Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

O actual Benfica é (quase) zero Abril 16, 2007

Filed under: Benfica,Braga,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 8:48 pm

Benfica 0 – 0 Braga

Outra vez a barra… golos é que não!

O Benfica vinha de quatro jogos sem vencer, via Miccoli ausente por lesão e Fernando Santos substitui-o por Katsouranis. O Braga com muitas alterações na equipa que perdeu com o Sporting destacando-se a titularidade nomeadamente de Chmiest e Vandinho.

O Braga abordou bem o jogo tentando aproveitar o mau momento físico e psicológico do Benfica e nos primeiros minutos dominou o jogo, chegando com facilidade à baliza encarnada e disfrutando de boas oportunidades por Chmiest.

O Benfica a meio da primeira parte equilibrou e Simão não aproveitou uma falha de Frechaut que deixou a bola bater no chão e passar-lhe por cima. Entretanto, um remate de surpresa de Karougounis obrigou Paulo Santos a grande defesa, com ligeiro desvio para canto.

Ao intervalo o resultado era lisongeiro para os encarnados que ultimamente fazem sempre más primeiras partes, com rendimento quase nulo de Nuno Gomes e a ser Simão a puxar a carroça.

Fernando Santos tirou Léo e fez entrar Mantorras, no início da segunda parte. Como de costume o Benfica melhorou na segunda parte, o angolano movimentou-se bem, mas como que confirmando as palavras de Fernando Santos, desperdiçou uma boa oportunidade de golo. Derlei a substituir Nuno Gomes na segunda substituição operada por Fernando Santos que só a cinco minutos do fim fez entrar Manú para o lugar de Nélson. Jorge Costa também já tinha refrescado a equipa, com entradas de Luís Filipe, Andrade e Diego, mas na segunda parte os bracarenses satisfizeram-se com o empate.

Ao minuto 85′ uma grande jogada individual de Karagounis terminou com um remate à barra com Paulo Santos batido e já em tempo de compensação o Benfica fez entrar a bola na baliza bracarense, mas com Anderson em fora de jogo.

Agora o Benfica já é terceiro, colecciona cinco jogos sem ganhar, terceiro empate consecutivo para a Liga, a equipa está arrasada física e psicológicamente, não tem comando, há jogadores que ainda lutam (Simão, como já dissemos, David Luís um dos melhores neste jogo, mesmo a lateral/médio esquerdo durante a segunda parte, Petit: um dos poucos a lutar nas recuperações de bola). Agora até a entrada directa na Liga dos Campeões está fugidia porque tem de vencer o Sporting para readquirir o segundo lugar. Com esta dinâmica como consegui-lo?

A arbitragem de João Ferreira, como quase sempre, foi má. Falhas no aspecto técnico e no aspecto disciplinar mas sem penalties ou casos individualmente graves.

Ficha do jogo

Estádio do Sport Lisboa e Benfica, em Lisboa, Espectadores: 36.259

Árbitro: João Ferreira (Setúbal); Aux – Hernâni Fernandes e Serafim Nogueira

Benfica – Quim; Nélson (Manú, 85 m), David Luiz, Anderson e Léo (Mantorras, 46 m); Karagounis, Petit, Katsouranis e Rui Costa; Simão e Nuno Gomes (Derlei, 67 m).

Sp. Braga – Paulo Santos; Pedro Costa (Luís Filipe, 61 m), Paulo Jorge, Frechaut e Carlos Fernandes; João Pinto (Andrade, 77 m), Vandinho e Castanheira; Davide, Chmiest (Diego, 65 m) e Cesinha.

Golos: Nada a registar

Disciplina: cartão amarelo para Carlos Fernandes (29 m), Léo (38 m), Pedro Costa (53 m), Paulo Santos (58 m), Karagounis (68 m), Rui Costa (69 m), Diego (88 m) e Petit (88 m).

 

O actual Benfica é (quase) zero

Filed under: Benfica,Braga,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 8:48 pm

Benfica 0 – 0 Braga

Outra vez a barra… golos é que não!

O Benfica vinha de quatro jogos sem vencer, via Miccoli ausente por lesão e Fernando Santos substitui-o por Katsouranis. O Braga com muitas alterações na equipa que perdeu com o Sporting destacando-se a titularidade nomeadamente de Chmiest e Vandinho.

