Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Champions League: Chelsea de Mourinho vira o jogo e está nas Meias-Finais Abril 10, 2007

Filed under: Champions League,Chelsea,Valencia — looking4good @ 9:58 pm
Valencia CF 1 – 2 Chelsea FC
Depois do empate de Stanford Bridge sabia-se que nem por isso o Valencia iria ter uma vida fácil face à equipa de estrelas do Chelsea bem armada tacticamente pela mestria de Mourinho. As equipas começaram o jogo cautelosamente mas não demorou muito para se perceber uma maior posse de bola dos ingleses (o que não deixa de ser estranho face a uma equipa espanhola, em princípio mais dotada tecnicamente do que o estilo inglês). De três pontapés de canto para os ingleses poderia ter resultado a abertura no marcador, num deles com Ricardo Carvalho a cabecear ao lado.

Por volta da meia hora de jogo, porém o jogo mudou de tendência e foram os espanhóis que empolgados pelo golo de Morientes, vindo de trás a finalizar de rasteiro a bola vinda do centro da direita de Joaquin e que sobrevoara os centrais do Chelsea.

No minuto seguinte outra vez por Morientes esteve perto de acontecer o 2-0 mas Ashley Cole evitou, de forma pouco ortodoxa mas eficiente, com o guarda-redes batido que a bola fosse para o fundo da baliza.

Perto do final um cabeceamento ao ângulo de Ballack foi bem defendido por Cañizares que na segunda parte viria a fazer uma extraordinária defesa a outro remate de cabeça (que parecia fatal) de Ballack.

Mas vamos seguindo cronologicamente. Na segunda parte Mourinho mudou para 4-3-3 fazendo recuar Essien para defesa direito e fazendo entrar Joe Cole. Os ingleses cedo empataram o jogo por Shevchenko oportunista a aproveitar um ressalto após Drogba ter tentado finalizar centro da direita de Essien.

Os ingleses estiveram por cima na segubda parte ainda que Angulo (entrado a substituir Morientes) em remate da meia esquerda tenha feito passar a bola ligeiramente por cima da baliza de Cech. A equipa da casa parecia mais cansada e e a entrada de Hugo Viana nada adiantou.

Como já dissemos acima Cañizares evitou (ainda) o 1-2 de Ballack e parecia que, por isso, o prolongamento seria o destino mais ajustado, mas uma fuga pela direira de Essien acabou com um remate cruzado ao primeiro poste com, desta vez, Cañizares a deixar passar a bola entre o seu corpo e o poste, porventura surpreendido com o remate em vez do cruzamento que se esperava.

Mourinho está nas meias-finais onde defrontará o Liverpool

Mestalla Stadium – Valencia

Valencia: Cañizares; Miguel, Ayala, Moretti e Del Horno; Joaquin, Albelda, Albiol (Hugo Viana 72′) e Silva, Villa e Morientes (Angulo 65′)

Chelsea: Petr Cech; Diarra (Joe Cole 46′), Ricardo Carvalho, Terry, Ashley Cole; Essien, Obi Mikel, Ballack e Lampard (Makelele 90+3′), Drogba e Shevchenko (Kalou 90+3′)

Golos: 1-0 Morientes 32′; 1-1 Shevchenko 52, 1-2 Essien 90

Disciplina: Cartão amarelo a Essien 4′ , Ballack aos 21′ , Del Horno 45′ (por falta sobre Shevchenko); Albelda 51′, Ayala 60′ (por protestos ou pela falta com o cotovelo sobre Drogba), Moretti 62′

 

Champions League: Chelsea de Mourinho vira o jogo e está nas Meias-Finais

Filed under: Champions League,Chelsea,Valencia — looking4good @ 9:58 pm
Valencia CF 1 – 2 Chelsea FC
Depois do empate de Stanford Bridge sabia-se que nem por isso o Valencia iria ter uma vida fácil face à equipa de estrelas do Chelsea bem armada tacticamente pela mestria de Mourinho. As equipas começaram o jogo cautelosamente mas não demorou muito para se perceber uma maior posse de bola dos ingleses (o que não deixa de ser estranho face a uma equipa espanhola, em princípio mais dotada tecnicamente do que o estilo inglês). De três pontapés de canto para os ingleses poderia ter resultado a abertura no marcador, num deles com Ricardo Carvalho a cabecear ao lado.

