Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

FC Porto: Só faltam cinco jogos e até pode perder um Abril 14, 2007

Filed under: Académica,FC Porto — looking4good @ 10:19 pm

Académica 1 – 2 Porto

Com o final do campeonato a aproximar-se o Porto entrou no jogo a comandar, postado ao ataque e a chegar com muita facilidade por várias vezes à baliza de Pedro Roma, que teve de se dar por feliz com a inviabilidade da sua baliza, pois logo ao primeiro minuto na sequência de um canto a bola bateu duas vezes nos ferros da baliza do guarda-redes de Coimbra. Por volta dos vinte minutos a Académica respondeu começando a ligar melhor as jogadas e dispondo mesmo, nesta primeira parte de duas boas ocasiões: a primeira após um cruzamento da direita que um avançado coimbrão não conseguiu finalizar e noutra da direita com o cruzamento para o coração da área a obter o remate de Lino, mas por cima da barra.

Já depois de Quaresma, em pontapé de canto ter mandado a bola de novo aos ferros da baliza de Pedro Roma, perto do final da primeira parte, a equipa portista colocou-se em vencedor: uma confusão na área da Académica após defesa incompleta de Pedro Roma e com a defensiva da equipa da casa a ter várias oportunidades para afastar a bola mas, em última instância a fazê-lo mal, para a frente da baliza onde Bruno Moraes aproveitou para inaugurar o marcador.

Pode-se dizer que a vantagem do Porto se ajustava no final da primeira parte mas na segunda foi a Académica que entrou disposta a empatar o jogo. A entrada de Roberto Brum (a substituir Gyano) ajudou a outra movimentação da equipa dos estudantes que surpreendeu, pelo atrevimento, a equipa do Porto. Esta passou a agrupar-se mais no meio-campo defensivo mas acabou por aumentar o score a seu favor, já depois da substituição de Jorginho por Raul Meireles. Cruzamento da esquerda de Quaresma (de trivela!) e Adriano a finalizar com exito após assistencia de Raul Meireles. Com 20 minutos por jogar e dois golos de avanço o triunfo parecia garantido.

A Acdémica todavia, já depois de uma série de cartões amarelos, em que Xistra é pródigo, viria a reduzir a diferença ma marcação de uma grande penalidade (Lino) por falta de Cech sobre Filipe Teixeira.

Com Anderson em campo o Porto foi gerindo a vantagem sem que os homens da Académica deitassem a toalha ao chão, mas garantindo o triunfo que colcoca a equipa do Porto na rota do título.

Já por várias vezes nos pronunciamos neste blog sob Carlos Xistra, que não é um grande árbitro, na nossa opinião. O árbitro albicastrense mostrou demasiados amarelos (8 para o Porto e 2 para a Académica), não marcou (mal auxiliado pelo assistente que acompanhou o ataque da Académica) uma nítida falta junto à lateral da área (fora) favorável à equipa de Coimbra e o treinador Manuel Machado queixou-se ainda de outra grande penalidade (anterior) por (suposta) mão na bola dum central portista na área de rigor.

Estádio Cidade de Coimbra; Espectadores: 16115

Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco)

ACADÉMICA – Pedro Roma; Sarmento, Kaká, Litos e Lino; Paulo Sérgio (Alexandre, 73 m), Filipe Teixeira, Vítor Vinha (Miguel Pedro, 64 m) e Dame; Joeano e Gyano (Roberto Brum, 46 m).

FC PORTO – Helton; Bosingwa, Ricardo Costa, Bruno Alves e Fucile; Jorginho (Raul Meireles. 67 m), Lucho Gonzalez e Marek Cech; Hélder Postiga (Anderson, 77 m), Adriano (Renteria, 90 m) e Ricardo Quaresma.

Golos: Bruno Alves (42 m); 0-2, Adriano (70 m); 1-2, Lino (76 m, de grande penalidade).

16′ Cartão amarelo para Lucho Gonzalez (Porto)
60′ Cartão amarelo para Bruno Alves (Porto).
61′ Cartão amarelo para Filipe Teixeira (Académica).
64′ Cartão amarelo para Fucile (Porto).
66′ Cartão amarelo para Roberto Brum (Académica).
66′ Cartão amarelo para Jorginho (Porto).
75′ Cartão amarelo para Marek Cech (Porto) no lance do penalty.
82′ Cartão amarelo para Ricardo Quaresma (Porto).
82′ Cartão amarelo para Fucile (Porto).
90′ Cartão amarelo para Helton (Porto) por demora na reposição do jogo.