O Braga abordou bem o jogo tentando aproveitar o mau momento físico e psicológico do Benfica e nos primeiros minutos dominou o jogo, chegando com facilidade à baliza encarnada e disfrutando de boas oportunidades por Chmiest.

O Benfica a meio da primeira parte equilibrou e Simão não aproveitou uma falha de Frechaut que deixou a bola bater no chão e passar-lhe por cima. Entretanto, um remate de surpresa de Karougounis obrigou Paulo Santos a grande defesa, com ligeiro desvio para canto.

Ao intervalo o resultado era lisongeiro para os encarnados que ultimamente fazem sempre más primeiras partes, com rendimento quase nulo de Nuno Gomes e a ser Simão a puxar a carroça.

Fernando Santos tirou Léo e fez entrar Mantorras, no início da segunda parte. Como de costume o Benfica melhorou na segunda parte, o angolano movimentou-se bem, mas como que confirmando as palavras de Fernando Santos, desperdiçou uma boa oportunidade de golo. Derlei a substituir Nuno Gomes na segunda substituição operada por Fernando Santos que só a cinco minutos do fim fez entrar Manú para o lugar de Nélson. Jorge Costa também já tinha refrescado a equipa, com entradas de Luís Filipe, Andrade e Diego, mas na segunda parte os bracarenses satisfizeram-se com o empate.

Ao minuto 85′ uma grande jogada individual de Karagounis terminou com um remate à barra com Paulo Santos batido e já em tempo de compensação o Benfica fez entrar a bola na baliza bracarense, mas com Anderson em fora de jogo.

Agora o Benfica já é terceiro, colecciona cinco jogos sem ganhar, terceiro empate consecutivo para a Liga, a equipa está arrasada física e psicológicamente, não tem comando, há jogadores que ainda lutam (Simão, como já dissemos, David Luís um dos melhores neste jogo, mesmo a lateral/médio esquerdo durante a segunda parte, Petit: um dos poucos a lutar nas recuperações de bola). Agora até a entrada directa na Liga dos Campeões está fugidia porque tem de vencer o Sporting para readquirir o segundo lugar. Com esta dinâmica como consegui-lo?

A arbitragem de João Ferreira, como quase sempre, foi má. Falhas no aspecto técnico e no aspecto disciplinar mas sem penalties ou casos individualmente graves.

Ficha do jogo

Estádio do Sport Lisboa e Benfica, em Lisboa, Espectadores: 36.259

Árbitro: João Ferreira (Setúbal); Aux – Hernâni Fernandes e Serafim Nogueira

Benfica – Quim; Nélson (Manú, 85 m), David Luiz, Anderson e Léo (Mantorras, 46 m); Karagounis, Petit, Katsouranis e Rui Costa; Simão e Nuno Gomes (Derlei, 67 m).

Sp. Braga – Paulo Santos; Pedro Costa (Luís Filipe, 61 m), Paulo Jorge, Frechaut e Carlos Fernandes; João Pinto (Andrade, 77 m), Vandinho e Castanheira; Davide, Chmiest (Diego, 65 m) e Cesinha.

Golos: Nada a registar

Disciplina: cartão amarelo para Carlos Fernandes (29 m), Léo (38 m), Pedro Costa (53 m), Paulo Santos (58 m), Karagounis (68 m), Rui Costa (69 m), Diego (88 m) e Petit (88 m).

 

O actual Benfica é (quase) zero

Filed under: Benfica,Braga,Futebol,Liga Bwin — looking4good @ 8:48 pm

Benfica 0 – 0 Braga

Outra vez a barra… golos é que não!

O Benfica vinha de quatro jogos sem vencer, via Miccoli ausente por lesão e Fernando Santos substitui-o por Katsouranis. O Braga com muitas alterações na equipa que perdeu com o Sporting destacando-se a titularidade nomeadamente de Chmiest e Vandinho.

O Braga abordou bem o jogo tentando aproveitar o mau momento físico e psicológico do Benfica e nos primeiros minutos dominou o jogo, chegando com facilidade à baliza encarnada e disfrutando de boas oportunidades por Chmiest.

O Benfica a meio da primeira parte equilibrou e Simão não aproveitou uma falha de Frechaut que deixou a bola bater no chão e passar-lhe por cima. Entretanto, um remate de surpresa de Karougounis obrigou Paulo Santos a grande defesa, com ligeiro desvio para canto.