Por volta da meia hora de jogo, porém o jogo mudou de tendência e foram os espanhóis que empolgados pelo golo de Morientes, vindo de trás a finalizar de rasteiro a bola vinda do centro da direita de Joaquin e que sobrevoara os centrais do Chelsea.

No minuto seguinte outra vez por Morientes esteve perto de acontecer o 2-0 mas Ashley Cole evitou, de forma pouco ortodoxa mas eficiente, com o guarda-redes batido que a bola fosse para o fundo da baliza.

Perto do final um cabeceamento ao ângulo de Ballack foi bem defendido por Cañizares que na segunda parte viria a fazer uma extraordinária defesa a outro remate de cabeça (que parecia fatal) de Ballack.

Mas vamos seguindo cronologicamente. Na segunda parte Mourinho mudou para 4-3-3 fazendo recuar Essien para defesa direito e fazendo entrar Joe Cole. Os ingleses cedo empataram o jogo por Shevchenko oportunista a aproveitar um ressalto após Drogba ter tentado finalizar centro da direita de Essien.

Os ingleses estiveram por cima na segubda parte ainda que Angulo (entrado a substituir Morientes) em remate da meia esquerda tenha feito passar a bola ligeiramente por cima da baliza de Cech. A equipa da casa parecia mais cansada e e a entrada de Hugo Viana nada adiantou.

Como já dissemos acima Cañizares evitou (ainda) o 1-2 de Ballack e parecia que, por isso, o prolongamento seria o destino mais ajustado, mas uma fuga pela direira de Essien acabou com um remate cruzado ao primeiro poste com, desta vez, Cañizares a deixar passar a bola entre o seu corpo e o poste, porventura surpreendido com o remate em vez do cruzamento que se esperava.

Mourinho está nas meias-finais onde defrontará o Liverpool

Mestalla Stadium – Valencia

Valencia: Cañizares; Miguel, Ayala, Moretti e Del Horno; Joaquin, Albelda, Albiol (Hugo Viana 72′) e Silva, Villa e Morientes (Angulo 65′)

Chelsea: Petr Cech; Diarra (Joe Cole 46′), Ricardo Carvalho, Terry, Ashley Cole; Essien, Obi Mikel, Ballack e Lampard (Makelele 90+3′), Drogba e Shevchenko (Kalou 90+3′)

Golos: 1-0 Morientes 32′; 1-1 Shevchenko 52, 1-2 Essien 90

Disciplina: Cartão amarelo a Essien 4′ , Ballack aos 21′ , Del Horno 45′ (por falta sobre Shevchenko); Albelda 51′, Ayala 60′ (por protestos ou pela falta com o cotovelo sobre Drogba), Moretti 62′

 

Champions League: Chelsea de Mourinho vira o jogo e está nas Meias-Finais

Filed under: Champions League,Chelsea,Valencia — looking4good @ 9:58 pm
Valencia CF 1 – 2 Chelsea FC
Depois do empate de Stanford Bridge sabia-se que nem por isso o Valencia iria ter uma vida fácil face à equipa de estrelas do Chelsea bem armada tacticamente pela mestria de Mourinho. As equipas começaram o jogo cautelosamente mas não demorou muito para se perceber uma maior posse de bola dos ingleses (o que não deixa de ser estranho face a uma equipa espanhola, em princípio mais dotada tecnicamente do que o estilo inglês). De três pontapés de canto para os ingleses poderia ter resultado a abertura no marcador, num deles com Ricardo Carvalho a cabecear ao lado.

Por volta da meia hora de jogo, porém o jogo mudou de tendência e foram os espanhóis que empolgados pelo golo de Morientes, vindo de trás a finalizar de rasteiro a bola vinda do centro da direita de Joaquin e que sobrevoara os centrais do Chelsea.

No minuto seguinte outra vez por Morientes esteve perto de acontecer o 2-0 mas Ashley Cole evitou, de forma pouco ortodoxa mas eficiente, com o guarda-redes batido que a bola fosse para o fundo da baliza.

Perto do final um cabeceamento ao ângulo de Ballack foi bem defendido por Cañizares que na segunda parte viria a fazer uma extraordinária defesa a outro remate de cabeça (que parecia fatal) de Ballack.

