Nothingandall

Just another WordPress.com weblog

Gondomar e Chaves na Liga de Honra ….se quiserem Agosto 17, 2005

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 11:56 pm
Já é oficial, Alverca e Felgueiras não têm condições para participar na Liga de Honra na época que se avizinha o começo e assim não só o Gondomar mas também o Chaves poderão continuar a participar (não obstante em termos desportivos não terem demonstrado na época passada méritos para evitar a descida à segunda B) na Liga de Honra (vulgo 2ª. Divisão). Como gondomarense fico bastante satisfeito, mas como desportista….
 

Portugal (da 2ª parte) cumpriu e venceu o Egipto, nos Açores

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 11:12 pm
Image Hosted by ImageShack.us
Portugal 2 – 0 Egipto

Em Ponta Delgada perante um Estádio cheio numa oferta dos Açoreanos à selecção portuguesa, com especial carinho para Pauleta e a seguir Figo, a nossa equipa não conseguiu na 1ª. parte dar-lhes uma pequena compensação, quanto mais uma contrapartida equivalente. Falta de convicção, pouca velocidade, jogo pouco fluido face à pressão dos egípcios e chegou a pairar a sensação que percorreu todos os portugueses que assistiram ao jogo de ontem das “Esperanças” frente à Hungria : a de que estes jogos particulares são uma “chatice” tanto mais na véspera de começar o campeonato.

A maior oportunidade foi para os egípcios quando um violento pontapé de fora da área, ainda ligeiramente desviado com a mão de Quim, bateu na barra da baliza. Pouco flanqueamento de jogo (a excepção foi para algumas, poucas, incursões de Paulo Ferreira pela esquerda), valeu na primeira parte a única jogada de perigo de Portugal, uma desmarcação de Pauleta que recebeu o passe , ainda passou o guarda-redes, mas de angulo já complicado atirou à malha lateral.

Não podia estar satisfeito Scolari e na 2ª. parte fez de entrada quatro substituições, passando do 4-4-2 experimental da 1ª. parte para o 4-3-3 habitual. As entradas de João Moutinho (estreia) e de Quaresma ( e um pouco mais tarde já com 1-0 de Boa Morte para o lugar de Figo) deram mais vivacidade ao jogo. Aos 50′ num canto de Figo (o 2º. de Portugal quando o Egipto já tinha contabilizado quatro) a bola foi atrasada para Hugo Viana que fez um remate cruzado que encontrou Fernando Meira ao 2º poste (outro dos jogadores que tinha entrado ao intervalo, o quarto fora Caneira) que conseguiu um golo feliz fazendo passar a bola pelo meio das pernas de um defesa e do guarda-redes suplente El-Hadry (recém-entrado por lesão do titular Abdel El Sayed).

Este golo era o tónico que o jogo precisava, os egípcios demonstraram que não queriam perder, havia finalmente espaços e velocidade e as bancadas animaram-se. Oportunidade desperdiçada por Postiga já sem guarda-redes, a seguir o árbitro terá sido bonzinho e não assinalou um penalty contra Portugal

Aos 69′ uma grande jogada ( a melhor do jogo) Boa Morte pela esquerda em boa velocidade, João Alves no meio (que também se estreara na selecção poucos minutos antes) e desmarcação perfeita para Postiga fazer o 2-0 de primeira.

Agora sim a selecção retribuia o carinho dos Açoreanos, Boa Morte ainda teve uma grande oportunidade para fazer o 3-0 mas os égípcios também não mereceram pior resultado e pode-se dizer até que 2-0 foi um bocadinho lisongeiro para Portugal.

A arbitragem do polaco Jacek Granat não teve problemas de maior, mas pareceu-nos que deveria ter assinalado uma grande penalidade contra Portugal (e o resultado estava 1-0).

Terá sido um bom teste para Scolari que verificou haver mais inconformismo e vontade por parte dos jovens da 2ª. parte e que o sistema de dois pontas de lança (menos rotinado) do primeiro tempo não funciona se não houver jogo do meio campo. Esta equipa do Egipto é bem evoluida tecnicamente e só foi batida quando já em desvantagem (em jogada de acaso) procurou fazer o jogo pelo jogo. De realçar que no ranking da Fifa o Egipto ocupa o 26º lugar (enquanto Portugal é 9º. ex-aequo com a França), à frente por exemplo da Russia (29ª) e Eslováquia (45ª) nossas adversárias no grupo de qualificação para o Mundial.