Ao intervalo o resultado era lisongeiro para os encarnados que ultimamente fazem sempre más primeiras partes, com rendimento quase nulo de Nuno Gomes e a ser Simão a puxar a carroça.

Fernando Santos tirou Léo e fez entrar Mantorras, no início da segunda parte. Como de costume o Benfica melhorou na segunda parte, o angolano movimentou-se bem, mas como que confirmando as palavras de Fernando Santos, desperdiçou uma boa oportunidade de golo. Derlei a substituir Nuno Gomes na segunda substituição operada por Fernando Santos que só a cinco minutos do fim fez entrar Manú para o lugar de Nélson. Jorge Costa também já tinha refrescado a equipa, com entradas de Luís Filipe, Andrade e Diego, mas na segunda parte os bracarenses satisfizeram-se com o empate.

Ao minuto 85′ uma grande jogada individual de Karagounis terminou com um remate à barra com Paulo Santos batido e já em tempo de compensação o Benfica fez entrar a bola na baliza bracarense, mas com Anderson em fora de jogo.

Agora o Benfica já é terceiro, colecciona cinco jogos sem ganhar, terceiro empate consecutivo para a Liga, a equipa está arrasada física e psicológicamente, não tem comando, há jogadores que ainda lutam (Simão, como já dissemos, David Luís um dos melhores neste jogo, mesmo a lateral/médio esquerdo durante a segunda parte, Petit: um dos poucos a lutar nas recuperações de bola). Agora até a entrada directa na Liga dos Campeões está fugidia porque tem de vencer o Sporting para readquirir o segundo lugar. Com esta dinâmica como consegui-lo?

A arbitragem de João Ferreira, como quase sempre, foi má. Falhas no aspecto técnico e no aspecto disciplinar mas sem penalties ou casos individualmente graves.

Ficha do jogo

Estádio do Sport Lisboa e Benfica, em Lisboa, Espectadores: 36.259

Árbitro: João Ferreira (Setúbal); Aux – Hernâni Fernandes e Serafim Nogueira

Benfica – Quim; Nélson (Manú, 85 m), David Luiz, Anderson e Léo (Mantorras, 46 m); Karagounis, Petit, Katsouranis e Rui Costa; Simão e Nuno Gomes (Derlei, 67 m).

Sp. Braga – Paulo Santos; Pedro Costa (Luís Filipe, 61 m), Paulo Jorge, Frechaut e Carlos Fernandes; João Pinto (Andrade, 77 m), Vandinho e Castanheira; Davide, Chmiest (Diego, 65 m) e Cesinha.

Golos: Nada a registar

Disciplina: cartão amarelo para Carlos Fernandes (29 m), Léo (38 m), Pedro Costa (53 m), Paulo Santos (58 m), Karagounis (68 m), Rui Costa (69 m), Diego (88 m) e Petit (88 m).

 

Quadra popular portuguesa

Filed under: poesia — looking4good @ 5:26 pm
foto: olhar (autor desconhecido)

Pus-me a contar as estrelas
Contei duzentas e doze
Com as tuas dos teus olhos
São duzentas e catorze.
 

Quadra popular portuguesa

Filed under: poesia — looking4good @ 5:26 pm
foto: olhar (autor desconhecido)

Pus-me a contar as estrelas
Contei duzentas e doze
Com as tuas dos teus olhos
São duzentas e catorze.
 

Quadra popular portuguesa

Filed under: poesia — looking4good @ 5:26 pm
foto: olhar (autor desconhecido)

Pus-me a contar as estrelas
Contei duzentas e doze
Com as tuas dos teus olhos
São duzentas e catorze.
 

Happy Birthday – Pope Benedict XVI

Filed under: efemerides — looking4good @ 1:06 pm
Joseph Alois Ratzinger was born on April 16, 1927 in Marktl am Inn, Bavaria, Germany; so he completes today 80 years old. He adopted the papal name of Benedict XVI (Benedictus XVI in latin, Bento XVI in Portuguese) after his election two years ago. Pope Benedict XVI has invited dozens of cardinals to a lunch at the Vatican this Monday to mark his 80th birthday while a museum is to open in Germany in the house where Joseph Ratzinger was born.

photo: Pope Benedict XVI