chegava a conseguir trocar a bola akgumas vezes entre os seus jogadores, mas nunca demonstrou disponibilidade para partir rápido para acções ofensivas.

Adriano voltou a meter a bola na baliza, desta vez em fora de jogo nítido e por isso não valeu; uma grande defesa de Diego a remate de cabeça de João Paulo e outra cabeçada de Lizandro (em boa posição de marcar) mas por cima da barra foram lances que justificam a ausencia de golos ao intervalo.

Na segunda parte o Nacional dispersou-se mais pelo terreno e as dificuldades do Porto pareciam aumentar até porque algumas das suas unidades não se mostravam especialmente inspiradas. Jesualdo fereira mexeu na equipa fazendo entrar em simultaneo Raul meireles e Jorginho para os lugares de Paulo Assunção e Marek Cech e parece que fez bem. Aos 65′ o Porto chegava à posição de vencedor: o meio-campo defensivo foi batido e Anderson em tabelinha acaba por desviar de primeira oo passe de Adriano. O mais dificil estava conseguido.

Os homens da Madeira esboçaram uma reacção mas este jogo para Hélton foi um descanso. Já perto do fim do jogo Fucile recebeu o passe de morte de Anderson e facturou o seu o primeiro golo na Liga Bwin dissipando duvidas.

Cosme Machado (que não é um árbitro de top) acertou a maior parte das vezes mas vê o seu trabalho influenciado pela decisão errada do seu assistente em assinalar fora de jogo no lance de golo de Adriano aos 15′.

FC PORTO: Helton; Bosingwa, Ricardo Costa, João Paulo e Fucile; Lucho( Ibson, 70m), Paulo Assunção (Jorginho, 56m), Anderson e Cech (Raul Meireles, 56m); Lisandro e Adriano

NACIONAL: Diego Patacas, Ricardo Fernandes Ávalos, Cardozo, Alonso; Cléber (Pateiro, 58m), Juliano, Bruno (Leandro Bonfim, 71m); Diego José e Rodrigo (Cássio, 75m).

Golos: Anderson 66′ e Fucile aos 87′

Disciplina:
Cartão amarelo para Cléber (38m) Diego(45+2); Bosingwa(75m) e Anderson (90+1)

 

Porto na rota do título vence o Nacional

Filed under: FC Porto,Futebol,Liga Bwin,Nacional — looking4good @ 9:00 pm

Porto

2-0

Nacional

Anderson decisivo no triunfo dos «Dragões»

O Porto tinha um jogo de grande importância em que o Nacional (que já venceu o Porto neste Estádio por 4-0) tinmha alguma esperança de pôr problemas faxe às ausencias de jogadores nucleares na equipa do Porto, Quaresma incluido.

O Porto teve uma boa prestação ainda que se notasse a ausencia de flanqueadores, sendo o jogo muito conduzido pelo meio do terreno. Aos 15′ Lizandro López fez entar a bola na baliza de Diego, mas não valeu (por errado assinalar de fora de jogo do assistente). O Nacional defendia-se chegava a conseguir trocar a bola akgumas vezes entre os seus jogadores, mas nunca demonstrou disponibilidade para partir rápido para acções ofensivas.

Adriano voltou a meter a bola na baliza, desta vez em fora de jogo nítido e por isso não valeu; uma grande defesa de Diego a remate de cabeça de João Paulo e outra cabeçada de Lizandro (em boa posição de marcar) mas por cima da barra foram lances que justificam a ausencia de golos ao intervalo.

Na segunda parte o Nacional dispersou-se mais pelo terreno e as dificuldades do Porto pareciam aumentar até porque algumas das suas unidades não se mostravam especialmente inspiradas. Jesualdo fereira mexeu na equipa fazendo entrar em simultaneo Raul meireles e Jorginho para os lugares de Paulo Assunção e Marek Cech e parece que fez bem. Aos 65′ o Porto chegava à posição de vencedor: o meio-campo defensivo foi batido e Anderson em tabelinha acaba por desviar de primeira oo passe de Adriano. O mais dificil estava conseguido.

Os homens da Madeira esboçaram uma reacção mas este jogo para Hélton foi um descanso. Já perto do fim do jogo Fucile recebeu o passe de morte de Anderson e facturou o seu o primeiro golo na Liga Bwin dissipando duvidas.

