Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Liga Bwin – 26ª. Jornada : resultados, classificação e comentários Abril 22, 2007

Filed under: Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 9:52 pm
Próxima Jornada – 26ª. Jornada
20 Abr 20:30 Estrela da Amadora 2-1 Boavista
21 Abr 18:45 Marítimo

0-3 Benfica
22 Abr 16:00 Desportivo das Aves 0-1 Paços de Ferreira
22 Abr 16:00 União de Leiria 1-0 Nacional
22 Abr 19:15 Porto 3-1 Belenenses
22 Abr 21:15 Sporting 4-0 Naval 1º. de Maio
23 Abr 19:30 Beira Mar Académica
23 Abr 19:45 Braga Vitória de Setúbal

Comentário da Jornada:

Os três grandes ganharam e mantiveram as posições e as distâncias mas com o Porto mais próximo de se consagrar campeão. Os portistas venceram com mais facilidade do que se esperava o Belenenses, com um golo cedo muito facilitado por Marco, guarda-redes dos visitantes que mantêm o 4º. lugar mas com o Braga a poder pisar-lhes os calcanhares se vencer jogo de amanhã com o Setúbal. O Sporting, como vem acontecendo ultimamente cedo resolveu o jogo, sendo de assinalar o hat-trick de Alecsandro. O Benfica já ontem tinha voltado às vitórias, com Miccoli decisivo a marcar os dois primeiros golos, mantendo as altas expectativas para o derby Benfica-Sporting da próxima jornada que pode decidir o segundo lugar.

O Paços de Ferreira foi vencer fora o Desportivo das Aves e a qualificação Uefeira ganha sensacional expressão. O Aves é que com esta derrota não confirmou as expectativas que a vitória da jornada anterior na Madeira lhe abriram e assim mantém o último lugar, esperando pelos resultados de amanhã dos rivais Beira-Mar e Setúbal.

Aliás o jogo Beira Mar-Académica é de grande importância porque a equipa que vencer este jogo fica a respirar muito melhor relativamente às aflições com que têm vivido.

O Estrela da Amadora tranquilizou-se definitivamente ao derrotar, onten, a equipa desilusão da época: o Boavista. Hoje a União de Leiria regressou às vitórias depois de um ciclo longo de maus resultados, derrotando o nacional que colecciona três derrotas consecutivas.

CLASSIFICAÇÃO

Lugar Clube Pontos Golos
1. Porto 62 57-16
2. Sporting 58 44-13
3. Benfica 57 49-18
4. Belenenses 43 31-23
5. Braga (*) 39 30-28
6. Paços de Ferreira 39 29-33
7. União de Leiria 35 19-23
8. Nacional 32 36-35
9. Naval 1º. de Maio 31 24-30
10. Marítimo 30 28-39
11. Boavista 29 28-30
12. Estrela da Amadora 28 20-34
13. Académica (*) 22 27-41
14. Beira Mar (*) 19 26-48
15. Vitória de Setúbal (*) 19 17-39
16. Desportivo das Aves 19 19-34
(*) Têm um jogo a menos. Amanhã jogam-se: Beira Mar-Académica e Braga-V. Setúbal

Próxima Jornada – 27ª. Jornada
27 Abr 20:30 Paços de Ferreira União de Leiria
28 Abr 18:00 Belenenses

Beira Mar
28 Abr 21:15 Boavista Porto
29 Abr 16:00 Naval 1º. de Maio Desportivo das Aves
29 Abr 16:00 Nacional Estrela da Amadora
29 Abr 16:00 Vitória de Setúbal Marítimo
29 Abr 20:00 Benfica Sporting
30 Abr 19:45 Académica Braga

 

Earth Day

Filed under: Dia — looking4good @ 4:48 pm

Earth Day is a time to celebrate gains we have made and create new visions to accelerate environmental progress. Earth Day is a time to unite around new actions. Earth Day and every day is a time to act to protect our planet.
 

Earth Day

Filed under: Dia — looking4good @ 4:48 pm

Earth Day is a time to celebrate gains we have made and create new visions to accelerate environmental progress. Earth Day is a time to unite around new actions. Earth Day and every day is a time to act to protect our planet.
 

