Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Concha – Vitorino Nemésio Fevereiro 20, 2006

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 6:37 pm

A minha casa é concha. Como os bichos
Segreguei-a de mim com paciência:
Fechada de marés, a sonhos e a lixos,
O horto e os muros só areia e ausência.

Minha casa sou eu e os meus caprichos.
O orgulho carregado de inocência
Se às vezes dá uma varanda, vence-a
O sal que os santos esboroou nos nichos.

E telhadosa de vidro, e escadarias
Frágeis, cobertas de hera, oh bronze falso!
Lareira aberta pelo vento, as salas frias.

A minha casa… Mas é outra a história:
Sou eu ao vento e à chuva, aqui descalço,
Sentado numa pedra de memória.

Vitorino Nemésio Mendes Pinheiro da Silva (n. na Ilha Terceira, Açores em 19 Dez 1901; m. Lisboa a 20 Fev 1978)

Ler do mesmo autor Loa e Semântica Electónica

 

Mãe – António Correia de Oliveira

Filed under: António Correia de Oliveira,poesia — looking4good @ 1:53 pm

Olha, meu filho, quando, à aragem fria
dalgum torvo crepúsculo, encontrares
uma árvore velhinha, em modo e em ares
de abandono e outonal melancolia,

não passes junto dela, nesse dia
e nessa hora de bênção sem parares;
não vás sem longamente a contemplares:
vida cansada, trémula e sombria!

Já foi nova e floriu entre esplendores;
Talvez, em derredor dos seus amores,
‘inda haja filhos que lhe queiram bem…

Ama-a, respeita-a, ampara-a na velhice;
Sorri-lhe com bondade e com meiguice:
lembre-te ao vê-la a tua própria Mãe!

António Correia de Oliveira (n. em S. Pedro do Sul 30 Jul 1879, m. em Esposende a 20 Fev 1960)

 

On this day in History – Feb. 20

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 9:43 am
 

On this day in History – Feb. 20

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 9:43 am