Portugal alinhou com – Quim; Alex, Ricardo Carvalho, Jorge Andrade e Paulo Ferreira; Petit; Figo, Tiago e Hugo Viana; Hélder Postiga e Pauleta. Suplentes utilizados: Fernando Meira, Marco Caneira, Boa Morte, João Alves, João Moutinho e Ricardo Quaresma. Suplente não utilizado : Ricardo.
 

Portugal in fire

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 7:09 pm
I don’t believe we are in XXI century. Fire + Fire + Fires. At first it was only the forest. Now the fires arrive at villages and destroy everything : animals dead, houses destroyed and an enormous feeling of incapacity. Meanwhile the Prime Minister is in hollydays , out of Portugal obviously.
 

PS = PSD. Temos é de mudar de país… (II)

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 7:03 pm
Este título serviu para falar de impostos. Promessas de impostos baixos e os impostos logo foram aumentados. Agora serve também para falar de incendios. 2003 foi um ano terrível de incendios e toda a oposição, especialmente o PS criticava o Governo por falta de medidas. Agora estamos em 2005 e o Governo é do PS. O que mudou? As árvores , bens, animais (e até pessoas) que são ardidos … . Entretanto, o Primeiro Ministro encontra-se de férias … fora de Portugal, obviamente.
 

Ao Amor Antigo – Carlos Drummond de Andrade

Filed under: Carlos Drummond de Andrade,poesia — looking4good @ 2:03 pm

O amor antigo vive de si mesmo,
não de cultivo alheio ou de presença.
Nada exige nem pede. Nada espera,
mas do destino vão nega a sentença.

O amor antigo tem raízes fundas,
feitas de sofrimento e de beleza.
Por aquelas mergulha no infinito,
e por estas suplanta a natureza.

Se em toda parte o tempo desmorona
aquilo que foi grande e deslumbrante,
a antigo amor, porém, nunca fenece
e a cada dia surge mais amante.

Mais ardente, mas pobre de esperança.
Mais triste? Não. Ele venceu a dor,
e resplandece no seu canto obscuro,
tanto mais velho quanto mais amor.

Carlos Drummond de Andrade (n. 31 Out 1902; m. 17 AGO 1987)

 

Tua frieza aumenta o meu desejo – Eugénio de Castro

Filed under: Eugénio de Castro,poesia — looking4good @ 1:45 pm

Tua frieza aumenta o meu desejo
Fecho os olhos para te esquecer
e, quanto mais procuro não te ver,
quanto mais fecho os olhos, mais te vejo.

Humildemente atrás de ti rastejo,
humildemente, sem te convencer,
enquanto sinto para mim crescer
dios teus desdéns o frígido cortejo.

Sei que jamais hei-de possuir-te. Sei
que outro, feliz, ditoso como um rei,
enlaçará teu virgem corpo em fllor.

O meu amor, no entanto, não se cansa:
amam metade os que amam com esp’rança,
amar sem esp’rança é o verdadeiro amor

Eugénio de Castro (Coimbra n. 4 Mar 1869; m. 17 Ago 1944)

 

Portugal tem presença (quase) assegurada no Campeonato do Mundo da Alemanha

Filed under: Uncategorized — looking4good @ 10:01 am
Com os empates verificados na Jornada hoje disputada no Grupo 3, Portugal até já pode perder na Rússia e obter o primeiro lugar do grupo, bastando triunfar nos hjogos em casa frente às fracas selecções do Luxemburgo e Liechtenstein e depois tiunfar também em casa perante a Letónia. O caminho está desbravado.

Resultados:
Letónia 1 – 1 Russia
Liechtenstein 0 – 0 Eslováquia

Classificação:
1º .Portugal 8 jogos 20 pontos 24-4 em golos
2º. Eslováquia 9 J 18 p 22-7
3º. Rússia 8 J 15 p 16-11
4º. Letónia 9 J 14 p 16-15
5º. Estónia 9 J 11 p 12-15
6º. Liechtenstein 9 J 5 p 9-19
7º. Luxemburgo 8 J 0 p 4-32