Earth Day

Filed under: Dia — looking4good @ 4:48 pm

Earth Day is a time to celebrate gains we have made and create new visions to accelerate environmental progress. Earth Day is a time to unite around new actions. Earth Day and every day is a time to act to protect our planet.
 

A decoberta do Brazil por Pedro Álvares Cabral foi há 507 anos!

Filed under: Pedro Álvares Cabral — looking4good @ 3:56 pm
A descoberta do Brasil por Pedro Álvares Cabral, em 22 de Abril de 1500, foi o resultado de uma persistente e bem sucedida política de expansão marítima, colocada em prática ao longo de muitos anos pela monarquia portuguesa.

A expansão portuguesa iniciou-se com a conquista de Ceuta em 1415.

O Infante D. Henrique é a personificação da gesta portuguesa dos descobrimentos. D. Henrique era um amante das ciências e, sob sua iniciativa, foi fundada a Escola de Sagres, que reuniu diversos especialistas como cartógrafos, astrônomos e marinheiros que possuíam conhecimento do que de mais avançado se sabia na época sobre a arte de navegar

No reinado de D. Manuel I, parte do Restelo, a 8 de Junho de 1497, a armada chefiada por Vasco da Gama. Tratava-se de uma expedição comportando três embarcações. É a partir da viagem de Vasco da Gama que se introduzem as naus. A 20 de Maio de 1498 Vasco da Gama chega a Calecute. Estabelecia-se assim o caminho marítimo para a Índia.

Antes os portugueses conquistaram as ilhas atlânticas dos arquipélagos dos Açores, Madeira e Cabo Verde (1425-1427) e Bartolomeu Dias conseguiu transpor o Cabo da Boa Esperança, localizado no extremo sul da África.

D. Manuel I confiou a Pedro Álvares Cabral o comando da segunda expedição à Índia, 13 naves, 1500 homens. Terá que submeter o Samorim de Calecute, o qual tanto afrontara Vasco da Gama. Terá que lançar a primeira pedra do império lusitano do Oriente. Na armada, entre outros seguem Pero Vaz de Caminha, cronista d’El-rei. E ainda Bartolomeu Dias, o primeiro a dobrar o Cabo da Boa Esperança. Também o seu irmão Diogo Dias e Nicolau Coelho, que foi um dos comandantes da expedição de Vasco da Gama.

Nas águas de Cabo Verde desaparece uma das naus. Ninguém saberá mais dela. Das 13 ficam 12. Pedro Álvares Cabral, por alturas da Guiné, desvia-se da rota e em Abril de 1500 chega a uma terra primeiro denominada Ilha de Vera Cruz, mais tarde Terra de Santa Cruz e finalmente Brasil – face à abundante existência de madeira pau-brasil.

Estátua de Pedro Álvares Cabral em
Belmonte, sua terra natal

Links externos:
Pedro Álvares Cabral em Vidas Lusófonas
Pedro Álvares Cabral in Wikipedia
Cronologia dos Descobrimentos Portugueses

 

A decoberta do Brazil por Pedro Álvares Cabral foi há 507 anos!

Filed under: Pedro Álvares Cabral — looking4good @ 3:56 pm
A descoberta do Brasil por Pedro Álvares Cabral, em 22 de Abril de 1500, foi o resultado de uma persistente e bem sucedida política de expansão marítima, colocada em prática ao longo de muitos anos pela monarquia portuguesa.

A expansão portuguesa iniciou-se com a conquista de Ceuta em 1415.

O Infante D. Henrique é a personificação da gesta portuguesa dos descobrimentos. D. Henrique era um amante das ciências e, sob sua iniciativa, foi fundada a Escola de Sagres, que reuniu diversos especialistas como cartógrafos, astrônomos e marinheiros que possuíam conhecimento do que de mais avançado se sabia na época sobre a arte de navegar

No reinado de D. Manuel I, parte do Restelo, a 8 de Junho de 1497, a armada chefiada por Vasco da Gama. Tratava-se de uma expedição comportando três embarcações. É a partir da viagem de Vasco da Gama que se introduzem as naus. A 20 de Maio de 1498 Vasco da Gama chega a Calecute. Estabelecia-se assim o caminho marítimo para a Índia.