 

FC Porto: Só faltam cinco jogos e até pode perder um

Filed under: Académica,FC Porto — looking4good @ 10:19 pm

Académica 1 – 2 Porto

Com o final do campeonato a aproximar-se o Porto entrou no jogo a comandar, postado ao ataque e a chegar com muita facilidade por várias vezes à baliza de Pedro Roma, que teve de se dar por feliz com a inviabilidade da sua baliza, pois logo ao primeiro minuto na sequência de um canto a bola bateu duas vezes nos ferros da baliza do guarda-redes de Coimbra. Por volta dos vinte minutos a Académica respondeu começando a ligar melhor as jogadas e dispondo mesmo, nesta primeira parte de duas boas ocasiões: a primeira após um cruzamento da direita que um avançado coimbrão não conseguiu finalizar e noutra da direita com o cruzamento para o coração da área a obter o remate de Lino, mas por cima da barra.

Já depois de Quaresma, em pontapé de canto ter mandado a bola de novo aos ferros da baliza de Pedro Roma, perto do final da primeira parte, a equipa portista colocou-se em vencedor: uma confusão na área da Académica após defesa incompleta de Pedro Roma e com a defensiva da equipa da casa a ter várias oportunidades para afastar a bola mas, em última instância a fazê-lo mal, para a frente da baliza onde Bruno Moraes aproveitou para inaugurar o marcador.

Pode-se dizer que a vantagem do Porto se ajustava no final da primeira parte mas na segunda foi a Académica que entrou disposta a empatar o jogo. A entrada de Roberto Brum (a substituir Gyano) ajudou a outra movimentação da equipa dos estudantes que surpreendeu, pelo atrevimento, a equipa do Porto. Esta passou a agrupar-se mais no meio-campo defensivo mas acabou por aumentar o score a seu favor, já depois da substituição de Jorginho por Raul Meireles. Cruzamento da esquerda de Quaresma (de trivela!) e Adriano a finalizar com exito após assistencia de Raul Meireles. Com 20 minutos por jogar e dois golos de avanço o triunfo parecia garantido.

A Acdémica todavia, já depois de uma série de cartões amarelos, em que Xistra é pródigo, viria a reduzir a diferença ma marcação de uma grande penalidade (Lino) por falta de Cech sobre Filipe Teixeira.

Com Anderson em campo o Porto foi gerindo a vantagem sem que os homens da Académica deitassem a toalha ao chão, mas garantindo o triunfo que colcoca a equipa do Porto na rota do título.

Já por várias vezes nos pronunciamos neste blog sob Carlos Xistra, que não é um grande árbitro, na nossa opinião. O árbitro albicastrense mostrou demasiados amarelos (8 para o Porto e 2 para a Académica), não marcou (mal auxiliado pelo assistente que acompanhou o ataque da Académica) uma nítida falta junto à lateral da área (fora) favorável à equipa de Coimbra e o treinador Manuel Machado queixou-se ainda de outra grande penalidade (anterior) por (suposta) mão na bola dum central portista na área de rigor.

Estádio Cidade de Coimbra; Espectadores: 16115

Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco)

ACADÉMICA – Pedro Roma; Sarmento, Kaká, Litos e Lino; Paulo Sérgio (Alexandre, 73 m), Filipe Teixeira, Vítor Vinha (Miguel Pedro, 64 m) e Dame; Joeano e Gyano (Roberto Brum, 46 m).

FC PORTO – Helton; Bosingwa, Ricardo Costa, Bruno Alves e Fucile; Jorginho (Raul Meireles. 67 m), Lucho Gonzalez e Marek Cech; Hélder Postiga (Anderson, 77 m), Adriano (Renteria, 90 m) e Ricardo Quaresma.

Golos: Bruno Alves (42 m); 0-2, Adriano (70 m); 1-2, Lino (76 m, de grande penalidade).

16′ Cartão amarelo para Lucho Gonzalez (Porto)
60′ Cartão amarelo para Bruno Alves (Porto).
61′ Cartão amarelo para Filipe Teixeira (Académica).
64′ Cartão amarelo para Fucile (Porto).
66′ Cartão amarelo para Roberto Brum (Académica).
66′ Cartão amarelo para Jorginho (Porto).
75′ Cartão amarelo para Marek Cech (Porto) no lance do penalty.
82′ Cartão amarelo para Ricardo Quaresma (Porto).
82′ Cartão amarelo para Fucile (Porto).
90′ Cartão amarelo para Helton (Porto) por demora na reposição do jogo.

 

FC Porto: Só faltam cinco jogos e até pode perder um

Filed under: Académica,FC Porto — looking4good @ 10:19 pm

Académica 1 – 2 Porto

Com o final do campeonato a aproximar-se o Porto entrou no jogo a comandar, postado ao ataque e a chegar com muita facilidade por várias vezes à baliza de Pedro Roma, que teve de se dar por feliz com a inviabilidade da sua baliza, pois logo ao primeiro minuto na sequência de um canto a bola bateu duas vezes nos ferros da baliza do guarda-redes de Coimbra. Por volta dos vinte minutos a Académica respondeu começando a ligar melhor as jogadas e dispondo mesmo, nesta primeira parte de duas boas ocasiões: a primeira após um cruzamento da direita que um avançado coimbrão não conseguiu finalizar e noutra da direita com o cruzamento para o coração da área a obter o remate de Lino, mas por cima da barra.