Cosme Machado (que não é um árbitro de top) acertou a maior parte das vezes mas vê o seu trabalho influenciado pela decisão errada do seu assistente em assinalar fora de jogo no lance de golo de Adriano aos 15′.

FC PORTO: Helton; Bosingwa, Ricardo Costa, João Paulo e Fucile; Lucho( Ibson, 70m), Paulo Assunção (Jorginho, 56m), Anderson e Cech (Raul Meireles, 56m); Lisandro e Adriano

NACIONAL: Diego Patacas, Ricardo Fernandes Ávalos, Cardozo, Alonso; Cléber (Pateiro, 58m), Juliano, Bruno (Leandro Bonfim, 71m); Diego José e Rodrigo (Cássio, 75m).

Golos: Anderson 66′ e Fucile aos 87′

Disciplina:
Cartão amarelo para Cléber (38m) Diego(45+2); Bosingwa(75m) e Anderson (90+1)

 

Porto na rota do título vence o Nacional

Filed under: FC Porto,Futebol,Liga Bwin,Nacional — looking4good @ 9:00 pm

Porto

2-0

Nacional

Anderson decisivo no triunfo dos «Dragões»

O Porto tinha um jogo de grande importância em que o Nacional (que já venceu o Porto neste Estádio por 4-0) tinmha alguma esperança de pôr problemas faxe às ausencias de jogadores nucleares na equipa do Porto, Quaresma incluido.

O Porto teve uma boa prestação ainda que se notasse a ausencia de flanqueadores, sendo o jogo muito conduzido pelo meio do terreno. Aos 15′ Lizandro López fez entar a bola na baliza de Diego, mas não valeu (por errado assinalar de fora de jogo do assistente). O Nacional defendia-se chegava a conseguir trocar a bola akgumas vezes entre os seus jogadores, mas nunca demonstrou disponibilidade para partir rápido para acções ofensivas.

Adriano voltou a meter a bola na baliza, desta vez em fora de jogo nítido e por isso não valeu; uma grande defesa de Diego a remate de cabeça de João Paulo e outra cabeçada de Lizandro (em boa posição de marcar) mas por cima da barra foram lances que justificam a ausencia de golos ao intervalo.

Na segunda parte o Nacional dispersou-se mais pelo terreno e as dificuldades do Porto pareciam aumentar até porque algumas das suas unidades não se mostravam especialmente inspiradas. Jesualdo fereira mexeu na equipa fazendo entrar em simultaneo Raul meireles e Jorginho para os lugares de Paulo Assunção e Marek Cech e parece que fez bem. Aos 65′ o Porto chegava à posição de vencedor: o meio-campo defensivo foi batido e Anderson em tabelinha acaba por desviar de primeira oo passe de Adriano. O mais dificil estava conseguido.

Os homens da Madeira esboçaram uma reacção mas este jogo para Hélton foi um descanso. Já perto do fim do jogo Fucile recebeu o passe de morte de Anderson e facturou o seu o primeiro golo na Liga Bwin dissipando duvidas.

Cosme Machado (que não é um árbitro de top) acertou a maior parte das vezes mas vê o seu trabalho influenciado pela decisão errada do seu assistente em assinalar fora de jogo no lance de golo de Adriano aos 15′.

FC PORTO: Helton; Bosingwa, Ricardo Costa, João Paulo e Fucile; Lucho( Ibson, 70m), Paulo Assunção (Jorginho, 56m), Anderson e Cech (Raul Meireles, 56m); Lisandro e Adriano

NACIONAL: Diego Patacas, Ricardo Fernandes Ávalos, Cardozo, Alonso; Cléber (Pateiro, 58m), Juliano, Bruno (Leandro Bonfim, 71m); Diego José e Rodrigo (Cássio, 75m).

Golos: Anderson 66′ e Fucile aos 87′

Disciplina:
Cartão amarelo para Cléber (38m) Diego(45+2); Bosingwa(75m) e Anderson (90+1)

 

Congratulations – 102 years old Club Atlético Colón

Filed under: efemerides — looking4good @ 4:35 am

Club Atlético Colón (Santa Fé, Argentina) was founded on May 5, 1905 then with the name Cólon Foot-ball Club. Felicidades a todos los Inchas !!