Antes os portugueses conquistaram as ilhas atlânticas dos arquipélagos dos Açores, Madeira e Cabo Verde (1425-1427) e Bartolomeu Dias conseguiu transpor o Cabo da Boa Esperança, localizado no extremo sul da África.

D. Manuel I confiou a Pedro Álvares Cabral o comando da segunda expedição à Índia, 13 naves, 1500 homens. Terá que submeter o Samorim de Calecute, o qual tanto afrontara Vasco da Gama. Terá que lançar a primeira pedra do império lusitano do Oriente. Na armada, entre outros seguem Pero Vaz de Caminha, cronista d’El-rei. E ainda Bartolomeu Dias, o primeiro a dobrar o Cabo da Boa Esperança. Também o seu irmão Diogo Dias e Nicolau Coelho, que foi um dos comandantes da expedição de Vasco da Gama.

Nas águas de Cabo Verde desaparece uma das naus. Ninguém saberá mais dela. Das 13 ficam 12. Pedro Álvares Cabral, por alturas da Guiné, desvia-se da rota e em Abril de 1500 chega a uma terra primeiro denominada Ilha de Vera Cruz, mais tarde Terra de Santa Cruz e finalmente Brasil – face à abundante existência de madeira pau-brasil.

Estátua de Pedro Álvares Cabral em
Belmonte, sua terra natal

Links externos:
Pedro Álvares Cabral em Vidas Lusófonas
Pedro Álvares Cabral in Wikipedia
Cronologia dos Descobrimentos Portugueses

 

A decoberta do Brazil por Pedro Álvares Cabral foi há 507 anos!

Filed under: Pedro Álvares Cabral — looking4good @ 3:56 pm
A descoberta do Brasil por Pedro Álvares Cabral, em 22 de Abril de 1500, foi o resultado de uma persistente e bem sucedida política de expansão marítima, colocada em prática ao longo de muitos anos pela monarquia portuguesa.

A expansão portuguesa iniciou-se com a conquista de Ceuta em 1415.

O Infante D. Henrique é a personificação da gesta portuguesa dos descobrimentos. D. Henrique era um amante das ciências e, sob sua iniciativa, foi fundada a Escola de Sagres, que reuniu diversos especialistas como cartógrafos, astrônomos e marinheiros que possuíam conhecimento do que de mais avançado se sabia na época sobre a arte de navegar

No reinado de D. Manuel I, parte do Restelo, a 8 de Junho de 1497, a armada chefiada por Vasco da Gama. Tratava-se de uma expedição comportando três embarcações. É a partir da viagem de Vasco da Gama que se introduzem as naus. A 20 de Maio de 1498 Vasco da Gama chega a Calecute. Estabelecia-se assim o caminho marítimo para a Índia.

Antes os portugueses conquistaram as ilhas atlânticas dos arquipélagos dos Açores, Madeira e Cabo Verde (1425-1427) e Bartolomeu Dias conseguiu transpor o Cabo da Boa Esperança, localizado no extremo sul da África.

D. Manuel I confiou a Pedro Álvares Cabral o comando da segunda expedição à Índia, 13 naves, 1500 homens. Terá que submeter o Samorim de Calecute, o qual tanto afrontara Vasco da Gama. Terá que lançar a primeira pedra do império lusitano do Oriente. Na armada, entre outros seguem Pero Vaz de Caminha, cronista d’El-rei. E ainda Bartolomeu Dias, o primeiro a dobrar o Cabo da Boa Esperança. Também o seu irmão Diogo Dias e Nicolau Coelho, que foi um dos comandantes da expedição de Vasco da Gama.

Nas águas de Cabo Verde desaparece uma das naus. Ninguém saberá mais dela. Das 13 ficam 12. Pedro Álvares Cabral, por alturas da Guiné, desvia-se da rota e em Abril de 1500 chega a uma terra primeiro denominada Ilha de Vera Cruz, mais tarde Terra de Santa Cruz e finalmente Brasil – face à abundante existência de madeira pau-brasil.

Estátua de Pedro Álvares Cabral em
Belmonte, sua terra natal

Links externos:
Pedro Álvares Cabral em Vidas Lusófonas
Pedro Álvares Cabral in Wikipedia
Cronologia dos Descobrimentos Portugueses