Já depois de Quaresma, em pontapé de canto ter mandado a bola de novo aos ferros da baliza de Pedro Roma, perto do final da primeira parte, a equipa portista colocou-se em vencedor: uma confusão na área da Académica após defesa incompleta de Pedro Roma e com a defensiva da equipa da casa a ter várias oportunidades para afastar a bola mas, em última instância a fazê-lo mal, para a frente da baliza onde Bruno Moraes aproveitou para inaugurar o marcador.

Pode-se dizer que a vantagem do Porto se ajustava no final da primeira parte mas na segunda foi a Académica que entrou disposta a empatar o jogo. A entrada de Roberto Brum (a substituir Gyano) ajudou a outra movimentação da equipa dos estudantes que surpreendeu, pelo atrevimento, a equipa do Porto. Esta passou a agrupar-se mais no meio-campo defensivo mas acabou por aumentar o score a seu favor, já depois da substituição de Jorginho por Raul Meireles. Cruzamento da esquerda de Quaresma (de trivela!) e Adriano a finalizar com exito após assistencia de Raul Meireles. Com 20 minutos por jogar e dois golos de avanço o triunfo parecia garantido.

A Acdémica todavia, já depois de uma série de cartões amarelos, em que Xistra é pródigo, viria a reduzir a diferença ma marcação de uma grande penalidade (Lino) por falta de Cech sobre Filipe Teixeira.

Com Anderson em campo o Porto foi gerindo a vantagem sem que os homens da Académica deitassem a toalha ao chão, mas garantindo o triunfo que colcoca a equipa do Porto na rota do título.

Já por várias vezes nos pronunciamos neste blog sob Carlos Xistra, que não é um grande árbitro, na nossa opinião. O árbitro albicastrense mostrou demasiados amarelos (8 para o Porto e 2 para a Académica), não marcou (mal auxiliado pelo assistente que acompanhou o ataque da Académica) uma nítida falta junto à lateral da área (fora) favorável à equipa de Coimbra e o treinador Manuel Machado queixou-se ainda de outra grande penalidade (anterior) por (suposta) mão na bola dum central portista na área de rigor.

Estádio Cidade de Coimbra; Espectadores: 16115

Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco)

ACADÉMICA – Pedro Roma; Sarmento, Kaká, Litos e Lino; Paulo Sérgio (Alexandre, 73 m), Filipe Teixeira, Vítor Vinha (Miguel Pedro, 64 m) e Dame; Joeano e Gyano (Roberto Brum, 46 m).

FC PORTO – Helton; Bosingwa, Ricardo Costa, Bruno Alves e Fucile; Jorginho (Raul Meireles. 67 m), Lucho Gonzalez e Marek Cech; Hélder Postiga (Anderson, 77 m), Adriano (Renteria, 90 m) e Ricardo Quaresma.

Golos: Bruno Alves (42 m); 0-2, Adriano (70 m); 1-2, Lino (76 m, de grande penalidade).

16′ Cartão amarelo para Lucho Gonzalez (Porto)
60′ Cartão amarelo para Bruno Alves (Porto).
61′ Cartão amarelo para Filipe Teixeira (Académica).
64′ Cartão amarelo para Fucile (Porto).
66′ Cartão amarelo para Roberto Brum (Académica).
66′ Cartão amarelo para Jorginho (Porto).
75′ Cartão amarelo para Marek Cech (Porto) no lance do penalty.
82′ Cartão amarelo para Ricardo Quaresma (Porto).
82′ Cartão amarelo para Fucile (Porto).
90′ Cartão amarelo para Helton (Porto) por demora na reposição do jogo.

 

Congratulations

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 7:22 pm
Santos Futebol Clube (Brazil) founded on April 14, 1912

Corporación Deportiva Independiente Medellín (Colombia) founded on Apr 14, 1914
«El Poderoso de la Montaña»

 

Congratulations

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 7:22 pm
Santos Futebol Clube (Brazil) founded on April 14, 1912

Corporación Deportiva Independiente Medellín (Colombia) founded on Apr 14, 1914
«El Poderoso de la Montaña»

 

Congratulations

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 7:22 pm
Santos Futebol Clube (Brazil) founded on April 14, 1912

Corporación Deportiva Independiente Medellín (Colombia) founded on Apr 14, 1914
«El Poderoso de la Montaña»

 

Dia Internacional do Café

Filed under: Dia — looking4good @ 7:13 pm