Mas vamos seguindo cronologicamente. Na segunda parte Mourinho mudou para 4-3-3 fazendo recuar Essien para defesa direito e fazendo entrar Joe Cole. Os ingleses cedo empataram o jogo por Shevchenko oportunista a aproveitar um ressalto após Drogba ter tentado finalizar centro da direita de Essien.

Os ingleses estiveram por cima na segubda parte ainda que Angulo (entrado a substituir Morientes) em remate da meia esquerda tenha feito passar a bola ligeiramente por cima da baliza de Cech. A equipa da casa parecia mais cansada e e a entrada de Hugo Viana nada adiantou.

Como já dissemos acima Cañizares evitou (ainda) o 1-2 de Ballack e parecia que, por isso, o prolongamento seria o destino mais ajustado, mas uma fuga pela direira de Essien acabou com um remate cruzado ao primeiro poste com, desta vez, Cañizares a deixar passar a bola entre o seu corpo e o poste, porventura surpreendido com o remate em vez do cruzamento que se esperava.

Mourinho está nas meias-finais onde defrontará o Liverpool

Mestalla Stadium – Valencia

Valencia: Cañizares; Miguel, Ayala, Moretti e Del Horno; Joaquin, Albelda, Albiol (Hugo Viana 72′) e Silva, Villa e Morientes (Angulo 65′)

Chelsea: Petr Cech; Diarra (Joe Cole 46′), Ricardo Carvalho, Terry, Ashley Cole; Essien, Obi Mikel, Ballack e Lampard (Makelele 90+3′), Drogba e Shevchenko (Kalou 90+3′)

Golos: 1-0 Morientes 32′; 1-1 Shevchenko 52, 1-2 Essien 90

Disciplina: Cartão amarelo a Essien 4′ , Ballack aos 21′ , Del Horno 45′ (por falta sobre Shevchenko); Albelda 51′, Ayala 60′ (por protestos ou pela falta com o cotovelo sobre Drogba), Moretti 62′

 

Uefa Competitions: Three English teams are semi-finalists in Champions League

Filed under: Champions League,football,soccer,Uefa Champions League — looking4good @ 9:57 pm
Champions League – Quarters of Final
Today: Apr, 10
Man. United 7-1 (1-2) Roma [Carrick (2) 11′, 60′; Smith 17′; Rooney 19′; Cristiano Ronaldo (2) 44′, 49′; 6-1 De Rossi 69′; 7-1 Evra 81′]
Valencia 1-2 (1-1) Chelsea [1-0 Morientes 32′; 1-1 Chevchenko 52′; 1-2 Essien 90′]
Tomorrow
Bayern München (2-2) Milan
Liverpool (3-0) PSV
Uefa Cup – Quarters of Final
April 12
W. Bremen (0-0) AZ
Osasuna (3-0) Leverkusen
Benfica (2-3) Espanyol
Tottenham (1-2) Sevilla
 

The unforgettable Casablanca again because 45 years ago Michael Curtiz died

Filed under: Casablanca,cinema,Humphrey Bogart,Ingrid Bergman,Michael Curtis — looking4good @ 5:34 pm

We’ll always have Paris at the end of the film Casablanca

 

Titanic – The beggining of a tragic maiden voyage

Filed under: Titanic — looking4good @ 5:12 pm

The Titanic was considered a pinnacle of naval architecture and technological achievement, and was thought by The Shipbuilder magazine to be “practically unsinkable. Unfortunately it would be famous for the collision with an iceberg and dramatic sinking on 15 April 1912.

On this day (April 10) of the year 1912 Titanic left from the port of Southampton to its infamous journey. Remember: Don’t play with the Ocean.

This does us remember how important was the job which Portuguese navigators did on the centuries XV and XVI…
 

Titanic – The beggining of a tragic maiden voyage

Filed under: Titanic — looking4good @ 5:12 pm

The Titanic was considered a pinnacle of naval architecture and technological achievement, and was thought by The Shipbuilder magazine to be “practically unsinkable. Unfortunately it would be famous for the collision with an iceberg and dramatic sinking on 15 April 1912.

On this day (April 10) of the year 1912 Titanic left from the port of Southampton to its infamous journey. Remember: Don’t play with the Ocean.

This does us remember how important was the job which Portuguese navigators did on the centuries XV and XVI…